segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Feliz ano novo: A poderosa dieta do dr Barcellos contra o que nos faz adoecer




DESINFLAMATÓRIA,
DESINTOXICANTE,
EMAGRECEDORA


A PODEROSA DIETA 
DO DR BARCELLOS
CONTRA O CÂNCER
E TODAS AS ALERGIAS


Mágica? Parece.

Deixar de comer por alguns dias os alimentos proibidos na dieta do dr. Barcellos já faz a maior diferença, mesmo para quem não tem câncer, asma e outras alergias. Os tecidos do corpo desincham e se recuperam. A barriga murcha. A pessoa emagrece. A disposição melhora. O sono melhora. A pele clareia.

Fazer a dieta do dr. Barcellos por alguns meses, constatando os benefícios progressivos, pode levar a reflexões mais profundas sobre alimentação, bem-estar e manutenção da saúde. E demonstrar na prática o quanto cada pessoa pode tomar as rédeas de seu próprio corpo, isto é, de sua própria vida.

Raul Barcellos, médico carioca falecido há pouco tempo, aprendeu praticamente sozinho. Aos 14 anos, asmático de família asmática, começou a reparar na relação entre a comida e seus ataques de asma. Formou-se advogado porque ganhou bolsa de estudos, mas não descansou enquanto não foi estudar medicina. Na bioquímica descobriu que a proteína de certos alimentos pode desencadear reações alérgicas e inflamatórias, que se transformam em processos degenerativos quando os tecidos estão afetados por lesões como as causadas por parasitas e toxinas. Ao longo de 40 anos de clínica, para ele ficou claro que o câncer é uma forma avançada desse mesmo tipo de reação.

Na indústria médico-farmacêutica, drogas são desenvolvidas para conter o câncer interferindo quimicamente na absorção ou organização das proteínas. A dieta do dr. Barcellos entrega o poder ao paciente: basta ele não ingerir os alimentos que contêm determinadas proteínas para fazer estacionar ou regredir o tumor. A asma. As alergias.

DIETA & PARASITOSES

Esta tem sido minha dieta de referência desde 1995, quando conheci o dr. Barcellos. Logo publiquei um pequeno livro sobre seu trabalho (www.correcotia.com/cancer) e percebi que precisava fazer uma publicação sobre vermes, já que a vermifugação persistente era essencial em sua estratégia clínica para reverter câncer, asma, alergias em geral e algumas doenças crônicas e degenerativas. “Você pode fazer a dieta para sempre que não vai ter sintomas”, dizia ele aos pacientes , “mas a dieta não é o tratamento.” E mandava fazer exames de fezes de 10 em 10 dias, até dar positivo. Aí travava as parasitoses encontradas e acompanhava os exames, de sangue e de fezes, até se dar por satisfeito.

Na época eu ainda tinha muitas reações alérgicas e a dieta me livrou delas. Inesperadamente, me livrou também da perspectiva de um mioma. Ultrassonografias do útero feitas ao longo dos quatro ou cinco anos anteriores mostravam crescente espessamento do endométrio, a membrana que reveste o interior do útero, que aparecia aumentado. Com a dieta ele voltou ao tamanho normal e assim ficou.

Em 1997/1998 escrevi o Almanaque de Bichos que dão em Gente (www.correcotia.com/vermes), que ampliou muito a minha compreensão sobre os caminhos do dr. Barcellos. Tratei amebíase e outras parasitoses e eliminei, com compressas de argila e sementes de abóbora, larvas de tênia localizadas na cabeça, nas costas e nas pernas.

QUESTÃO DE PONTO-DE-VISTA

“Não é feia”, disse a dermatologista homeopata Silvia Flaksman quando fui lá, outro dia, mostrar uma pereba. “Tudo em você sai na pele, isso é uma bênção!”. 

“Tudo” pode ser muita coisa. Frutos do mar me deixam manchas vermelhas que depois ficam escuras; carne de porco, às vezes, também, ambos sabidamente alergênicos; tofu, na fase macrô, me engrossava a pele dos cotovelos; e sou sardenta.

A bênção: coisas que aparecem na pele podem ser, e geralmente são, eliminação concentrada de toxinas. Esta é uma das funções da pele: deixar sair. Pode-se ajudar nessa limpeza de muitas formas, por exemplo usando emplastros de argila ou inhame.

Tirar fora ou bombardear quimicamente qualquer pequena anomalia dos tecidos, internos ou externos, é uma prática invasiva que vem sendo denunciada por eminentes médicos e cientistas do mundo inteiro. Muitas vezes aquele conjunto de células destrambelhadas não vai causar qualquer mal; será substituído naturalmente por um conjunto de células boas e a normalidade relativa se restabelecerá. A política de “detecção precoce” do câncer, chamada erroneamente de prevenção, acaba levando a uma epidemia de diagnósticos imprecisos e tratamentos desnecessários, prejudiciais à própria saúde.

Tudo muda o tempo todo. O imprevisível acontece também do jeito bom. Em 21 dias o sangue se renova e começa a trabalhar a favor do corpo, um sistema autorregulável que se recupera facilmente em condições propícias.

MAS E A DIETA?

Dureza é constatar que os alimentos implicados na dieta do dr. Barcellos são comuns demais na nossa rotina alimentar. 

Feijão, por exemplo, brasileiro come todo dia. Hipócrates, o pai da medicina ocidental, já dizia: “São tão ricos os feijões que poderíamos viver só deles, mas tão tóxicos que só podem ser comidos com algum cereal”.

Leite, queijo, iogurte, manteiga e outros laticínios, bem como bolos, biscoitos, pães e tortas preparados com eles, são quase regra no café-da-manhã, no lanche, no fast-food. Muitos velhinhos vivem de leite e biscoitos – mal, é claro. Além de sua proteína ser desenhada para o crescimento de quadrúpedes ruminantes, o leite pode conter resíduos de substâncias tóxicas e carcinogênicas altamente indesejáveis, como metais pesados, pesticidas e antibióticos.

Batatas? Meu Deus! O mundo é feito de batata-frita, batata-assada, batata cozida, purê de batata, fécula de batata, pão de batata. Uma greve de batatas seria a revolução na cozinha. Entretanto, apesar de ter salvado a Europa da fome, a batata-inglesa é conhecida por aumentar dores artríticas e musculares, entre outras, além de elevar rapidamente o nível de glicose no sangue.

Carnes de porco, lagosta e camarão, a Bíblia já dizia para não comer e há muitos casos de edema de glote e outras reações alérgicas graves devido a elas. Mas povos saudáveis, como os chineses, comem bastante carne de porco - devem ter um segredo qualquer, um modo regular de eliminar as toxinas, eles que entendem tanto disso.

Aveia, abacate, castanha-portuguesa e vitamina C sintética completam a lista das proibições. Doem menos.

– Nossa, mas não sobrou nada!, exclamam as pessoas. – O que é que vamos comer?!

Sobra muita, muita coisa no grande universo de alimentos. Quem sabe chegou a hora de mudar o padrão e fazer novas descobertas?

Não há nada a perder, nem efeitos colaterais indesejáveis. É simples demais para não tentar.

NÃO PODE COMER:

. leite e todos os derivados, queijo, iogurte, kefir, etc, e qualquer coisa feita com eles

. leguminosas: feijões secos e verdes de todos os tipos, vagem, ervilha, grão-de-bico, lentilha, favas, tremoços, soja e seus derivados e qualquer coisa feita com proteína ou leite de soja; amendoim, que é um tipo de feijão

. carnes de porco, lagosta e camarão

. tubérculos: batata-inglesa, batata-doce, mandioca/aipim/macaxeira, batata-baroa/batata-salsa/mandioquinha 

. aveia

. abacate

. castanha portuguesa

. vitamina C sintética

O QUE PODE: (atualizado em 1/1/13 às 20:37)

. leite de coco, de amêndoas, de castanhas, de arroz

. óleo virgem de coco, azeite extravirgem de oliva, óleos prensados a frio

. quase todos os cereais: arroz, trigo, cevada, centeio, painço, quinoa, amaranto, trigo-sarraceno, milho - e suas farinhas, se possível integrais

. quase todas as carnes: gado bovino, caprino e ovino, aves, peixes, ovas de peixe, caldo de rã (só o caldo)

. ovos de galinha orgânicos

. todas as raízes: cenoura, nabo, bardana, rabanete comprido

. os cormos: inhame, taro, cará (não são tubérculos, que o dr. Barcellos proíbe)

. todos os frutos: abóboras, abobrinhas verde e menina, chuchu, pepino, tomate, pimentão, beringela,
quiabo, maxixe, jiló, cará-moela

. rodos os rizomas: gengibre, cúrcuma (açafrão-da-terra)

. todos os bulbos: cebola, alho, funcho/erva-doce, aipo/salão, alho-poró, nabo, rabanete, beterraba, couve-rábano

. todos os caules e medulas: aspargo, palmito, broto de bambu

. todas as folhas: acelga, alface, chicória, agrião, mostarda, escarola, rúcula, espinafre, vinagreira, almeirão, bertalha, catalona, couve-chinesa, dente-de-leão, serralha, salsa, coentro, nirá, cebolinha, hortelã, caruru, bredo, ora-pro-nóbis, beldroega, shissô, manjericão, taioba, couve, repolho, couve-de-bruxelas, brócolis, couve-flor, e ainda as folhas de cenoura, nabo daikon, aipo, alho-poró e outras muitas   

. as flores: brócolis, couve-flor, alcachofra, capuchinha, flor de abóbora, flores de ipê

. os brotos: de qualquer semente orgânica que não seja leguminosa – trigo, alfafa, trevo, nabo,
abóbora, girassol

. todos os cogumelos

. as sementes: gergelim, girassol, abóbora, nozes, castanhas, amêndoas, coco, pupunha (não amendoim)

. os alimentos que evitam e combatem infecções parasitárias: inhame, cenoura, cebola, maxixe, agrião, alho, salsa, cebolinha-verde, coentro, nirá, hortelã, mastruz, erva-de-santa-maria, couve, abóbora e suas sementes, coco, amêndoa, óleo de gergelim, raiz-forte, trigo-sarraceno, arroz cru, sementes de mamão

. os temperos que alimentam e curam: alho, cebola, cebolinha, salsa, coentro e suas sementes, salsaparrilha, orégano, tomilho, manjericão, sálvia, alecrim, hortelã, cominho,  gengibre, cúrcuma, zimbro, noz-moscada, cravo, cardamomo

. todas as frutas, exceto abacate

TAMBÉM PODE, COM JUÍZO

. pipoca

. chocolate amargo ou meio-amargo que não leve leite ou soja, de boa qualidade

. biscoitos e cookies integrais de farinha de trigo sem leite nem soja

. bolo feito com leite de coco em lugar de leite e manteiga

. frutas em compota ou calda, doce de abóbora

…e outras guloseimas sensatas. 

Evitar excessos em geral, especialmente de produtos industrializados e farináceos.

ENCARANDO E +

O problema com as dietas é um só: não se render à primeira tentação. Isso exige disciplina, que deve estar ancorada numa boa motivação.

Tratar os vermes, ao iniciar a dieta, é muito importante para ajudar. Eles influem muito em nosso comportamento; estão por trás de grande parte das compulsões alimentares e de distúrbios emocionais recorrentes, como ansiedade e depressão.

Entrei nessa dieta de novo há dois meses porque estava gordinha, sentindo o abdome inchado.  Trabalho a musculatura abdominal há muitos anos e senti a capacidade de contração diminuída, pesada. Inflamação incha, vocês sabem, e o que as proteínas irritantes produzem no princípio é um estado de inflamação nos tecidos – especialmente nos intestinos, o que faz a barriga se expandir.

Pois bem: com 40 dias de dieta meu corpo começou a voltar ao normal. Perdi a aversão ao espelho que vinha tendo. A autoestima subiu. Fiquei feliz. Recuperei roupas. Mais uma vez coloquei à prova as coisas em que acredito, e como se vê, deu certo – é assim que vou continuar comendo por alguns meses mais.

Até porque o período de festas sempre me faz sair do sério.

Só eu?

BENVINDO 2013!

Saúde, felicidade e vida longa para todos. E muitas sementes de saúde e felicidade também.



222 comentários:

  1. Sonia, o que todos desejamos "saúde" Sua publicação hoje, no dia das promessas é um incentivo.
    Então que tenhamos força, determinação e motivação para comerçarmos a mudança.
    Feliz 2013! Bj

    ResponderExcluir
  2. Sonia, além das explicações, o livro traz também dicas de receitas e cardápios?

    Estou querendo um 2013 mais saudável e leve, livre de bichos indesejados, e ando pensando muito em uma desintoxicação alimentar mesmo.

    Tudo de bom pra você e obrigada por compartilhar conosco suas descobertas!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Silvia, o livro não tem receitas e cardápios, mas a dieta é fácil e nem precisa tanto disso. É das dietas mais fáceis que conheço - óbvio que os lactodependentes não vão achar isso... Feliz 2013!

    ResponderExcluir
  4. Eu realmente gosto muito de queijo e iogurte, mas acho que consigo viver alguns períodos sem...

    Obrigada, Sonia!

    ResponderExcluir
  5. Olá Sonia,

    Adorei o post!! Sigo me adaptando a algumas dietas e percebendo como o meu corpo melhora quando como alimentos que me 'caem bem'. Sua ajuda foi fundamental e começou quando eu tinha 17 aninhos com a compra do 'Só para Mulheres'!! Super me orgulho de ter todos os seus livros e seguir aprendendo com as suas descobertas compartilhadas!!
    Um 2013 MARAVILHOSO e PRÓSPERO!!!
    Beijos, Denise.

    ResponderExcluir
  6. Feliz 2013, Denise!

    E feliz de quem pode agir sobre si mesmo com alguma sabedoria.

    Maravilhas e prosperidade pra você também, sem esquecer do livre ócio :-)

    Abração!

