terça-feira, 9 de agosto de 2011

Portugal, Lisboa: Meus livrinhos no além-mar

ilustração de Celina Gusmão no livro Meditando na cozinha

Já vinha mandando um aqui, outro ali, meus livros atravessando os mares da descoberta rumo à terrinha - onde gente como a gente também se interessa por comer melhor, estudar as bases da medicina chinesa e livrar-se da candidíase, praga sem fronteiras.

Aí a naturopata e acupunturista Antónia Mendes resolveu que precisava tê-los para seus pacientes e encomendou uma boa quantidade, que já está à venda na Karma Clinic | Medicina Natural, Praça Francisco Sá Carneiro 7, 3o Esq, tel 218 479 635, www.karmaclinic.pt .

Qualquer hora vou lá levar pessoalmente :-)))

34 comentários:

  1. Desejo muito sucesso (mais do que merecido) pra vc, pessoa linda!
    E que sorte deles poderem ler vc!
    :)

    ResponderExcluir
  2. Que bacana Sonia! Informação cruzando as fronteiras! parabéns! bjs

    ResponderExcluir
  3. Parabéns!

    Seus livros são ótimos.

    ResponderExcluir
  4. Obrigada, obrigada, também fico feliz :-)))

    ResponderExcluir
  5. Parabéns, Sonia!
    Sensacional e mais do que merecido. É isso aí :-)

    ResponderExcluir
  6. Ai que orgulho!!
    Merecido sucesso pelo seu maravilhoso trabalho!

    beijosssssssss

    Léia

    ResponderExcluir
  7. Minha pátria é minha língua :-)

    ResponderExcluir
  8. Parabéns!
    Merecedíssimo, íssimo!
    Você merece "ser lida", e aqueles que se preocupam com a alimentação consciente merecem "lê-la"!

    ResponderExcluir
  9. Parabéns, Sônia! Merece muitooo!!!

    beijos

    Ana Claudia

    ResponderExcluir
  10. Oi Sônia!!
    Gosto muito do seu blog e sempre que estou pesquisando algumas coisas caio nele! :)
    Pretendo ir para os EUA em breve e quero aproveitar para trazer uns probióticos, qual você me recomenda? Para transportar é tranquilo? Posso trazê-los em temperatura ambiente? Beijos, obrigada!

    ResponderExcluir
  11. Oi, Mariana, atualmente recomendo o Flora Balance, veja em www.flora-balance.com . Sobre a alfândega, imagino que estando os potes fechados (potes com o pó rendem muito mais do que cápsulas) não deve haver problema, mas... Sobre a temperatura, fechados tb não sofrem. Boa viagem, um abraço!

    ResponderExcluir
  12. Olá, Sonia! O comentário não tem nada a ver com o post-ora-pois, mas lá vai: li um texto seu que expunha o uso da casca de ovo como fonte de cálcio. Como se faz? Deixa-se secar ao sol ou no forno e é necessário deixar em contato com vinagre ou limão, certo? Por quanto tempo? E qual o tempo de validade do preparado?
    Pergunto porque ingiro laticínios só eventualmente, e fontes como gergelim e folhas em quantidade que não deve suprir a necessidade...
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  13. Eduardo, a alimentação saudável supre perfeitamente nossas necessidades de cálcio sem os laticinios e sem a casca de ovo. O metabolismo do cálcio é muito sutil e depende de outros fatores. Sugiro ler o que está em www.correcotia.com/mulheres/osteoporose.htm .

    Quanto à casca do ovo, meia hora de molho em base ácida, usar imediatamente. Mas não há garantia de assimilação, como também não há para qualquer outra forma de cálcio suplementar. Um abraço!

    ResponderExcluir
  14. Teresa Correia21/08/2011 19:54

    Já fui buscar meu livro à Karma Clinic.
    Obrigada, Sónia.

    ResponderExcluir
  15. Ah, Mr. Brumn, fechamentos para a gráfica! Contei que estou refazendo todos os meus livros para atualizar o texto e o formato de arquivo? Pois pois. Mas vou postar uma coisa assombrosa mais tarde; me aguarde! Beijão!

    ResponderExcluir
  16. Assombrosa?

    É de comer ou de passar no cabelo?
    Preciso ficar com medo do céu cair sobre nossas cabeças?

