quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Candidíase, o blog: Início da publicação do livro em posts

Finalmente deu tempo e comecei a publicar o livro Candidíase, a praga - e como se livrar dela comendo bem num blog todo seu, em forma de posts.

Espero que não atrapalhe as festas de ninguém - e que, depois delas, como resolução de ano novo, possamos pensar de novo em comer melhor ;-)

Feliz Natal! Muitas alegrias, comestíveis ou não!

27 comentários:

  1. ADOREI a ideia de publicar o livro através do post. Agora serei + fiel ao seu blog, acessando-o sempre. Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Penha, bem-vinda! Um abraço e felizes festas ;-)

    ResponderExcluir
  3. Sonia, querida! Feliz Natal. Saudade...

    ResponderExcluir
  4. Eu me dei seu livro de presente de Natal.

    ResponderExcluir
  5. Bom dia Sonia!
    Parabéns mais uma vez pelas matérias postadas aqui,adoro me informar em seu blog...
    Um Feliz Natal e um Ano Novo de mta saúde,paz,sabedoria e prosperidade em sua vida.
    Abraço tudo de bom.

    ResponderExcluir
  6. Sônia, sofro de candidíase há 14 anos(tenho 30. Encontrei seu site e sinto que minha vida mudou.Tenho agora o quebra-cabeça completo. Obrigada por compatilhar este tesouro de conhecimento. Gostaria de perguntar: os lactobacilos em sachês servem, ou só os em cápsulas, conservados em geladeira? É que moro longe pra pedir po sedex estes últimos. Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. Sônia, li que o óleo de coco não deve ser consumido juntamente aos lactobacilos. o que vc recomenda, horários deferentes? Abraços e parabéns pelo blog tão esclarecedor.

    ResponderExcluir
  8. Oi Sonia,
    parabéns pelo blog! Lendo as matérias que vc posta aqui, dá para manter a saúde em dia. Boas Festas e um Feliz 2011 para vc e para todos os leitores deste blog!

    ResponderExcluir
  9. Olá, Sonia. Faz tempo que não visito seu blog. Me esqueço de que há sempre algo muito bom aqui (fora o seu impecável humor). Vou repassar seu post a uma porção de gente que se queixa de candidíase (principalmente recidiva). Parabéns, sucesso e um Feliz 2011!

    ResponderExcluir
  10. Oi Sonia

    Venho usando a carqueja, mas realmente a coisa toda estacionou.

    Conheci a Dr Lilian dentista que posta em teu blog e ela disse que essas sequelas que tenho podem ser candidíase. Eu estava 100% focado no manual do herói, mas vou ler a Candidíase - eu emprestei para uma conhecida que estuda medicina e é muito interessada em nutrição e tal.

    ResponderExcluir
  11. Sonia, tenho recorrentes infeccões por candida e atualmente suspeito estar com candidíase no trato digestório. Paralelamente, minha memória está me deixando na mão e acho que está cedo para isto.
    Infelizmente os médicos não estão preparados para fazerem estes tipos de co-relação, qual o caminho a seguir?
    bjs,
    lulu

    ResponderExcluir
  12. Olá, meninas, feliz ano novo para todo mundo!

    Fiquei sem conexão dias e dias, constatei que existe vida fora da internet, hoje tudo voltou muito melhor. Telefone consertado, trocaram o par e agora estou com o par perfeito ;-)

    Sobre candidíase, há perguntas aqui que já foram respondidas várias vezes, em outros posts, e um livro que explica tudim.

    Ando curta de tempo, querendo e precisando escrever e publicar coisas novas, então não pretendo ficar respondendo de novo e de novo tudo o que já foi escrito sobre candidíase, a praga. Procurem através da caixinha de busca e tenham a pachorra de ler, queridas. Valeu? Beijos e abraços! Feliz 2011!

    ResponderExcluir
  13. boa noite, apareci aqui para desejar a todos um óptimo ano novo!
    Adeus

    ResponderExcluir
  14. Olá questionas assuntos muito profundos aqui....

    ResponderExcluir
  15. Bom blogue, embora não estou em sintonia com umas coisas que aqui disseste embora em aspecto geral uma boa reflexão!

    ResponderExcluir
  16. SONIA, humana, maravilhosa humana! Sempre acessível, compartilhando, ensinando! Esqueci o azeite com alho por 90 dias ou mais... ainda pode ser usado como vermifugo?
    Grata por tudo que aprendi.
    bjs
    Daniela

    ResponderExcluir
  17. Oi, Daniela, deve poder. Experimente para ver se o sabor está bom. Um abraço!