    ResponderExcluir
  7. Olá, Sônia!
    Você cita o arroz cru... como comê-lo? Pode triturar?
    Abraços
    Luciana

    ResponderExcluir
  8. Oi, Luciana, pode triturar no pilão ou semelhante, mas é para deixar na boca salivando bem antes de engolir, para substituir a mastigação. Uma hora depois, tomar um chá forte de artemísia ou losna. Repetir 7 dias seguidos. Um abraço!

    ResponderExcluir
  9. Ai, Sonia, será que não dá para ser batido no liquidificador com um pouco de água? rsrsrsrsrs

    Aliás, eu nunca entendi direito pq o arroz cru mata os vermes...

    Faz tempo que não comento aqui, quero te desejar um ano novo maravilhoso. E obrigada por tudo o que vc faz pela gente.
    Beijão

    ResponderExcluir
  10. Sempre acompanho seu blog, mas nunca li como eliminar os vermes. Como fazer e onde as compressas de argila, e o que devo ingerir para eliminá-los??
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  11. Anônima, todos esses assuntos já foram tema de perguntas e respostas neste blog. Como é um assunto comprido e cheio de variáveis, sugiro você colocar as palavras-chave na caixinha de buscas e desfrutar. Ah: além dos posts, também será muito útil ler os comentários. Um abraço!

    ResponderExcluir
  12. Olá, Sônia! Comprei seu livro sobre a dieta da candidíase e precisava perguntar algumas coisas para você, já que os médicos muitas vezes não têm as respostas que precisamos. Existe um e-mail pelo qual eu possa entrar em contato?
    Agradeço desde já,
    Raquel.

    ResponderExcluir
  13. Feliz 2013, Sonia!
    Delirei geral nesse fim de ano, ainda mais que anunciaram e garantiram que o mundo ia se acabar ;-)
    Enfim, estou toda esquisita de novo, depois de uma detox que durou mais de um ano e que me deixou semi-nova, me sinto toda inchada de novo, com uma TPM horrorosa, intoxicada...

    Mas sabe, Sonia, eu andei descobrindo que o arroz se misturado com feijões é mais legal, já que parece que a absorção de glicose é mais lenta assim (ando tendo uns sintomas de hipoglicemia de novo, preocupa-me).

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Oi, Raquel, o email é shirsch@uol.com.br - mas seria melhor perguntar pelos blogs, em algum tópico que tenha a ver. Já pesquisou neles? Um abraço - e força nas tranças!

    ResponderExcluir
  15. Kenia, pra mim arroz com feijão é uma das 7 maravilhas do prato. Sempre me dá prazer, até por isso meu peso dispara. Mas arroz é muito glicêmico. E hoje não consigo mais distinguir os sintomas de candidíase dos de hipoglicemia. Já observou isso?

    Curioso que, fazendo a dieta do dr Barcellos, posso comer um volume maior de arroz, integral ou preto, sem sentir o edema que sentia antes. Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Sônia, curioso isso: ninguém falou de açúcar nessa deitado Dr. Barcellos... O branco nao deve pra dieta nenhuma, ja sabemos; mas e a rapadura, o mascavo, o mel...?

    ResponderExcluir
  17. Bom, Fernanda, a mim parece que o dr. Barcellos se interessava exclusivamente pelas proteínas que produzem reações alérgicas e inflamatórias e/ou fazem os tumores crescer, e não encontrou esse defeito no açúcar. Que, seja do tipo que for, deve ser usado com muita parcimônia, já que o excesso de sabor doce complica a vida física e psíquica. Da mesma forma, ele não viu defeitos na farinha de trigo; mas também sabemos que farináceos em excesso são péssima alimentação. Né?

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Sõnia querida... estou pesquisando sobre o hpv... busquei no seu blog tópicos sobre e achei alguns comentários bem curtinhos sobre o assunto...
    Eu gostaria de saber se a dieta do Dr. Barcelos pode ser boa também no caso do hpv já que ele seria a causa do câncer de colo do útero... eu sempre desconfio muito dessas campanhas do SUS e tudo, mas a gente sempre fica com a pulga atrás da orelha né?? Um beijão pra vc e que esse ano seja ótimo! Maíra

    ResponderExcluir
  20. Maíra, de fato eu reluto muito em aceitar a culpabilidade de qualquer vírus por qualquer coisa, e o HPV não me parece ser mais nem menos do que os outros. A dieta do dr Barcellos pode sim fazer diferença, mas não tenho experiência com isso nem conheço quem tenha. Você pode nos dizer, porque os efeitos dela são muito rápidos, especialmente para quem usa muito leite e derivados.

    Desconfiar é preciso. E tomar nas próprias mãos a responsabilidade por manter a saúde em dia. Um abraço!

    ResponderExcluir
  21. Olá, Sonia. Obrigado pelo post.

    Tenho uma dúvida: naturalistas aconselham 4 colheres de aveia todos os dias. E a aveia tá nas proibições para desintoxicação.

    Qual é sua opinião sobre a aveia, essas 4 colheres diárias e, se você a consome, como você faz?

    Muito obrigado por tudo e FELIZ 2013!

    ResponderExcluir
  22. Oi, Jackson, a dieta do dr Barcellos é como está acima. Se quiser modificá-la por sua conta, você é quem sabe. Eu adoro aveia. Mas de fato, pra mim ela aumenta a umidade interna e eventualmente o muco.

    Feliz 2013!

    ResponderExcluir
  23. Gostaria de saber se a senhora leva a sério o 'trabalho' de Hulda Clark? Me parece tão obviamente falacioso, além de possivelmente aumentar o sofrimento já enorme das pessoas que convivem com enfermos de doenças tão extenuantes. http://curasdocancer.com/artigos/dra-hulda-clark-cura-total-cancer.htm

    ResponderExcluir
  24. A dra Hulda tinha esse problema, falava e escrevia mal, com exageros, muito radical, muito autoritária... Suas afirmações soltas, sem maiores explicações, causam mesmo certo desconforto. Mas nem por isso, penso eu, seu trabalho deve ser ignorado. Com certeza há muita coisa boa nele. Especialmente o alerta: olho vivo, parasitoses geram doenças.

    O site que você mandou não me parece muito santo... E que artigo mal redigido, hem? Só pegou os podres. Depõe contra quem publica.

    ResponderExcluir
  25. Em tempo, só para deixar mais claro: a partir das observações de vários médicos e cientistas, entre eles a dra Clark (cientista que pesquisou para o governo americano durante 21 anos) e o dr Barcellos, qualquer diagnóstico de câncer sem o devido diagnóstico diferencial deveria ser seriamente questionado. Já viu a foto da larva que pulou do seio da moça quando ela estava sendo operada, supostamente de um câncer? Pois veja, está em www.correcotia.com/vermes/larva.htm .

    O autor da foto era diretor da Faculdade de Parasitologia da Universidade de Tóquio, e tem outros achados muito relevantes que mostram a displicência com que se diagnostica qualquer coisa como câncer. Isso não é dra Clark, é dr Nobuaki Akao.

    ResponderExcluir
  26. Denise Bueno10/01/2013 16:47

    Olá, Sônia

    Bom ano pra você e grata pelos textos do blog. Sempre nos ajudando a refletir.

    Li sobre a dieta do Dr. Barcellos. Há dois meses faço tratamento contra uma inflamação nas articulações dos pés. Isso me apareceu em outubro e causou uma dor danada e desconforto. Passei por vários médicos e depois de uma série de exames o diagnóstico do reumatologista é de esponjo artrite ( algo parecido com isso.) Estou seguindo um tratamento alopático, pois onde moro temos poucos profissionais da área homeopática e não consegui agendar consultas no final do ano. Acredito que no meu caso 90% está ligado ao emocional e o que vivia naquele período, além do stress é claro. Os alopáticos, a maioria deles talvez, não acreditam nisso.
    Como li sobre a recuperação de tecidos na sua matéria, me interessei ainda mais. Embora esteja melhor, ainda não estou 100%. Se há excesso os pés incham e estou tomando antiinflamatórios e cortisona. Além da dieta, você tem outras dicas.
    Grata

    Denise Bueno

    ResponderExcluir
  27. Oi, Denise, a primeira dica é voce dar uma olhada no site http://arthritistrust.org , que desconstrói todas as verdades sobre artrite reumatóide & outras, mostrando que sempre há relação com protozoários como amebas de vida livre e fungos como a cândida. A segunda é evitar batata, tomate, beringela e pimentão, que, dizem, pioram as dores. E a terceira é tomar chá de artemísia para desontoxicar da cortisona, quando você conseguir para com ela. A dieta do dr Barcellos pode ajudar muito, mas seria bem bom você olhar a questão da candidíase e fazer um tratamento antiprotozoário. Quem sabe o prof. Jaime Bruning pode ajudar? www.jaimebruning.com.br . Um abraço, melhoras!

    ResponderExcluir
  28. Denise Bueno10/01/2013 21:31

    Valeu, Sônia. Obrigada vou seguir suas dicas. Abraços

    ResponderExcluir
  29. Aprendi no site da Pat Feldman, a deixar todos os grãos de molhos em água morna com algumas gotinhas de limão ou soro de iogurte. Sempre ao meno, uma noite antes de serem preparados.
    Ajuda a eliminar os antinutrientes dos grãos..
    Percebi que o feijão me cai muito melhor depois que adotei tais procedimentos.

    Um beijo,

    Ana.

    ResponderExcluir
  30. Oi, Ana, a Pat Feldman dá dicas muito boas, também gosto muito. Um abraço!

    ResponderExcluir
  31. Oi Sonia!
    A batata yakon, tão boa pra fazer suco verde, também entra na lista negra?
    bjs, tudo de bom
    Luciana

    ResponderExcluir
  32. Yakon? Ele nem conhecia. Acho que pode. É tão santa! Será que é tubérculo mesmo? Ou será cormo, como o inhame?

    ResponderExcluir
  33. Olá Sonia,

    Misso e shoyu pode?

    Abraço

    ResponderExcluir
  34. Oi, João, teoricamente não pode, já que são derivados da soja. Quem tem sintomas alérgicos pode ficar um tempo sem eles e depois usar para ver o que acontece, se algum sintoma volta. Um abraço!

    ResponderExcluir
  35. Olá, Sônia! Gostaria de saber se o exame de fezes pode detectar qualquer tipo de vermes..

    Abraços!

    ResponderExcluir
  36. Oi, sonia! na dieta da candidíase eu posso substituir o leite de amendoas a noite por simplesmente algumas amendoas?

    um abraço!

    ResponderExcluir
  37. Sem nome 1: o exame de fezes pode detectar muitos tipos de vermes, e sem dúvida os que nos causam mais problemas, além de protozoários comuns e nocivos como amebas e giárdias. O problema é encontrar exames bem feitos; atualmente, a norma técnica é medíocre e eles não enxergam nada.

    Sem nome 2: pode, claro. Mas comer amêndoas à noite pode ser meio pesado. Pelo menos deixe de molho por algumas horas.

    ResponderExcluir
  38. Querida Sônia,
    obrigada por todo o conhecimento livre disponibilizado aqui.

    estou com queda de cabelo e baixei o questionário sobre candidíase em http://www.correcotia.com/mulheres/questionario.pdf, porém estou com dúvidas sobre como responder. na primeira parte, por exemplo, devo marcar 1 ponto mesmo que eu não seja afetada pelo problema ou nesse caso não marco nenhum ponto?
    além disso, embora pretenda responder ao questionário para desencargo de consciência, acredito que minha queda de cabelo esteja relacionada ao stress e ansiedade por conta de insegurança no trabalho. vc poderia falar algo sobre isso? devo procurar uma homeopata ou posso resolver com alimentação?

    obrigada.

    ResponderExcluir
  39. Se não tem o problema, não marca nada.
    Eu gosto muito da medicina homeopática. Consulto periodicamente uma médica homeopata em Petrópolis e gosto muito do resultado.
    Além disso, claro, tem que se cuidar da melhor forma possível e comer direito. Em se tratando de saúde, quanto melhor, melhor!

    ResponderExcluir
  40. Oi, Sônia! Você disse que tratou larvas de tenia na cabeça e nas costas.. como fazer para saber se temos essas larvas??

    ResponderExcluir
  41. Eu fui avaliada à distância por Geraldo e Alda Granja, de BH, tel 31 3458-9343, que usaram radiestesia, ou radiônica. Coincidiu com sintomas de inquietude absurda que eu tinha nas pernas, especialmente à noite, e algumas dores esporádicas que não passavam com nada. Fiz as compressas de argila e depois comi uma pasta tenífuga feita de sementes de abóbora sem casa socadas com mel, uma delícia. Mais tarde eliminei as larvas e as vi. Por isso não me furto nunca a falar sobre esse assunto.

    O método usado por Geraldo é ensinado na USP a médicos como BDORT - bidigital o-ring test. Hoje chamam de medicina vibracional o conjunto de técnicas diagnósticas e terapêuticas que atuam através dos nossos circuitos elétricos mais do que no corpo físico, como a acupuntura. O dr Paulo Farber, médico acupunturista, diz em seu livro que é a medicina do século XXI. Mais dele em saudeblog.wordpress.com/author/drpaulofarber .

    ResponderExcluir
  42. Olá Sonia,
    Agradeço a Deus por ter encontrado este blog e seus livros. Gostaria de tirar um dúvida: Fui diagnosticada com Lombrigas, Estrongilidoes e Ameba hystolica. Comecei a fazer o tratamento, é claro que me passaram muitos remédios, tomei Annita, Albendazol por 6 dias e agora estou tomando Flagyl. Estou no 3º dia e passando muito mal. Com dores na barriga, diarreia muito forte, enjoo, tontura e não sei o que fazer. Se paro de tomar ou não. Estou fazendo a dieta do Dr. Barcelos e gostaria de uma indicação de um profissional aqui no Rio para eu me tratar??? Desde de já agradeço!Um beijo no coração.

