terça-feira, 3 de agosto de 2010

Qualidade de vida: Dicas de Silvia - BH para limpar a casa mais naturalmente



De Silvia - BH
Para Deixa sair

COMO LIMPAR A CASA NATURALMENTE
sem produtos químicos tão fortes

Sempre estou à procura de dicas para donas de casa e, pra ser franca, na maioria das revistas e jornais brasileiros não vejo habitualmente nem novidades, nem dicas certeiras. Encontrei  em livros  da autora americana Elaine St. James muitas dicas para simplificar a vida (vários de seus livros estão traduzidos), dentre elas  "evite ter muitos produtos para limpeza, use os  básicos e veja como funciona bem ".

PRODUTOS
Conheci os produtos da Amway que são  concentrados - alguns duraram mais de dez anos.  Não consegui mais comprá-los. Um dia topei no "Fonte de Minas", restaurante macrobiótico de BH,  com a linha  BIOWASH da Cassiopeia. Eficientes, livres de petroquímica e tão concentrados como os da Amway. Usa-se pequena quantidade, dilui-se muito (até 200x), tem aroma agradável e suave - ou não tem nenhum aroma,  para os alérgicos.  Oferecem várias opções.  Comprei e me dei bem  com a marca.

Algum tempo depois, em visita a Goiânia, conheci o sabão de côco em barra GEO, produzido lá. Fiquei super fã . Serve para lavar cabelo, dar banho em cachorro (depois uso o shampoo nos dois casos), lavar roupa, clarear roupa branca (pondo-a sob o sol), lavar louça. O sabão Geo logo faz muita espuma, logo a sujeira sai , o enxague é breve, no segundo enxague quase não há resíduo de sabão.  As mãos ficam macias, nada de alergia.  Há outras boas marcas como o Amazon e o tradicional UFE ou o Ypê, mas este é  o melhor que já usei.

Toda minha rotina é com o sabão de côco  e Biowash ou água,  isto mesmo: água simplesmente.

Cozinha
Uso sabão de côco em barra, ou Ypê  transparente que não deixa cheiro. Truque de restaurante: para o residuo não secar e  poder esperar a lavagem, ao receber o prato imediatamente colocam um pouco de água ou despejam-no numa grande bacia com água. Pode-se também passar a escova de cozinha  sob um  fio d'água e dar uma primeira "limpada". Para louça engordurada, água quente - que tomo cuidado para não tocar com as mãos porque esta transição de água morna e água fria  causa dor na articulação. Produtos Biowash para limpar o fogão, há varios: pode -se  usar o multiuso, o desengordurante ou o Auxi.

Banheiro
Uso o produto da linha Auxi ou o da Biowash, bem diluído, esponja e escova. O desinfetante uso-o de vez em quando.

Lavanderia
Sabão em pó Geo ou Biowash, o sabão  em barra  na pré lavagem, ou para roupas finas lavadas à mão.

Para as toalhas e roupa de cama, sempre usei o vinagre branco como enxaguante. Ficam muito macias quando combinadas com estes sabões em pó mais suaves.

Roupas de fio sintético não apreciam nemhum tipo de amaciante.

Roupa branca para ficar clara  gosta de ir pro sol  no molho (com o sabão de cõco Geo clareia bem, ou  sabão em pó) no qual se mexe de vez em quando. Pode-se acrescentar um pouco de álcool  (uma  tampinha ou duas) ao sabão em pó desde que não haja detalhe colorido na peça que se deixa no molho com álcool porque mancha.

Aprendi com uma  senhora japonesa a deixar roupa  muito suja de molho na água apenas e depois fazer a pré lavagem, esfregando com sabão em barra. Ponho na máquina na posição imediatamente após o enxague até centrifugar. Só então começo a lavagem na máquina com o sabão em pó.

Vidros
Há um produto da Biowash, mas o rapaz  que faz a  limpeza deixa-os lindos com água apenas.  Passa uma ou duas vezes  um brim macio molhado e depois um outro retalho do mesmo pano seco.

Chão
Limpo apenas com água, uso um pouquinho de biowash apenas se houver alguma sujeira mais difícil na cozinha. No banheiro o mármore agradece a ausencia de produtos químicos.

ACESSÓRIOS
Importantes são também os acessórios.  Ter a mais  e  ser livre para usar sem receio de faltar,  para que a tarefa seja feita com mais prazer e eficiência,  e para andar mais rápido. A  autora que mencionei adverte, no entanto,  para o excesso de variedade de material. O jeito é observar e avaliar o quanto é bom ter.

