quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Outras verdades: Coletores menstruais & um texto imperdível da Tati Rocha

De: Tatiana Rocha
Para: Deixa sair

Sonia e companheiras,

eu tenho o mooncup, usei durante toda uma viagem que fiz pelo Brasil e é difícil a limpeza, troca e tudo mais. A gente sai pingando no chão do banheiro, as pernas juntinhas com um papel higiênco segurando o sangue, com o copinho na mão pra lavar na pia e o povo fica olhando pra você com aquela cara que nojo e surpresa. Desagradável.

Ele vaza, mancha, e tem que ter muito amor pela mãe natureza pra ficar sangrando no copinho. A solução é usar um absorvente de pano junto com o mooncup. Veja se eu posso ficar lavando paninho de menstruação... Prefiro sentar na terra, pelada a sangrar na terra e ter o furico comido pelas saúvas!

E tem mais: esse mooncup ferra com nossa auto estima. Eles falam que se vaza é porque você tem a perereca frouxa. Na verdade eles falam que é por falta de jeito pra colocar ou o tamanho é errado. Tem dois tamanhos. Eu uso o tamanho " king xots", afinal, eu devo ser proporcional, né? E usei diafragma muito tempo, tô careca de meter a mãozona dentro da caverninha pra tirar diafragma, colocar difragma. Coloquei o mooncup de todo os jeitos: sentada, deitada, de ladinho, fazendo beicinho. Não tem jeito. Vaza. Qual é a conclusão natural que você chega? Virei um caso de erosão xoxotal! Até cheguei a acreditar nessas asneira, eu que vivo nessa vida de  lascívia e devassidão, agradecendo de joelhos um homem animado e pintudo, com parto normal nas costas (melhor, nas partes vazantes), pensei: viu só?, foi nisso que deu, afrouxei!

Fiquei puta com isso e fui fazer o teste da perereca frouxa. Tem uns exercícios que eu faço há anos (tipo quebrar nozes na época do Natal), prende, segura, conta até dez, prende e solta, prende e solta, bem rapidinho. Faço tanto isso que acho que corro o risco de ter cãibra na perseguida. Eu ainda não quebro as nozes, mas já tô trincando, minha filha. O teste consiste em cortar rodelinhas de banana nanica com a piriquita.  Achei meio nojento e preferi me garantir com o teste do corte súbito do xixi. Tô massa. Seguro xixi que é uma beleza.

O que será que rola? Tenho que usar uma bacia em vez de um copinho?? A gente faz um esforço danado, lava roupa de cócoras e o escambau, fica andando pela casa como um sapo e vem um copinho lazarento que vaza e a culpa é tua que tem prexequinha frouxa.

Meu dilema acabou quando uma amiga  que tambem usava o tal mooncup, nunca teve filhos, namora esses vegetarianos, vegans, esse povo que eu tenho certeza que não tem lá muito ânimo, nem estômago, para sexo animal, vem ela me dizendo que tem que comprar calcinhas novas porque está tudo manchado de sangue menstrual porque o mooncup vaza!

Caraca, Deus seja louvado! Aquela merda vaza  mesmo!!

Menos uma neura.

Mês passado usei outra vez. Ferrei com tudo. Eu acho que meu fluxo ficou muito maior em função do meu DIU e com a sucção que o mooncup faz virei uma cachoeira. Sangrei, sangrei, sangrei como uma porca. E o pior é que você vê e sabe quantos mls sangrou.  Acho inclusive que meu DIU pode ter se deslocado, já que tenho um histórico de quase expulsão de um diu anterior.

Não é essas coisas todas não e eu comprei toda animada achando que fiz um negocião, estava me achando super ecológica.

Dancei.

Foi um desabafo porque tô menstruada. Que ironia.

187 comentários:

  1. Adorei o papo todo!!

    Tatiana e Sônia, estava eu aqui criando coragem para encarar um mooncup, e depois desse texto , tb prefiro as saúvas...

    Depois de não menstruar por 05 anos, por causa de duas amamentações pronlogadas, eis que a mãe natureza deu o ar da graça e eu nem sabia mais que modelo de absorvente me agradava já estava qse encarando o coletor...

    Agora a questão é... passar dias abafada com o bendito calorento absorvente ou coletar e vazar tudo... ô dilema!!!

    Beijo, beijo!

    ResponderExcluir
  2. hahaha, que ironia, passei 1 ano ensaiando... 6a fechei a compra, deve chegar hj, hahaha
    Espero que no meu caso com fluxo pequeno não vaze...
    Me surpreendeu :-)
    Até pq várias que conversei falam que tiram só qdo chegam em casa depois do dia todo no trabalho... Deve ter relação com a intensidade do fluxo, será? Bem, vou testar o meu. Mas amei o texto, adoro pessoa que consegue reclamar com humor!!

    ResponderExcluir
  3. Não entendo bem porque tanta decepção...
    Acho que tudo é uma questão de adaptação. Como em várias outras coisas na vida, tem gente que se adapta e gente que simplesmente não se adapta. Tenho uma amiga que não se adaptou. Morreu em alguns dolares e voltou a usar seu absorvente descartável.
    Eu usei o diva cup por anos, me adaptei muito bem. Se meu fluxo tá muito grande no iníco, tiro pra esvaziar com mais frequencia, simples assim. Minhas calcinhas não estão sujas, nunca passei vexame em banheiro publico, qdo a gente tem boa vontade sempre acha um jeito de lavá-lo sem estardalhaço. Acho pratico, facil de limpar, confortável e tudo mais.
    Estou gravida agora e pretendo testar fraldas de pano. COmprei algumas após pesquisar e conversar com algumas pessoas que tem experiencia no assunto. Aqui tb, algumas super se adaptaram, outras desistiram. Tentarei, se conseguir, melhor pro meu bebe e pro planeta, se não paciência.
    Renata

    ResponderExcluir
  4. Muito bom Tatiana!

    Confesso que nunca me atrevi a experimentar... não consegui nem imaginar como torna-lo seguro com minha rotina de sentar no chão, levantar, andar, no chão de novo e por ái vai.

    Mas para aplacar minha consciência me tornei adepta do movimento cuide do seu lixo, e o lixinho do banheiro eu queimo numa lata e uso as cinzas nas plantas.

    É o que dá para fazer. Parabéns Tatiana!Seu texto é ótimo!

    ResponderExcluir
  5. Pois então...

    Acho que cada um é de um jeito e nem tudo serve para todos. Simples assim. Quando eu usava diafragma, minhas amigas ficavam impressionadas pelo fato de eu usar algo tão "estranho", ao invés de facilitar com a pílula. Bem, eu nunca tomei pílula, tenho horror a pílula e nunca achei o diafragma nada de mais... Já tinha minha rotina... Não sei se o fato de nunca ter sido de "sexo casual" tb ajudou, porque imagino que a famosa paradinha para colocar o diafragma necessita um pouco de intimidade e companheirismo.

    Usei fralda de pano no meu filho, deixando a descartável somente para os momentos de passeios e ida ao médico. E a brincadeira até hoje, que ele está com 18 anos, é que esta foi a maior declaração de amor que poderia fazer pra ele: lavar suas fraldas (eca!rs)

    Quando surgiram aquelas toalhinhas modernas e ecológicas, logo pensei: amo meu sangue, não tenho problema nenhum em relação a ele, curto ficar menstruada, acho que é sinal de saúde... Mas já dei minha contribuição ao planeta com as fraldas de pano e com mais TUDO que sempre fiz e faço, desde quando não tinham inventado a palavra ecologia! A lista é tão imensa que ficaria dias escrevendo! Então, acho que estou liberada pra usar absorventes tradicionais só mais um pouquinho, porque a menstruação já está indo embora de vez...rs

    ResponderExcluir
  6. Oi gente, pois que sincronismo interessante: passei o dia a recomendar para as minhas amigas o coletor e postei um texto em meu blog sobre ele.
    A verdade é que custei alguns meses para me decidir (a gente tem cada resistência...)e há uns 4 meses comprei e uso meu coletor que é da marca Meluna. No primeiro mês de uso me enrosquei um pouco com ele, mas não desisti e no segundo mês já estava mais confiante. Agora, nem imagino mais minha vida sem ele, é muito prático e confortável, resolveu quase todos os meus problemas em relação à menstruação (sou alérgica a alguma química louca dos absorventes, inclusive internos e sempre sofri com eles) e me tira das costas um peso extra de gerar tanto resíduo.
    Meu Meluna nunca vazou até hoje, não saiu do lugar, não me deu cólicas, não me deixou constrangida (levo uma garrafinha de água comigo para dentro do banheiro na hora de esvaziar, assim lavo o copinho e a mim tb)...
    Faço a maior propaganda do bichinho e em geral recebo caras e uis de nojo e estranhamento, pois que gente é esquisita demais e tem nojo de si...
    Enfim, só tenho alegria com meu copinho e assim espero que seja para todo o sempre amém... de qualquer forma, é bom saber das várias variáveis....

    Beijos

    Kenia

    ResponderExcluir
  7. http://editordouoltabloide.fotoblog.uol.com.br/images/photo20040827181937.jpg

    ResponderExcluir
  8. Eu também ri muito com a descrição... Uso o Diva Cup tem uns 2 anos, mas preciso colocar junto um absorvente nos dias mais intensos, além de "descartar" a cada 2 ou 3 horas, meu fluxo é muito forte.
    Só que eu trabalho em casa e, pra sair, às vezes coloco absorvente interno (raramente) ou uso o toalete de deficientes, que costuma ter pia.

    Agora... tem um jeito de colocar que realmente ajuda a não vazar. É como se criasse um vácuo lá dentro e não tem a ver com tamanho da perseguida, que afinal é beeeem elástica, né!
    É um lance de colocar e dar uma giradinha qdo ele estiver no lugar certo.
    Aprendi isso em um site, que, obviamente, não lembro mais qual foi... rs***

    Boa sorte pra quem for usar, eu acho que ainda vale a pena sim!!


    Bjs,
    Lia

    ResponderExcluir
  9. Achei o texto agressivo (sei lá, ela falou que era um desabafo e que estava menstruada...), geralmente nessa época a gente fala muita bobagem. Como essa: "namora esses vegetarianos, vegans, esse povo que eu tenho certeza que não tem lá muito ânimo, nem estômago, para sexo animal".
    Concordo com alguns leitores que disseram que as coisas funcionam de maneira diferente para cada pessoa - por exemplo, praticar o vegetarianismo não me impede de gostar de sexo e nem de ser muito animada!

    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Olha só. Só tinha ouvido coisas positivas sobre o coletor até hoje. Eu tenho um misscup (uma marca brasileira) e vou te contar, o negócio nunca vazou comigo, fiquei até surpresa. Gosto bastante. Mas vou ser sincera, uso mais quando tô em casa, pq rola um nojinho mesmo de limpar ele em público.

    Não vou falar que a Tati é exagerada pq conheço ela e sei bem como ela é.. rs..

    Até mais!

    ResponderExcluir
  11. Bom gente, eu uso há quase um ano,e até agora não tive do que reclamar, não vaza,não incomoda e aguenta o "dia" todo, percebi que meu fluxo é bem menor do que o que eu imaginava, só pra vcs terem uma ideia, eu usava quatro pacotes de absorventes por cinco dias de menstruação, além de cólicas fortíssimas, coceira, alergia e corrimentos constantes; hoje não tenho nada disso, sou mãe tbm minha filha nasceu de parto "normal", não faço pompoarismo(ainda) e uso o coletor numa boa, quando comprei e vi o tamanho me assustei mas me livrei dos meus preconceitos bobos e hoje sou uma mulher muito mais feliz e livre. Não comprei o coletor por querer salvar o planeta, só achei que seria melhor pro meu corpo, que já estava gritando por "liberdade menstrual" rs.
    Um abraço em todas!

    Kelly Andrade.

    ResponderExcluir
  12. Gente, que delícia este papo!

    O texto trovejante da Tati - e olha que trovejava mais - teve o condão de suscitar uma mesa redonda em torno de um tema que diz respeito a mais da metade da população feminina do planeta. Estamos tendo um papo de pernas abertas, literalmente.

    ResponderExcluir
  13. E pra quem não sabe, o primeiro post sobre coletores menstruais está em http://www.soniahirsch.com/2010/03/almanaque-do-banheiro-lunas-de-algodao_01.html .

    ResponderExcluir
  14. Eu também uso o mooncup há mais quase 3 anos e AMO! Tive meus problemas no começo, com essa mania de querer lavar a cada vez que ia fazer xixi e tal, mas hoje em dia, se não estou nos dias mais fortes, nem tiro para esvaziar durante o dia: só durante o banho. Não vaza, não sai do lugar, posso correr, nadar, brincar de luta, dar cambalhota.... e é muito mais prático do que ficar carregando absorvente por aí.

    Mas conheço gente que não se adaptou ao coletor e foi procurar alternativas, como as esponjas menstruais, que também funcionam. Comigo, vazam um pouco, mas funcionam.

    Quem quer, procura.

    ResponderExcluir
  15. Hahaha, trovejante é uma ótima palavra, Sônia...
    Achei o texto um pouco agressivo tb, concordando com a Vera, mas como fico tão louca de TPM que não respondo por mim, dá pra dar até um desconto pra Tati menstruada...
    De qualquer forma, o texto é meio "radical"...
    Quanto aos problemas para limpar o coletor, sei lá, dá pra ser com classe, tb ninguém precisa ficar vendo o sangue da gente na pia do banheiro e essas coisas né? Ou não?

    Beijos

    Kenia

    ResponderExcluir
  16. Adorei essa mulher, assumidíssima.