    ResponderExcluir
  43. Oi, Carol, de fato é um bombardeio que acaba afetando mais do que deveria. E ninguém te receitou um protetor hepático? Normalmente se indica começar a tomar Legalon, Silimalon ou Cardo mariano manipulado, cápsulas de 100mg, uns 5 dias antes de começar o tratamento, para ajudar a lidar com a intoxicação.

    Bem, mas vamos pensar com calma. O Flagyl dá muita reação e muita gente para de tomar no meio. Deve estar endereçado às amebas, que são difíceis de tratar porque voltam na primeira oportunidade.

    Eu pararia. Com a dieta do dr Barcellos o estado inflamatório vai melhorar e ficará mais fácil evitar que elas se multipliquem; além disso você poderia consultar um/a homeopata e pedir para ele/a te dar o nosódio da ameba, um preparado homeopático feito com a própria. Eu tomei (tenho tendência a abrigá-las) Amoeba 30CH durante 15 dias, parei 15 dias e tomei mais 15 dias, achei ótimo. Eficaz sem efeitos colaterais.

    As lombrigas são mais fáceis de eliminar do que os estrongiloides, e deve ser por isso que te deram Annita e Albendazol em sequência. Meu palpite continua sendo você parar um pouco e se recuperar, aí procurar a homeopatia, que pode te ajudar a recuperar o eixo. Mas não pararia a dieta, que só pode te ajudar. Daqui a dois ou três meses é bom repetir os exames. Fez no dr Copelman? Um abraço!

    ResponderExcluir
  44. Ola, sonia! eu sou a raquel que fez perguntas a voce pelo e-mail, nao sei se voce se lembra.. estou fazendo a dieta da candidiase há 14 dias já e há 4, tenho sentido muita fadiga, indisposição, dores de cabeça e de ouvido também (ouvido principalmente).. essa é a reação normal a dieta ou isso pode ser indício dos vermes tambem? ja peguei o material no doutor copelman para fazer os exames de vermes.. será que sao os vermes?? morro de medo de ter essas larvas alojadas de que voce falou..

    muito obrigada!
    raquel.

    ResponderExcluir
  45. Sônia, uma informação que talvez ajude: os terapeutas que usam a cinesiologia também usam o teste muscular, e outros, no estilo que voce falou. Eu me consulto com uma psicologa que usa cinesio e é muito bom mesmo. Ela é de Niterói, mas sei que tem gente no Rio (e provavelmente no Brasil) todo. Bjs Luciana

    ResponderExcluir
  46. Raquel, tá lá no blog da candidíase e no início do livro, capítulo "10 contra ela": vermifugar. Deixe o medo de lado porque ele não vai te levar a nada. Força nas tranças! Um abraço!

    ResponderExcluir
  47. Oi, Luciana, e eles se interessam por parasitoses também? Pode passar os contatos para a gente? Um abraço!

    ResponderExcluir
  48. Oi, Sonia! voce pode me recomendar uma boa nutrologa no rio de janeiro??

    ResponderExcluir
  49. Posso: Luciana Ayer, nutricionista clínica de cabeça boa, 21 2255-4570 - deixe recado que ela liga de volta.

    ResponderExcluir
  50. Oi Sonia, adoro seu blog e o leio faz tempo. Eu acho curiosa a dieta do Dr Barcellos a respeito do feijao e do arroz pelo seguinte...

    Desde que o meu filho foi diagnosticado no espectro de autismo eu tenho procurado tratamentos alternativos. Uma das coisas mais fantasticas que existem por ai (nao so para autismo como para depressao e epilepsia) e' a dieta GAPS (da qual a Pat Feldman falou no blog dela). A Dra. Natasha Campbell McBride, autora do livro Gut and Psychology Syndrome, explica como muitas doencas neurologicas vem do intestino... pelas toxinas produzidas na digestao das bacterias/virus etc.

    O livro 'e fantastico, enfatiza a suma importancia das vitaminas e minerais da proteina animal (e gorduras saudaveis ...) e proibe totalmente (pelo menos durante a dieta de recuperacao) arroz e graos (gluten e batata claro) porque segundo ela, nos seres humanos nao somos capazes de digerir graos/fecula e ao serem mal digeridos, se alojam na parede intestinal e ai ficam alimentando toda sorte de fungos.

    Em teoria, so se pode comer monossacarideos. A dieta realmente exclui alguns feijoes pelo seu conteudo glicemico (carioca por exemplo), mas nao proibe o feijao preto nem a lentilha.

    A dieta GAPS tem realmente curado a disbiose intestinal (o intestino que vaza) de muita gente no mundo e recuperado em maior ou menor medida epileticos e autistas.

    Dai eu leio o que voce escreve sobre feijao e arroz e fico encafifada!

    Desde que parei de comer batata e graos desinchei muito. E tenho comido lentilha e feijao preto aos montes... mas leio o que vc escreve e me assusto.

    Queria aproveitar aqui para contar a voce e aos teus leitores que passarem por aqui, que o meu filho vem ha 10 meses desintoxicando as vacinas com homeopatia (um protocolo chamado terapia CEASE), com o mesmo principio do seu remedio pra ameba (ele toma cada vacina em formato homeopatico em diferentes potencias) e esta desabrochando e se Deus quiser vai chegar ao maximo do seu potencial (e porque nao dizer, perder o diagnostico? :)

    A homeopatia 'e de Deus.

    Enfim, porque sera que existe esta discrepancia dos especialistas sobre feijao/lentilha - arroz/graos?

    Um grande abraco e sucesso,
    Julie
    autismohomeopatia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  51. Prezada Sônia,
    vc tem indicação de homeopatas em campinas?

    gostaria de fazer uma pesquisa e escolher uma confiável para consultar ao menos uma vez por semestre, porque os preços são muito altos.
    tenho convênio com a Cassi, mas ele parece não estar compensando muito aos médicos, encontrei poucos profissionais na listagem do convênio.

    e gostaria de saber o que a dieta do Barcellos fala sobre algas, aquelas que se usa pra fazer sushi, kani, café, misô, shoyu e se pode tofu de vez em quando.

    parabéns pelo seu trabalho.

    aline.

    ResponderExcluir
  52. Julie, os seres humanos são discrepantes entre si, as experiências são diferentes e é lindo quando os resultados convergem. O dr Barcellos desenvolveu a dieta contra asma, viu que ela dava conta de todas as alergias, estudou o câncer o o considerou uma forma avançada de reação alérgica. Foi um processo vivivo.

    Alô: ele tira o feijão mas não tira o arroz. Tira o amendoim, que é alimento diário das crianças americanas. (Eu tiraria também o pão de forma.)
    Há 2500 anos se sabe que os feijões são tóxicos, soja mais ainda...

    Você já usa óleo virgem de coco na alimentação do seu filho? Tem ajudado muito na redução do autismo, o que sugere a presença de cândida e outros parasitas. Já fez uma investigação de parasitoses correta, por ex com o dr. Helio Copelman? Tel 21 2548-0648. Um abraço!

    ResponderExcluir
  53. Oi, Aline, não tenho assim de cabeça um/a homeopata para indicar, mas você poderia pedir informações à Cristina Silvestre, da Botica Silvestre, na R. Coronel Quirino. Tendo farmácia homeopática, ela deve saber indicar alguém.

    Missô, shoyu e tofu são subprodutos da soja. Tofu não pode. Missô e shoyu, por serem fermentados, talvez não produzam sintomas, tem que experimentar e ver, se o sintoma for fácil de monitorar. Se o caso for mais grave, seria melhor ficar dentro dos limites.

    Kani é uma bobagem de caldo de peixe industrializado com amido e corante. Algas não têm contraindicação (a não ser para grávidas, por serem de natureza fria, portanto abortiva), mas a nori, que se usa para enrolar sushi, é a mais fraquinha em nutrientes. Um abraço!

    ResponderExcluir

  54. Sonia,
    Vc diz: "O método usado por Geraldo é ensinado na USP a médicos como BDORT - bidigital o-ring test."
    É o mesmo do Jaime Bruning? É a mesma coisa que bioenergética?
    Beijos! Amo amo amo este lugarzinho, me sinto em casa!!!!

    Cariny

    ResponderExcluir
  55. É a mesma coisa, querida. Bidigital, BDORT, bioenergético, teste do ferrinho, radiestesia, radiônica, rabdomancia... Na Sorbonne ensinam arquitetos a usar a varinha para descobrir água. E conheci um frei em Campinas, no Liceu, que diagnosticava com um ponteiro de mola. O Charbel, no Rio, deixava todo mundo admirado com o que fazia com o pêndulo. Artes antigas, que por não terem sido objeto de estudo da autointitulada ciência são vistas com desconfiança. Como a própria acupuntura.

    E a casa é toda sua. Um abraço!

    ResponderExcluir
  56. Sônia,

    obrigada por esse cantinho. Feliz 2013 pra você.

    Estou tentando acessar o questionário sobre cândida desde a manhã, mas parece que as páginas do correcotia.com estão fora do ar.

    Vontade de comprar todos os seus livros e lê-los um a um!

    Um abraço,

    Roberta

    ResponderExcluir
  57. Aqui o site abre, Roberta. Tentou recarregar a página? Dou força pra você comprar todos os livros, tem 40% de desconto :-) Um abraço!

    ResponderExcluir
  58. Olá, Sônia!!
    O BDORT acusa qualquer problema que exista no corpo???
    Mandei um e-mail para a associação brasileira perguntando se eles têm alguém no Rio. To muito interessada..

    um beijo!

    ResponderExcluir
  59. Oi, Raquel, em tese sim. Mas o que vale é a prática. E a consciência do praticante. Um abraço!

    ResponderExcluir
  60. Entendi, Sônia.. Estou pensando em fazer a distância com o jaime bruning.. você recomenda?

    abraços!

    ResponderExcluir
  61. Tenho recebido bons retornos do trabalho dele e por isso indico. Mas acho que também vai muito da pessoa.

    ResponderExcluir
  62. Depende do quanto a pessoa acredita nisso?

    ResponderExcluir
  63. Do quanto acredita, de como segue as recomendações, se permite que a recuperação aconteça... Mas sim, principalmente do tanto de confiança que deposita na orientação que recebe. Você sabe que no fundo é a gente que se cura, né? Médicos, terapeutas, xamãs, preces, tudo isso só ajuda.

    ResponderExcluir
  64. Entendi, Sônia.. Vou fazer o máximo que puder para dar tudo certo..
    Muito obrigada!

    ResponderExcluir
  65. boa tarde Sonia,

    existe uma dieta específica para tratamento de esteatose hepática: meu marido precisa emagrecer, para iniciar o tratamento contra hepatite C, e gostariamos de uma orientaçao a respeito de uma dieta adequada. obrigada,
    Adriana

    ResponderExcluir
  66. Denise Bueno21/01/2013 21:33

    Ei, Sonia. Há dias postei um comentário aqui e estou a seguir suas orientações. Cortei batatas, berinjela, tomate e pimentão. Li novamente seu livro sobre candidíase e vou iniciar a dieta. Tenho algumas dúvidas e creio que pode me ajudar. 1-O passo a passo é proteger o fígado, limpar o intestino e iniciar a dieta ou fazemos isso simultâneamente? O caldo de rã é necessário? Outra dúvida: como ainda estou no tratamento alopático ( já reduzindo a dose da cortisona) o resultado pode ser o mesmo ou o ideal é fazer a dieta juntamente com o tratamento homeopático? Aguardo o seu retorno. Obrigada mais uma vez. Grande abraço. Denise Bueno

    ResponderExcluir
  67. Boa Noite Sonia
    Sigo seu blogue e parabenizo pelo lindo trabalho.
    Estou com um problema muito serio na familia, minha filha mais velha adquiriu a Super Bactéria (KPC) e andei pesquisando muito, quando lembrei de voce.
    Será qye nas suas pesquisas, voce não encontrou nenhum remédio natural que ajude??...estou apavorada...por favor se souber de alguma coisa entre em contato comigo.
    meu email:- fatimaguimaraes62@hotmail.com
    Agradeço muito

    ResponderExcluir
  68. Sonia,

    Sou autoimune e ha tempos senti que o leite me faz mal, troquei pelo que tem menos lactose mas acho que não é suficiente. Vou começar a dieta hoje mesmo, mas também fiquei interessada na parte do trabalho que faz com a musculatura da barriga. Você já ensinou aqui? Onde posso ler?
    Feliz 2013 e saúde para todos nós
    Beijo grande

    ResponderExcluir
  69. Olá, Sonia! Gostaria de saber sua opinião sobre o uso do microondas.. Eu uso bastante, mas aquilo me parece um perigo..
    Um beijo,
    Raquel.

    ResponderExcluir
  70. Olá Sonia, tomara que você leia isso, pois é muito importante pra mim.
    Meu nome é André, tenho 24 anos, virei vegetariano a alguns meses e não quero outra vida, porém estou encontrando muita dificuldade para fazer uma dieta vegetariana equilibrada e gostaria muito da ajuda de alguém, seja por um curso, um nutricionista de confiança -mesmo achando ser muito difícil encontrar gente dessa área que compreenda.
    No atual momento estou no Rio de Janeiro. Qual seria o melhor caminho?
    Hoje em dia isso ocupou um patamar de máxima prioridade em minha vida e certamente iria para qualquer lugar do Brasil para aprender sobre.
    Sei também que você produziu obras belíssimas sobre o tema, acha que ao ler seus livros eu saberia me virar bem? Se sim, quais os livros você me indicaria por ordem de leitura?
    Desde já,muito obrigado!
    Parabéns pelo blog! vou ler tudo!

    ResponderExcluir
  71. Isadora Franco24/01/2013 08:54

    Oi Sonia!

    Pode usar azeitona?