Quando se trabalha em desinfecção aprende-se como  a fricção é importante, pois remove os resíduos.  A fricção não necessariamente significa pôr força mas fazer movimento contíno, rítmico. Vale a pena  ter bom material para fazer este trabalho físico: esponjas, escovas, vassouras. Em bom estado e limpos.

As esponjas e panos de cozinha afervento-os  regularmente  uma vez na semana para melhor higienização, já que são lavados sempre após o uso e colocados onde possam secar.  (A escova de cozinha é um dos itens de que mais gosto, dos mais úteis, mas falo  dela noutra ocasiâo.)

PANO DE LIMPEZA
O melhor pano que já usei para  limpeza é o pano de fralda.  Uma pessoa da familia mencionou  e comprei numa lojinha de perifeira, há uns três meses (bem recente!). A vendedora, que me viu retornar para comprar mais, contou que os lava-jatos compram peça inteira porque  não arranha o carro. Em sua casa ela usa pra tudo, na cozinha, no banheiro, como pano de chão, pano para limpar vidro, tirar poeira, fazer faxina.

Pano tem de ser lavado logo para que a sujeira não se fixe. Uso apenas o sabão em barra e podem ficar alvos sem que se precise  usar água sanitária.

Bom,  estas são umas idéias iniciais para quem perguntou como limpar a casa naturalmente.

COMO ADQUIRIR
Atenção: podem parecer mais caros, mas são econômicos porque se usa quantidade muito menor que dos produtos convencionais.

Cassiopéia: http://www.cassiopeiaonline.com.br/  - encontra-se em lojas mas pode-se adquirir pela loja virtual - são deles os produtos da linha BIOWASH, linha AUXI. Lembram do post de cosméticos naturais? Pois estes são os da linha VERALOE.

Sabão GEO: http://www.sabaogeo.com.br/ - sabões em barra e em pó - deem uma olhada no sabão de côco em barra e vejam os depoimentos. São feitos em Goiânia e encontrados em Brasilia. Enviam caixa fechada.   : (

Sabões Amazon, Ypê e Ufe são encontrados nos supermercados.

56 comentários:

  1. Valeu, Silvia, dicas ótimas! Fui lá mo site do Sabão Geo e fiquei muito a fim de comprar, mas não consegui entrar sem login. Quero muito saber mais sobre esse sabão.

    Esses 3 que você cita no final têm alguma vantagem química sobre os omos e tantos da vida? Eu sempre comprei sabão de coco marca Ruth. Tenho uma simpatia por ela :-) e o sabão é bom.

    O coco é o máximo! Um abração e muito obrigada pelo presente! ♥

    ResponderExcluir
  2. Salve, Sonia Hirsch! Post bacana esse aqui, boas dicas. Quero aproveitar esse lance de limpeza para perguntar sobre um produto que comprei semana passada numa loja natureba daqui. Chama-se HAVA CLEAN - sistema natural de purificação (desintoxicação) para alimentos. Você conhece? É um pó verde clarinho composto de saponina de castanha da índia, argila verde amazônica e carvão vegetal. Tem a propriedade de "capturar e inativar moléculas nocivas (poluentes, hidro-carbonetos e agrotóxicos)presentes na superfície dos vegetais e frutas". Diz que basta una cucharita e cinco minutos de imersão dos aliemntos. Procurei na net e não achei quase nada, daí que recorro à minha sábia gurují, ih ih ih, beijOM Soninha

    ResponderExcluir
  3. Oi, Paulo, não conheço. Se for mesmo isso tudo vai ser bom, né? E o preço? Beijos :-)

    ResponderExcluir
  4. Silvia - BH03/08/2010 22:11

    Mencionei estes três porque o Amazon H2O foi lançado há poucos anos também como "sabão ecológico". O Ypê por ser muito tradicional, especialmente o transparente, côr ambar, e tem a tradição familiar - para minha avó e minha mãe este sabão é o único de que gostam na cozinha. Não tem cheiro, não machuca as mãos e dura bem. Ele é também antigo e começou a ser produzido nos anos 50. O UFE porque sempre ouvi dizer que era bem mais caro do que os outros mas o melhor sabão de côco ( com o que as duas, minha avó e minha mãe concordam!)