    BeijOM,
    boa semana revisionista!

    ResponderExcluir
  17. Bom, pelo menos eu achei assombrosa. É a matéria que saiu na Piauí de agosto sobre a epidemia de doença mental que assola o estilo alopático de viver. Belíssimo artigo de uma médica norte-americana, Marcia Angell, destrincha os porquês e comos do crescimento ASSOMBROSO do número de pessoas com transtornos mentais e pacientes tratados com antidepressivos e outros medicamentos psicoativos.

    Ela aborda três livros publicados recentemente questionando a psiquiatria moderna, medicamentosa, baseando-se todos eles em comprovação científica de que a medicação atual prejudica mais do que ajuda. E não raro o paciente tem que tomar outras drogas para compensar os efeitos colaterais da droga original.

    É uma revelação importante, que eu queria muito comentar, mas não estou conseguindo agora. Pelo menos já dei a dica. E pode-se perfeitamente entender por essa matéria o que acontece em muitas áreas da medicina oficial.

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Oi Sonia:

    li a reportagem da Piaúí. Excelente e terrível, né? É ótimo pq já tem bibliografia...
    O que chama a atenção é o fato da indústria médica ser uma indústria que cria diagnósticos imaginários para depois gerar ela mesma males ao corpo com seus medicamentos e cirurgias. E lucrar com esses males... Isso em TODOS os campos médicos.

    Realmente impressionante serem dados remédios psicoativos a crianças de DOIS ANOS. Coisa de uma ignorância monstruosa

    ResponderExcluir
  20. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  21. Já faz um tempo que parece fazer sentido desconfiar disso: depressão ganhou um monte de novos nomes com seus respectivos diagnósticos diferenciados,e por aí vai... Lesões articulares são curadas com medicamentos e não com movimentos coporais conscientes,...
    :-(((

    Ficou inocente a teoria da conspiração:
    indústria alimentar gera doença => indústria médica + farmacêutica amplifica a doença => pessoa vai morar + cedo no cemitério.

    Que coisa!

    ResponderExcluir
  22. Olá Sónia, bom dia! Já comprei o seu livro sobre a Candida, aqui em Portugal :) Já li e reli e estou a pôr em prática, mas tenho algumas dúvidas. Uma delas é bem báscia: qual a diferença de candida spp para a candida albicans? Obrigada!
    Beijinho,

    M.M

    ResponderExcluir
  23. M.M, "Spp" significa "espécies", isto é, qualquer tipo de cândida. E albicans é o tipo que mais perturba a gente. Um abraço do ultramar!

    ResponderExcluir
  24. Obrigada Sónia! Eu tenho outra dúvida: fiz iogurte com lactobacilos que comprei, mas só encontrei em cápsulas, daí que meti o pó de 6 capsulas para 1lt de leite. É que no livro a receita diz apenas 1 pacotinho.
    Obrigada!
    Beijinhos,

    M.M.

    ResponderExcluir
  25. sim, acho que sim. Ficou iogurte e muito, muito azedo!
    Acha que é pouca quantidade?

    Tenho que dizer-lhe que começei a dieta fez ontem duas semanas e já me sinto outra. Custou bastante, e há alguns dias atrás estava mesmo em baixo, fraca e parecia doente. Entretanto, a candidiase vaginal quase desapareceu, sinto-me óptima, e com mais energia! Vou continuar!
    Já estava saturada de tomar antifungico todos os meses...

    Obrigadissima!

    ResponderExcluir
  26. Acho que se ficou muito azedo você pode diminuir a quantidade da psóxima vez. Força nas tranças! Um abraço!

    ResponderExcluir
  27. Olá Sónia, bom dia!

    Descobri que os meus sogros já tiveram candidiase durante algum tempo (ou ainda têm!). Reparei que só comecei a ter episódios de candidiase quando comecei a ter sexo com o meu namorado, agora marido. A candidiase, pega-se? Se assim for, não vale a pena eu fazer dieta, sem ele fazer também, certo? estou confusa...

    M.M.

    ResponderExcluir
  28. A cândida é um fungo que faz parte da nossa flora. É um decompositor da matéria. Não se precisa "pegar"; ela prospera estimulada pela alimentação rica em carboidratos, laticínios e porcaritos. Mas melhorar a dieta faz bem a todo mundo!

    ResponderExcluir