    Lendo sobre essa dieta em http://correcotia.com/cancer/index.html , me surgiu uma dúvida:
    "A absorção de biotina e tiamina é impedida ou reduzida na presença de álcool, avidina (proteína da clara crua do ovo), cafeína, sulfa, oxidação.
    "
    Devo suspender o uso de cafeína durante a dieta? E o uso do álcool?

    Eu tomo café todos os dias de manhã, mas evito em outros horários. Meu marido gosta de beber cerveja com frequencia, tem problema?

    Obrigada!

    ResponderExcluir
  72. Pouco tempo, muitas perguntas, vamos às respostas em bloco.

    Adriana: acho que essa pergunta deveria ser feita a um/a nutricionista, mas de todo modo se pode usar o nabo comprido ralado em todas as refeições, 2 colheres/sopa, porque ele é detergente de gorduras. Fazer exercícios, reduzir açúcar e massas, pão, biscoitos. Uma dieta integral com vegetais variados deve ajudar muito.
    :::
    Denise Bueno: pode iniciar a dieta enquanto realiza os outros procedimentos da forma que achar melhor. O caldo de rã não é indispensável. Quanto à interação com a cortisona, não sei dizer. Um/a homeopata saberia orientar melhor.
    :::
    Fátima: sou muito descrente de novidades quanto a bactérias e vírus, sempre acho que é fundamental pesquisar primeiro os parasitas grandes que a medicina em geral “esquece” de investigar a sério. A menos que sua filha tenha uma alimentação muito ruim e o sistema imunológico muito abalado, sugiro um bom exame parasitológico de fezes no lab. do dr Helio Copelman, Rio, tel 21 2548-0648; custa +- 300,00 e não tem convênio; as amostras coletadas podem ir por sedex, ligue para receber orientação. Também gosto do trabalho de Susana Ayres em Brasilia, tel 61 8628-1231, Geraldo Granja em BH e Rio, tel 31 3458-93-43, e prof. Jaime Bruning, www.jaimebruning.com.br .
    :::
    Astrid, acho que a dieta vai fazer muito bem a você. Sugiro que pare de pensar em si mesma como “autoimune”, porque sempre há uma infecção parasitária/protozoária/fúngica por trás do que chamam de doenças autoimunes, como lúpus, artrite reumatóide e outras. Há muito sobre isso no site de médicos e cientistas www.arthritistrust.org . Quanto ao trabalho com a musculatura abdominal, sempre esteve dentro das aulas de alongamento e ginástica que faço há muitos anos. Além delas faço abdominais em casa todos os dias e mais meia hora de elíptico (acho que nas academias chamam de transport).
    :::
    Raquel, microondas é um perigo mesmo. Altera completamente as moléculas dos alimentos, pois aquece por fricção das moléculas. O que há de errado com o velho e bom fogão?
    :::
    André, meus livros não são vegetarianos mas 95% das receitas são com vegetais. Porém, como nem todos podemos ser vegetarianos, eu indicaria a você a nutricionista Luciana Ayer, aí no Rio, 2255-4570. Ela poderá avaliar melhor a sua aptidão para essas restrições alimentares, que algumas vezes acabam por produzir carências. Eu passei 10 anos sendo vegetariana e tive que abrir mão.
    :::
    Isadora: azeitonas são conservadas em sal, portanto muito salgadas para quando se quer recuperar saúde. O mesmo em relação a cerveja: álcool com frequência tem problema sim, em todos os sentidoas; seria bom deixar para o fim de semana e beber com moderação, porque ele sempre intoxica e dá mais trabalho ao fígado. Você postou na dieta do dr Barcellos mas menciona a biotina, assunto pertinente à candidíase. No blog www.candidiaseapraga.blogspot.com você pode ver o álcool e a cafeína entre o que atrapalha.
    :::
    Abraços a todos e boa sorte em todas as empreitadas!

    ResponderExcluir
  73. Isadora Franco24/01/2013 13:04

    Sonia, obrigada novamente pelas respostas rápidas!
    Então, vou usar outros temperos no lugar da azeitona, e do álcool eu já imaginava(lógico)...
    mas eu perguntei da biotina pq ela é citada na página sobre a dieta mesmo, que está no Corre Cotia; estou esperando uma grana entrar para comprar o livro todo, mas como eu ainda tomo café todos os dias e me sinto um bocado dependente dele, fiquei bem preocupada a respeito...

    Lerei mais sobre. Obrigada!

    ResponderExcluir
  74. Oi, Sônia! Eu fiz o exame do jaime bruning e o resultado foi 3 bacterias, 2 vermes e candida! Gostaria de saber a sua opiniao.. vc acha que eu deveria tratar isso tudo so com os chas e a argila ou nesse caso e melhor recorrer aos antibioticos??

    obs: fiz exame do dr. helio copelman tb e deu ameba, o que nao aconteceu no diagnostico do jaime bruning.. nao sei no que acreditar!! rs

    agradeço muito desde já!
    beijos!
    Raquel

    ResponderExcluir
  75. Raquel, tudo pode ser e ambos podem estar certos. A vida está sempre em movimento, as coisas vêm e vão. Eu faria o tratamento com os chás e a argila. Antibióticos só em último caso, porque alimentariam a cândida destruindo o que resta de flora intestinal. De todo modo, as bactérias podem ser apenas consequência de um ambiente intestinal poluído. Um abraço!

    ResponderExcluir
  76. Que ótimo! Também prefiro me manter longe de medicamentos! Odeio tomar remedio e sei quanto mal a alopatia ja me causou ao longo da vida!

    Muito obrigada, Sônia, mesmo!
    Beijos,
    Raquel.

    ResponderExcluir
  77. Denise Bueno26/01/2013 02:27

    Ei, Sonia desculpe por usar este espaço para uma pergunta que não é relativa ao seu artigo. Mas acredito que você poderá me ajudar.
    Minha mãe tem 90 anos e sempre enfrentou problemas digestivos. Já retirou a vesícula. Após os 80 anos começou a emagrecer, lentamente. Os exames clínicos estão normais e o cardiologista acha melhor ela mais magra, já que por um período esteve acima do peso. Mas, ela perde massa magra muito rápido, principalmente nos braços. Já procuramos ajuda de uma nutricionista, o que nos ajudou muito. Mas, apesar de todo o cuidado com a alimentação, ela emagrece com facilidade. Mesmo com a idade que tem ela é muito ativa, está sempre produzindo algo. Quando jovem ela era muito magra. Seu irmão também é. Será que isso justifica. Você tem algo a me sugerir sobre alimentação para idosos. Mais uma vez obrigada. Abraços!

    ResponderExcluir
  78. Oi, Denise, não é difícil imaginar que ela possa ter um ou outro bichinho hospedado lá dentro, sendo o emagrecimento um sintoma. Mas pode ser coisa da natureza dela. Não tenho nada a sugerir porque a questão vai além das informações que tenho. Um abraço!

    ResponderExcluir
  79. Olá, Sonia! Feliz Ano Novo! :)
    Bem, eu gostaria de saber se vc tem alguma informação sobre a deficiência de vitamina D. Fiz exame há pouco e foi constatada a insuficiência, mas não gostaria de partir logo para a suplementação sintética. Você, que é craque em tomar a responsabilidade nas próprias mãos, o que sugere? Obrigada! Um abraço.

    ResponderExcluir
  80. Feliz Ano Novo, Isabel!
    Sugiro ler o que está em http://www.correcotia.com/mulheres/osteoporose.htm . Um abraço!

    ResponderExcluir
  81. Isadora Franco29/01/2013 14:39

    Oi Sonia!

    Estou aos poucos adotando a dieta, no ritmo em que consigo, mas já me sinto infinitamente melhor.

    Lendo loucamente sobre alimentação, acabei de topar com um artigo(é de propaganda, mas achei bom mesmo assim) que me tirou uma dúvida: Como saber se um óleo é prensado a frio?
    Acabo de descobrir que óleos refinados nunca são prensados a frio, como a seguir: http://www.longevid.com.br/oleo-refinado-x-oleo-prensado-a-frio-extra-virgem/

    Acho que essa informação precisa ser publicada, para que as pessoas saibam.
    Até mais, e um infinito obrigada por tudo(meu e do meu marido, que está cada dia mais feliz com uma esposa bem humorada, como há muito ele não tinha).

    ResponderExcluir
  82. Isadora Franco29/01/2013 14:43

    Ah, outra dúvida sobre óleos: posso refogar coisas nessa dieta, de vez em quando, ou perco todas as propriedades dos óleos?
    Que óleos uso para refogar, se puder?
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  83. Obrigada, Sonia! Acho que vou tomar mais sol...

    ResponderExcluir
  84. Oi Sonia
    Você pode informar o tel de contato da Dra. Silvia Flaksman e também indicar profissionais da área de psicologia e ginecologia que atendem na cidade do Rio de Janeiro?
    Obrigada, abraços
    Lucia

    ResponderExcluir
  85. Oi, Isabel, pode refogar com azeite de oliva extravirgem mesmo. Ele perde os antioxidantes mas continua sendo melhor do que a maioria dos óleos vegetais. Só não pode fazer fumaça.

    Manteiga e óleo virgem de coco também seriam indicados, de modo geral, porque aguentam altas temperaturas até melhor do que o azeite de oliva.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  86. Lucia, o tel do consultório da dra Silvia Flaksman é 21 2286-9570. Na área de psicologia posso indicar a Julia Andrade, tel 21 2556-3988. Ginecologista, dra Stella Marina, homeopata: 21 2284-2208 e 2264-2714. Um abraço!

    ResponderExcluir
  87. Olá, Sonia! Gostaria de saber como vc tratou a sua amebiase.. foi com alopatia ou medicina alternativa?

    e vc pode me recomendar um gastro no rio, sem ser o dr. helio copelman pq a consulta dele ta fora do meu alcance??

    obrigada!

    ResponderExcluir
  88. Valeu Sonia
    Muito,muito obrigada!
    Abraços
    Luciarvoutm 5168

    ResponderExcluir
  89. Oi, Raquel, tratei duas ou três vezes com alopatia, depois com fitoterapia (Geraldo Granja, atende no Rio, tel em BH 31 3458-9343) e homeopatia (Amoeba 30CH, quem receitou foi minha médica homeopata de Petrópolis, Vanize Eyer, tel 24 2243-7184). As amebas são protozoários muito resistentes e se você não cuidar da alimentaçàã fica difícil livrar-se delas. A dieta do dr Barcellos ajuda, bem como reduzir pães e doces. Gastro no Rio eu não conheço. Penso que a homeopatia poderia ajudar melhor a equilibrar o organismo como um todo. Um abraço!

    ResponderExcluir
  90. Entendi.. Minha alimentação já é bem compatível com essa dieta.. Você acha que os chas medicinais e argila do jaime bruning podem ser suficientes contra as amebas??

    Obrigada, sonia!

    ResponderExcluir
  91. Raquel, por que você não relaxa e experimenta?

    ResponderExcluir
  92. haha porque eu me sinto mal todo dia e tenho medo de esperar e piorar, mas eu ja estou experimentando, vou confiar!

    ResponderExcluir
  93. Isadora Franco30/01/2013 17:26

    Obrigada pela dúvida dos óleos, Sonia!
    :)
    Isadora

    ResponderExcluir
  94. Olá Sônia! Prazer voltar aqui nesse canto tão abençoado, mesmo que ainda sofrendo com a cândida...
    Queria saber qual a especialidade médica que devo buscar para realizar os exames de vermes. E sobre a Dieta do Dr. Barcelos para quem tem cândida onde é indicado castanhas, pipoca, biscoitos e cookies integrais (moderados) se podemos usar a mesma dieta sem restrições, ou seja, usando os alimentos acima citados.

    ResponderExcluir
  95. Oi, Verônica, para detecção de parasitas conheço dois caminhos: o exame de fezes, que costuma não dar nada a menos que seja feito em laboratórios muito corretos como o do dr Helio Copelman, Rio, 21 2548-0648, e a avaliação vibracional, para a qual indico Susana Ayres em Brasilia(61 8628-1231), Geraldo Granja em BH e Rio (31 3458-9343) e o prof. Jaime Bruning - www.jaimebruning.com.br . Gosto destes últimos porque *veem* (por radiestesia) o que está no interior dos órgãos. Fui diagnósticada e tratada nos dois sistemas.

    Sobre a dieta, se há candidíase é melhor observar as restrições ao menos durante um período, e depois ver o que acontece se comer. A retirada de lácteos, batatas, feijões e aveia, comum a ambas as dietas, sem dúvida já vai atenuar muito os sintomas da cândida. Pode ser uma saída de longo prazo para quem quer o caminho do meio. Um abraço!

    ResponderExcluir
  96. Sonia, tudo lindo? Moro na roça também, é uma delícia. Mas Petrópolis é roça? :)

    Gosto muito da ideia da dieta do Dr. Barcellos, mas tenho um problema sério, o leite. Adoro leite.

    Dizer que o leite pode trazer um monte de coisas horrendas nele, já acho discutível, a não ser que fale do leite industrializado. Aí não é o leite o inimigo, é a produção. Dependemos dela. Devia haver um meio de obrigarmos a um abate mais humano, agricultura mais saudável etc.
    De qualquer maneira, não estamos falando de UHT, que não é leite e é o que a maioria das pessoas toma. O que contém aquilo? Ferro, cálcio... acrescentados. Não diz a lenda que não se deve tomar ferro com leite, porque dificulta a absorção?
    Acredito que todas as coisas possam fazer mal, causar alergia, edema de glote e tudo mais para ALGUMAS PESSOAS, isso não significa que seja ruim para todo mundo. Ainda bem que há tanta variedade de coisas para a gente escolher como alimento.

    Sou sua fã há séculos!
    Continuo gostando das suas reflexões.
    Felicidades!