    Tenho todos três aqui, mas o GEO ganhou de todos. É mais macio que o UFE, espuma mais do que todos três , e não tem aroma como o Amazon H2O. Para o enxague não tem comparção, é rápido, mas talvez só neste aspecto é superior aos outros, no mais é porque reune as qualidades de cada um dos três.

    Acabo de descobrir que o sabão Ruth é fabricado pela UFE, empresa no ramo desde 1922! Estamos em casa!

    A página do sabão GEO não foi atualizada nos últimos anos, mas naveguei na página sem login. O email para contato é vendas@sabaogeo.com.br
    ...
    Para quem gosta de saber de negócios e empresas na área de limpeza, veja este link:
    http://www.freedom.inf.br/revista/hc54/household.asp

    ResponderExcluir
  5. Salve, Sônia Hirsch! Paguei R$2,10 pelo pacotinho de 90gr na Casa do Arroz Integral aqui em Sampa. Andei pesquisando sobre a saponina, um dos três componentes do produto e achei muito interessante o que se diz sobre suas propriedades farmacológicas: possuem atividade antifúngica, antiviral, espermicida, expectorante, diurética e antiinflamatória... Nas plantas apresentam defesa contra insetos, patógenos e manutenção do crescimento (Wikipedia). Uma pena que não consegui encontrar mais nada sobre o produto em si, apenas que é produzido pela De Aloe Química Fina ME. em Santa Catarina.
    Vou ver se descubro mais alguma coisa depois. BeijOM, pc

    ResponderExcluir
  6. Veio em muito boa hora este texto! =) Tenho procurado diminuir a quantidade de químicos com nomes impronunciáveis que dispenso ralo abaixo! O sabão de coco e o álcool podem substituir quase tudo, pelo que tenho percebido, e a casa fica limpinha e cheirosa. Uns conhecidos me falaram sobre vinagre e bicarbonato de sódio, usados alternadamente, mas ainda não experimentei. O que você pensa sobre isso, Sonia? Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Isabel, eu também penso assim e procuro ficar no mínimo de produtos tóxicos. Mas não saberia o que dizer desse uso de vinagre e bicarbonato alternados, repasso para a Silvia - BH, que entende do assunto. Um abraço!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Paulo, me fez lembrar das sementes de moringa, que também contêm saponinas e, moídas, atraem para si as impurezas da água, deixando-a inteiramente limpa. Muito bom!!! Beijão!

    ResponderExcluir
  9. Muito boas essas dicas! Eu uso sabão de coco há muitos anos pra lavar minhas roupas, pois o sabão comum me dá alergia, coceira, acho o cheiro muito forte e tb acho que ele "acaba" com as roupas. Na minha cidade tinha apenas uma marca, acho que era Roma. Eu usava o líquido na máquina, e em barra nas roupas delicadas. Agora tem o Urca e o Amazon. Eu uso, mas acho caro. Pra lavar louça já tentei, mas acaba muito rápido, então vai o "Ypê transparente" mesmo.
    Se o frete não encarecer muito o preço final, vou tentar comprar alguns desses Biowash para experimentar.
    A Anew tem um produto biológico, composto de microorganismos vivos, mas é mais para retirar odores.

    Coincidentemente no fds passado minha mãe encontrou uma roupa velha já rasgada que tem quase a mesma textura das fraldas. Cortou em dois pedaços e convertemos em pano de chão. Ficou ótimo.
    Sobre o bicarbonato que a Isabel cita, eu uso às vezes quando quero branquear algumas coisas. Pra tirar manchas de roupa branca tb.
    Me falaram que o álcool usado nos carros é melhor que o comum para clarear roupas.
    E tem cheiro melhor que o de roupa quarada? Não precisa nem de amaciante. Delicioso.
    Valeu, girls.

    ResponderExcluir
  10. Silvia - BH04/08/2010 15:11

    Vinagre e bicarbonato - tem até livro escrito por americano, um para cada um e como usá-lo na limpeza doméstica e outros usos substituindo produtos. Dá para um post inteiro e com links... Preparo-o com gosto dentro de alguns dias. O limão e o cravo também entram.