    Nunca usei o coletor sintético, nunca gostei de OB e como menstruo pouco, parti para os absorventes de pano.
    Estou me dando bem, não precisa lavar enlouquecidamente.
    Qdo chego do trabalho à noite, deixo de molho. De manhã, escorro e lavo no chuveiro como uma calcinha (esfregando um lado no outro). Funciona e, enquanto uma "toalhinha" seca, uso outra. Tenho 3 e dá para administrar. Mas pode ser o caso de alguém precisar comprar mais. Foram relativamente baratas e ainda escolhi umas estampas bacanas: oncinha e hibiscus havaianos!

    ResponderExcluir
  17. AMEI, Carol!!! Oncinhas e hibiscos havainos!! :-) tb achei a Tati super assumida... Considerando como ela é como artista, não esperava nada diferente.
    Gente, a agressividade aumenta o humor :-) como uma caricatura :-) Tô adorando o papo. E apesar do texto, louca para experimentar o meu :-)
    Bjoks

    ResponderExcluir
  18. Bem, acertou quem viu o humor rascante. Quem conhece a figura sabe que poucas pessoas são mais engraçadas do que a Tati Rocha, uma moça altíssima, lindona, sarada, cantora, compositora, escritora, conselheira floral, mulher pensante de alma baiana. Viram seu blog? http://coisarara.blogspot.com/
    Quando estou meio deprimida, vou lá...

    ResponderExcluir
  19. Caríssimas companheiras,
    Eu tentei.
    E eu tentei em uma situaçáo extrema.
    Viajando de ônibus pelo Brasil com uma companhia de teatro, tomando banho em posto de gasolina, praticamente só usando banheiro público e descobri que é praticamente impossível trocar o moomcup no banheiro sacolejante do ônibus.Não dá. Simplesmente náo dá.
    Tentei em casa.Só em casa.Não sabia desse macete de dar a rodadinha pra firmar melhor. Pode ser que isso ajude, não sei.
    Mas eu sou do tipo que sangra com vontade porque esse DIU que uso é por demais sanguinolento. Encho fácil, fácil o copinho. E também não sou moça comportada. Pelo contrário, literalmente fico de cabeça pra baixo, subo em árvore,me movimento muito e o tempo todo. Vai ver que é mais indicado pra moças mais finas e comportadas.
    Eu desisti.

    ResponderExcluir
  20. Fui lá no blog, linda mesmo essa Tati...

    Quanto ao copinho ser para moças comportadas hahahahahaha, gostei, vou até incorporar, pelo menos posso usar isso para dizer que sou comportada....

    Sei lá, vai saber, Tati.... vai ver varia de mulher pra mulher mesmo. Dou a tal rodadinha tb pra colocar no lugar, no folheto explicativo veio a dica. Tb pode ser pela quantidade de sangue mesmo, eu sangro pouquinho, nem se ficar 3 dias com ele grudado em mim acho que encho o copinho!!!!

    ResponderExcluir
  21. hahaha, esse último comentários da Tatiana foi d+. Viro de cabeça para baixo etc etc, ahahahaha. Ri muito.

    ResponderExcluir
  22. Eu uso o meu Diva Cup há um ano. Demorou 2 ciclos para eu me adaptar e hoje eu coloco e tiro com MUITA facilidade, é ultra prático, não vaza. No 1o e 2o dias eu uso um absorvente diário, mini, porque meu fluxo é muito intenso e o sangue residual escorre mesmo. E eu realmente eu não recomendo para situações, digamos, selvagens rsrsrs.

    ResponderExcluir
  23. Amei essa Tati!
    Excelente texto.
    Sou vegetariana e não vi nada de agressivo.
    Por isso que dizem que os vegetarinaos são chatos, esse excesso de sensibilidade até mesmo em um texto tão divertido como este é que faz nossa má fama, sabiam?
    Ou será que tem mais gente menstruada por aqui? rsrsrsrs

    Brincadeirinhas à parte, sempre usei OB, há mais de 20 anos que uso e nunca tive problemas. Mas lendo os depoimentos das moças pró-cup, fiquei com vontade experimentar.
    Paninhos não, nem pensar!
    Ficar esfregando paninho ia me fazer ficar é com raiva do Planeta rsrsrs
    Mas os de oncinha e hibiscos tb me deram vontade rsrs

    Delícia de papo!
    E que delícia de Blog, viu Sônia?
    Beijão

    ResponderExcluir
  24. Mais um preconceito: "por isso que dizem que os vegetarinaos são chatos"...
    Mostrar sensibilidade é ser chato e ser agressivo é ser engraçado: viva a diversidade,não?

    Bjs

    ResponderExcluir
  25. Concordo, Vera.
    Não diria se tratar de sensibilidade, mas de questionamento mesmo Numa época em que as mulheres tem horror de menstruar, a ponto de usar contraceptivos que interrompem seu ciclo (!), se masculinizando cada vez mais, justo quando nosso planeta precisa tanto da amorosa energia feminina, nada mais me espanta.
    Se considerar meu sangue algo sagrado e valorizar o meu ciclo, e portanto os dias do mês me que menstruo, é ser sensível, então eu sou sim, e muito!
    Nada contra o humor, apenas o que está por trás de algumas piadas e atitudes.
    Ah, Tati e Sonia, não me refiro ao texto do post, mas sim a quem se incomoda com quem pensa diferente.

    ResponderExcluir
  26. ò só...
    Sou vegetariana e todo mês,na TPM, viro uma fera pra lá de selvagem...
    E adorei o texto!! E tb não tenho lá muuuita paciência com gente muuuuito sensível, mas adoro gente curiosa e persistente feito as moças daí de cima...
    E vou testar minha perereca com um desses copinhos...

    bjs

    ResponderExcluir
  27. Nossa, primeiro ri muito com esse texto...muito comédia! Tb sou meio desbocada qdo tenho intimidade pra isso, então...mas, alto lá! Sou vegetariana rumo ao veganismo e muito animada para "sexo animal" e pra vida em geral...Sem preconceito com nosotros ;)

    Mas quanto ao copinho, minha experiência também é das melhores! Primeiro eu comprei absorventes de pano (ModSer, aqui de Brasília mesmo). E me encantei, fiquei super-fã, ao ponto de mandar e-mail coletivo para várias amigas e amigos recomendando. Eles são bem bonitinhos (tb tenho um de oncinha, Carol! rs), e não dão tanto trabalho assim pra lavar. Sem falar que fiquei tão feliz ao ver que aquele "futunzim" não era do meu sangue, e sim desses pedaços de algodão cheios de química e cola...adeus futum e coceira!! Dei pulos de felicidade, e faço propaganda pra todas mesmo!! =)

    Bem, depois de alguns meses me animei a comprar o MissCup, e também tô adorando. Passei um perrenguinho nos dois primeiros dias pra tirar, mas depois que "peguei a manha", super tranquilo. Tb não tive nenhum problema de vazamento, até por que meu fluxo já não é a enxurrada de alguns anos atrás. Mas também acho que é só trocar com mais frequência, vai de cada uma, né?

    Agora, tirar e colocar em banheiro de ônibus...putz, haja acrobacia e equilíbrio, heim! kkkkkkkkkkk

    Outra coisa: esvazio meu copinho na laranjeira que tenho na varanda...e ela fica linda, mais a cada mês!! =)

    ResponderExcluir
  28. Susana Ayres24/02/2011 21:15

    Não é, não é ou não é!!!! Isso tudo está ótimo, a cara da Tati. Valeu muito, tudo muito esclerecido.

    ResponderExcluir
  29. Fazia tempo que eu não passava aqui pelo blog, e mal retorno me deparo com esse texto pra lá de legal, bem humorado e muito bem escrito! Parabéns, Tati!

    Eu já passei do tempo de menstruar... ainda cheguei a ser apresentada às "toalhinhas" (com ou sem hibiscus) na pré-adolescência, mas JURO, sou bem feliz por já ter vivido no tempo dos absorventes descartáveis (que são absorventes, ao contrário das "toalhinhas") e fraldas idem. Não é nojo, rejeição ou nada que se pareça - é praticidade mesmo! Os absorventes e fraldas de hoje são muito mais seguros, e, podem acreditar, minha filha teve alergia... mas foi à fralda de pano! Ficamos pois, felizes as duas! E, se tratarem do lixo direitinho, a natureza também ficará.

    Posso estar falando besteira, entretanto, eu, sinceramente, tenho cá minhas reservas quanto à higiene dos mooncups... acho que eu não recolocaria na minha "intimidade" uma coisa lavada na pia de um banheiro, garrafinha plástica ou lencinho úmido (já que não deve ser lavado com sabão, pois alteraria o PH da vagina). Se uma lavagem de mãos, com sabão e tudo, ainda pode deixar bactérias residuais, prefiro não imaginar que resíduos ficam num mooncup... Também já li que o uso continuado dos mooncups, pode vir a provocar infecção urinária se a pessoa não se mantém bem hidratada durante o seu uso. Procurem na internet...

    Mas, enfim, cada organismo se adapta a uma coisa diferente - viva a diversidade!

    ResponderExcluir
  30. A gente tem um medo de bactéria né? :-) Mas no final são elas que mantém o corpo em equilibro. Tenho certeza que causa estranhamento por ser novidade... Mas higiene por higiene o sangue da menstruação fica com cheiro pq literalmente apodrece no absorvente de plástico/algodão. No coletor não. Então o que vale + é lavar a mão antes de manuseá-lo, pq o próprio coletor só terá bactéria da própria flora vaginal.

    ResponderExcluir
  31. Viva, Paula!!! Uma das coisas que mais me irritam na TV é a propaganda antibactéria. Aqueles sabonetes, então, para "proteger" a pele das crianças, acho um acinte, pura deseducação.

    ResponderExcluir
  32. Meninas, que polêmica, hein? Bom, eu sou do time das fãs do coletor menstrual. Uso há uns três anos e não quero outra vida. Antes dele, quando voltei a menstruar depois da segunda gravidez, Usei os paninhos.

    Se o meu vaza? De vez em quando, nos dois primeiros dias do ciclo, que a menstruação vem mais forte. Mas, ó, vazava também quando eu usava absorvente convencional interno ou externo (que deve ter uns 6 anos, pelo menos, que não uso). Então não vejo diferença. E tem que dar a viradinha pra ter certeza de que ficou sem ar no meio, porque se não tirar o vácuo, as chances de vazar são grandes.

    Nos próprios sites dos fabricantes, se não me falha a memória, diz que quem usa DIU pode ter mais problemas de vazamento. Faz parte. Deve ser duro mesmo usar coletor sem um banheiro decente pra sentar no vaso e lavar com calma, com chuveirinho.

    Ah, Sonia, esse post esculachando (esculaxando? ô preguiça de olhar no dicionário) os coletores tem que ter réplica, porque, apesar de divertido, é um desserviço, vai? Hahaha. Se já é um negócio com "estigma", a mulherada com interesse em experimentar faz uma busca e cai aqui no teu blog, e já fica logo com medo do negócio. ;-)

    ResponderExcluir
  33. Viva, Sonia! Concordo plenamente, sem neura, que excesso de proteção tem efeito "rebote" - sempre fui contra isso, mas tampouco lavaria o bebê com água suja...

    ResponderExcluir
  34. Epa!
    Sônia, então não é bom usar os protexes da vida? Fiquei em dúvida agora, pq eu uso várias vezes ao dia (o liquido) para lavar as mãos. E tb tomo banho com ele, inclusive nas partes mimosas. rsrsrssr
    Agora preocupei.
    :S

    ResponderExcluir
  35. Sílvia, eu nunca tive a menor vontade de experimentar esse treco, mas lendo os comentários, acabei ficando curiosa e vou comprar um. Agora os paninhos de hibisco e de oncinha, vcs bem que poderiam colocar o link, hein? Não sei se vou ter coragem de usar não, mas acho que posso tentar...

    ResponderExcluir
  36. Oi, Silvia, já rolou aqui um post super elogioso aos coletores: http://www.soniahirsch.com/2010/03/almanaque-do-banheiro-lunas-de-algodao_01.html, conforme comentei dia 23, e o presente esculacho eu nem acho que seja com eles, é com as coisas da vida que esculacham a gente... E, se algumas desanimam, veja a Dudu, aqui em cima, que ficou a fim.

    "Da discussão nasce a sabedoria!" Nada como uma boa conversa de mulheres em torno da experiência pessoal. Eu fico de fora porque não menstruo mais, mas tenho certeza de que usaria o copinho e os paninhos, porque sempre odiei o cheiro dos absorventes. Beijo!

    ResponderExcluir
  37. Oi, Anônima dos protexes (gostei!), não é bom não. Higiene demais é só neura. E nas partes mimosas, querida, não tem nada parecido com sujeira. Se estiver com cheirinho, cuide da alimentação que melhora. No dia a dia, água, muita água, é suficiente. Bidê, duchinha, garrafinha, toalha úmida. Especialmente após evacuar, pois aí é que mora o perigo.

    ResponderExcluir
  38. Oi Dudu!
    Uso o ModSer (http://sites.google.com/site/modserabsorventes/) e o Misscup (http://www.misscup.com.br/), preferi esse pq é produto nacional ;)

    Concordo com a Silvia, os absorventes de algodão e cola, internos ou externos, sempre vazaram comigo tb. Já os de pano e o Misscup, até agora nadica ;)

    "Da discussão nasce a sabedoria" - disse tudo, Sonia!

    Bjs em penca, meninas!

    ResponderExcluir
  39. Oi, gente
    Antes de comprar eu pesquisei muito. Li poucas coisas sobre o uso dos coletores com o DIU, mesmo assim arrisquei.
    Quase não encontrei comentários negativos sobre os coletores. Sou o contra ponto. O outro lado. Minha situação é real, é um contra ponto. Quem quer saber mais sobre o assunto vai chegar aqui, vai ler o texto, vai acompanhar os comentários e fazer sua própria avaliação. Acho isso absolutamente saudável.
    Como disse, achei que estava fazendo um negocião, mas para mim, não deu certo. Pelo jeito, a maioria curtiu, se adaptou e isso é ótimo.
    Mas também é válido ouvir uma outra situação.
    Um detalhe...sobre a higiene do coletor: eu optei por ferver o meu e lavar muito bem lavado com água e sabão sempre que esvaziava. Isso náo me incomodou em nada.