    ResponderExcluir
  97. O município de Petrópolis é enorme, Maria Lucia. Moro perto da divisa com Paraíba do Sul e Areal, e o que mais tem aqui, além de especulaçào imobiliária, é roça. Não sei até quando.

    Eu trocaria, no seu texto, ALGUMAS PESSOAS por MUITAS PESSOAS. Se essas algumas não têm problemas, as muitas ficam batendo de médico em médico sem saber a razão dos inúmeros desconfortos.

    E uma pergunta: quais seriam as suas razões para fazer essa dieta? Um abraço!

    ResponderExcluir
  98. Como muito menos saudável do que eu queria, ou seja, muito menos verdura em geral. Fico com dor na consciência e vontade de recomeçar do zero, com tudo lindo e limpinho. Sou muito desorganizada e o tempo não basta. E me sinto cansada, o que muito pode ser pelo ritmo de trabalho [é, aqui na roça... bendita conexão!].
    É isso.
    E tenho pressão alta por estresse [hehehe por isso vim para cá], osteoporose [estou tomando dolomita] e quilos sobrando. Eita quadrinho!
    Quando cheguei em SFX, há 3 anos e meio, eram 3 mil habitantes. Hoje. estamos beirando os 5 mil. É mole? A estrada é chatinha e linda e aqui é o fim do asfalto.
    Beijão e muito obrigada pela resposta. Cuide-se!

    ResponderExcluir
  99. Obrigada pela resposta também, Maria Lucia. Boa sorte em tudo!

    ResponderExcluir
  100. Oi Sonia,

    Lendo o artigo, estranhei uma coisa: ele proíbe tubérculos (a batata é um tubérculo), mas libera raízes. Só que tem um porém: mandioquinha, mandioca e batata-doce são raízes... não tubérculos! Pergunte a qualquer botânico (sou botânica wannabe). São raízes tuberosas, da mesma forma que a cenoura, rabanete, nabo etc (que estão liberados!)

    Qual é então o critério? É sabido que mandioquinha e batata-doce não pode (independentemente de que parte da planta sejam)? Ou deve-se ater ao critério botânico, que libera RAÍZES (e portanto liberaria também a mandioca, batata-doce etc)?

    Obrigada pelo blog, maravilhoso trabalho!
    Abraço,
    Carla

    ResponderExcluir
  101. PS: Beterraba, rabanete, nabo (estão mais adiante no texto como bulbos): são raízes também.

    ResponderExcluir
  102. Carla, o dr Barcellos tem uma argumentação bastante frágil diante de indagações complexas; descobriu algumas coisas e explicou como pôde. No caso dos tubérculos, escreveu que uma proteína chamada tuberculina era o problema.

    Quanto à nomenclatura, ela pode ser um problema em qualquer área. Minhas pesquisas mostram diferenças grandes entre raízes, tubérculos, bulbos, rizomas. Classificava o inhame como tubérculo até que uma colega sua me explicou que ele é um cormo. Fiquei bem contente, porque o inhame é tão medicinal e hipoalergênico que não me conformava em colocá-lo igual à batata.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  103. Isadora Franco02/02/2013 01:26

    Veronica, so para que vc tenha um relato: eu tinha candidiase, ainda nao tão alastrada e tao pesada pelo corpo, que detectei pelos inumeros sintomas.
    Quando via a dieta contra candida, eu pensava "nunca vou me livrar dela", porque eu ja fiz dietas de proteínas para emagrecer e fiquei mal, além de não comer carnes há 5 anos, e ter tido uma melhora enorme na saúde com isso.
    Lendo a dieta do Dr. Barcellos, achei que ela era bem viável para mim. Comecei devagar: cortei os tubérculos, tudo de leite, reduzi as leguminosas(mas ainda não consegui cortar) e decidi comer peixe eventualmente.(aveia, abacate, castanha portuguesa e vitamina C artificial são coisas que hjá não como). Ainda não consegui substituir o arroz branco, porque estou esperando que o de casa acabe para comprar mais, integral(com a grana contada, achei melhor investir em legumes e verduras organicos e esperar um pouco pelo integral do que o contrário).
    T
    ambém cortei carboidratos a noite, comecei a comer legumes, sopa, ovo organico cozido...
    em 5 dias, desinchei um pouco, acostumei a comer menos em apenas 3 refeições(porque eu estava absolutamente descompensada, comendo o dia inteiro e sentindo fome), e cada dia me sentindo mais leve. Nadar tem me ajudado tb.
    no 6 dia, tive uma forte dor de cabeça e uma moleza no corpo, que eu descobri depois que eram consequencias do excesso de candidas mortas pelo corpo. Passada a dor de cabeça, eu estava nova em folha: acordo desperta, feliz, sem ter que me entupir de café como antes(aliás, hoje foi meu segundo dia sem café), minha libido voltou a existir, eu parei de sentir fome o dia inteiro....

    Então eu acho que pode te ajudar sim, pelo menos pela minha experiencia breve e maravilhosa. Vou ficar um tempo nessa dieta, sinto que meu corpo ainda tem o que melhorar, tenho que emagrecer ainda meus quilinhos, e perder os formigamentos que sinto nas mãos e nas pernas, acne(que melhorou um monte desde então), e minha disposição que ainda não está como era antes da maldição da candidíase.

    Boa sorte, espero que isso te anime, porque tem me feito tanto bem que eu quero divulgar pelo mundo essa maravilha!

    ResponderExcluir
  104. Nada como ter boas leitoras :-)
    Obrigada pelo retorno, Isadora!
    O formigamento é um sintoma que antigamente eu ligava ao excesso de açúcar causando hipoglicemia. Depois de entender melhor a candidíase vi que não há como separar uma da outra. Quando a alimentação ficar mais livre de carboidratos (e feijões se incluem nessa categoria), esse sintoma deve desaparecer. Um abraço grande!

    ResponderExcluir
  105. Oi, Sônia!! Pode pistache nessa dieta??

    ResponderExcluir
  106. Oi Sonia,
    Aqui é a Luciana que ficou de passar o contato da psicóloga que trabalha com teste muscular e cinesiologia em Niterói.
    Desculpe levar tanto tempo pra responder, mas sou partidária do Antes Tarde do Que Nunca...
    Ela se chama Márcia Nadja, tel. 98521961. Sei que ela póde indicar bons profissionais no Rio.
    Um abração,
    Luciana

    ResponderExcluir
  107. Oi, Raquel, pode pistache e todas as castanhas, sementes e amêndoas, menos as leguminosas como o amendoim.

    Oi, Luciana, obrigada pelo contato da Márcia. Ela também lida com parasitoses?

    Abraços!

    ResponderExcluir
  108. Olá Sonia!!
    Olha eu aqui de novo, mas fazer o que...
    Me ajude... Estou seguindo a dieta a risca, tão a risca que não sei o por que do efeito desejado não ter aparecido. Digestivamente me sinto bem, mas a monília vaginal está acabando comigo, minha vida e etc...
    Tenho tanto medo de ingerir um alimento que não faça bem que se não tiver alternativa eu não como!! Por medo mesmo sabe...
    Os meus intervalos entre as refeições só uso os chás... Camomila, Cidreira... Em Jejum faço o suco de 01 limão + 01 colher de sopa de azeite de oliva extravirgem e 150 ml de água filtrada... Café, normalmente é onde insiro a fruta: melancia c/pepino, limão e couve manteiga ou só c limão e se não tiver, mamão. Almoço, folhas, cenoura, chuchu e carne branca! Jantar repito...
    Eu queria saber sua opinião sobre os produtos a base de arroz: bifum, leite de arroz, podemos usá-los?
    Outra dúvida é sobre o consumo de semente de girassol isoladamente, ou seja, entre as refeições.
    Eu achei um probiótico aqui na minha região, mas acredito que tenha em outros estados que é o "Prolive" da Arche, contendo 1 bilhão de culturas p/ capsula, no qual tomo uma ao dia.
    O que me preocupa também é que não tenho tido evacuações regulares, ou seja, passo dias sem evacuar, não sei se pela ausência das frutas ou dos cereais... não sei... Sei que não estou aguentando mais... mas me mantendo firme para ficar bem!

    Obrigada Sônia...

    ResponderExcluir
  109. Esqueci de dizer... as culturas do Prolive são Lactobacillus Acidophilus...

    ResponderExcluir
  110. Oi, Sonia!! O annita e secnidazol têm o mesmo efeito?? ql a diferença entre os dois?

    abraços!

    ResponderExcluir
  111. Veronica, não tenho formação para acompanhar casos nem posso responder pela qualidade de todos os lactobacilos que existem. O que tenho para ajudar é o que escrevo e publico: informações de boa procedência, que geralmente pude experimentar. Sugiro que você procure um/a profissional que possa dar uma boa orientação e tirar suas dúvidas. Um abraço!

    ResponderExcluir
  112. Raquel, leia as bulas. Estão na internet. Um abraço!

    ResponderExcluir
  113. Isadora Franco08/02/2013 08:58

    Cada vez mais acredito que os males pelos quais passamos hoje vem do corpo. Não no sentido de que tudo se resolve dependendo só da sua vontade, do que vc come, etc, mas no sentido de que a opressão que nos assola tem um lado material e corpóreo que frequentemente ignoramos. Estamos brigando contra um sistema que está instalado em nossos corpos.
    Ignoramos que a globalização, em especial dessa medicina calcada no uso excessivo de medicamentos alopáticos e consumo de "alimentos" extremamente tóxicos sem controle, está nos escravizando e matando por dentro.
    O ativista, o militante, entorpece o corpo com o café excessivo, com o cigarro que nos deperta para tirar o sono e ter o pique que nos roubaram. Toma o analgésico para tirar a dor de cabeça constante, o antiinflamatório e o antibiótico para combater aquela infecção que sempre vem...Come açúcar para silenciar a revolta e conseguir se divertir, planeja o grande golpe sob o efeito entorpecente da cerveja, precisa do baseado para dar risada....
    E ninguém pára para pensar como diminuir isso, sem ser pelo discurso moral "eu tenho que parar com isso porque dá tal doença", não conseguimos pensar que não é por acaso que essas coisas nos atraem. Estão nos envenenando por dentro duplamente: primeiro pelo que nos faz sempre cansados, depois pelo que usamos para ignorar esse cansaço.

    Quando vamos perceber que a saúde é um pressuposto primordial para nossa força? Como vamos pegar em armas sem corpos fortes?

    E sob outro viés, agora constato novamente que a liberdade é corpórea.

    ResponderExcluir
  114. Isadora Franco08/02/2013 09:04

    Prato Político

    Estamos num mundo completamente alucinado.
    Se de um lado temos uma miséria alastrada, de gente que passa fome por não ter o que comer, do outro temos uma multidão de pessoas que comem demais, e por isso passam fome o tempo todo.
    O consumismo, em especial o do nosso prato, o do supermercado, tem nos matado todos aos poucos, numa falta de saciedade completamente estapafúrdia e desnecessária.

    Nessas minhas duas semanas de desintoxicação, depois de matar bichos que me comiam por dentro, desinchar e emagrecer, perder celulite aos montes, ter bom humor quase o tempo todo de novo e disposição para viver, a sensação que tenho é de uma saciedade feliz e nutrida. Fazem 2 horas que comi e não tenho fome. E não terei fome até voltar da natação.

    E minha fome se vai na comida que eu vou ingerindo devagar, sentindo a comida mudar de gosto enquanto é digerida lentamente pela boca, treinando minhas mandíbulas de mamadeira. Ao final da refeição, uma saciedade leve, sem aquela ressaca de estufamento horrível, sem o sono mortal de antes...

    Comendo menos, como orgânico, sobra dinheiro para eles, para os integrais, para as castanhas... Cozinhando-os, produzo e por isso reflito sobre a produção, que nada vem de um lugar mágico onde entrego papéis e recebo coisas como o consumismo nos faz imaginar: tem suor de muita gente no prato que está a nossa frente, tem trabalho, tem mãos, tem terra.

    E assim eu combato o consumismo que me falta: o do prato.

    E é assim que o meu prato faz política.

    ResponderExcluir
  115. Isadora Franco11/02/2013 23:25

    Uma pergunta: Vc já leu algo que relacione algum tipo de dieta para auxiliar dependentes químicos a sair dessa condição?

    Sabe se existe algum verme que se beneficie ou aumente a vontade de fazer uso de certas substâncias?
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  116. Oi, Isadora, já li muito sobre isso. Recomendo o livro Hidden Addiction, da Janice Phelps, e qualquer livro de parasitologia médica, que mostra como somos cheios de vermes que comandam nossas compulsões. A maior parte dos sintomas psíquicos que ornam a psiquiatria tem paralelo nas infecções parasitárias descritas nos livros acadêmicos. Vermes modificam o comportamento do hospedeiro.

    Vi que você postou outro comentário lá num post sobre vermes e que é professora. Pois todas as siglas tipo DDA que hoje rotulam as crianças (e não só elas) poderiam não existir se as infecções parasitárias fossem levadas em conta nas avaliações clínicas e diagnósticas.

    E os vermes se alimentam de quê? De açúcar. Que é a hidden addiction, o vício por trás de todos os vícios, num livro primoroso da médica psiquiatra Janice Keller Phelps .
    http://www.amazon.com/Hidden-Addiction-How-Get-Free/dp/0316704717

    Um consórcio parasitário tipo ameba+tênia+lombriga+cândida pode acabar com a vida mental e física da vítima. Um abraço!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  117. Olá, Sônia! Você conhece o imunoalbicans? são injeções contra a candida.. se conhece, o que vc acha?

    Abraço!

    ResponderExcluir
  118. Isadora Franco14/02/2013 10:41

    SOnia, obrigada pela resposta.
    No meu trabalho como professora(embora eu ainda não seja formada, trabalho com educação há 7 anos), eu atuo mais na Educação de Jovens e Adultos, e já observo algumas diferenças de acordo com o que as pessoas comem...