    Não fui muito bem sucedida no uso do bicarbonato na roupa. Não clareou nas vezes que o experimentei na roupa branca. : (

    O mesmo assunto aqui
    http://www.soniahirsch.com/2009/06/sabao-e-detergente-feitos-em-casa.html

    ResponderExcluir
  11. Silvia,
    Gostaria de saber como faço para substituir o amaciante pelo vinagre. Coloco o vinagre numa bacia com água e deixo as roupas lá? Quanto de vinagre para uma bacia? Fica o cheiro na roupa? (não gosto do cheiro de vinagre). Minha mãe às vezes usa pra limpar a pia quando faz peixe, mas ô cheirinho que não me agrada :/.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  12. Oi Sônia. Estou adorando as dicas sobre limpeza. Seu blog é demais, adoro e aprendo muito. Gostaria de ouvir sua opinião sobre o seguinte: meu filho de 5 anos está já há alguns meses com uns carocinhos no cotovelo. Coçam um pouco e incomodam ele. Já fomos em dois dermatologistas que deram o mesmo diagnóstico,uma dermatite, e receitaram a mesma pomada: advantan, por 10 dias. Após eu deveria usar só um hidratante no local. O problema é que é só parar a pomada e os caroços retornam, de nada adiantando o uso do hidratante. O que vc me sugere? Aguardo sua resposta e desde já obrigada pela atenção. Bjos. Maria Rosa.

    ResponderExcluir
  13. Ah, esqueci de falar, mas em casa às vezes usamos para lavar louça o sabão em pasta da Urca, não é de coco, mas é biodegradável. Só que se a pessoa não souber usar, acaba desperdiçando. Então só utilizamos quando estamos sem ajudante, geralmente nos fins de semana (ou em épocas de ficar sem ninguém mesmo), por causa da cultura do desperdício que vige no Brasil.
    E just for the record, eu disse que uso o Ypê na cozinha, mas isso varia. Geralmente compramos o que está na promoção :D.

    Gostaria de fazer outra pergunta para a Silvia (ou para quem souber): existe algum produto que limpe superfícies de inox sem causar estrago, ou que tire as manchas?
    Thanks again.

    ResponderExcluir
  14. Olá pessoas,
    Sônia,

    Jussara, para o inox, bicarbonato de sódio, com esponja bem macia, e fricção à moda da Silvia-BH. Pra não ficar manchado de água, não deixa o Divino enxugar a louça no escorredor, enxuga você mesma depois de lavar.

    Como eu moro no 'meidomato', aqui não tem poluição 'gordurosa', limpamos a casa com água e álcool.
    Super funciona. Bicarbonato no inox,
    fricção apra colaborar com o 'tchau' elegante (se bem que, yoguini que se preza dá tchau sem medo).

    BeijOM,

    ResponderExcluir
  15. raquel ribeiro05/08/2010 11:09

    Outras dicas para enriquecer o tema em Centro Ecológico: http://www.ifil.org/rcs/tecnologia/limpeza.htm#fonte

    PERGUNTAS PARA EMAIL: centro.ecologico@nol.com.br

    ResponderExcluir
  16. este blog é portugues.

    http://365coisasquepossofazer.blogspot.com/2010/07/afugentar-os-insectos-com-produtos.html

    ResponderExcluir
  17. Que delícia essa grande rede do bem! ♥♥♥

    ResponderExcluir
  18. Oi para todas
    Conheci outra linha de produtos biodegradáveis: "Amo o verde".
    Atento para os produtos da Amazon e Ypê, nem todos são biodegradáveis. O detergente Ypê é biodegradável, mas o sabão em pó da mesma marca, não. Já na Amazon, acontece o contrário, o sabão em pó é biodegradável, mas o detergente não é.
    Todo sabão nacional é 80% biodegradável por determinação da Anvisa, pela quantidade máxima de biotensoativos permitida. Logo, todo sabão de coco é biodegradável e o mesmo se aplica ao sabão em pasta (tipo pasta neutral).
    Ambos podem tb ser transformados em detergente, se fervidos na proporção de 1 a 1 com água. E esse detergente em gel, limpa bem até os pisos.
    abração, o post é maravilhoso
    Carol

    ResponderExcluir
  19. Oi,
    segue o site da "Amo o verde" que esqueci de adicionar:
    http://www.amoverde.com.br/
    .
    E outros 2 sites, buchas vegetais brasileiras para substituir as esponjas derivadas de petróleo e a polêmica acerca da sustentabilidade do Bombril.
    na bucha:
    http://www.nabucha.net/
    .
    bombril:
    http://colunas.galileu.globo.com/verdadeinconveniente/2010/06/18/bom-bril-eco-nao-tem-nada-de-diferente/

    Muitos beijos para Silvia, que trouxe tanta coisa boa e para Sonia, que deixa a porta aberta para todos nós :-)

    ResponderExcluir
  20. Oi, Carolzinha, tava faltando você por aqui :-) Abração!