    ResponderExcluir
  40. Sonia, a gente estava falando sobre comerciais ridiculos esses dias no FB, e esses de sabonete-que-matam-tudo-até-nós-mesmo entraram na lista :-) por sinal, pedi para te adicionar lá no FB.
    Bjoks

    ResponderExcluir
  41. Silvia, sou a favor de um direito de resposta. E de preferencia com humor tb ;-)

    ResponderExcluir
  42. Legal, a cada passada por aqui, novos comentários. Mais legal ainda é que textos instigantes fazem a energia girar muito! É ler os comentários e perceber que o "chi" está se movimentando muito!
    Sábia Sônia.

    Bjs

    ResponderExcluir
  43. Então, Paula, não é direito de resposta o que está rolando aqui?

    Agora, sobre o FB, estou quase tirando minha face do book. Tenho amigos demais e fico estressadíssima quando entro lá. Não consigo responder às mensagens e acabo achando que estar aqui no blog é muito mais importante - fora os emails.

    Acho que vou abrir uma rede anti-social. Antissocial? Eca.

    ResponderExcluir
  44. Angela querida, bem-vinda! Saudades de você e dos seus comentários. Beijão!

    ResponderExcluir
  45. hahahaha, Sônia, uma coisa que não consigo imaginar é vc sendo "antissocial" hahaha, juro. Agora realmente acho o blog (e o tb blog do Candida - vc vai voltar a ele?) mais importante que o FB. FB pode agilizar um contato, mas vc responde tão rápido por aqui mesmo (por sinal nunca te agradeci a super resposta rápida para minhas dúvidas lá no blog da "mui amiga" Candida).
    Sobre o direito de resposta, só fiquei animada para ler outro texto engraçado, pq honestamente não acho que a Tati foi ofensiva em nenhum momento, que exigisse algo assim.
    Bjoks Bom final de semana

    ResponderExcluir
  46. Sai do FB não!!! Liga com o(s) blog(s) e tenta otimizar, dando você os inputs, que vai ver que facilita - sinto sua falta lá! Você faz MILAGRES respondendo a tanta gente - por isso é tão merecidamente querida! Tenho uma outra amiga escritora (de romances históricos) que vive o mesmo dilema, porque,como você, ela se nega a deixar um leitor sem resposta! É duro ser gente boa... =)

    ResponderExcluir
  47. Oi, Paula, o Candidíase tá andando devagar porque tô atolada na reforma ortográfica e digital dos livros - tudo o que era fotolito agora tem que ser PDF com as imagens no tamanho certinho e mil coisinhas que não domino, um perrengue. Mas já tô com o segundo post na agulha pra entrar lá.

    Oi, Angela, você sempre dando boas dicas - como é que eu "ligo" com os blogs??? Como é que eu dou os inputs???

    Beijos pras duas!

    ResponderExcluir
  48. Adoro esse espaço e curti o desabafo da Tati!

    UFA!!
    Eu uso e vaza pra caramba nos primeiros dias do fluxo! Tava certa que o problema era eu! hahahaa

    Beijos!

    Malu

    ResponderExcluir
  49. Clara machado26/02/2011 08:59

    Eu estou com a Tatiana, não consegui me adaptar ao copinho. Uso há dois meses e sempre vazou, um saco! Eu tenho uma cachoeira nesses dias.
    ainda nao desisti, mas tem horas que dá vontade de jogar ele fora.
    Abs,

    Clara

    ResponderExcluir
  50. Meu Deus! Que drama!
    Ri às gargalhadas!
    Ainda bem que entrei na menopausa!
    Abraço,
    Eduarda.

    ResponderExcluir
  51. Tb estou morrendo de rir, nunca tive coragem de enfiar um coletor desses, sempre me pareceu um "desentupidor de xereca" que pode criar vácuo a qualquer momento e eu acabar toda entalada sem conseguir arrancar aquilo e meu útero vir junto na sucção!

    Vou deixar 2 links, com a licença da Sonia.
    Onde comprar as "toalhinhas":
    http://www.coisasdemulher.com.br/
    .
    A foto dos meus abiosorventes de oncinha e hibiscus:
    http://caroldaemon.blogspot.com/2010/07/mais-dicas-para-um-banheiro-verde.html

    E viva e perereca!
    KKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  52. Queria agradecer a Tatiana por ter dividido sua experiência conosco. Com certeza vou pensar duas vezes antes de usar o coletor menstrual. Mas lamento por não ter dado certo, pois estava bem empolgada com a idéia...

    ResponderExcluir
  53. Tô adorando os comentários, cada uma com sua opinião. Nunca pensei em usar coletor, nunca nem usei tampões (sei que são diferentes), em todo caso, não é minha praia. Mas me interessei pelas toalhinhas. Só usei toalhinha no começo da menstruação; acho que por falta de absorventes em casa, minha mãe improvisou umas pra mim, e não achei ruim, não.
    Vou olhar o link que a Carol deixou.

    Sobre o Facebook, demorei a aderir, mas depois de muitos convites fiz uma conta na semana passada; só que achei o visual muito poluído, muitas informações de uma vez, não sei se vou me adaptar.

    ResponderExcluir
  54. Nossa, fui ver o filminho explicativo e os copinhos são grandes, hein?
    A amiga ali disse certo, cara de desentupidor de xereca rsrsrsrsrs
    E essa história do vácuo-arranca-útero? rsrsrsrs Pelo que entendi, vc aperta ele (dá a tal rodadinha que disseram ali em cima e faz o v[acuo, certo? Mas e na hora de tirar o copinho? Não sai ecorrendo? Pq se vc aperta embaixo, vai sair pela abertura de cima, não vai? Muitas dúvidas...
    Ótima oportunidade de tirá-las.

    ResponderExcluir
  55. Para quem usa os de paninho: aquilo não fica com mal cheiro, já que fica do lado de fora? E não mancha? Pq na calcinha, caiu um sanguinho já é uma dureza para sair. Será que sai só com sabonete? Se lavar com sabão em pó e quiboa não vai irritar a perereca depois? O tecido é um atoalhado, né? E dá-lhe esfregar, hein rsrsrs

    E os copinhos custam em torno de qto, meninas? Queria pegar na mão, ver o tamanho. Comprar pela net essas coisas é tão ruim...

    ResponderExcluir
  56. Mais uma: a Angela disse que "o uso continuado dos mooncups, pode vir a provocar infecção urinária se a pessoa não se mantém bem hidratada durante o seu uso." O que vcs acham disso?

    ResponderExcluir
  57. Já achei o preço:
    83 o de copinho (caro, né? para comprar e não usar...)

    E 13 o de pano. Uns 20 OBS...

    Oh, dúvida cruel...

    ResponderExcluir
  58. Minha perereca tb nao ta funcionando com o tal copinho, nao desgruda la dentro, fica achatadinho, coitado, o sangue desvia dele e cai todo no modess. Um dia consegui o encaixe e nao sei qual foi a magica, foi durante a noite, e acordei sem vazar nada, com meio copinho cheio, do comeco da menstruacao. Sera porque nao tava tao liso de sangue pra colocar, aff
    Nao tem jeito, entramos nos detalhes...

    ResponderExcluir
  59. Da Cláudia Vaz, em NY, para o Deixa sair: http://www.mum.org/CupPat1.htm: o alvorecer dos copinhos menstruais, em 1936.

    ResponderExcluir
  60. Olá, Sonia, pessoas.

    Hummm,
    Por que é que quando algo de encaixar no corpo não funciona 'certo', a 'culpa' tem de ser do corpo que 'é errado'?

    BeijOM,

    ResponderExcluir
  61. Oi, MaFê, porque a culpa é sempre do mais fraco. Por exemplo: a pessoa consome leite e laticínios inadequados para a digestão humana, fica com rinite e sinusite e vira "portadora de alergias". Passa a gastar com remédios e médicos e exames e vacinas e carrega a culpa de ser defeituosa...

    ResponderExcluir
  62. Enton,

    com a oportunidade de ter informação, selecionar o que serve para cada um e fazer uso, parece que ficamos fortes.(Sim? Não? ???)

    As manchas de sangue:
    'carimbadas' saem fácil com H²O². Antes, retira o excesso, depois um sabãozinho.
    Nada nunca de água sanitaria, é cloro, corrói as fibras das roupas.

    BeijOM,

    ResponderExcluir
  63. Gente, eu não fiquei aborrecida com o texto da Tati, não, eu só falei em réplica para os leitores verem o outro lado. Mas a Sonia tem razão, já teve um post sobre o assunto aqui, e nós estamos debatendo o assunto nos comentários. Quem tiver interesse de verdade no assunto vai ler os comentários.

    Sobre a lavagem dos paninhos, pra Dudu: quando tirar, deixa de molho na água. Essa água pode ser usada pra regar as plantas, dizem os entendidos que tem muitos nutrientes. Depois, eu costumava deixar de molho em água com sabão de coco e bicarbonato de sódio (se puder deixar no sol, melhor ainda) e lavava normalmente. Se precisar, pode usar água oxigenada, como disse a MaFê, que é indicada pra tirar manchas de sangue. Água sanitária acaba com os paninhos e não resolve o problema das manchas (experiência própria).

    Gente, o vácuo que faz é pouco, não dá pra arrancar o útero fora, podem ter certeza. :-D Não dá nem pra sentir. Senta no vaso, faz força de cocô (a mesma que faz na hora de parir), aperta a base e puxa. O sangue já cai direto na privada, e lava-se com o chuveirinho, de preferência. Fica pronto pra outra.

    ResponderExcluir
  64. Obrigada pelas dicas de lavação, meninas!
    :)

    Mas pq será que mesmo tendo sua origem la em 1936 esses copinhos nunca vingaram, né?
    Quai$$$ $erão o$ verdadeiro$$$ motivo$$$, hein?

    Só isso já é um bom motivo para experimentar: Revolta!

    ResponderExcluir
  65. Dudu, é i$$o mas é muito mais: uma ideia superlativa de higiene se apossou da sociedade americana em certa altura, somou-se aos preconceitos de todas as outras culturas e levou aos limites nossa aversão por tudo o que sai do corpo - catarro, meleca, xixi, cocô, suor e, claro, sangue. Sangue é tabu. Entre judeus ortodoxos, a mulher menstruada é impura e o homem não pode tocá-la, ou melhor: não pode sequer pegar algo que venha da mão dela. Não é doido? Nós naturebas é que paramos pra pensar melhor e vimos que não tem problema nenhum, ao contrário: fala-me do teu cocô e te direi quem és...

    ResponderExcluir
  66. OI, Sonia - desculpa pela demora!!!!!!! andei fora do ar uns dias.

    Caramba, não sei responder a essa pergunta sobre o FB tecnicamente, mas talvez a resposta seja deixar de ser "pessoa" e passar a ser "página" - assim a gente deixa de ter "friends" e passa a ter "likes". Mas eu acho que elas ficam independentes.

    Tenho "friends" que criaram páginas específicas para os blogs,e funcionam separadamente. Com o tempo, ou desfazem a página pessoal, ou limitam-se a usá-la para assuntos pessoais, baixando o tráfego.

    A Pat Feldman tem uma página do Crianças na Cozinha e talvez possa dar umas dicas. O ideal é ter os posts dos blogs postados automaticamente no FB. Assino vários e vejo comentários nos dois lugares, só que, evidentmente, a coisa fica mais focada para os administradores.

    Eu tenho meu blog no "networkblogs" do FB, mas não dá muito certo não... meus posts vão para lá automaticamente, mas é completamente desconectado da minha página, não recomendo.

    Se eu tiver alguma dica importante, eu aviso. Xi-Coração procê!

    ResponderExcluir
  67. "Diga-me do teu cocô e te direi quem és" seria um ótimo nome para livro, viu, Sônia rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  68. raquel ribeiro03/03/2011 07:09

    Sonia, se a ideia era gerar polemica, parabens!, acho que o textin meio grosserin da Tati foi campeao. Depois de tantos coments, soh um detalhe: que papo eh esse que pinto vegano nao gosta de sexo animal? hellou, tati, experimente transar com um cara depois de uma ida a churrascaria: performance zero, bafo dez :))
    Esse papo de que veg eh fraquinho eh dos preconceitos mais bestas que ainda atravancam o movimento.
    raquel, adepta do copinho, dos paninhos e do sexo no capricho

    ResponderExcluir
  69. Oi, Raquel, a ideia não era gerar polêmica, embora nada contra; a ideia era apenas publicar esse texto muito engraçado, inteligente e esbravejante que fala de forma tão pessoal sobre perrengues atuais de mulher. Como eu disse lá em cima, um papo de pernas abertas com outras verdades. Acho sensacional a pessoa poder rir de si mesma até numa situação dessas. Fazer os outros rirem, então, melhor ainda: só comprova o talento.

    Ponto para a diversidade! Um abraço!

    ResponderExcluir
  70. Meninas amei e ri muito com todos os comentários, como eu já tô na meno não uso mais, mas realmente quanto menos quimica e fibra sintética melhor! Ah! Sonia tem um video tão legal sobre Permacultura que acho que voce vai gostar - via segredos da horta lá no FB:http://thechange2004.blogspot.com/2011/02/farm-for-future.html Dá um belo post!

    ResponderExcluir
  71. Ah, Tibet, então conta pra nós! Eu tenho banda lerda, pra ver qualquer coisa no YouTube tenho que ter uma paciência de Jó...