    Esse ano realizarei um trabalho numa escola mais de adolescentes, com uma professora da Facldade de Educação Física da Unicamp. Vamos ver como será, mas andei pensando em como tratar do tema da educação do corpo no sentido alimentar...

    Agora, sobre as crianças com DDA, eu sempre desconfiei que tinha muito a ver com alimentação...
    Observava meu filho e os filhos de outros pais mais naturebas como nós, a concentração que o Pietro tem que espanta suas professoras desde os 8 meses de idade, sua tranquilidade, em contraste com a maioria das crianças e com a minha falta de memória e irritação crônicas e a personalidade extremamente distraída do meu marido, já que nós dois tínhamos hábitos alimentares bem ruins(curioso, cuidamos tanto do nosso filho e nos esquecemos de nós mesmos), e eu desconfiava. No final do ano, ficamos na casa dos nossos pais, e o Pietro passou 20 dias sob açúcar, gordura, e toda sorte de porcaria que ele não come em casa, e tive uma criança cheia de chilique e birra, que dormia mal e pedia doces a cada 5 minutos. 10 dias em casa, muita goiaba do pé e manga também, e ele voltou à mesma criança sossegada, que come arroz, feijão e brócolis de sempre.

    Obrigada pela resposta, vou procurar mais informações. Perguntei porque tenho uma pessoa não muito próxima, mas bem querida, que está tentando sair da adicção agora. Quero ajudá-la.

    PS: Minha melhora tem sido tão tão incrível, que meu marido se convenceu sozinho a entrar na dieta também!:) Agora somos dois em casa. Ele, que não sentia cheiros por conta das alergias respiratórias, disse que está voltando a senti-los!!!

    ResponderExcluir
  119. Isadora Franco14/02/2013 10:47

    SOnia, sobre o livro, será que não encontro para comprar aqui no Brasil? Tenho um certo trauma de compras no exterior que nunca chegaram...

    ResponderExcluir
  120. Oi, Isadora, compro há anos da Amazon e os livros sempre chegaram. Não conheço nada em português mas deve ter.

    Oi, Raquel, não conheço e, se for vacina, não acredito. A cândida faz parte da nossa flora e só prospera quando a pessoa come mal. Tudo pra não fazer dieta?

    Abraços!

    ResponderExcluir
  121. http://www.agroecologia.org.br/index.php/noticias/407-movimentos-sociais-elogiam-samba-da-vila-isabel-e-questionam-patrocinio-da-basf

    ResponderExcluir
  122. IMG 0879Organizações, movimentos sociais e pesquisadores, que integram a Campanha Permanente contra os Agrotóxicos e pela Vida, entregaram anteontem (29) uma carta à vice-presidente da Unidos de Vila Isabel, Elizabeth Aquino. O documento elogia a escola pelo samba enredo “A Vila canta o Brasil celeiro do mundo – água no feijão que chegou mais um”, composto por Rosa Magalhães, Alex Varela e Martinho da Vila, que enaltece a agricultura familiar. A carta também critica o patrocínio da empresa alemã Basf, uma das maiores fabricantes de agrotóxicos do mundo, devido à associação da imagem do grupo com a biodiversidade.

    ResponderExcluir
  123. O espantoso é que é descarado!!!

    ResponderExcluir
  124. Sônia, olá.
    Eu sei que o melhor é a pessoa fazer os exames de fezes e tudo mais, mas também lí aqui hoje em dia esses podem não ser eficientes, deixando a desejar...
    A minha mãe, de 75 anos não toma vermífugos há anos, e eu queria que ela tomasse em caráter PREVENTIVO.
    Me recomendaram na farmácia o vermífugo de largo espectro: ANITTA (3 dias seguidos) pois ele dissolveria os vermes e parasitas, diferentemente do ALBENDANZOL (que forma um bolo no intestino matando-os),mas se a pessoa não toma vermífugos há muito tempo pode causar sérios problemas (sic). Eu preciso da sua opinião e experiência, já ví aqui receitas naturais, mas você recomenda o uso do ANITTA (em 3 dias seguidos)? me informaram que é seguro. Ou tem alguma informação sobre isso?
    Ou...o que você recomenda para por fim, segundo a sua experiência, por favor. É em caráter PREVENTIVO.
    Muito obrigada, Dani

    ResponderExcluir
  125. Obs> nós estamos aqui em Jundiaí, SP.

    ResponderExcluir
  126. Daniela, não se toma vermífugos preventivamente. Ele não fica lá esperando o verme aparecer para agir. Ou a pessoa tem sintomas, e precisa tratar, ou não tem, e não precisa. Muita gente convive bem com sua pequena colônia de vermes. Se quiser ler sobre os sintomas, vá em www.correcotia.com/vermes . Quanto aos remédios, deixe o farmacêutico ajudar, especialmente se sua mãe for conversar com ele pessoalmente para que ele possa dar uma olhada, ver o que mais ela está tomando etc. Um abraço!

    ResponderExcluir
  127. Que post populoso ;)
    Acho que vale dizer a quem vai começar a comer assim que pode parecer sacrifício demais, mas em pouco tempo a saúde se ajusta e é incrível, as laricas vão embora e fica uma sensação boa de casa em ordem. Abraços, Eduardo.

    ResponderExcluir
  128. Eeeba, Eduardo, que comentário supimpa! A casa em ordem, é isso mesmo. Abração!

    ResponderExcluir
  129. Sonia,
    Aqui é a Luciana que te passou o contato da psicóloga cinesiologista. Você me perguntou se ela se interessa por parasitoses. E o que é a sincronicidade... da última vez que estive lá, ela me conta que estava estudando justamente isso. E qual era o livro que estava por cima da pilha, sobre a mesa? O seu... Pensei com meus botões: essa situação é incrível, uma ouvindo falar da outra e buscando a informação que lhe complementa...
    Luciana

    ResponderExcluir
  130. Olá Sonia,

    Gostaria de saber se tem algum homeopata que você conheça aqui por Florianópolis?
    Queria encontrar alguem recomendado, não conheço.
    Ano passado tratei minha filha com o Geraldo Granja a distancia mais gostaria de ir pessoalmente a um.
    Obrigada
    Cristina

    ResponderExcluir
  131. Ei Sonia querida!

    Gostaria de saber se dentro da dieta do Dr. Barcellos haveria alguma opção para passar no pão... qualquer coisa que deixe o pão menos seco, mas sem laticinios e soja não estou encontrando muita coisa...
    Uma outra pergunta que eu gostaria de fazer: ja percebi que houve muita evolução no seu trabalho desde os primeiros livros até este blog, apesar de o conteudo central permanecer o mesmo. A pergunta é: a dieta completa descrita no Deixa Sair, baseada na sopa do Pai José, você ainda a recomenda?
    Beijo grande, querida, e muito obrigada!

    ResponderExcluir
  132. Oi, Fernanda, gosto de óleo virgem de coco para passar no pãp; de verdinhos socados ou picados, com azeite de oliva extravirgem; maioneses de cenoura (bater a cenoura cozida no liquidificador, sem água, com 1 colher/sopa de azeite extravirgem para cada cenoura, uma pitada de sal, uma de noz-moscada, alho ou não, gengibre ou não; pasta de abóbora cozida com azeitona e orégano; essas são as minhas principais. Inhame dá uma boa base para qualquer pasta. Se quiser mais ideias e receitas, ponha na caixinha de busca do blog as palavras sanduíche e molhos (uma de cada vez).

    A dieta do Deixa sair funciona muito bem para quem vem de um excesso de carnes, gordura e comida pesada. Põe o intestino para funcionar, limpa os pulmões, desintoxica. Não vai ser tão boa para quem tem candidíase crônica, pelo excesso de arroz, mas de modo geral continuo achando boa. Recomendaria, especialmente na primavera. O caldo de rã é uma ajuda poderosa, o chá de raiz-de-lótus também, e a sopa de arroz do Pai José pode ser usada sempre que necessário, não precisa ser num programa de 21 dias. Um abraço!

    ResponderExcluir
  133. Oi, Cristina, infelizmente não conheço ninguém para indicar em Floripa. Já procurou conversar com algum/a farmacêutico/a homeopata? Acho que pode ser uma boa. Até porque às vezes é preciso experimentar um e outro até combinar direito. O recomendado pode não dar certo... Um abraço!

    ResponderExcluir
  134. Obrigada por responder....

    Conheço uma farmacia, mais o caso é que dizem que a anvisa não permite mais vender homeopáticos sem receita.....ano passado comprei os que Geraldo indicou, mais agora me falaram que tem restrições, por isso estava procurando alguém mais perto.
    Bj

    ResponderExcluir
  135. Olá Sônia, gostaria de saber se há alguma previsão de lançar seus livros digitalmente. Atualmente uso um e-reader que me permite consultar vários livros sem precisar carregar peso. Adoraria que seus títulos estivem à venda na Amazon, por exemplo.
    Obrigada por compartilhar seu conhecimento.

    ResponderExcluir
  136. Oi Sonia,
    Bom dia!
    Estou com uma disfunção no T4 da tireóide e vou iniciar esta dieta do Df. Barcellos. Já tenho o livro e estou colando o pode e não pode na geladeira junto as mandalas!

    Gostaria de saber se conhece algum médico, em Curitiba, com esse perfil de solicitar exames de fezes, parazitológicos...

    Vou tentar encontrar tbm uma nutricionista funcional.

    Levo uma vida saudável e não tenho problemas com obesidade. Pratico esportes e tenho uma alimentação já ordenada. Porém ando comendo muitos grãos e sementes oleaginosas, além de abacate (sou vegetariana). Os exames desse ano apontaram deficência da tireóide e a médica receitou 40 dias de puran T4 (levotiroxina sódica), que deixa um gosto salgadinho na boca. Pediu para fazer um ultrason na tireóide para vermos se tem algo. Daqui 40 dias refazer o exame de sangue tbm.

    Conto com suas impressões sobre o caso!

    Abs,
    Simone
    Quatro Barras-PR
    Serra da Baitaca

    ResponderExcluir
  137. Simone, não posso ficar dando palpites e impressões em quadros clínicos. O que sei é que o óleo virgem de coco, tomado 3 vezes por dia, uma colher/sopa antes de comer, já resolveu muitos problemas de tiroide, especialmente as chamadas síndromes de Hashimoto. Você pode ler mais sobre isso em www.correcotia.com/mulheres/candidiase.htm . Sei também que excessos de tofu e derivados de soja dão problemas na tiroide. Um abraço!

    ResponderExcluir
  138. Oi Sonia,
    Obrigada pelas dicas. Entendo perfeitamente sua posição. Queria juntar o quebra-cabeça e seu comentário já me ajudou. Comemos em geral soja fermentada. Tofu bem pouco mesmo. Soja crua tbm. Mas... estou iniciando a dieta. No segundo dia da dieta dia fui fazer uma caminhada de dia todo e já me vi comendo barrinhas de cereal com soja... porque levamos pouca comida rápida. Depois comi tapioca no jantar e me lembrei que era de mandioca no último pedaço! Bem, adequações serão necessárias!
    Fiquei na dúvida tbm porque no livro tem alguns "não pode" como o inhame que estão no "pode" desta lista atualizada no post. Estou seguindo a atualizada. Mel, chimarrão e algas pode?

    Abraço,
    Simone

    ResponderExcluir
  139. O dr Barcellos proibia tubérculos, e para mim o inhame estava entre eles; há poucos anos descobri que não está, é um cormo, como o cará. Conhecendo cada vez mais as propriedades nutricionais e medicinais do inhame, achei importante fazer valer a distinção.

    Pode tudo, exceto o que ele proíbe.

    ResponderExcluir
  140. Débora, antes tarde que mais tarde: estou trabalhando nisso. E é uma trabalheira, pode crer! Um abraço!

    ResponderExcluir
  141. Sem batata-doce ou mandioca qual seria o carboidrato que eu consumiria antes de fazer ginastica?
    Do que seria composto o "cafe da manha"?
    Obrigada
    Abs
    Daniela

    ResponderExcluir
  142. Sonia, boa tarde.

    Gostaria de parabenizar por sua iniciativa. A frase inicial de seu blog é simplesmente devastadora: "A SAÚDE É SUBVERSIVA PORQUE NÃO DÁ LUCRO A NINGUÉM"

    Parabéns!

    Fiquei com uma dúvida.

    Porque nesta dieta, devemos evitar todos os derivados de leite ao passo que a carne bovina está liberada?

    Cordialmente,

    Anderson.

    ResponderExcluir
  143. Oi, Anderson, adorei o devastadora, embora seja terrível constatar isso. A frase é de 1985, apareceu pela primeira vez no meu livro Deixa sair. Nova ambiguidade: não sei se me sinto feliz por ela ser cada vez mais atual ou amargurada por essa consciência.

    Sobre leite e carne: o dr Barcellos primeiro entendeu quais alimentos desencadeavam os ataques de asma, depois foi refinando a pesquisa até chegar à bioquímica, na faculdade de medicina. Reparou nas proteínas, que são construtoras de tecidos. Confirmou a intuição de que algumas são profundamente inadequadas em certas situações. Fez a lista e passou a experimentar a dieta clinicamente nos 40 anos seguintes. Constatou que o problema vem do leite e não da carne de boi.

    O leite tem uma combinação de aminoácidos própria para nutrir e formar um animal quadrúpede que pesa 800 quilos e tem chifre, pelo e rabo. É um alimento que serve para o período inicial da vida daquela espécie. O ser humano, quando toma leite de vaca ou come seus derivados, não se dá conta do poder que eles têm de alterar a qualidade dos fluidos do corpo. Deixam resíduos muito difíceis de assimilar e de eliminar. Qualquer um que já teve uma gripe sabe disso.

    E como esse muco é cheio de nutrientes para uma galera de parasitas, cria-se uma situação inteiramente fora de controle para o sistema imunológico. Que se gasta em vão, dando oportunidade ao adoecimento.

