quarta-feira, 25 de maio de 2011

Palestra: Bichos que dão em Gente em SP, sábado 28, de manhã, num parque delicioso com gente idem

Alô alô, Sampa! Sábado quevem levo aí a palestra "Bichos que dão em Gente", a propósito do lançamento da 4a edição atualizada / 6a reimpressão do meu Almanaque de Bichos.

Será às 11h, no Espaço Cultural da AAO (Associação de Agricultura Orgânica) na feirinha do Parque da Água Branca. Mas estarei lá antes, na mesinha, a partir das 9h. O lugar é lindíssimo e o astral também, com alguma coisa calma e alegre que faz bem à alma.

O tema: bichos que a medicina esqueceu. Não temos mais direito automático a exames de fezes completos -- o médico tem que escrever os nomes dos bichos, caso tenha suspeitas. Se não, o exame  geralmente  é superficial e revela apenas inocentes comensais do intestino, abundantes e inofensivos. Assim combatemos às cegas, quando combatemos, e atribuímos a outros tipos de patologia os sintomas que os parasitas provocam.

Por exemplo: hoje é mais frequente diagnosticar-se uma criança com DDA ou hiperatividade do que encontrar nela uma reles lombriga -- verme universal como a minhoca que dá hiperatividade, sonolência, falta de concentração, provoca convulsões e aparece, através de seus ovos, no exames de fezes. Uma lombriga adulta bota 200.000 ovinhos por dia. As jovens larvas fazem seu percurso atravessando os pulmões e causam pneumonia.

No entanto, a parasitologia é uma ciência médica. E as infecções parasitárias são diagnóstico diferencial necessário quando há suspeita de qualquer tipo de câncer, por exemplo. Ou artrite. Ou distúrbios intestinais. Ou alergias.

Isto vai longe. Espero vocês lá no sábado pra mais conversa!

Em www.correcotia.com/vermes está grande parte do texto original do Almanaque de Bichos que dão em Gente, 1a edição. Na imagem o Rotífero, inocente comensal do intestino que entrou aqui só porque é lindo.

35 comentários:

  1. Que máximo, Sonia. Tentarei estar lá!

    Bjs,

    Cristiana

    ResponderExcluir
  2. Olá Sonia,
    Poxa, adoraria participar mas justo neste sábado é o dia da defesa da minha monografia. Assisti ontem a sua entrevista no programa Provocações e corri hoje p/ o blog ver se tinha alguma novidade. Mas deixa p/ a próxima oportunidade.

    Obrigada pelas provocações!
    Um abraço,
    Geovana

    ResponderExcluir
  3. Que bom Sonia! o lugar perfeito aquele café da manhã, o clima de interior...até lá!!!

    ResponderExcluir
  4. Que bacana! Quero ir!
    Será gratuito? Ou quanto custa a participação?
    Grande beijo

    ResponderExcluir
  5. Oba!! Eu vou demais! Até lá.

    ResponderExcluir
  6. Entrada franca, é claro! Todos serão bem-vindos :-)

    ResponderExcluir
  7. Nossa, parece mesmo um lugar delicioso!
    Sucesso aí!
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Sônia, estava procurando sobre vermes e achei seu site.
    Estou preocupada, ontem, quando tomei água "mineral" de onde trabalho, ao dar um golão e olhar para o copo vi umas coisa brancas, parecidas com arraias (no formato, mas brancas meio translúcidas. Peguei uma na mão e era meio gosmenta e se desmanchou qaundo apertei. Sempre encontramos sujeiras pretas na água e sempre trago água de casa, mas ontem não tinha trazido. Será que é um verme? Se for, você saberia qual é?
    Obrigada,
    Denise, SP

    ResponderExcluir
  9. Sonia, uma senhora Portuguesa com doença de Crohn... (intestinos inflamados não é?!), gostaria de recomendar pra ela um livro seu, ela é do Porto e faz agricultura orgânica, já foi parar no hospital... comendo cúrcuma!, quando der me dê uma sugestão de qual livro seria melhor indicar pra ela. Boa palestra em Sampa!Quando vai ter no Rio?

