terça-feira, 8 de outubro de 2013

O caldeirão da Sonia Hirsch: Remédio bom é amar e ser amado



De: Dex Generada
Para: Deixa Sair

Ouvir: http://tunapunkrock.bandcamp.com/track/o-caldeirao-da-sonia-hirsch

O caldeirão da Sonia Hirsch

Na vida quase tudo tem remédio
Se a gente entende bem o que é isso
O que nos debilita ou vicia
Nos mata ou nos leva ao suicídio
A febre a fossa a polícia o tédio
O dinheiro e a própria medicina
Que nos fazem querer o precipício
A cura: expurgo e profilaxia

Tristeza e tosse com gengibre e prazer
Pra voz clara maçãs, e boa autoestima
Agrião e extravasar pra limpar o fígado
Pro coração: cachos de uvas e amigos

Asfalto, calçamento: todos cimentados
Endurecendo o chão e a gente
Pavimentando câncer e estresse
Remédio é picareta e semente.
fast food, prato congelado
Alimentam indústria e colesterol
Anticapitalismo e mastigar sem pressa
Comida fresca, molotov e sol

Mingau de arroz limpa o medo e as toxinas
Lágrimas e arruda pra lavar a alma e os olhos
Objetivos próprios, DIY e água fresca
Correr e depois pôr os pés de molhos

Se o que não se exercita atrofia
Nadar contra a corrente é liberdade
Viver temperatura e temperamento
Sem cérebro ou ar condicionados
Suar! Mexer! Com outra pele em contato
Abraço molhado! Externando o calor que ar de dentro

Remédio é evitar ficar doente
Produzir coisas que têm significado
Manter limpos o corpo e a mente
Remédio bom é amar e ser amado

19 comentários:

  1. Remédio é evitar ficar doente
    Produzir coisas que têm significado
    Manter limpos o corpo e a mente
    Remédio bom é amar e ser amado



    coisa mais linda! Obrigada!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom! Muito inspirado! Beijos,
    Érima

    ResponderExcluir
  3. Inspirado e inspirador! Compartilharei, com sua licença.
    Christiane

    ResponderExcluir
  4. Lindo o texto, e bem pertinente.
    A propósito, recomento muuuiiito a leitura da última edição da revista Cult. Traz um dossiê sobre a psiquiatria. É chocante!!!!Todos precisam ler. "Nadar contra a corrente é liberdade", mas temos que ser muito fortes, porque a corrente da indústria farmacêutica, que domina médicos despreparados é avassaladora.
    Um abraço
    LENA

    ResponderExcluir
  5. Olá Sônia,
    Bom dia!

    Minha mãe foi diagnosticada com Linfedema. Vc sabe algo sobre este assunto? Comecei a pesquisar agora. Os médicos dizem que a única forma de amenizar é emagrecendo e fazendo drenagem linfática e que nada é possível fazer a respeito da alimentação. Será verdade? Sempre fico em dúvida porque a medicina tradicional é tão ignorante em relação a tratamentos naturais e alimentação e já curei muitas coisas inclusive depressão, com alimentos saudáveis e homeopatia.É isso. Um abraço e obrigada por tudo, Dani.

    ResponderExcluir
  6. Sônia com sua licença Sônia, vou comentar a Danielle Andrade . Minha irmã foi diagnostica com linfedema há mais de um ano, seu pé parecia um balão , e a angiologista dela passou um tratamento de drenagem com venalot e com enfaixamento das pernas, e minha irmã começou modificando a alimentação , pois não pode engordar nem reter líquidos , não sabemos se existe uma dieta específica mais ela pesquisou o que podereis beneficiar a circulação sanguínea . E graças a Deus após seis meses de drenagem com enfaixamento que é feio, caro e incomodo ela recebeu alta e está só na drenagem e meias elásticas, mas as pernas tem dias que não incham mais e a médica até liberou u saltinho de vez em quando. Olha o plano de saúde aqui em Goiânia cobriu todos os tratamentos que não são baratos. Tenha fé e pesquisa na internet tem umas garotas que tem blogs como esse da Sônia com muitas dicas viu. E boa sorte,

    ResponderExcluir
  7. Obrigada, Silvia, pela dica.