    ResponderExcluir
  21. Anônimo, se você me permite a intromissão, tenho um pouquinho a falar sobre a dermatite atópica. =)Meu marido tb tem essas coceiras e infelizmente não tem cura, pelo que nos disse o dermatologista que procuramos. Sugiro não usar continuadamente os corticoides, uma vez que eles têm efeito pernicioso ao organismo, além de não curarem o problema; é apenas de efeito temporário. Mas existem algumas soluções naturais que podem ajudar, como pomada de hamamélis. O Elixir de Inhame (com salsaparrilha) do Laboratório Goulart foi o que realmente deu alívio a ele. É muito bom mesmo. A única coisa é que ele é alcoólico, e se seu filho é pequeno...de qq maneira, como já disse a Sonia no livro Boca Feliz e Inhame Inhame(maravilhoso!), o inhame é depurativo do sangue e pode ser usado em casos de eczema, entre outros males. Funciona mesmo, eu vi! (o livro tem receitas, por sinal) Melhoras pra o seu filho!

    ResponderExcluir
  22. Oi, Maria Rosa, além do que a Isabel falou, eu queria lembrar que esses problemas de pele têm muito a ver com vermes. Faz tempo que ele não toma vermífugos? Atualmente tem um interessante, o Annita. Tenho ouvido falar bem. Por que você não conversa com o pediatra? Um abraço!

    ResponderExcluir
  23. Como é esta limpeza que falam com água e álcool?

    ResponderExcluir
  24. Silvia - BH06/08/2010 20:49

    Respondendo à Jussara:
    O vinagre é usado tanto como amaciante como para fixar côr em roupa colorida e sempre no fim da lavagem, no último enxague. Quantidade: em torno de uma colher de sopa para uma bacia e um pouco mais para a máquina. Deixo na máquina o tempo do enxague, uns minutinhos, como minha tia dizia, "pra roupa repousar" .Uso em torno de uns 50ml, se uso em excesso como disse, deixa o cheiro. Vinagre branco, nunca o tinto. Escolho o mais em conta, uso o de álcool e vejo de qual marca gosto mais (preferi Belmont e Nerval). Se o cheiro incomodá-la, poderia fazer mais um enxague, após este breve repouso. O importante é que o vinagre por ser ácido neutraliza o sabão.

    Já vi orientação de usá-lo pra lavar a roupa mas isto não me parece fazer sentido. O que se usava antigamente para lavar roupa colorida que solta tinta era sal. Adicionar o sal na hora de lavar , uma colher de sopa , e o vinagre branco na hora de enxaguar. Uso o anil para roupa branca e para roupa de côr quando me lembro. Minha avó não lavava sem anil. O anil tira o amarelado do branco e deixa as cores mais vivas, mas tem que cuidar de dissolver muito bem para não manchar.

    E quarar é mesmo muito bom. Quando criança havia um quarador enorme em casa, uma mesa feita pra isto. Na falta de tenho espaço deixo o balde sob o sol, revirando de vez em quando.

    Tive por muito tempo uma dermatite atópica, depois que mudei a alimentação e modo de vida, sumiu. Mas é algo que notei muitos anos depois. Quando era menina só usava sabão branco porque os coloridos me davam uma coceira pelo corpo afora, muito incômoda.

    Puxa tem muita informação neste blog de além-mar!

    Pra quem ainda não viu os posts da Carol em seu blog:
    http://caroldaemon.blogspot.com/2009/05/lavar-roupa-sem-sabao.html
    http://caroldaemon.blogspot.com/2009/04/sabao-em-po-biodegradavel.html
    ...

    A propóstito, acostumei-me num grupo a assinar Silvia - BH pois cada um deveria apontar de onde falava. E assim ficou. Mas poderia também ter usado Silvia Alves.

    ResponderExcluir
  25. Silvia - BH06/08/2010 22:23

    Ah, boa notícia pra quem usa sabão Ruth - é o mesmo que UFE, "tem a mesma qualidade e eficiência" segundo o fabricante. O Ruth é bem conhecido no Rio, aqui, em BH, nunca vi dele.