    ResponderExcluir
  10. Vi sua entrevista em Provocações e fiquei maravilhada com seu trabalho, vim saber mais sobre o que escreve e estou gostando muito, gostaria muito de ir à palestra, mas infelismente não vou conseguir. Gostaria de saber o que devo dizer ao médico para conseguir fazer os exames necessários e descobrir estes "bichos horríveis, rs". Tenho sérios problemas intestinais e faço tratamento do estomago, mas não me convencem. Grande Abraço e Parabéns pelo trabalho.

    ResponderExcluir
  11. ótima palestra pra vc, Sônia.
    Tenho alguns livros seu, mas este não tenho.
    Moro aqui em Belo Horizonte e onde tem dele pra vender aqui?
    A propósito, quando vem a BH nos prestigiar?
    Abraços...
    Jucimara.

    ResponderExcluir
  12. Infelizmente só soube do evento hoje a noite, tem planos de outro aqui em sp? Se não, como posso adquirir seu livro, está disponível nas livrarias? Um abraço,
    Helena

    ResponderExcluir
  13. Pra mim, fica inviável, pela distância... rs
    Sucesso no encontro! Uma curiosidade: nessa atualização, você apresenta novos bichinhos?

    ResponderExcluir
  14. Oi, Denise, não acho que fosse verme, mas talvez um tipo de alga ou lodo. Mas a gente deveria tratar dos vermes regularmente, especialmente quem tem sintomas. E prevenir através da alimentação.
    ...
    Oi, Tibet, eu mandaria pra ela 2 livros - o Almanaque de Bichos, que ela pode começar a ler online em www.correcotia.com/vermes, e o Candidíase, a praga, porque geralmente a cândida está junto. E doença de Crohn pra mim tem a ver com amebas. O que mais existe hoje é pista falsa, com novos nomes para males antigos.

    Sobre palestrar no Rio, é incrível como recebo tantos convites de SP... e nenhum do Rio...
    ...
    Oi, Aline, e você nunca tomou vermífugo? Por que não experimenta, por exemplo, um polivalente como o Annita? Se os sintomas melhorarem, siga a pista e continue de olho. Para um bom exame, costumo indicar o lab do dr Helio Copelman, no Rio, tel 21 2548-0648.
    ...
    Oi, Jucimara, eu vendo todos os meus livros pelo site - www.correcotia.com/compras - e mando com frete grátis para todo o Brasil. Sobre BH, eu tento ir mas não rola...
    ...
    Oi, Helena, as grandes livrarias como Cultura e Saraiva costumam ter meus livros, mas você tb pode comprar pelo site.
    ...
    Oi, Vera, não apresento novos bichinhos. Atualizei apenas algumas informações, aqui e ali, mas nada substancial.

    Meninas, o carinho de vocês me alimenta! Muito obrigada, abraços a todas e bom domingo!

    ResponderExcluir
  15. Sonia, estive na sua palestra ontem. ADOREI!! Venha mais para SP, por favor!!

    Bjs,

    Cristiana

    ResponderExcluir
  16. Silvia - BH03/06/2011 00:59

    Sonia,

    Um rapaz na minha familia, 45 anos todo bonitão, e uns problemas intestinais. Um dia comeram um sanduba, ele quem mais passou mal. O pai dele doente, umas crises em familia, quando voltava da visita à familia, crises de diarréia. Estava com consulta marcada com o coloproctologista e foi fazer o exame. Não deu. Cheio de lombriga o intestino!!! Albendazol por tres dias, repetiu o medicamento após dez dias e agora pôde fazer o exame, tudo ok.

    E uma tia minha, toda chique e importantona na av Paulista, seus sessenta anos, lá um dia, esta super urbana paulista, não é que sai dela uma lombriga?
    ...

    Conheci uma moça que tinha um pequeno laboratório no interior. Contou-me que uma vez fez 17 exames parasitológicos de uma mesma cliente até aparecer a dita cuja - não sei se a giárdia ou a ameba. Quando vejo você falar de EPF - exame parasitológico de fezes - lembro-me de como esta profissional era dedicada e entendia do assunto.

    Houve também um caso de um homem que emagreceu e parecia um cancer. Muita dor no estomago. Perda de peso importante e que continuava. Um médico persitente deve ter encontrado bom laboratório e por fim, meses depois, foi feito o diagnóstico: estrongiloidíase.