    Dani, não sei nada a respeito. Mas sei que há parasitas que afetam o sistema linfático. Eu procuraria confirmar o diagnóstico com Geraldo Granja (atende no Rio e em BH, tel 31 3458-9343) ou Susana Ayres (em Brasilia e por skype, 61 8628-1231). Pode ser que mudanças na alimentação, argila e ervas consigam mesmo acelerar o processo.

    Dois abraços!

    ResponderExcluir
  8. Sonia,
    Sabe alguma coisa sobre cisto no rim?
    há tratamento natural?

    ResponderExcluir
  9. Sonia, tem ouvido de minhas amigas, todas na minha faixa de idade, algumas já na menopausa e outras ainda menstruando, mas todas temos uma queixa em comum: dor nas articulações. Às vezes com inchaço, outras não, mas temos dores nas articulações dos dedos da mão, joelho e no cotovelo. Isso é característico da menopausa? Você indica algum tratamento na sua linha: alimentação, homeopatia, etc...que ajude? Abs, Rô

    ResponderExcluir
  10. Lena, estou procurando a Cult para comprar, obrigada pela dica.

    Cisto no rim: pode não ser nada, pode ser bicho, pode ser grave. Pode haver tratamento natural. Sugiro consultar Susana ou Geraldo, veja resposta à Dani dia 20/10.

    Rosana: isso é sintoma de candidíase crônica, poderia ganhar apelido de fibromialgia. Sugiro vocês responderem ao questionário que está em http://correcotia.com/mulheres/questionario.pdf .

    Abraços a todos!

    ResponderExcluir
  11. Oi Silvia e Sônia!!!

    Bom dia!!!

    Muito obrigada pelas dicas preciosas!

    Carinho, Dani.

    ResponderExcluir
  12. Marta Lozano27/10/2013 00:07

    Querida sonia, reconheço que meu questionamento não seria muito apropiado, mas é relativo a saúde de quem eu amo, então me atevo a questionar já que confesso, ando preocupada: tenho gatos, alguns jà gordinhos e outros ainda são filhotes, são até agora saudaveis, mas a alimentação basica deles é ração seca de boa qualidade(?) royal canin sterelized, bebem bastante agua, e comem um petisco -carne o frango 1x/dia. Mas, nada me convence que comida natural seria o melhor para eles tambem, e como era antiguamente! Já perdi um muitíssimo querido -era filho único então- por tumor e estou convencida que a alimentação tinha tudo a ver...o que voce faz com os seus?Moro em apartamento espaçoso, e brinco bastante com eles. Obrigada! Bjs

    ResponderExcluir
  13. Marta, concordo com você – a ração trem que ser de primeira linha e é bom dar alguma proteína bacana para completar. Eu dava sardinha aferventada para os meus enquanto morava no Rio. Na serra comecei a dar o que encontrava. Eles viveram muito.

    O que eu não dava? Vacinas... Abraços e ronrons =ˆˆ=

    ResponderExcluir
  14. Marta, concordo com você – a ração trem que ser de primeira linha e é bom dar alguma proteína bacana para completar. Eu dava sardinha aferventada para os meus enquanto morava no Rio. Na serra comecei a dar o que encontrava. Eles viveram muito.

    O que eu não dava? Vacinas... Abraços e ronrons =ˆˆ=

    ResponderExcluir
  15. Olá, Sonia! Tudo bem?
    Gostaria de fazer uma pergunta..
    Eu tenho candidiase.. Tomei o annita, mas acho que não estava com vermes (exame do jaime bruning nao apontou vermes).. Tomar o annita, mesmo sem vermes, pode piorar a candidiase?
    Um abraço e obrigada!
    Raquel.

    ResponderExcluir
  16. Raquel, tudo é possível. Não tenho como saber. Mas remédios fortes sempre produzem algum efeito no nosso biominha. Um abraço!

    ResponderExcluir
  17. Oi Sonia,

    Achei lindu o seu poema!!! Adorei cantado ao ritmo do rock'n roll!! HAHAHA
    Amei mais que tudo esta fotografia/ pintura da capa do CD/ LP da banda!

    Saudades!! Bjs, Denise.

    ResponderExcluir
  18. Uma graça mesmo, né, Denise? É do pessoal que conheci num evento anarquista em SP. Fico feliz de ter amigos e leitores de muitas culturas ;-)

    ResponderExcluir