    Bem, foi assim que eu entendi. Não acredite, experimente. Um abraço!

    ResponderExcluir
  144. Sonia, você sabe o motivo da condenação do abacate?

    ResponderExcluir
  145. Oi, Fernanda, para o dr Barcellos o motivo é sempre o mesmo: os tecidos fazem reações inflamatórias ditas alérgicas, ou de crescimento desorganizado, na presença de certos aminoácidos. O tipo de proteína do abacate seria inadequado a tecidos com algum tipo de lesão ou perda da imunidade.

    Eu já senti desconforto intestinal com abacate em creme depois do almoço, mesmo sendo batido com água. Mas não sinto desconforto algum quando como guacamole, que leva coentro, cebola, tomate, limão. Um abraço!

    ResponderExcluir
  146. Isadora Franco24/04/2013 10:40

    Sonia,

    3 meses de Dr Barcellos na minha vida(não continuamente na dieta porque eu tive um baque emocional muito forte, que me fez dar umas escapadas para pizzas e até fumar cigarros por alguns dias) = 8 kg a menos, muito mais disposição, quase sem celulite, e o mais incrível: com muito mais controle inclusive sobre meus vícios. Mesmo minha recaída com o cigarro, numa situação de luto tensa, não foi um abismo como das outras vezes, eu não sentia a mesma vontade louca de fumar que eu tinha antes, eu me controlei e larguei de novo, e foi muito fácil. Açúcar? De vez em nunca eu como um pouco, me lembro do mal que faz no dia seguinte, e é muito mais fácil não comer de novo. Café? Parei naturalmente de precisar tomá-lo para ficar bem, agora é só um quitute de encontrar amigos de vez em quando.

    Meu marido, que é um preguiçoso e amante de queijo e abacate, nunca seguiu a dieta de fato, mas só de almoçar e jantar minha comida feita segundo a dieta, simplesmente deixou de ter reações alérgicas a gatos, e também está melhor da alergia a pó. Sem contar que ele desinchou um pouco...

    Nem com um milhão de palavras eu conseguiria te agradecer, Sonia.

    ResponderExcluir
  147. Pô Isadora,

    Que lindo seu testemunho. É muito bom para quem vem atrás (ou ao lado, ou mesmo na frente) ter esse tipo de feedback, de resposta, de encorajamento.

    Estou há um mês e pouquinho fazendo a dieta do Dr. Barcellos, me sinto bem disposta também. Mas o mais excepcional dessa dieta, do ponto de vista de uma gordinha que já se sacrificou inúmeras vezes com regimes, é que ela é fácil de fazer. As restrições são muito leves, e nos conduz a consumir muito mais alimentos da terra (frutas, legumes e verduras) do que o normal. E, o mais importante: eu não passo NADICA de fome. Estou sempre bem.
    Meu único pepino é que, ainda que esteja sem laticínio de nenhuma espécie, ainda estou com uma rinite chata e inisistente. Por isso queria seu conselho, Sonia: aqui em Belo Horizonte, você saberia me indicar um médico que me ajude a descobrir a causa e a solução para essa alergia chata? É pura alergia mesmo, sem muco. Dificudlade respiratória e nariz bastante entupido, apesar da natação, da dieta, e de tantas outras medidas...
    Agradeço à Sonia, à Isadora, e a todos os outros que nos dão força!

    ResponderExcluir
  148. Isadora, que feliz o seu depoimento! Quem merece mesmo os agradecimentos é o dr Barcellos, que já não pode desfrutar deles. Eu só agarrei a oportunidade. O que acho mais bacana é que ela proporciona autoconhecimento e senso crítico. Fica difícil comer na rua, né? E a gente observa como o queijo é usado como alimento recreativo...

    Fernanda, também adorei o que você disse: essa dieta é fácil de fazer e não dá fome nem carência.

    Em BH você pode consultar um ótimo terapeuta holístico, acupuntor e bichólogo, que é o Geraldo Granja, tel 31 3458-9343.

    E eu vou dar um curso em BH em meados de maio, já sabe? Informaçòes pelos tels 31 3657-8078 e 9742-8080. Nos vemos lá?

    Abraços, meninas, e muito obrigada!

    ResponderExcluir
  149. Sonia, outra perguntita: o fato de deixar as leguminosas de molho com gotinhas de limão antes de cozinha-las não neutralizaria seus efeitos negativos?

    ResponderExcluir
  150. Como assim, Fernanda? Você leu direito a questão das proteínas?

    ResponderExcluir
  151. Sônia,
    Queria fazer algumas perguntas...

    1) Frutas secas/passas como tâmara, damasco, ameixa, uvas, tem sido bons snacks. Pode, tem que moderar,que eu faço?

    2) Alguma dica de cozinha pra evitar exagerar no glúten?

    e

    3)Ghee. Eu sei, laticínios não pode (e tem sido LINDO ficar sem eles), mas é que ghee é ghee, né

    ResponderExcluir
  152. Manoela, poder pode. Não tenho recomendado porque desconfio de fungos, quase sempre. No damasco, por ex, você vê claramente uma nuvenzinha esbranquiçada mesmo quando ele está lindinho. A gente não sabe quanto tempo esses produtos ficam nos depósitos e nas prateleiras, daí minhas reticências. Nem se são pulverizados com alguma torpeza inseticida. Nesse sentido, as melhores frutas secas seriam as nacionais.

    O glúten não me preocupa, o excesso de farinhas sim. Dica? Fazer mais comida de verdade, ora essa. Mas naquela hora em que só uns biscoitos resolvem, untá-los com alguma gordura boa ajuda a moderar os efeitos do carboidrato.

    Manteiga pode, dizia dr. Barcellos. Teoricamente, manteiga não tem o excesso de proteínas. Menos ainda tem o ghee, já que a fervura em banho-maria faz subirem os resíduos para serem retirados. Na minha pessoa física, entretanto, manteiga e sinusite andam juntas. Experimente e observe! Um abraço!

    ResponderExcluir
  153. Sônia,
    MUITO obrigada pelas respostas! Vc sempre me ajuda a ver as coisas por um outro prisma.

    Estou contentíssima com a dieta. São só 10 dias, e eu desinchei, meu sono melhorou... tenho cozinhado muito mais, botando toda a criatividade pra funcionar (eu adoro cozinhar). Neste final de semana, encontrei uns amigos e várias pessoas comentaram que "afinei", que minha pele está bonita - caraca, como isso me fez bem!

    E além disso, hoje tive uma crise alérgica. Eu sempre tive rinite alérgica e tem alguma coisa no lugar onde trabalho que me faz ter umas crises de vez em quando... Enfim, hoje espirrei, nariz escorreu, aquela coisa toda. Maaaas não fiquei entupida, em momento algum... continuei respirando normalmente! Quando a ficha me caiu, eu fiquei realmente impressionada, porque acho que foi tão pouco tempo de dieta e já pude sentir como a crise foi muito mais amena.

    Já estava, e agora estou muito mais empolgada com as transformações que a dieta pode promover. Sou muito grata a vc, e ao Dr. Barcellos!

    Um abraço!!

    ResponderExcluir
  154. Sônia,

    E o missô e o shoyu naturalmente fermentados, como na macrobiótica?

    ResponderExcluir
  155. Viva, Manuela! :-) Abração!

    Luiz Carlos, eu uso o missô e o shoyu não pasteurizados da Família Hattori, vou até fazer um post a respeito assim que sobrar um tempinho. Os do prof. Kikuchi, em SP, também são vivos e maravilhosos. Acredito que só possam fazer bem. O problema é o pessoal não conseguir comprar e ficar no ora veja, ou no shoyu comercial horrendo...

    O dr Barcellos nunca se debruçou sobre essa questão. Não era da cultura dele usar misso e shoyu. Tentei levar esse papo, mas ele não se interessou. Experimente e observe! Um abraço!

    ResponderExcluir
  156. Sônia queria agradecer seus livros e sua bondade em compartilhar a dieta do Dr. Barcellos, minha pequena Inahú sofre com uma dermatite atópica que nunca me disseram que podia ser alergia alimentar e então após ler seu livro Atchim me convenci que era sim alimentar e sofro com ela nisso desde seus dois meses...estou na dieta com ela há 8 dias e já temos melhoras. Compartilho isso num blog para q outras mães e colegas a distância tenham acesso a essa sabedoria
    http://comereser.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  157. Oi, Márcia, a dieta é ótima - mas também é bom vermifugar, pois parasitas intestinais provocam muita dermatite. Às vezes são só lombriguinhas, que criança costuma ter sempre. Muito obrigada por compartilhar, um abraço e sucesso no tratamento da pequena Inahú!

    ResponderExcluir
  158. Sonia, me diz uma coisa: inverno chegando, corpo pedindo mais calor, excelente periodo para as sopas. Eu adoro, acho praticas e muito nutritivas, sem necessariamente serem bombas caloricas. Aproveitando os legumes da estação, comprei um repolho roxo e tô com ele por aqui, querendo fazer uma sopinha gostosa. O problema é que a sopa levaria batata como legume "engrossador". Nessas horas, você sugere o inhame como substituto? Digo, não so nesta receita precisa, mas em outras também...
    Obrigada, querida!

    ResponderExcluir
  159. Fernanda, o inhame faz tudo o que a batata faz, e melhor :-) . Por exemplo, um creme de inhame é depurativo, desintoxicante, ajuda a esvaziar os intestinos, protege da dengue... enquanto a batata apenas engrossa o caldo.

    Gosto de misturar vários vegetais na sopa, por ex: inhame, repolho, cenoura, rabanete. Não ponho sal e tempero com misso da Familia Hattori. Mmmm... Abraço!

    ResponderExcluir
  160. Sonia, eu de novo!Tava aqui pesquisando no seu bloguinho uma receita pra fortalecer os rins, minha acupunturista me disse que o excesso de urina pode indicar alguma fragilidade renal... aí caí na sopa de feijão preto e fiquei com muita vontade de fazer, mas na dietinha do Dr. Barcellos não é indicado... você teria alguma outra sugestão de chá ou receita para fortalecer os rins?
    Obrigada, querida! Boa semana pra você! :)

    ResponderExcluir
  161. Ah, Fernanda, muita coisa pra te perguntar em relação a sintomas como urinar muito: está comendo muita fruta? comendo comida fria? bebendo água fria? suco de frutas? algum congelado na parada? anda sentindo frio? tem usado meias nos pés? faixa de crepe de algodão ou seda em torno dos rins, para aquecer?

    Chá de cavalinha (Equisetum arvensis) é ótimo pros rins. E um dia só da sopa de feijão preto não mata, a menos que existam tumores. Vamos falando. Um abraço!

    ResponderExcluir
  162. Ô Sonia, eu até bebo bastante liquido, mas ainda assim acho meio exagerada a quantidade de urina... Fruta eu como sim, mas frutas de inverno, com menos caldo (banana, maçã e mamaão, basicamente). A agua é do filtro de barro, sempre, naquela temperatura; nada de congelados, suco quase nunca; frio normal, mas sou mais calorenta. Meias so com tênis ou quando ta frio, mas também é raro. Fiquei 7 anos em Paris, me acostumei com o frio. Uma coisa que sei é que a absorção do liquido no meu organismo é bem rapida, posso identificar pelo cheiro. As vezes faço xixi e pelo cheiro penso "pô, ja estou urinando isso?!". Uma aula de natação de 50 minutos, para mim é o limite: faço xixi imediatamente antes de entrar na piscina, e quando acaba ja estou bem apertada. Outro exemplo: tenho evitado ao maximo liquidos depois das 18, 19h, mas de nada adianta: religiosamente todas as noites acordo para fazer xixi. :p Dureza!

    Vou começar a tomar o cavalinha!

    Grata de novo, querida!

    ResponderExcluir
  163. Sonia,

    Os cormos (inhame, cará) são permitidos ou não? Na página http://correcotia.com/cancer/ eles estão listados como "proibidos" e nesse post como permitidos.

    Obrigado

    ResponderExcluir
  164. Olá Sônia!

    Você tem indicação de um bom homeopata aqui em São Paulo?

    Obrigada

    ResponderExcluir
  165. Santiago, a dieta correta do dr Barcellos proíbe todos os tubérculos e considera inhame e cará como tal. Dependendo do caso, experimente e observe as reações; é o que estou fazendo. Um dos leitores assíduos deste blog, o Bruno, já registrou que no caso dele houve piora. Um abraço!

    ResponderExcluir
  166. Oi Sonia.
    Já reparei muitas vezes em livros seus, principalmente na loja e restaurante Alternativa em Pinheiros, São Paulo. Escutei você hoje no programa “Caminhos Alternativos” da CBN e já imprimi as suas dicas sobre a dieta do Dr. Barcellos.
    Quem sabe, me livre agora da rinite e da insistente sinusite.
    Obrigada!
    Claudia

    ResponderExcluir
  167. Ah, Claudia, você vai sim se livrar delas - e de outras coisas mais - com a dieta do dr Barcellos, que é ótima!
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  168. Olá, Sônia!

    Conhecendo o blog, quase por acaso... Minha mãe tem Lupus e tem sofrido bastante. Tenho procurado formas de ajuda-la nessa luta diária. Essa dieta seria boa para pacientes de Lupus?

    ResponderExcluir
  169. Acho que sim; essa dieta desinflama e ajuda o sistema imunológico. O que chamam de "doenças autoimunes" está muito ligado à presença de protozoários, vermes e fungos sem diagnóstico. Um abraço!