    ResponderExcluir
  72. Raquel Ribeiro04/03/2011 08:58

    Entendo, Sonia. Mas, francamente, nao achei divertido. Gracinhas do genero acabam sendo um desfavor a causa da ecologia intima, do cuidado com o planeta e quetais. A verdade eh que eh mil mto mais pratico tascar um OB, descartar um modess, comprar sabonete e xampu prontos, usar pasta de dente industrializada... Enfim, fazer parte da engrenagem desse mundo consumista e egoista.

    ResponderExcluir
  73. posso postar no FACEBOOK...é sobre a cultura de alimentos e a profunda mudança que já se avizinha com o petróleo rareando e ficando mais caro, para os agricultores.A Permacultura propõe um cultivo no meio da vegetação local onde o solo volta a ficar vivo e o equilibrio e diversidade da vida dispensa o uso de defensivos e quimica para o plantio. São 40 min que nos prendem pois as informações são importantes e tranversais com outras temáticas ecológicas. É muito bom mesmo!meu facebook é Elizabeth Zimpeck, são todas bem vindas meninas!

    ResponderExcluir
  74. Puxa, Raquel, que pena que você não gostou. Mas na vida, segundo os budistas, existe a regra do 1/3. Que é assim: qualquer coisa que se faça ou diga, 1/3 das pessoas vão gostar, 1/3 das pessoas não vão gostar e 1/3 das pessoas talvez sim, talvez não, talvez tanto faz... Um abraço!

    ResponderExcluir
  75. raquel ribeiro07/03/2011 16:10

    os budistas estao certissimos! valeu, sonia :)

    ResponderExcluir
  76. Oi Sonia!

    Por cauda da cândida preciso desesperadamente largar o anticoncepcional e gostaria de usar o diafragma. Mas parece que o bichinho não é tão seguro contra gravidez né? Me ajude Sonia! Me ajudem meninas! Agradeço a quem puder dividir comigo a experiência.

    Bjus!!!

    ResponderExcluir
  77. nossa, não gostei desse texto não!
    eu uso o mooncup desde que minha menstruação voltou depois do parto, e sinceramente, nunca tive problemas. eu já coloquei mooncup depois inclusive de ter tido práticas sexuais bem "abertas", e ele nao vazou. nao tem nada a ver com vagina, com tamanho de vagina, e nunca vi ninguem falar isso. sinceramente, amiga, vc que não achou ainda um jeito de por. colocar o diafragma e o mooncup é bem diferente. tb uso DIU e tenho um fluxo ridiculamente absurdo no segundo dia, tenho que esvaziar o mooncup de 2 em 2h, mas não vejo nada demais nisso, porque se não fosse o mooncup, seria um Ob, um absorvente de pano, ou qualquer outra coisa, porque é absurdo mesmo. Tb nunca tive problemas em lavar o mooncup, ando com uma garrafinha de água que bebo e com essa agua lavo rapidinho o copinho.
    enfim, nunca tive acidentes significativos com o mooncup, usei ele até depois de um acidente de carro em que eu nao conseguia por direitinho, e nada deu errado.
    e olha que eu nao tenho uma vida sexual nada pacata!
    claro que preferiria mesntruar na terra, mas é a melhor opção que conheço hoje...

    bjos e ate

    ResponderExcluir
  78. Oi, Joaninha, a discussão quanto ao diafragma poderia repetir a dos copinhos menstruais: muitas mulheres usam e se dão bem, outras têm história de gravidez.

    Conheço diafragma+esponja+gel espermicida como garantia tripla.

    Penso que a grande coisa é você saber quando entra no período fértil e quando sai dele. Claro que é durante esse período que nós mulheres ficamos mais atraentes e dadivosas, mas se não quer engravidar, o preço a pagar pela transa - sem DIU - são os cuidados extraordinários. Um abraço!

    ResponderExcluir
  79. Sonia,

    beleza?

    Eu usei diafragma. Não acho menhum cuidado extraordinário. Diafragma + gel + preservativo pode ser uma boa escolha também, afinal, quando 2 se responsabilizam e concepção acidental não acontece.

    Saber quando se está e quanto dura o período fértil é interessante, independente do tipo de anticoncepcional que se escolhe usar. É questão de auto-conhecimento, para mim vale ouro.

    BeijOM,

    ResponderExcluir
  80. Obrigada meninas pela ajuda! Estou pensando em tudo que me disseram.

    Bjs!!

    ResponderExcluir
  81. Obrigada meninas pela ajuda! Estou pensando em tudo que me disseram.

    Bjs!!

    ResponderExcluir
  82. Obrigada meninas pela ajuda! Estou pensando em tudo que me disseram.

    Bjs!!

    ResponderExcluir
  83. Obrigada meninas pela ajuda! Estou pensando em tudo que me disseram.

    Bjs!!

    ResponderExcluir
  84. Obrigada meninas pela ajuda! Estou pensando em tudo que me disseram.

    Bjs!!

    ResponderExcluir
  85. Ai meu Deus! Me desculpem! O computador travou...

    ResponderExcluir
  86. Olá Sônia. Mudando mas nem tanto de assunto, com a permissão de tod@s: acabo de receber seu livro Candisíase, a praga. Vou começar a estudá-lo, mas tenho desde já uma dúvida: a dieta pode ser feita no outono-inverno? Ou é desesperadora nessa época, devido aos alimentos pouco calóricos?

    Obrigada e beijos.

    Kenia

    ResponderExcluir
  87. Oi, Kenia, se você fizer com a fartura de vegetais que eu sugiro e produtos animais na dose certa, não será tão desesperadora. Não se esqueça de tratar os vermes, que dão fome e compulsão. Um abraço!

    ResponderExcluir
  88. Olá Sonia, obrigada pela resposta. Estou me preparando para começar, procurando locais aqui na cidade para adquirir alimentos de melhor qualidade para a dieta. Quanto aos vermes, vou tentar as vermifugações mais naturebas que vc indica. Espero ser suficiente.
    Beijos e até breve.

    Kenia

    ResponderExcluir
  89. Olá querida Sonia!
    Debate acalorado hein, rs.
    Bom, tenho usado o coletor da Miss Cup a três ciclos. Em tdos eles tive problemas c/ vazamentos, mas não desanimei! Acredito q usá-lo fora de casa e durante viagens tb não deve ser fácil.
    Gostei do desabafo da Tati, cada qual c/ sua individualidade, não é?!
    Publiquei um post no blog Parto no Brasil q edito sobre essa questão do resgate do sagrado feminino - http://partonobrasil.blogspot.com/2011/01/so-para-mulheres.html
    Hj lançamos uma promoção, inclusive, q será sorteado um coletor - http://partonobrasil.blogspot.com/2011/03/promocao-todo-dia-e-dia-da-mulheres.html
    Linkei essa discussão por lá!
    E, assim vamos construindo novos conceitos sobre a feminilidade! Muito bom!
    Gde beijo!

    ResponderExcluir
  90. A principio, tambem achei o texto meio agressivo e de mau gosto , mas depois, um tanto quanto confortante e, por fim, legal por levantar a bola e mostrar um outro lado da coisa...

    Estou usando o mooncup há 3ciclos e agora parece que estou me entendendo melhor com ele, mas confesso que,
    frente a tantos vazamentos, me senti um pouco frustrada e achando que o problema era comigo.

    Me entendi de vez com ele porque agora decidi que comigo nao dá para usar nos 2dias piores, fora de casa,
    a parte isso, ele funciona perfeitamente bem nos outros 5dias entao vale a pena!!

    Ouvi dizer que o Divacup, (se nao me engano brasileiro !)
    nao vaza tanto porque tem a parte de cima mais rigida,
    entao tambem recomendo para quem for começar agora.

    Mas, mesmo tendo passado pelos perrengues todos, o copinho é otimo (já fiquei com ele, na boa, 12h!)
    recomendo fortemente
    (se vcs seguirem como tudo na vida a regra da expectativa funcional!)
    principalmente pela oportunidade que ele traz da gente conhecer melhor nossa intimidade (das profundezas da "caverninha" à quantidade real de fluxo)

    bjs
    Adri

    ResponderExcluir
  91. Desculpem, o coletor produzido no Brasil que me disseram que vaza menos e tem
    qualidade igual ou superior aos importados.

    é o MISSCUP!!!

    ResponderExcluir
  92. uso MissCup (coletor nacional) há 2 meses e estou 'apaixonada'. meu fluxo é forte no segundo dia e é somente aí que tenho um pouco mais de trabalho, mas nada diferente do que tinha com tampões ou absorventes. pra mim deu MUITO certo e eu não quero saber de outra coisa na minha vida. penso que sortuda será minha filha, que não precisará nunca usar absorvente descartável! ; )

    ResponderExcluir
  93. Pode crer! À noite, então, deve ser o máximo não ter que dormir de fraldão com abas...

    ResponderExcluir
  94. Ah, tantos sacrifícios a mulher já faz... a MINHA natureza agradece o conforto dos absorventes descartáveis nesse momento tão incômodo e disso eu não vou abrir mão, prefiro não usar esmaltes, maquiagem e outros tantos ornamentos e exageros de consumo em nome da "beleza".

    ResponderExcluir
  95. Pois eu discordo da ironia do texto, com todo o respeito a sua autora.

    Eu tenho o Miss Cup, e acho uma maravilha. E não somente pelo "ecologicamente correto". Pela praticidade e pelo contato que ele me permite comigo mesma.

    Ilusão é pensar que a mulher não sangra, que a vagina tem que ser "apertada", que a calcinha tem que ficar limpinha sempre. Ilusão é pensar que qualquer
    absorvente ou coletor vai impedir que o fluxo da natureza extravaze e saia como tem que sair.

    Isso tudo me remete a um certo "nojo" pelo sangue menstrual. Uma certa repulsa ao sangrar, ao "sofrimento" do ciclo que é tão nosso e tão bonito. Um não querer ver e tocar o próprio sangue, mesmo camuflado em palavras que querem fazer graça e sentar na areia para serem comidas pelas saúvas. Não me convenceu.

    Qualquer produto pode agradar ou desagradar. Mas menstruação pinga. O útero sangra em vermelho bem vivo. Uns mais, outros
    menos. E vai sangrar sempre até a menopausa chegar.

    "Meu dilema acabou quando uma amiga que tambem usava o tal mooncup, nunca
    teve filhos, namora esses vegetarianos, vegans, esse povo que eu tenho certeza
    que não tem lá muito ânimo, nem estômago, para sexo animal, vem ela me dizendo
    que tem que comprar calcinhas novas porque está tudo manchado de sangue
    menstrual porque o mooncup vaza!"

    E, cá entre nós, "esse povo vegan"? "não tem estômago para sexo animal?". não foi engraçado. foi pré-conceituoso.

    E viva os coletores!

    Ah, uma solução básica e fácil e colocar um pano, ou um absorvente fino, na época de maior fluxo menstrual. Aquela época em que tudo extravaza, seja de pano, de silicone ou de pape absorvente.

    ResponderExcluir
  96. Uso o copinho há dois anos e amo. Não sou "bem comportada", subo e desço o dia inteiro com as minhas duas meninas. Não vaza, não incomoda (incomodou nos primeiros dois ciclos) e não tem aquela coisa nojenta e quente de absorvente, só o sangue limpinho. Quanto ao tamanho, não me senti ofendida ao ver que o meu era o B. Detestei esse textinho irônico metido a engraçado! E detestaria mesmo se o mooncup não me servisse.

    ResponderExcluir
  97. gostei do humor do texto achei o desabafo divertido... a polêmica do coletor foi tanta que me instiga a experimenta-lo!

    todos os comments me levaram a um pensamento gostoso e uma frase de Rumi:

    " entre o certo e o errado existe um campo, encontre-me lá".

    ResponderExcluir
  98. Sônia, vc poderia por favor falar um pouco mais sobre a realação entre a pílula e a candíase? (naõ achei nada específico no livro e nem aqui no blog).
    Aliás, podia ter um tópico só para falarmos de anticoncepcionais, que tal?
    Beijão a todas vcs

    ResponderExcluir
  99. Véia, entrou uma lufada de ar fresco com seu comentário, que bom :-)

    E que frase tão perfeita para as circunstâncias! Obrigada, abração!

    ResponderExcluir
  100. A., o que eu sei é que estrogênio alto e candidíase andam juntos. Não sei explicar melhor mas tem gente que sabe. Se fizer diferença para você, posso indicar as fontes. Ou você procura no Google. Mas faz? Você quer é achar um jeito de continuar com a pílula e não ter candidíase, né não? Difícil...

    ResponderExcluir
  101. Mas adorei a ideia de fazer um post sobre contracepção - vou ver se apronto esta semana, assim que sair do atoleiro de fechamento da nova edição do Almanaque de Bichos. Valeu!

    ResponderExcluir
  102. Ola!
    Adorei o texto! Muito engracado!
    Como o topico foi aberto e vejo que tem mulheres lendo os comentarios para decidir a adesao aos coletores, aproveito para deixar o meu relato:
    Uso o mooncup desde agosto do ano passado e confesso que demorei uns ciclos pra me acostumar, pois tinha dificuldade em tira-lo sem sentir um pouco de dor, mas fui pegando a manha aos poucos.
    Como meu fluxo eh pequeno, passo longe do problema do vazamento. Faco esporte, pego praia e nunca deu nenhum problema de vazamento.
    So nao curto muito usa-lo durante viagens. Quando viajei foi ate estranho voltar a usar absorventes depois de passar um tempo usando o coletor.
    Quando uso banheiro publico, simplesmente nao lavo. Apenas esvazio e passo um papel higienico para limpar. Se eu tiver uma garrafinha, passo uma agua. Nunca lavo na pia coletiva, pois acho essa ideia muito estranha! Acho que nao precisamos compartilhar esse momento com ninguem. Mas
    gostei da dica do banheiro para deficientes, que geralmente tem pia. Ai sim, da pra lava-lo.