    ResponderExcluir
  18. Olá Sonia, adoro seus livros e tenho quase a coleção completa. Como muito aproveitei de tantas informações preciosas, gostaria de dar uma humilde contribuição. Para episódios de candidíase vaginal, tenho experimentado passar o oleo essencial de Tea tree - Melaleuca - umas gotinhas, diluidas em um pouco de oleo vegetal puro de qualidade. O alivio é instantâneo. E umas 3 aplicações resolvem o problema por um bom tempo, se tomar o minimo de cuidado com a alimentação. Mas é necessário cuidado para que a procedencia dos oleos seja garantida.

    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  19. Oi, Malu, obrigada pela contribuição. Eu já conhecia esse uso através da minha amiga Lelê Flemming, que trabalha com óleos essenciais, mas não quis colocar no livro exatamente pelo fato de ser algo manipulado que requer cuidados especiais tanto em relação à origem quanto na diluição; além disso é caro e difícil de achar no Brasil. E, como você diz, funciona se a pessoa tomar o mínimo de cuidado com a alimentação. Ora, tomando esse cuidado, o óleo virgem de coco também alivia, assim como o vinagre, a água oxigenada, o chá de ipê roxo... É vasto o repertório de fungicidas, né? Mas agradeço de coração e espero que a dica ajude muitas pessoas. Um abraço!

    ResponderExcluir
  20. Olá Sônia, tenho acompanhado seus escritos com muito interesse e tenho percebido a sabedoria que eles contêm. Estou adentrando o segundo mês de gestação e não estou suportando a candidíase vaginal. Preciso saber quais dos tratamentos que vc recomenda que são permitidos às grávidas. Por exemplo, posso utilizar o óleo de coco no local e os lactobacilos via oral? Tenho utilizado compressas de chá de camomila, mas o alívio é passageiro. Desde já agradeço sua orientação.

    ResponderExcluir
  21. Oi, Michaella, você pode usar o óleo virgem de coco (eu prefiro o importado, Dr. Orgânico) no local e também em jejum e ao deitar. Uns 15 minutos antes do almoço, os lactobacilos. E tentar melhorar ao máximo a alimentação em termos de pães, doces e laticínios, né? Um abraço e desculpe a demora em responder, me atolei...

    ResponderExcluir
  22. Oi sônia Parabéns pelo Livro, simplesmente amei!!!! vc é 1000:)
    Estou devorando o livro e sincronizando as informações aqui para me preparar para esta dieta!!
    desculpe mas gostaria que por gentileza me tirasse uma duvida, vc diz que os lactobacilos precisam ficar bem longe do oleo de coco, sendo assim, quando tomamos os lactobacilos devemos parar com o oleo de coco? ou seria, espaçar mesmo com a alimentação podendo tomar as duas coisas num mesmo dia?!!! desculpe me mas é que quero fazer tudo direitinho, e depois venho contar os resultados... obrigado desde já abcs..

    ResponderExcluir
  23. Oi, Denise, tá lá nas sugestões de rotina: óleo virgem de coco em jejum, lactobas meia hora antes do almoço. Obrigada pelo entusiasmo, um abraço!

    ResponderExcluir
  24. Sonia, boa noite
    Meu filho está sofrendo com vemes oxiurios,tomou Neovermin, porém sem resultados, me informaram que óleo de melaleuca, como banho de assento, elimina a proliferação desta larva, que pelo que noto tem reincidencia a partir dai, pode me confirmar isso
    Desde já Deus te ilumine
    Att, stelma

    ResponderExcluir
  25. Oi, Stelma, vejaem http://www.soniahirsch.com/2010/06/almanaque-do-banheiro-oxiuros-suco-de.html . Um abraço!

    ResponderExcluir
  26. Lica Neaime22/08/2011 20:02

    1.Eu estou tentando fazer aquele regime radical para a candidíase, mas como fico muitas horas fora de casa acabo comendo coxinhas na rua. Antes, eu levava maçã ou cenoura.Mas, me parece que esses dois alimentos são vetados. Se levar alface fica preta e murcha.Então,não sei o que por na bolsa para não sair do regime.Por favor me dê umas dicas.
    2.Não consegui fazer o chucrute, como está no livro,pois não consegui retirar liquido dele,socando numa bacia. Tem algum segredinho que eu não li?
    Obrigada

    ResponderExcluir
  27. Oi, Lica, você pode usar todas as dicas do livro para seus lanchinhos; não tenho nem uma que não esteja lá.

    O repolho, na bacia, fica espalhado. Ponha num vidro onde possa trabalhar melhor com o socador. Ou envolva o repolho num pano fino para juntar bem as tirinhas e poder socar. Força nas tranças, um abraço!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário ou pergunta, se quiser, mas saiba que no momento é improvável eu responder, devido a mil coisas, cursos & viagens. Também vem novidade web aí. Agradeço. Abraços, Sonia

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.