    ResponderExcluir
  170. fátima mattos21/08/2013 23:00

    Olá Sônia, entrei no seu blog há pouco e descobri informações valiosíssimas. Me entusiasmei em participar, minha irmã está mal faz uns 2 meses, crise lombar, mobilidade bem reduzida. Não é só, tem um ferimento no seio, um aberto e uma bola ainda fechada e dura (parece uma espinha gigante), surgiu faz ano e meio. Ela não quer recorrer aos tratamentos convencionais, dentro dos nossos saberes tem melhorado, mas acho necessário buscar um profissional alternativo. A dúvida é começar por onde, por quem. Me chamou muito a atenção a Dieta do Dr. Barcelos e a importância do exame parasitológico. Ela é portadora de deficiência física leve, emoções conturbadas, negativas, baixa autoestima, diagnosticada depressão c pânico relativamente leves, mas pouco sai de casa, não trabalha. Gostaria muito de poder ajudá-la. Espero ter-lhe dado panorama relativamente claro. Obrigada pela sua atenção. abraço fátima mattos sp-sp

    ResponderExcluir
  171. Oi, Fátima, costumo indicar 3 profissionais nessa área: Susana Ayres, em Brasilia e por skype, tel 61 8628-1231, susanaayres@gmail.com, Geraldo Granja, em BH e Rio e também à distância, tel 31 3458-9343, geraldogranja.blogspot.com , e o prof. Jaime Bruning, www.jaimebruning.com.br . Um abraço!

    ResponderExcluir
  172. Oi, Sonia,
    Estava lendo sobre uma das dietas da moda, a paleolítica, e a achei bem parecida com a do dr. Barcellos. Daí voltei para reler esse post, e vi que me enganei: ela é parecida em algumas coisas, mas em outras não. A paleo permite comer derivados do leite (inclusive nata e creme de leite) e a pessoa pode comer o quanto queira de gordura (exceto os óleos derivados de sementes) mas proíbe o trigo e o arroz.
    Daí que outra dieta "da moda" é a que proíbe e vilaniza o glúten. Então gostaria de saber a sua opinião sobre o glúten. Por que ele está sendo demonizado? Ele faz realmente tão mal assim?

    Bom, depois de ler os comentários favoráveis aqui, decidi seguir a dieta do dr. Barcellos, mas fiquei com uma dúvida: o abacate não poode, e pra mim isso é uma lástima, até porque ele ajuda a emagrecer. Mas você diz aqui que em forma de guacamole ele não te causa desconforto. Isso quer dizer que posso comer guacamole? Eu amooo guacamole, aliás, adoro comida mexicana!
    Abraços e obrigada!

    ResponderExcluir
  173. Jussara, o dr Barcellos proíbe o abacate. Eu posso comentar uma coisa e outra, mas a dieta dele é como ele deixou, certo?
    Sobre o glúten, para mim é inocente. Uma medicina que não descobre uma lombriga, uma ameba, tem que inventar novos nomes para os sintomas que elas - e dezenas de outros parasitas - produzem. Um abraço!

    ResponderExcluir
  174. Olá Sônia, estou aguardando seu livro sobre candidiase chegar. A biopsia da colonoscopia deu hiperplasia linfoide reacional no íleo e foi feita pesquisa de protozoários,ovos e helmintos que deu negativa. Amanhã vou fazer um exame de sangue Asca para crohn. Meu intestino é regular e não tenho diarreia. Eu tenho dor de estomago de madrugada faz 10 meses. A endoscopia apresentou gastrite, já tomei várias remédios sem efeito. O fato é que quando tomei fluconazol,uma dose única para candidiase vaginal, a dor de estomago parou por 10 dias. Tenho exame parasitologico 3 amostras que não deu nada. Até um exame específico de clostridium deu negativo. Já me falaram para deitar do lado esquerdo o que parou de doer mas fica uma movimentação no estomago de madrugada. Gostaria de uma orientação estou com restrição para ver intolerancia: gluten, leite, soja, açúcar faz 1 mês . Desconfio, agora,que tem algum bichinho pois não sara e emagreci muito com as restrições alimentares. Tem algum laboratório que vc indicaria em SP que faria uma pesquisa completa inclusive fungos? O Fleury? Peço suas orientações. Grata!

    ResponderExcluir
  175. Anita, o laboratório em que confio fica no Rio, você pode mandar as amostras por sedex: 21 2548-0648, dr Helio Copelman. Não tem convênio. Os que têm geralmente fazem exames que não dão nada.

    Como alternativa, gosto dos diagnósticos vibracionais, feitos mesmo à distância, por radiestesia: Susana Ayres, tel 61-8628-1231, ou Geraldo Granja, tel 31 3458-9343. Um abraço!

    ResponderExcluir
  176. porq abacate foi excluido,eu considero/considerava abacate o santo graal da alimentaçao,bua bua bua

    ResponderExcluir
  177. O abacate é muito nutritivo, Elielson, assim como os feijões e a carne de porco. Mas pessoas sensíveis, que apresentam reações alérgicas e tumores, não se dão bem com eles. A dieta não é de prevenção, é de tratamento.

    Mas tirar leite e derivados sim, é prevenção. Um abraço!

    ResponderExcluir
  178. Desculpe Sonia, mas como você faz um belo trabalho, não poderia deixar de comentar: o gluten não é inocente. Sigam o Dr Victor Sorrentino e vcs poderão ver o veneno que é. Existem vários artigos sérios sobre o trigo atual e os males qu ele causa (aos celíacos e não celíacos). Portanto, como vc é mente aberta, resolvi contribuir.

    ResponderExcluir
  179. Sonia onde eu acho este medicamento Entamoeba histolytica 30CH homeoopatia???

    ResponderExcluir
  180. Anônimo 1: cada um é livre para acreditar no que quiser, até mesmo em doença celíaca.

    Anônimo 2: você tem que encontrar um/a homeopata e pedir a receita para levar à farmácia e mandar fazer.

    ResponderExcluir
  181. Voltando ao gluten, sugiro que leiam o livro barriga de trigo, por exemplo, fora os artigos que existem de problemas de memória, digestivos, etc relacionados ao gluten.

    ResponderExcluir
  182. E a você eu sugiro ler sobre protozoários e vermes em www.correcotia.com/vermes, de graça.

    E sobre candidíase, que dá muito mais do que problemas de memória, digestivos etc.

    ResponderExcluir
  183. OLA SONIA,TUDO BEM, VENHO SEGUINDO ESTA DIETA E OUTRA TAMBEM, MAIS ENCONTRO ALIMENTOS AKI, QUE NA OUTRA NAO POSSO COMER, E VICE VERSA, SINTO MUITAS INFLAMAÇOES NO CORPO QUANDO COMO DE TUDO, E COM ESSAS DUAS,EU MELHORO MUITO, MAI GOSTARIA DE ESCLARECER,ALGUMAS COISAS QUE AKI COMO, E LA NÃO, SEI QUE LA SE TRATA DE LUPUS, MAIS A FINALIDADE E A MESMA http://curassecretas.blogspot.com.br/ > OBRIG. POR ME ESCLARECER, UM ABRAÇO DA AMIGA APARECIDA

    ResponderExcluir
  184. Aparecida, não tenho como avaliar outras dietas. A do dr Barcellos eu sei que funciona e faço direto. Um abraço!

    ResponderExcluir
  185. Oi Sônia! A dieta do Dr. Barcellos, funciona somente na prevenção ou pode ser utilizada como método de cura? Grato

    ResponderExcluir
  186. Luciano, originalmente ela é de cura. Veja mais em www.correcotia.com/cancer . Um abraço!

    ResponderExcluir
  187. Prezada Sônia,

    Mues cumprimentos desde Aracaju, onde moro. Parabens pelo seu trabalho, todo trabalho em prol do bem do próximo é digno de nota e elogio e é o que vc faz. Mas fiquei com uma dúvida: Em um post vc disse que cada um é livre pra pensar no que quiser inclusive na existência de doença celíaca. A senhora não acredita na existência dela? Poderia me " desencucar"...rs abs

    p.s. por sugestão da amiga hoje enviei material para Dr. Hélio no RJ.

    ResponderExcluir
  188. Guilherme, acredito que a medicina falha ao não fazer o diagnóstico diferencial procurando parasitoses. Veja quantos diagnósticos diferentes existem para o coitado do intestino: colite ulcerativa, mal de Crohn, síndrome de cólon irritável, doença celíaca… e NUNCA parasitose. Você acredita nessa medicina? Eu, não. A parasitologia é uma ciência médica que poderia evitar muitos problemas de saúde e economizar bilhões de reais, nossos e do governo. Vai ver, o problema é esse - escamoteiam os bons diagnósticos de olho nos rios de dinheiro que virão atrás… E obrigada pelos elogios. Espero fazer por merecê-los.

    ResponderExcluir
  189. Querida Sonia, fui ontem à sua palestra em Brasília, que bom lhe ver pessoalmente e sentir sua vibração de paixão pelo conhecimento.
    Muito grata por compartilhar tantas descobertas!
    Já entrei em contato com o laboratório do Dr. Copelman para fazer uma investigação mais aprofundada a respeito de parasitoses. Vou me libertar do vício de doces e algo me diz que agora vou cortar o mal pela raiz. :)
    Abraço fraterno!
    Thaís

    ResponderExcluir
  190. Oi, Thaís, você vai virar uma esquina importante na vida! Muito obrigada pela presença no curso. A turma estava sensacional, também adorei. Abraço grande!

    ResponderExcluir
  191. Sonia, nossa...cada dia fico mais sua fã. Estou impressionada relendo esta dieta, pois comecei a observar alimentos que me faziam mal (tenho uma alergia recorrente nas mãos que ainda não descobri a causa exata), e tem muito sentido, tanto a do Dr. Barcellos como a da Cândida. Comprei o livro da Cândida na saraiva, deve chegar amanhã, e não sei se você acha legal, mas ganhei um livro que está me ajudando bastante também, bem antigo, medicina alternativa de a a z - carlos nascimento spethmann. Fui diagnosticada com hipotireoidismo já a algum tempo, mas não encaro muito como uma "causa", e mais uma consequência de diversos desequilíbrios. e ainda fiquei com a pulga atrás da orelha pois li que o medicamento que segundo é usado no tratamento é um dos medicamentos mais usados no brasil, ou seja...precisamos de muita desintoxicação por aqui. E lendo os comentários das pessoas, é muito impressionante, também tive deficiência de vitamina D, C, Ferro, além do hormonio tireoidiano,e faz algum tempo tomei os suplementos mas senti necessidade de mudar a rotina mesmo, tomar um pouco de sol, comer alimentos de verdade,mover o corpo,eliminando gradualmente suplementos e hormônio e vendo a reação do meu corpo...nas mãos, o inhame foi mto bom e um santo remédio a pomada de calêndula da homeopatia (mas sempre volta e ainda hei de descobrir e eliminar esse invasor rs). minhas visitas constantes aqui cada vez me ajudam mais.como é difícil mas gratificante mudar hábitos que só nos fazem mal e às vezes nem imaginamos...quero fazer as duas dietas pra ver o que acontece até a primavera rs. Você é maravilhosa, uma inspiração.Te admiro e agradeço demais!!!! beijocas

    ResponderExcluir
  192. Oi, Unknown, e eu sou cada dia mais grata ao dr Barcellos, que me ensinou o caminho das pedras. Faço a dieta dele direto, e evidentemente a da candidíase também, a esperta, com passinhos para trás depois de um abuso qualquer.

    Força nas tranças! Um abraço!

    ResponderExcluir
  193. Olá Sonia Hirsch,

    A tênia a qual você se refere, foi detectada em exame?

    Te admiro muito,

    Obrigado por tudo.

    ResponderExcluir
  194. Já li tudo e esclareci a dúvida sobre a tênia.

    Nossa e como o feedback aqui ajuda para esclarecer dúvidas e também para nos enxergar dentro de uma coletividade, "Nossa não sou a única"

    Te mando muito carinho.

    J

    ResponderExcluir
  195. Que bom, J! Muito carinho pra você também :-)

    ResponderExcluir
  196. QUERIDA SONIA
    ESTOU NO MEU MAIOR DESAFIO, FILHA UNICA PAI 94 MAE 89,ACABARAM DE VIR DO HOSP. HAVIAMOS NOS MUDADO, DE FORMA Q ESTAMOS COM TUDO FORA DO LUGAR, MINHA MÃE NAÕ SE LOCOMOVE SOZINHA OU MESMO P ALIMENTAR-SE E MEU MARIDO, MINHA UNICA FORTALEZA É 14 A + VELHO, TEM 80 ANOS. ESTÁ COM DIAGNOSTICO DE CA DO INTESTINO. ESPOU FAZENDO A DIETA DO DR BARCELLOS E ELE MELHOROU MAS PRECISO DE ORIENTAÇÃO. POR FAVOR, PODERIA ME SUGERIR ALGO? AGRADEÇO TANTO, NA VERDADE NÃO SEI COMO AGRADECER, GRATIDÃO ETERNA POR TANTAS XS EM Q JÁ ME AJUDOU. AMOR, MÁ

    ResponderExcluir
  197. Má, o dr Barcellos mandava fazer exame de fezes de 10 em 10 dias até dar positivo. Como hoje as normas para exames foram mediocrizadas, eles raramente dão resultados confiáveis, mas é bem provável que seu marido tenha alguma parasitose que precisa ser tratada. Amebas são a grande causa do câncer intestinal. Para tratá-las (eu tenho tendência a tê-las) gosto de homeopatia. Você tem possibilidade de consultar algum/a homeopata? Abraço grande!

    ResponderExcluir
  198. QUERIDA MUITO MUITO OBRIGADA DE TODO CORAÇÃO. PERDÃO TIVE UM DIA DIFICIL
    ACREDITO QUE SIM VOU PROCURAR UMA MÉDICA HOMEOPATA...NÃO SEI BEM POR ONDE COMEÇAR...O GIAMEBIL SUMIU MAS TRATA-SE DAS GIARDIAS SÓ, NÃO É?
    AMOR, GRATIDÃO ETERNA!
    BEIJO, MÁ

    ResponderExcluir