    ResponderExcluir
  17. MINHA SOGRA TEVE. TINHA FORTES DORES DE CABEÇA, PONTADAS E DESMAIOS.ELA NÃO TINHA MUITA HIGIENE E OS VERMES FORAM SUBINDO PELA COLUNA E SE ALOJARAM NA CABEÇA. INICIALMENTE ACHARAM QUE ERA UM TUMOR, MAS COM A RESSONANCIA VIRAM QUE ERAM VERMES. UM ENORME EMARANHADO DE CAZULOS DO TAMANHO DE UMA LARANJA, APERTANDO O CEREBELO E ESMAGANDO O CEREBRO. TIRARAM MUITAS FOTOS, NOS MOSTRARAM OS VERMES.NÃO LEMBRO QUAL VERME ERA, MAS SEI QUE NÃO ERA AQUELE DO PORCO.FIQUEI BOBA AO SABER QUE OS VERMES PODEM FAZER ESSE CAMINHO NA BUSCA POR GLICOSE.HOJE ELA ESTÁ BEM, MAS CONTINUA SEM HIGIENE, ACREDITA???

    ResponderExcluir
  18. Muito Obrigada!!!
    Vou procurar...
    Grande Abraço!!!

    ResponderExcluir
  19. Sonia, grata! passei as informações para a Ati em Portugal e ela já veio dar uma olhada aqui no blog, disse que as informações eram pertinentes e que ela já andava a pesquisar sobre a candidíase... assim que der vou comprar e remeter os livros pra ela.

    ResponderExcluir
  20. Em tempo: voce já ouviu falar sobre a autohemoterapia do Dr, Luiz Moura? tem uns vídeos sobre a pesquisa e prática dele com a autohemo... http://www.orientacoesmedicas.com.br/auto_hemoterapia.asp?utm_source=Tecla Email Marketing&utm_medium=emailmarketing&utm_campaign=Newsletter+Ess%EAncia+Vital+-+Edi%E7%E3o+11+mailing&utm_content=Bruna+Morato+morato.imamura@gmail.com achei que voce ia gostar de ver!

    ResponderExcluir
  21. Oi, Tibet, conheço algumas pessoas que já fizeram esse tratamento. O dr. Luiz Moura é um médico bacana. Inclusive receita ascaridil (anti lombrigas) para aumentar a imunidade.

    ResponderExcluir
  22. Oi, Sonia,
    Estou sumida dos comentários, mas continuo acompanhando o blog, inclusive lendo os comentários que chegam (onde acabo aprendendo tb).

    Gostaria da sua prestimosa opinião, mais uma vez:
    Minha mãe anda se queixando de refluxo, empachamento, azia etc. Foi ao clínico, que pediu vários exames e endoscopia. No exame de fezes apareceu "vários cistos de E-Coli", e na endoscopia "gastrite enantematosa de antro de leve intensidade. H. Pylori positivo."

    O médico receitou um remédio para o empachamento e etc, e a encaminhou para um gastro. Mas ela já foi ao gastro uma outra vez (quando relatava esses mesmos sintomas), e ele tb receitou um remédio parecido e uma certa dieta, pra evitar alguns alimentos. Não resolveu.

    Daí que de tanto ler aqui no blog, desconfio que podem ser vermes, e pensei de ela fazer o exame de fezes naquele laboratório do Rio, que vc indica, e depois do resultado partir para um tratamento nessa área.

    O que vc acha? Faz sentido?

    Abraços e obrigada!

    ResponderExcluir
  23. Faz todo o sentido, Jussara querida. O tel de lá é 21 2548-0648, ligue para saber o procedimento de envio das amostras. Não precisa de pedido médico e custa +- 300,00. Um investimento barato, eu acho, para o tamanho do problema.

    Depois de tratar ela deve repetir o exame. É bom fazer uma dietinha quando for tomar os remédios. Gosto dos tratamentos caseiros da Susana Ayres, já falei dela aqui no blogh: 61 8628-1231 . Abração!

    ResponderExcluir
  24. Obrigadíssima, dear! Vou ligar lá hoje mesmo. Tb não acho caro; mas conheço gente que acha e que não pensaria duas vezes em pagar esse mesmo valor ou mais, num sapato, bolsa ou calça jeans. Engraçado que quando se trata de saúde as pessoas acham tudo caro.