    Sonia querida, em relacao ao post da contracepcao, vou esperar ansiosamente!

    Beijos

    ResponderExcluir
  103. Outra idéia interessante para debatermos aqui nesse cantinho tão nosso que é o Blog da Sônia (fala sério, nossa anfitriã é o máximo, né?) seria menopausa e reposição hormonal. São tantas dúvidas, vixi!
    E onde encontrar informação confiável? Nem nos médicos dá para confiar, já que eles ganham tantos presentinhos e mimos das grandonas quer fazem "remédios".
    Vai saber qdo estão falando a verdade e qdo estão com interesses próprios?
    Ah, essas relações promíscuas...

    ResponderExcluir
  104. Boa idéia, contracepção e menarca: o que fazer.
    Pede-se um manual bem debatido, a gente vive á mercê das grandonas ;-)

    ResponderExcluir
  105. Gente que ótimo!!

    Tô adorando a polêmica!Apesar dos comentários meio sem humor, que infelizmente servem de base para idéias pré-concebidas sobre nós, os veganos.
    Mas vale a pena. As opiniões são ótimas, defensoras ou não, estamos discutindo e despertando curiosidades.
    Amém!
    BOM HUMOR, NÃO SAIA DE CASA SEM ELE!

    A todas vc, muito obrigado por tudo que venho aprendendo por aqui e nos outros blogs tb!

    ResponderExcluir
  106. Super apoio um post sobre contracepção e métodos!! Fui questionar uma das GOs que já fui e parece que as únicas opções são anticoncepcionais ou DIU (mesmo o que tem o anticoncepcional). parece que não existe outra opção... rsrsrsrs E meio que cansei de tomar pilula, tenho receio do Mirena e camisinha, tenho que ser honesta, não dá... Se for para solteiras, transando com 1 cara 1x... vá lá... mas honestamente com meu marido, a gente nào usa... E ai fica na neura se engravidou...

    ResponderExcluir
  107. Com humor ou sem humor, recomendo o documentário The Moon Inside You http://www.mooninsideyou.com/
    Assisti na internet um tempão atrás, agora não está mais disponível no site onde assisti.
    Mas é bem interessante, vale a pena ir atrás.
    Renata

    ResponderExcluir
  108. Pessoal, ótima discussão. Só gostaria de lembrar que usar banheiro reservado para pessoas com deficiência, não dá! Lava com a garrafinha.

    Segue texto do jornalista Jairo Marques sobre o porque dos banheiros.

    Banheiro ocupado

    - "Opa, tem gente!"

    - "Mai como que tem gente se só tem eu neste andar que precisa do banheiro para deficientes?"

    Silêncio do outro lado da porta da "casinha". Desisto de esperar o cidadão sair pra dar uma pisa nele.

    Já ouvi de tudo como explicação de pessoas que não precisam usar o banheiro reservado para os "malacados" estarem tomando conta do pedaço.

    "É mais limpinho". "É maior e eu só consigo fazer as minhas 'coisas' com as pernas bem esticadas (tem louco pra tudo)". "Nem percebi que era reservado (vai ver o cara é da matrix e não reparou, né? . Porque só um cego não consegue ver a plaquinha na porta, as barras de apoio, a válvula diferenciada).

    Aqui na Folha, em todo o quarto e quinto andares do prédio só eu sou cadeirante, mesmo assim, em casa de churrasqueiro todo mundo é vegetariano, né?. O banheiro reservado é sempre usado por quem não precisa.



    Certa vez, aconteceu um fato muito insólito aqui no jornal. Lá fui eu dar aquela urinaaaada da tarde e o banheiro tava ocupado. Paciência, né? Tive de voltar e esperar um pouco mais.

    No outro dia, o "meliante" veio me procurar para se justificar.

    "Jairo, eu percebi que você entrou no banheiro (é que os pneus 'garram' no piso e fazem barulho, num tem jeito) e eu estava usando...", se entregou o fulano.

    "Poi zé. Você tinha várias opções para refletir. Eu só tenho aquela, manja?!".

    "Cara, você ta coberto de razão. Mas eu fui acometido por uma dor de barriga daquelas que se eu pensasse muito eu perdia minha dignidade pra cueca. Ai eu entrei no banheiro, vi aquela portona aberta e...."

    Eu não sou radical em achar que o banheiro precisa ser "exclusivo". Quando todos os outros estiverem ocupados e o medo tiver perto de vencer a esperança , acho que a "casinha" pode ser usada.

    Mas os "mortais" precisam entender algumas coisinhas sobre a nossa necessidade de um banheiro especial:

    O banheiro dos "matrixianos" precisa mesmo ser pouco usado porque muitos de nós fazemos xixi por um canudinho , vulgo sonda uretral, o que nos deixa mais vulnerável a contrair uns bichinhos do mal.

    A lógica é: se há menos uso, o ambiente tende a ficar mais limpo e a gente menos exposto às infecções, sacam?

    Em geral, nós só temos UMA opção de casinha ao passo que quem não é deficiente há várias. Podem reparar que nos outros "mictórios" as portas são muito estreitas impedindo a entrada dos cavalos.

    A gente precisa de mais espaço porque pra esse povo sem perna, sem braço, cadeirante, muletante tudo é ligeiramente mais custoso.

    Imagine você manobrar uma "cadeira elétrica" dentro de um espaço tão reduzido? Imagine você ter de arriar as "carças" tendo menos forças nos braços e ainda por cima montado num cavalo?

    E tem aqueles que precisam de ajuda do enfermeiro, do padeiro, da amante... Ai é preciso mais espaço, mesmo, né?

    Precisamos também de um banheiro especial porque a gente demora mais do que os normais para as nossas reflexões.



    Apesar de o banheiro ser de pouco uso, ele num pode ser um abandono, né? Há lugares que o WC de cadeirantes, como já falei aqui, vira depósito, fica trancado, não passa por manutenção.

    Quando você vir alguém que não precisa utilizar a casinha dos "matrixianos", o ideal é que dê aquela conscientizada básica dando estes toques que eu falei por aqui, 'fechô'?

    ResponderExcluir
  109. Concordo com a PaulaZZT. Me vejo completamente sem opções no que se refere a métodos contraceptivos. Pensei no diu, mas minha gineca diz ser ruim porque ele também gera corrimento, além de não ser indicado para mim que ainda não tive filhos. O diafragama deve ser usado com espermicida, mas já ouvi dizer que os espermicidas acabam com a flora vaginal. O que fazer?

    ResponderExcluir
  110. Risos,

    o Jairo é um figura. Conheço ele de teclada, ele já 'falou' sobre Hatha Yoga 'para cadeirantes' lá no blog dele. (Hatha Yoga é para todo vivente, não importa seua condição de andante, cadeirante, cego, surdo, mudo.)

    PaulaZZT e Abelhinha:
    eu sou casada fazem 16 anos e somos animados, sei quando estou fértil (e então usamos camisinha) só engravidei quando quis(emos).

    Então, não precisa trancar as pernas e deixar criar teia de aranha.

    Não tem nóia nem carta na manga nenhuma, tem é auto-conhecimento e envolvimento no processo. Não dá pra ter preguiça de se conhecer, preguiça de ser ativo no processo= se responsabilizar em se conhecer de verdade mesmo, preguiça de experimentar, preguiça de mudar.

    ResponderExcluir
  111. Obrigada MaFê! É que quando iniciamos a vida sexual, aprendemos de cara a usar o anticoncepcional e ficamos perdidas qdo temos que deixá-lo. Mas com a caminhada e com a ajuda de pessoas como vc e a Sonia, vamos encontrando o caminho.

    Abs

    ResponderExcluir
  112. Oi Mafê, fiquei surpresa com seu depoimento pq venho de uma família de mulheres que engravidaram na tabelinha. Minha avó, a primogênita de 11, decidiu que só teria 1 filho (minha mãe). Obrigava meu avô a usar camisinha, mas mesmo assim fez 4 abortos em "noites de descuido".
    Minha mãe, geração pílula, resolveu fazer tabelinha 2 vezes depois de casada, ambas chamam-se "Carolina" e "Mariana" (eu e minha irmã). No parto de minha irmã mais nova, ligou as trompas.
    Eu mesma, quando namorei sério, cansei da pílula, o peito inchava, a menstruação vinha forte, etc. Resolvi fazer a tabela e tb engravidei no primeiro mês. Interrompi a gravidez, como minha avó fizera, e aprendi a lição para não voltar à clínica clandestina (caríssima, mas um tabu).

    Acho bárbaro mulheres que têm esse controle sobre o corpo e realmente gostaria de saber mais sobre o assunto.

    ResponderExcluir
  113. Minha mãe tb usava tabelinha, e engravidou de mim; ela passava mal com pílula.
    Mas, ao contrário da Carol, qdo eu usava pílula o fluxo era menor, eu tinha menos cólica e menos TPM. Mas resolvi parar pq me causava desconforto estomacal e pq queria parar de ingerir hormônio sintético (a pílula tb estava afetando minha libido). Fiz uma tabelinha virtual, que as mulheres usam para tentar engravidar com mais facilidade, só que no meu caso, eu usava para me precaver. Embora pelos cálculos e sintomas físicos eu soubesse quais eram os dias férteis, a tabelinha ajudava bastante. Nunca engravidei (nem tomando pílula nem usando tabelinha), acho que comigo a tabelinha funciona, até pq minha menstruação é bem certinha.

    ResponderExcluir
  114. Adorei o artigo do jornalista Jairo Marques sobre o banheiro especial. Valeu, Juba!

    ResponderExcluir
  115. Uau!!! Estou impressionada com a história da tebelinha também. Tenho uma amiga que faz tabela há uns 15 anos, nunca engravidou, mas sempre achei que ela era um fenômeno (ainda mais pq ela é do tipo que toma remédios fortes de farmácia até pra espirro, portanto não sei se ela é assim tão conhecedora do próprio corpo...). Todas as outras que conheço que fizeram tabela, engravidaram. Acho complicado...

    ResponderExcluir
  116. Carolina,

    a questão não é tanto de controle, mas sim de (auto)observação, respeito e coordenação.

    Não faço tabelinha (sempre achei uma coisa 'furada'), observo a mudança no muco cervical que indica o pré-paro para e a ovulação. Junto, eu vou marcando tudo o que me acontece num mega-calendário que chamo de Calendário da Lua. (quem faz minha Oficina 'de TPM' recebe e aprende a usar.) Assim eu tenho uma estatística para me amparar em debates com a medicina ocidental baseada em evidências estatísticas.
    Pra ser correta, são 26 anos observando e apreendendo.

    ResponderExcluir
  117. Sônia,

    vai lá ler o Blog do Jairo:
    http://assimcomovoce.folha.blog.uol.com.br/

    BeijOM,

    ResponderExcluir
  118. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  119. Só posso dizer uma coisa sobre esse post: ver 125 comentários sobre o assunto me deixou muito animada, ou seja, as mulheres estão cada vez mais interessadas em saber sobre seu corpo, sobre sua saúde, sobre o que sai de dentro dela e o sobre que ela põe pra dentro também (rs).

    Não vou entrar no mérito da discordância ou concordância com a autora do texto, mas fico feliz por ver o debate acontecendo aqui no blog da Sonia!

    ResponderExcluir
  120. Esqueci de falar da minha experiência. Botei o MoonCup em mim um dia, dormi bem com ele, mas, no dia seguinte, o copinho não saía de jeito nenhum. Eu simplesmente não conseguia alcançá-lo para fazer o vácuo e tirá-lo de lá!!!

    Fiquei desesperada, precisei de ajuda do meu marido e, depois disso, nunca mais consegui usá-lo, pois fiquei traumatizada (mas isso não quer dizer que outras pessoas não se adaptem bem ao copinho).

    Uma pena!

    ResponderExcluir
  121. Acho que cada um(a) é cada um(a).
    Mas será que a Tatiana não poderia se adaptar melhor a uma outra marca? Existem tantas...
    Eu usei um coletor menstrual este mês pela primeira vez e amei. Vazou um pouquinho (bem pouquinho) no segundo dia, que é o de fluxo mais forte. Como era minha "primeira vez", usei absorvente nos 3 primeiros dias por precaução, depois fiquei mais segura para dispensá-lo e agora sei que posso usar só um protetor diário ou um absorvente de pano no segundo dia e ficarei bem.
    (ou, quem sabe, eu pego o jeito nas próximas menstruações e não vaza mais nada?)

    De qualquer forma, minha experiência foi totalmente positiva.
    Exceto, talvez, uma pequena dificuldade para retirar (pego, aperto, puxo e dobro numa boa, mas a borda meio que "entala" na saída... rs), que acho que vai melhorar com a prática.

    Ah, só troquei em casa, no chuveiro. Fiquei várias horas na rua, sem trocar. Também dormi com ele, então mais de 8 horas sem tirar, e não vazou.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  122. Tem um livro chamado "Seu sangue é Ouro" (Lara Owen) que foi um divisor de luas para mim. Fala sobre os arquétipos femininos, o poder da mulher durante o período menstrual velado pela sociedade masculinizada, etc. Passei 1 ano e 3 meses sem menstruar depois que tive meu filho, li durante esse período e quando minha menstruação voltou a fluir, aprendi a ter uma outra relação com meu corpo, meu estado emocional e meu sangue durante a menstruação. Utilizo o DivaCup, e paninhos durante a menstruação, devolvo meu sangue para a terra e estou muito feliz com esse entendimento particular do feminino, da relação com a natureza e com meu próprio corpo. Vale a pena questionar os padrões estabelecidos sobre o tabu do sangue e experimentar o que é natural e próprio da mulher, como tirar um dia para sangrar sem copinho, paninho ou calcinha por exemplo.

    ResponderExcluir
  123. Adorei ler tudo isso aqui... diversas vezes parei em frente ao micro pensando se valia ou não a pena usar. aaaaaaaaaaaaaaafe... tenho tripla jornada em casa,com trabalho, bebe, marido e homeoffice...o que fazer com sangue vazando.. aaaaaaaaaaaah não.
    Mãe natureza, não vai dar.

    Sem falar do humor único nesse texto hihihihih muito bom.

    ResponderExcluir
  124. CONTRACEPÇÃO - tô lendo mal ou ninguém mencionou o MÉTODO DA TEMPERATURA BASAL... é simples, mais natural impossível, e requer apenas 1 semana de abstinência ou sexo com barreira por ciclo. Explicação no item 3.1 desse link: http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?472

    Se é seguro?... Bem... como dizia meu velho ginecologista, o único método 100% seguro é... "NÃO!" Mas comigo nunca falhou.

    ResponderExcluir
  125. Gente, menstruei e fui para meus abiosorventes de pano. Estava lá, toda catita qdo lembrei desse post tão animado e li a dica da Mafê: deixar de molho em água oxigenada (H2O2) para não usar água sanitária (cloro). Sensacional!
    Fiz e funcionou. Assim:
    Retirei a "toalhinha";
    Lavei na pia com sabonete líquido e continuou tudo encardido;
    Torci e apliquei água oxigenada líquida nas manchas;
    Torci, como se estivesse lavando uma calcinha, mas sen enxaguar;
    Enchi a pia com água pela metade;
    Deixei de molho de um dia para o outro;
    Saiu tudo!

    Vou comprar galões de água oxigenada líquida e usar em tudo, até lençol branco :-)))

    ResponderExcluir
  126. Gente, menstruei e fui para meus abiosorventes de pano. Estava lá, toda catita qdo lembrei desse post tão animado e li a dica da Mafê: deixar de molho em água oxigenada (H2O2) para não usar água sanitária (cloro). Sensacional!
    Fiz e funcionou. Assim:
    Retirei a "toalhinha";
    Lavei na pia com sabonete líquido e continuou tudo encardido;
    Torci e apliquei água oxigenada líquida nas manchas;
    Torci, como se estivesse lavando uma calcinha, mas sen enxaguar;
    Enchi a pia com água pela metade;
    Deixei de molho de um dia para o outro;
    Saiu tudo!

    Vou comprar galões de água oxigenada líquida e usar em tudo, até lençol branco :-)))

    ResponderExcluir
  127. Ai gente tenho q confessar...eu ri MUITO!! E achei muito bacana falar da temática dessa maneira!! Parabéns ^^

    ResponderExcluir
  128. Achei bem ruim o texto... ela começa falando da dificuldade, de sair pingando, de nojinho..
    fiz uma viagem de mochilão, peguei onibus, trem, metro, andei com mochila, sentei no chao da rodoviaria, + de 20 horas com meu coletor meluna G (era tao confortavel que esqueci que estava com ele e tinha que trocar..), primeiro dia de menstruação, tive que esvaziar ele no banheiro publico da rodoviaria, esvaziar e colocar de novo, nao tinha como.. mas nao descreveria como algo nojento, dificil e complicado, pelo contrario, acho muito simples e pratico.

    O meu nao vaza, vazou nas 2 primeiras usadas.. depois peguei o jeito, até durmo menstruada e sem calcinha, sem medo de ser feliz

    Infelizmente seu texto promove mitos e desinformação.. parto normal não deixa a mulher frouxa! O que relaxa a musculatura do assoalho pelvico é o peso da gestação (isso se a mulher não fizer exercicios e nao se cuidar). Seja por cesareana ou parto normal, a musculatura pode ficar mais relaxada, independentemente. Mas a vagina nao fica larga, o que dilata é o colo do utero, la dentro, e depois se fecha.. A vagina é elastica e se abre para dar a luz, e depois se fecha. Quem reclama de 'perereca frouxa' é prq nao faz exercicio, nao tem auto-consciencia corporal, devia praticar um pompoarismo, uns exercicios de kegel, aprender a segurar o xixi...

    Pior é o preconceito que voce promove esteriotipando vegetarianos como pessoas bicho grilo sujas que sao fracas demais pra uma boa noite de sexo, ridiculo. Sou vegetariana desde que nasci, são 26 anos sem nunca ter posto uma carne na boca. Meu coletor não vaza, não sou frouxa, conheço meu corpo e garanto que o sexo por aqui, deve ser bem melhor que por ai!

    ResponderExcluir
  129. Pôxa, estou aliviada, até pensei que o problema era comigo, pois além de ser difícil de colocar e tirar, incomoda e dá febre, minha alta estima foi lá em baixo, e eu fiquei fazando, tive que correr para o banheiro pingando, não conseguia sequer fazer nem o nº 1 nem o nº2, porque ele era arremessado para fora, esse copinho pode até salvar o planeta mas eu não vivo no tempo das cavernas para ficar com um coletor e ter que usar um paninho pra me socorrer no desespero do vazamento. Adorei seu blog, parabéns pela sinceridade. Um grd abraço!!!

    ResponderExcluir
  130. Depois que coloquei o DIU meu fluxo aumentou horrores e resolvi experimentar o divaCup.
    ESTOU ADORANDO e recomendo....
    Nada dessa historia de xonga larga, de levar copinho de sangue pra fora do banheiro.... Pa mim isso eh mais falta de habilidade motora. aaffff
    Vc pode muito bem jogar o sangue do copinho no vaso, enrolar o copinho no papel higiênico sair discretamente pra lavar e depois voltar pra colocar.. Qual o melindre/problema?
    Problema mesmo eh não acesso a água corrente ou não ter banheiro encanado... isso sim eh phod@....
    E continuo apertadinha, pra alegria do marida com ou sem o diva Cup... quanta viagem [veadagem?] nesse texto.
    Pra quem ta na duvida... VA FUNDO , nada melhor que a própria experiencia.

    ResponderExcluir
  131. "Vá fundo" parece ser a expressão correta!

    ResponderExcluir
  132. Eu estou usando o Moon, ainda sofro para tirar em alguns dias, mas como consigo fazer td em casa mesmo, sem problemas, faço no banho e sossegado :-)
    Agora me espanta a agressividade de alguns comentários. Infelizmente o humor no post inicial se perdeu para algumas tanto que apoiam qto que rejeitam. Eu, como perceberam, gosto do coletor e me adaptei, mas nem por isso não achei hilário ler o bom humor da Tatiana. Gente, levem a vida de maneira mais leve, peloamor...

    ResponderExcluir
  133. Disse tudo, Paula! Tatiana Rocha é uma pessoa que aproveita ao máximo as oportunidades de rir de si mesma, coisa que deveríamos todos exercitar diariamente - embora a militância em qualquer causa possa nos levar a posturas muito rígidas, que conheço bem...

    ResponderExcluir
  134. querida, veja esse quadro comparativo. voce pode testar o brasileiro, quem sabe nao vale a pena?
    http://menstrualcups.files.wordpress.com/2010/08/www-clothpads-org_cupcomparison_8-11-11_1b.png

    ResponderExcluir
  135. Que pena que a Tati não se adaptou. No meu caso foi diferente, uso a 03 anos e até hoje considero a melhor compra que fiz. Eu simplesmente amo essa invensão, na minha rotina se encaixou perfeitamente. Comigo nao vaza, não dá trabalho, não tem "contras". Nunca usei o mooncup. A marca que mais me agradou foi o Lunette. Vale a pena testar se não nunca irão descobrir se dará certo. Não tenho o que reclamar.

    ResponderExcluir
  136. Nada como um texto instigante para trazer bons comentários. Cada pessoa que diz que se adaptou bem, como a Linda, é um avanço na nossa compreensão de como a banda toca... Valeu, Linda, um abraço!

    ResponderExcluir
  137. Nossa , to me racahndo de rir até agora. Este texto é realmente original. Amei!! Bem , eu uso tem cerca de 3 meses o meu mooncup e realmente tenho o probleminha do vazamento que me deixou bem frustrada. rsrsrsrs Mas mesmo assim continuo usando , pois tenho a necessidade de buscar um contao mais intensivo com meu corpo e meu ser Mulhere com a Lua. Sofro de TPM e sempre estou muito explosiva e desequilibrada emocionalmente, por isso vusco e leio tudo que possa me ajudar a superar isso tudo.

    ResponderExcluir
  138. Oi, Flavia, então você já deve ter lido meu capítulo sobre TPM no livro Só Para Mulheres, não? Está integral em http://correcotia.com/mulheres/tpm.htm . Também recomendo responder ao questionário da candidíase crônica em http://correcotia.com/mulheres/questionario.pdf . Um abraço!

    ResponderExcluir
  139. Obrigada pela dica. Irei fazer os testes, só creio que meu problema nao tem haver com a candidiase, pois nesta minha busca de cura da tpm até vegetariana eu virei. rsrs Nao como nada com acucar, nem farinha branca e nem leite. E todos os dias tomo uma colher de cha de oleo de coco pela manha em jejum e pela noite antes de dormir. E claro que sempre passo óleo de coco direto na piriquita. rsrsrsrsrs Um abraco!

    ResponderExcluir
  140. Eu uso mooncup (tamanho pequeno pois fiquei com receio de encomendar o grande) faz uns 3 anos, também uso DIU há uns 15, e acho o mooncup ótimo. À noite uso paninhos. Em necessidade extrema uso os descartáveis (o que custa muito a acontecer). Gosto de pênis (de qualquer tamanho) e sexo vigoroso e sou vegana. Márcia

    ResponderExcluir
  141. ADOREI seu post. Primeiro, porque você escreveu com aquele humor ácido que só quem tá naqueles dias pode entender... rs. Mas, falando muito sério, eu andei pesquisando também... depois dessa onda toda ecológica, dessa questão de não expor nosso corpo às substâncias tóxicas dos absorventes comuns (mesmo não tendo encontrado nenhuma pesquisa mais realista sobre esse real risco), e todos os depoimentos de quem usa e achoa superfácil.
    Assistindo a um vídeo explicativo, eu achei super desconfortável ficar com o nosso sangue dentro da gente (se o corpo tá expulsando, é pra sair na hora, e não pra ficar num recipiente durante alguns instantes). Muito estranho, e como você acabou de me confirmar, o troço tinha toda a cara de que ia vazar, ainda mais para quem tem fluxo intenso, como eu, que pareço que vou morrer de tanto sangue que coloco pra fora.
    Até o momento, só tinha encontrado depoimentos fru-frus sobre a "maravilha de ser natural e usar um coletor menstrual" (e DIVERSOS), e o seu post foi o único que vi até agora (ainda estou pesquisando diversas coisas sobre prós e contras) metendo o pau nesse coletor. E depois do seu post, não preciso de mais nenhum outro falando bem, porque o que você me disse já me convenceu, me identifiquei LINHA POR LINHA com o que você disse. Obrigada!!!

    ResponderExcluir
  142. Oi gente. Li esse posts a tempos atrás e achei mto bom.ë sempre bom buscar opinião de mulheres que decidem experimentar. Tenho uma amiga que não se adaptou e a idéia do coletor me era muito esquisita. Mas comprei um Misscup e já vou pro quarto ciclo de uso. Achei ótimo, tive que treinar um pouquinho a colocação e a retirada e agora estou craque.Estou namorando um Meluna que tem vários tamanhos e uns pininhos diferentes pra ficar mais fácil de puxar pois meu ciclo é moderado mesmo depois de 3 partos normais. Pra mim foi uma libertação! E adorei ouvir as opiniões de quem usou. Se adaptar ou não não é a questão. O negócio é experimentar pois só assim a opinião vale. O resto é pré-conceito ;-). E viva nossos ciclos femininos, com copinho ou sem.

    ResponderExcluir
  143. Só vaza quando vc não coloca direito. Já eu, achava que tinha um problema porque não sentia ele "abrir" dentro de mim. Então eu rodo ele, até sentir ele abrindo.

    Acho que vaza porque vocês deixam ele dobrado, e saem com ele assim... então, deem uma rodadinha nele, pra ver se ele abre todo, antes de sair desfilando.

    Não é caso de perereca frouxa, não.

    E para limpar, eu tiro no vaso (cuidado para não cair!), esvazio ele lá mesmo e só depois eu lavo.

    Em banheiro público não dá pra fazer isso mesmo...

    ResponderExcluir
  144. Adorei o texto. Mais: é corajoso, em uma época em que a pessoa tem que cuidar o que vai escrever para não magoar todas a classe de castas e cotistas. Enfim, gente, só passei para dar parabéns ao texto e dizer que essa engenhoca é dos anos 30, não tem nada a ver com libertação, modernidade e ecologia. Tá lá, no Museu da Menstruação: http://t.co/py7BIFlc

    ResponderExcluir
  145. Não tive paciência pra ler todos os comentários, mas não sei se fiquei aliviada ou decepcionada com o texto. Comprei um coletor, venho usando há uns 3 meses e nunca consegui formar o vácuo. Comprei um Meluna soft médio e tive parto normal há 5 anos, não sei se tem a ver com isso. Também já dei a giradinha, puxadinha, apertadinha e todas as inhas que sugerem pra formar o bendito vácuo e nada. Tenho vontade de comprar um modelo tamanho G, mas tenho medo de também não dar certo e a mamãe aqui não tá podendo jogar dinheiro no vaso junto com a menstruação não. Enfim, continuo vazando e usando um protetor de calcinha pro negócio não ficar muito feio enquanto não decido o que fazer.