    Conheço a Susana aqui do blog, até já fiz uma receita que vc disponibilizou, a de tomar sopa de abóbora por 5 dias e etc. Eu fiz e me senti super bem. :)

    Abraços!

    ResponderExcluir
  25. Oi, Sonia,

    Mandei hj o material para o exame da minha mãe. Ficou um pouco mais de R$300,00 pq tive que mandar por Sedex 10; já mandei Sedex pro Rio mas só chegou com 2, 3 dias, então não quis arriscar. Os Correios não são mais os mesmos. :(
    Só não gostei muito do atendimento da telefonista/secretária. Achei meio grossa. Mas enfim...
    Ela disse que não precisava escrever nada, mas não sei mandar as coisas sem escrever. Daí expliquei por alto e falei que era uma indicação sua. Podia?

    Abraços e obrigada again.

    ResponderExcluir
  26. Podia, claro! Depois me conta? Beijo!

    ResponderExcluir
  27. Sonia dear,
    Mesmo com atraso aqui vai o resultado do exame parasitológico da minha mãe, feito no laboratório do dr. Copelman:
    Larvas: ausente
    Ovos: Hymenopelys nana
    Cistos: Giárdia lamblia e Endolimax nana

    Vc que entende desses bichos que dão em gente, sabe se algum desses está relacionado aos sintomas que ela vinha sentindo? (refluxo, empachamento e azia).

    Desculpe a demora, fiquei um tempo sem conexão. :/

    Abração e obrigada!

    ResponderExcluir
  28. Oi, Jussara, sem dúvida os sintomas podem ser causados ou agravados pelos bichos. Tênia e giárdia são dose para leão. Já tratou? Um abraço!

    ResponderExcluir
  29. Caramba, não sabia que era tênia! Acabei não pesquisando pq logo depois do resultado fiquei sem internet, depois ficamos um tempão com visitas e passou batido.
    Tratou, sim, mas não sei se "exterminou" tudo. Acho que li aqui no blog vc dizendo que não é fácil eliminar as tênias, algo assim.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  30. ...o protocolo da Susana Ayres para tênia, que te mandei por email... e depois publiquei no blog e no Candidíase, a praga... sopa de abóbora etc, lembra?

    ResponderExcluir
  31. Ah! lembro, sim. Lembro tb que quando comentei que minha mãe tinha asma vc falou que podia estar relacionado às tênias. Eu fiz esse protocolo, mas ela não. Agora vai fazer.
    Gracias! :)

    ResponderExcluir
  32. Oláa,

    Soniaa, parabéns pelo belo trabalho.
    Descobri que tenho candidiase há 2 meses atrás, eutou me tratando com a dieta do seu blog que por sinal melhorei mtoo e so tenho a agradecer.
    apareceu umas manchas branca tipo (PANO BRANCO)no meu braço, será que é algum sinal de vermes?

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  33. Maria do Carmo28/09/2014 18:28

    Oi Sonia, não sabia onde postar isso... Enfim.

    Em seu livro Almanaque de Bichos que dão em Gente a senhora cita duas plantas a "Erva-de-santa-maria" e a "Mastruz".

    Aqui na Bahia damos nome de mastruz a erva-de santa-maria. Pesquisando no google vi que o comum é isso. Inclusive o Wikipédia diz que são sinônimos.

    A mastruz (Senebiera pinnatifida) que a senhora cita, inclusive só achei em sites em inglês.

    Fiquei confusa, embora só compre ervas com o devido nome científico escrito no rotulo. Já que o Brasil é tão rico em variedades de nomes quanto o é de ervas medicinais. Sem falar no iame...

    Abs,

    ResponderExcluir
  34. Maria do Carmo, você sabe que a confusão de nomes é uma constante, mesmo entre botânicos. Importa tanto assim? Eu acho que não. Importa utilizar. Um abraço!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário ou pergunta, se quiser, mas saiba que no momento é improvável eu responder, devido a mil coisas, cursos & viagens. Também vem novidade web aí. Agradeço. Abraços, Sonia

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.