    ResponderExcluir
  146. Bom, comprei o meu meluna em janeiro desse ano e tenho usado desde então, mas ainda não me adaptei 100%.
    Meu fluxo costuma ser bem ameno e muitas vezes uso só protetor diário mesmo.
    O que mais me atraiu foi a perspectiva de ficar várias horas sem trocar o coletor e não precisar trocar cada vez que for ao banheiro (o que não é possível com absorventes internos nem externos comuns), porque fico fora de casa por horas e horas quase todo dia.
    Mas tenho a impressão de que isso (de ficar muito tempo com o coletor no corpo) pode ter causado ou piorado uma infecção que tive.
    Uma coisa que deu pra perceber é que aparece um muco quando uso o coletor e o fluxo é fraquinho demais.
    Alguém tem uma opinião sobre esse lado da moeda?

    ResponderExcluir
  147. Oi, Flora, não tenho experiência pessoal com os coletores mas também acho que não é bom ficar com o sangue dentro do canal vaginal por muitas horas. Afinal, é um sangue que está sendo eliminado do corpo. Não sei se o coletor influi no fluxo, acho difícil, mas pode ter a ver com mais secreção. Olho vivo. Um abraço!

    ResponderExcluir
  148. Primeiro quero dizer que adorei o texto! É bom ler outra opinião, bem humorada, já que os posts sobre os coletores são sempre maravilhosos, chegam até a criticar as pessoas que decidem por continuar usando os absorventes descartáveis, de uma forma bem arrogante até. Bom, questão de opinião, adaptação, estilo de vida, né? Cabe a cada um apenas.
    Mas preciso criticar a “dica” que deram nos comentários sobre usar o banheiro de deficiente por ter pia. Eu sou deficiente, mas uso muletas, e sempre evito usar o banheiro de deficientes por um único motivo. Esses banheiros são adaptados às pessoas que usam cadeira de rodas. Essas pessoas não conseguem usar outro tipo de banheiro sem passar pela humilhação de precisar pedir ajuda à alguém. Então não acho legal que apenas por questões ecológicas e de conforto próprio, alguém ache q pode usar o banheiro de deficientes. Os brasileiros tem essa mania de achar que “só um minutinho” não vai atrapalhar ninguém. Mas atrapalha, você não sabe se naquele minutinho vai chegar um cadeirante passando mal precisando usar o banheiro com urgencia. Acho que essa pessoa aí tem que repensar isso um pouco, os deficientes agradecem!

    ResponderExcluir
  149. Isadora Franco17/02/2013 01:08

    Acho que esse é o primeiro post do blog que não gosto.

    Uso desde que minha menstruação voltou depois de parir, há 2 anos e 4 meses, e não tenho problemas. Ok, adaptação foi um pouco difícil nos 3 primeiros meses, principalmente porque eu usava DIU na época(o que aumentou meu fluxo de maneira anormal, mas enfim, meu próprio corpo expeliu aquela porcaria).

    Passo muitas horas fora de casa, e nos primeiros dois dias tenho que esvaziar o coletor a cada 2 ou 3 horas tb. Para lavar, é simplérrimo, é só não ser sem noção como essa moça que levava para a pia do banheiro público: leve uma garrafinha de água para o banheiro, ou um copo mesmo com água, e lave dentro do próprio banheiro com água potável. Simples.

    E outra, o coletor não dá alergia, não resseca a vagina...Tive que usar absorvente interno(o externo me machuca profundamente a pele, consegue ser pior) durante 1 ciclo, porque tinha esquecido numa viagem à casa da minha mãe, e achei horrível a sensação de secura e a dor de colocar aquele algodão esquisito em mim. Credo! E transar depois de colocar essas porcarias? Nossa, é horrível, demora para recuperar a lubrificação normal...

    O coletor foi uma libertação para mim. Ok se não funcionou para você, mas desestimular as mulheres a experimentar como a autora deste post faz chega a ser criminoso!!!!

    Com certeza é uma possibilidade para boa parte das mulheres, e elas não podem ser desencorajadas de experimentar.

    E para viajar, é INFINITAMENTE MELHOR que com absorventes, que ocupam espaço na mala, e se vc curtir uma aventura de mochileira, ainda por cima são difíceis de encontrar se acabarem.

    Sem contar que eu gastei 80 reais e nunca mais desenbolsei um tostão com isso!

    ResponderExcluir
  150. Oi, Isadora, talvez você goste de ler a primeira publicação do blog sobre o tema, divulgando os coletores e as lunas, num texto de Raquel Ribeiro: http://www.soniahirsch.com/2010/03/almanaque-do-banheiro-lunas-de-algodao_01.html .

    Claro que é preciso incentivar tudo o que é mais natural. Mas, você sabe, nada é igual para todos. E quando o texto é inteligente e faz rir, a gente se dá conta de como é ridículo ficar defendendo uma posição rígida. Aprendi com um mestre budista que é bom usar a regra dos 33,3% em qualquer situaçào. Ela diz que, qualquer que seja o tema, 33,3% das pessoas vão concordar, 33,3% não vão e 33,3% podem ser indiferentes ou pender para qualquer um dos lados.

    Esse texto da Tati Rocha, aparentemente dissonante, para mim vale mais ainda por representar o contraponto. E vamos em frente. Um abraço!

    ResponderExcluir
  151. Olá, Gostei muito do texto, apesar de achar algumas partes um tanto exageradas. Mas acho que cada um tem o direito a opinar sobre as questões mais pertinentes à sua vida.

    Eu uso o Mooncup há 3 anos e sou muito feliz com ele. Na verdade comecei com os paninhos (os tenho há 5 anos) e quando morei fora do Brasil acabei comprando o coletor por lá, que era bem baratinho!

    Meu fluxo nos 2 primeiros dias é bem intenso, e acabo usando o coletor juntos com um paninho, não acho ruim, pois fico com o mesmo paninho o dia todo, pois o coletor vaza só um pouquinho, e só se eu fico muito tempo com ele.

    Sobre os banheiros públicos, acho que você levou a idéia de lavá-los à risca demais, não precisa sempre que tirar lavar com água, pode limpar com papel higiênico e depois em casa você faz a higienização.

    Bom, eu gosto de usar meu coletor e meus paninhos, me sinto bem comigo mesma e com o planeta!

    Beijo

    ResponderExcluir
  152. Isso é um caso sério, uso DIU há 4 anos e nunca tive problemas, porem após 2 ciclos usando o copinho, comecei a sentir dores horríveis durante as relações sexuais e ao colocar o dedo lá dentro percebi que a cordinha do DIU está bem maior e o colo do útero parece que está mais baixo, MEU DIU DESCEU! fui ao medico ele passou uma ecografia mas já adiantou que as dores provavelmente sao causadas pelo DIU...ou seja, esse copinho me deu só dores de cabeça e um prejuízo e tanto!!!

    ResponderExcluir
  153. Opa! Desculpe, Lu. Nunca usei o copinho. Mas duvido que seja ele o responsável pela descida do DIU. O útero passa o tempo todo tentando expulsar o DIU, e por isso mesmo não consegue aninhar o óvulo fecundado. O copinho somente recebe o sangue que desce do endométrio. Desculpe de novo, mas acho que você está pondo a culpa na pessoa errada. Um abraço!

    ResponderExcluir
  154. faz 3 meses que uso o copinho e adoro demais! no início me atrapalhei principal/te pra tirar, mas agora tô pegando o jeito. não me vejo mais usando absorventes, e mais, acho que o tal OB me dava dor. minhas cólicas tb diminuiram. quero ficar expert no manuseio. adorei! uma invenção dos deuses!

    ResponderExcluir
  155. Sou jornalista e biomédica microbiologista (sim, dei algumas voltas...)e gostaria de acrescentar algumas informações:

    1- O uso de coletores não causa infecção urinária. O que causa infecções urinárias, geralmente, em mulheres, é a limpeza incorreta após as evacuações (o famoso de trás para frente). Também não é recomendado o uso de duchinhas para se limpar porque a água pode levar sujeira do ânus para a uretra. O ideal é usar lencinhos umedecidos.

    2- A vagina da mulher é cheia de bactérias naturalmente (na maioria lactobacilos = produzem ácido lático). Assim como a boca e demais cavidades, pele, etc, a nossa microbiota deve ser preservada dentro de um equilíbrio. O desequilíbrio dessa microbiota leva à infecções como, por exemplo: O uso de antibióticos pode causar candidíase porque = o antibiótico mata as bactérias que fazem parte da microbiota vaginal, mas não mata a Candida albicans (fungo/levedura)... com o "caminho livre" a Candida nada de braçada e o desequilíbrio gera a candidíase. Os microorganismos competem entre si e a morte de um, gera o crescimento descontrolado de outro.

    3- A bexiga é um órgão estéril (isso significa que não pode existir nada ali dentro, nem fungos, nem bactérias e esporos). A urina é estéril, assim como a bexiga. O problema é que a parte externa da uretra entra em contato com bactérias (normalmente gram-negativas do intestino como E.coli, a mais comum) e essas bactérias vão colonizando as paredes da uretra até alcançar a bexiga. A uretra das mulheres é curta, o que facilita a chegada à bexiga (assim como aquela vontade louca de fazer xixi no buteco de 5 em 5 minutos). Continuando... beber muita água vai aumentar a frequência urinária e a uretra é, literalmente, lavada pela urina. Por isso é aconselhado ingerir bastante líquido... para evitar que as bactérias consigam escalar as paredes da uretra.

    4- O pH vaginal é ácido (em torno de 4,5) e manter esse pH é a melhor maneira de evitar infecções por Candida. A alimentação tem muita importância na manutenção desse pH ideal. Dietas ricas em carboidratos (açúcar) levam à uma alcalinização do pH vaginal, portanto devem ser evitadas. O uso de coletores não causa alteração do pH e, portanto, não causa candidíase. Infecção urinária não tem nada a ver com canal vaginal... um buraco é um buraco outro buraco é outro buraco! Microorganismos são muito exigentes quanto às condições do lugar onde colonizam... a vagina é uma região que recebe alguma "ventilação". A uretra não, assim como o reto. Bactérias que gostam de ambientes como uretra e reto não vão conseguir colonizar a vagina e vice-versa (em condições normais. Em pacientes imunossuprimidos, tudo pode acontecer).

    5- Sabonetes "bactericidas" não servem para nada, aliás, servem sim, para tirar da pele as bactérias legais, que já fazem parte do seu corpo. Depois de algum tempo a microbiota já vai ter voltado ao normal. E se forem bactericidas mesmo, são uma grande merda, pois acabam selecionando bactérias cada vez mais resistentes (como acontece com o uso indiscriminado de antibióticos).

    Usei candidíase como exemplo porque é a vaginite de maior frequência mas não tem relação alguma com infecção urinária, foi apenas uma maneira de expor as diferentes condições "climáticas" da vagina e da uretra.

    Well... depois disso tudo, minha opinião sobre coletores: há um tempo estou ensaiando comprar e por isso vim parar por aqui. Não vejo problemas "microbiológicos" no uso dos coletores e a água da pia é, com certeza, mais "limpa" do que qualquer vagina (se for uma água tratada e não do Tietê ou Arrudas). "Perigo" é a mãozinha sujinha do seu namorado, que depois de trocar pneu, calçar sapato, pegar 3 ônibus de pé, segurando naquele mastro ensebado, chegar em casa todo amoroso e empolgado em te fazer um carinho nos países baixos, passando os dedinhos suuuper asseados na sua uretra X vezes... =)



    ResponderExcluir
  156. Quanto preconceito quanto aos vegetarianos e veganos, hein?!!
    Meu marido e eu somos vegetarianos. E se vegetarianos sao sem animo e nao gostam d sexo, creio entao que somos Alienigenas, pq nao pertencemos a essa sua descricao infeliz sobre os vegs.
    Seu comentario foi infeliz e preconceituoso. Gostava de teu blog, mas me decepcionei com esse texto.

    ResponderExcluir
  157. Olá,
    Li, achei engraçadíssimo, mas que cada um tem sua experiência. Ainda pretendo comprar o meu mooncup, depois eu conto como foi.
    Desejo muito paz, amor, saúde, honestidade e sexo para todas.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  158. olá! estou querendo usar diafragma. Mas nao encontro médico em Brasília que faça a medição.
    alguem sabe de algum??? obrigada

    ResponderExcluir
  159. Eitah que o assunto tem rendido hein! E isso é ótimo! =] Mas vamos lá:
    1- Texto: gostei. Dei boas gargalhadas.
    2- O povo que se ofendeu: relaxem. Foi apenas a opinião da autora e não uma Lei. Eu sou loira e faço é rir das piadas de lôra!
    3- Experiência: uso o Miss cup a quase um ano e acho que só umas 3 vezes não vazou. O resto, preciso por abs. diário ou papel higiênico mesmo. Tb fiquei frustrada e achando o q o problema era comigo, que eu tinha um caroço enorme por dentro que fazia ficar uma folga... enfim. A gineco disse q eu nao tenho nada de mais e lendo os comentários aqui conclui que a frase citada por alguém (não lembro mais o nome) deve estar correta: "Nem tudo serve pra todos". Uns têm sorte, outros não. Eu fiquei no meio, pq mesmo vazando ainda não troco. É chato mas ainda assim, bem melhor que os abs. normais. RESUMINDO: pra quem ta na dúvida, só posso dizer uma coisa: a unica forma de saber se vc vai se adaptar ou não é testando. Mesmo lendo mil comentários, vc nunca vai ter certeza se náo testar. Faça um esforço, junte a grana e desapegue. Se prestar, ótimo. Se não, vc não será mais atormentada pelo: "será que daria certo comigo?"
    É isso!! Bjoss

    ResponderExcluir
  160. Beijos pra você também, Sem Nome - boa companhia para trilhar o caminho do meio!

    ResponderExcluir
  161. Olá.. eu uso um coletor desses e não tenho do que reclamar. O meu nunca vazou!! Sempre faço a troca na hora do banho. Entorno "as coisas" no ralo e lavo ali mesmo no chuveiro assim não tem nada disso de ficar pingando pelo banheiro, já saio limpinha .. fico 12 hores com ele a não transborda, troco duas vezes por dia.

    ResponderExcluir
  162. Depois de uma alergia forte aos absorventes comuns, me rendi ao coletor InCiclo. Melhor troca da minha vida. Me adaptei de cara, fácil de colocar, fácil de tirar, não vazou nem uma vez.

    ResponderExcluir
  163. Gigi garcia e todas as demais que conseguem a façanha de fazer este bicho não vazar: qual é o truque pelo amor de Deus????
    já tentei tudo q indicaram até agora e só me resta pensar que tenho mesmo a xoxota frouxa! rsrs
    Helllp!!

    ResponderExcluir
  164. Sonia - vim pesquisar sobre chazinhos pois estou naqueles dias mais chatos menstruais, cliquei no tag de menstruação e quando li esse texto gargalhei muito foi o efeito do chá hahahaha você é demais beijocas Pri

    ResponderExcluir
  165. Sônia, minha querida, veja só o tanto de pano pra manga que minha cartinha pra você rendeu!
    Volto aqui hoje pra dividir contigo uma forma muito eficiente de usar o coletor. Abandonei ele, mas quando me pego sem nenhum absorvente em casa é com ele mesmo que eu vou ao supermercado. Então, raramente uso.
    Um dia me vi começando a produzir um cheirinho que não era legal. Resolvi usar o velho e bom banho de assento com chá de aroeira. Tinha tudo em casa: a água e a aroeira, só me faltava o assento. Não tinha bacia, minha bundinha não cabia nos baldes.
    Aí me lembrei do tal coletor e usei o danado.
    Fiz o chá de aroeira e fui, toda pimpona, pro box do banheiro. Colocava o chá dentro do copinho e introduzia o copinho. Pra que o chá se espalhasse bem dentro de mim tentei dar uns pulinhos mas fiquei com medo de me estabocar no chão. Experimentei umas reboladas bem vigorosas mas não fiquei convencida que tinha conseguido me regar por dentro.
    Aí saí do banheiro, me sequei um pouquinho e literalmente, fiquei de cabeça pra baixo, na gloriosa postura de yoga Pouso Sobre a Cabeça, pelo tempo que consegui manter o equilíbrio.
    Resolvi meu problema dessa forma e agora é com ele que faço meus banhos de assento.
    E, incrível, de cabeça pra baixo ele não vaza nadica de nada!
    Recomendo.

    ResponderExcluir
  166. O que é a natureza, Tati Rocha! Adorei...

    ResponderExcluir
  167. Gente, pensei mt em comprar um desses. Mas sangro como se estivesse parindo (horrível) e tudo lá em baixo doí que é um inferno. Com 17 anos tive dores tão horríveis que fui pro hospital, me viraram de cabeça pra baixo, eu esperado aquele diagnóstico bombástico e... nada. Tudo normal. Ou seja, nasci pra sofrer 5 dias por mês. Hahahaha. Falei com minha gineco e ela mesmo disse que apesar de recomendar pra muita gente, pra mim ela acha que ia ser tenebroso. É uma chatice isso. Continuo com os meus noturnos mas acho um crime o quanto disso vai pro lixo e fica lá, poluindo geral.

    ResponderExcluir
  168. Não sei porque vc teve tantas decepções, mas não generalize, se você não sr adaptou não detonr o produto, afinal, o cup é mil vezes melhor que um absorvente que assa e gera odor por causa do sangue coagulado. E por favor...não espalhe por ai um depoimento só de defeitos, nem todos pensam igual você.

    ResponderExcluir
  169. Quem joga menstruação na pia?? O.o
    Tão maia simples(e higiênico) o vazo sanitário não?? Derramou, deu descarga e plin.. Já era!! E sobre pingar, na troca de absorvente convencional estamos sujeitas a isso também, e nada como praticar pra descobrir a melhor maneira de organizar as trocar. :*

    ResponderExcluir
  170. Ah, morri de rir com o texto!!

    Bom, fiquei sabendo da existência dos coletores menstruais há 2 anos, mas tive que esperar até janeiro de 2015 para usar - estava grávida quando comprei e depois demorei para voltar a menstruar...

    Foi um caso de amor perfeito!! Eu AMO o meu coletor!!

    Mas foi ótimo ler um relato super sincero de alguém que odiou (sem ser por nojinho). Recomendo sempre para as amigas, mas nunca tinha me ocorrido que alguém pudesse realmente não se adaptar.

    Parabéns por ter encontrado um bom uso para o seu coletor!!

    ResponderExcluir
  171. Daniele e mulheres que tem problemas porque o cup vaza, NÃO DESISTAM! Eu usava o Meluna normal e não abria de jeito nenhum, sofri por vários meses tentando. Daí ganhei o Meluna Sport, que é mais durinho e foi sensacional, porque ele abre rapidinho lá dentro ou seja, por ser mais rígido, abre mais fácil, enquanto o mais molinho como o Soft, é mais difícil de abrir. E se vc colocou, puxou o cabinho e não teve aquela resistência, aquele vácuo, não sai pra vida porque vai vazar; enfia o dedo de um lado e aperta o cup até abrir. É persistência e adaptação. Lógico, se vc não se adaptou ainda, não vai acampar, dar piruetas na rua, etc, usa em casa no início até se entender com ele. Então fica a dica! Vale a pena! Nunca mais volto para absorventes convencionais mas acho que cada um tem direito a sua opinião. A minha é que os vegetarianos são mais saudáveis, cheirosos e animados!rs. Abraços e mente aberta a todas ;)

    ResponderExcluir
  172. Alguém que usou opinou. Nao gostou?Ok.Aí uma pessoa pega o link do texto e publica num comentario de uma materia sobre coletores para falar negativamente sobre ele.Isso é que não da.Uso ha tão somente dois ciclos e estou no céu.

    ResponderExcluir
  173. Li seu post antes de comprar e me assustou mto. A sua revolta era tão gde q quase me convenceu a não usar. Mas confesso q qdo vi seus preconceitos e a forma como conceitua as pessoas, vc deslegitimou sua opinião, mostrou-se ser uma pessoa um pouco desequilibrada e exagerada.
    Comprei e estou gostando mto! Nenhum problema. Absorvente normal nunca mais.

    ResponderExcluir
  174. Gente, quanta mulher doida! Qual é o problema de usar um ob ou um absorvente normal? Vão salvar o planeta dando dinheiro pro fabricante de copinhos de silicone? No dia em que eu não tiver mais nada pra fazer na vida vou pensar na possibilidade de experimentar essa maluquice, fala sério...

    ResponderExcluir
  175. Gente, esse vídeo me ajudou demais:
    https://youtu.be/ZufVZh39mns

    É uma inglesa que tem um canal sobre toalhinhas e coletores, tira muitos preconceitos, faz reviews de marcas, tira dúvidas. Esse é como fazer para o coletor não vazar.

    ResponderExcluir
  176. De certa forma fiquei feliz em ver tantas opiniões diferentes, cada vez me convenço mais da diversidade da anatomia feminina. Como disse a Tatiana eu também achei que estava fazendo um negocião, não via a hora de menstruar para experimental o tal coletor. Infelizmente já tive problemas na hora de colocar, mas não desisti, fui pra net ver todos os tipos de dobras existentes. Conseguii, uhuuu o danado entrou (risos)... Maravilha, eu não estava sentindo nada, pensei pronto nunca mais absorvente externo, boba eu... Foi chegando a hora de retirar mas eu não estava muito preocupada, em todos os posts que li sobre o coletor ninguém relatou problemas na retirada. Lá fui eu tirar o tal... passou-se uns quinze minutos, eu de perna mole já, querendo chorar e o bichinho não saia. Eu tentava pegar a haste para puxar e alcançar a base para apertar e soltar o vácuo, cada tentativa de puxar era literalmente um beliscão lá embaixo, por isso falei de anatomia feminina, sou "gordinha" lá embaixo, tem muita carne (risos)... cada tentativa de puxar a haste pegava um pouco de carne junto e me machucava, enfim... consegui tirar fazendo muita força como se tivesse nascendo um baby kkkkkkkkk. Mas brasileira que sou, não desisto nunca, pensei que o problema estivesse na forma de colocar, pesquisei, pesquisei e pesquisei, tentei de tudo (juro). Usei ele por 2 dias, sem vazamentos, enquanto tava lá dentro uma beleza, mas um baita sufoco na hora da retirada, acabei me machucando lá embaixo que depois já estava doido até para colocar. Resumindo, abandonei ele e voltei para o bendito absorvente externo (o planeta NÃO agradece). Eu tenho um histórico de infecção ginecológica que começou depois do meu uso de absorvente interno, tanto que sou proibida de usar, então pensei que o coletor seria a solução dos meus problemas já que é hipoalérgico... mas tenho que confessar que nos dois dias de uso já senti que os velhos sintomas de infecção estavam querendo iniciar... Infelizmente volto para os absorventes externos que por incrível que pareça nunca me deram problema algum, sempre que acaba o ciclo saio pronta pro "bate-rola" kkkkkk, ao contrário do coletor que sai bem machucada. Por favor não me julguem, lembrem do fato que não existe nenhuma perseguida igual kkkkk. Adorei o post.

    ResponderExcluir
  177. Bom no meu caso foi diferente, eu li muito sobre o assunto e fiquei bem animada, fiz a compra pela internet, na semana seguinte comecei a usar o copinho e fiquei muito feliz! Meu fluxo sempre foi intenso então eu tive que me adaptar a tira com mais frequência, a cada 30 min, isso no 2 dia e no 3 dia do ciclo, até que veio a surpresa no 4 dia do ciclo dia 04/07/15 eu precisei tirar 2x, uma de mahã e outra a tarde o fluxo diminuiu, quando foi umas 19:00 fui verificar e o copinho não saía de jeito nenhum!! Fiquei apavorada, pq apertava para o vácuo sair e nada, senti arder tipo como vc colhe a biopsia de papa nicolau, até que resolvi puxar, e achava que um coagulo estava obstruindo o copinho, porque eu senti um algo no copinho, fui para o hospital no São Luis Tatuapé e pedi para verificar pq eu não conseguia tirar! A Doutora quando viu disse que o copinho ficou preso no colo do meu útero e ardia pq fez vácuo, e disse que ficou machucado, ela tirou o copinho, doeu muito, lembrei que uma semana depois eu teria que fazer exame o papa nicolau, perguntei para a Dra se eu podia fazer o exame, ela falou que por conta do copinho ter feito o vácuo no colo do útero machucando muito e terei que esperar 30 dias para fazer o exame, pq sempre quando eu faço sempre tenho que colher a biópsia. A Dra disse que na semana passada estava num congresso e disse que o coletor menstrual que está em desenvolvimento não tem nada a ver com esse que usamos, me disse que parece com a camisinha feminina e que até consegue ter relação sexual com ela. Defendo o uso do copinho mas como aconteceu comigo, não podemos deixar de levar em consideração que esse tipo de coisa pode acontecer, estou sem coragem de tentar usa-lo novamente! Pode ser um caso raro mas aconteceu! Fico feliz em saber que existe outra possibilidade em desenvolvimento e estou louca para experimentar!

    ResponderExcluir
  178. Foi a melhor coisa que eu descobri nos últimos tempos, me deu liberdade, deixou meu ciclo menstrual deixar de ser um momento ruim. Agora é um dos melhores dias ,espero ansiosa pra usar o meu copinho. Dormir sem calcinha não sentir mais o odor do sangue em contato com absorvente , além de ajudar o meio ambiente diminuindo o lixo acumulando absorvente.

    ResponderExcluir
  179. Bem, no meu caso é o oposto, parece que sou EXTREMAMENTE apertada e "esse querido copinho" não abre de jeito nenhum, chega lá dentro eu tenho que enfiar meus dedos para tentar fazer ele abrir lá dentro... Não funciona de jeito nenhum, estou menstruada e quase enlouquecendo ! Fica todo mundo.
    "Nossa nem sinto, nossa durmo com ele, nossa vc precisa se conhecer melhor, nossa é tão fácil, querida se cabe um p. Como não cabe isso..."
    Pois é, mais íntima de mim impossível, quase enfio minha mão inteira para tentar abrir e fazer o maldito vácuo acontecer e ... NADA!
    Vou continuar tentando, mas confesso que te, sido dolorido sempre e acabo desistindo na maioria das vezes de tanto que demoro para isso abrir dentro de mim, quando acabo fico ardendo....
    E eu devo ser a pior das mulheres pq toda vez que consigo colocar, por algum milagre, meu inculco aberto, normalmente, sinto MUITAS cólicas... Pelo que pesquisei pode acontecer ...
    Então como todas as muLheres amam e 0,1 reclama.... Eu sou todos os casos do 0,1 por enquanto ....

    ResponderExcluir
  180. olá, a ideia de pepeca frouxa é bem o contrário, como vc disse é adepta ao pompoarismo, tbm sou dessas, e aí q tá o x da questão, justamente por sermos "apertadinhas" o copo dobra lá dentro, daí o vazamento. Estou usando o inciclo ideal pra quem teve filho(mesmo q foi cesariana) e passei dos 30, logo uso o A, mas soube q tem o de 15ml, quero comprar, imagino q tenha a borda menor e não vaze🙏🏼. Um outro erro é dizer q não podemos transar usando coletor...hã? como assim, temos outra saída, literalmente, fica a dica!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário ou pergunta, se quiser, mas saiba que no momento é improvável eu responder, devido a mil coisas, cursos & viagens. Também vem novidade web aí. Agradeço. Abraços, Sonia

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.