    ResponderExcluir
  26. Sônia e Isabel, obrigada pelas dicas. Vou investigar a questão da verminose e tentar o inhame, não tinha lembrado de usá-lo, embora já tenha lido algo a respeito do seu uso. Mais uma vez obrigada meninas. Maria Rosa.

    ResponderExcluir
  27. Oi Silvia, eu boto sal na água do enxague da roupa preta, dizem que ajuda a manter a cor, não deixar "russo". Não sei se procede, faço por desencargo de consciência. Funciona mesmo ou é lenda?

    Vinagre, eu tenho usado com sal (grosso ou comum) numa pastinha com consistência de pasta de dente, para tirar limo de azulejo e até o encardido do sanitário e bidê. Funciona bem, com uma escovinha de dentes velha então é tiro e queda.
    Vou tentar na roupa, não sabia dessa dica, até pq não uso amaciante nenhum.

    Eu acho que anil é biodegradável, há uma henna orgânica na Inglaterra que leva anil para cores mais intensas.

    ResponderExcluir
  28. Gente, esse papo tá uma delícia! :-)

    ResponderExcluir
  29. Bendito Amor!

    Pra acrescentar mais uma opção tem também essas receitas no site do IPEMA (Instituto de Permacultura da Mata Atlântica):
    http://www.ipemabrasil.org.br/receita.htm

    Ai uma vez a vózinha de uma amiga tava me contando a história que se passou com ela na maternidade que ela trabalhava aqui em Floripa, onde o médico chegou e disse que elas deveriam limpar tudo com uns produtos importados, caríssimos, super tóxicos, porque a causa das infecções hospitalares era a sujeira e tal... Ela ficou muito brava (típica manézinha! rsrs) e fez uma aposta com ele: um quarto iria ser limpo com água e sabão de côco e o outro com o "limpex", e depois mandavam analisar... então, ela estava certa e os gastos caíram no chão, como a cara do doutor! Pois é, sabedoria não precisa de diploma...

    Muita Luz, Paz e Graças!

    ResponderExcluir
  30. Oi meninas, boas dicas... Engraçado estava comentando aqui com minha amiga do lado, a nossa falta de estrutura nos apt dos EUA para praticar as dicas, até pra fazer uma limpeza ordinária. Diferente dos nossos países, aqui não temos lavanderia, ralo no piso da cozinha ou do banheiro e nem mesmo um escorredor para águas sujas, tudo tem que ir pelo vaso do banheiro mesmo. Eu acho meio sujo, ter que viver na base do paninho molhado...
    As dicas do texto são ótimas e já algumas praticava adaptando a minha realidade.
    Grande beijo a todas.

    ResponderExcluir
  31. Sempre que via comerciais de produtos de limpeza fortíssimos, pensava comigo: "meu Deus, isso pras mãos e pulmões deve ser um veneno"! Sonia, tratei meus dois bebês com muita ajuda de um dos seus livros. E sou amiga da Ignez Barcellos, do Clube do Filet, ela disse que vc vai lá às vezes, rsrs. Beijos!

    ResponderExcluir
  32. Oi, Paula, por acaso nunca fui ao Clube do Filet, mas gosto dela e da irmã dela, são pessoas bacanas, e o filé deve ser ótimo. Um abraço!

    ResponderExcluir
  33. Eu faço assim: ralo o sabão de coco no ralador de queijo, no furo maior e ponhp num recipiente com bico tipo de detergente. Ponho um tanto de vinagre de álcool e um tanto + ou- o dobro de água. É tudo no olho, cada um acha a proporção que lhe agrada, agita o frasco várias vezes durante o dia e no dia seguinte está pronto para usar. Só uso isto para limpar minha casa e inclusive lavar a louça. Na roupa, sabão de coco em pó.

    ResponderExcluir
  34. Oi, Luce, você poderia quantificar isso da próxima vez que fizer? O dobro de água é fácil, mas o "tanto" de vinagre mais o tamanho do sabão são essenciais para a pessoa não desanimar de fazer, ou achar que não funciona porque fez errado.

    Eu sou igual a você quando escrevo minhas receitas, acho que tudo pode ser meio vago e a pessoa descobre, mas não é assim... Quanto mais claras as medidas, melhor para quem quer se iniciar. Depois da primeira vez fica fácil. Um abração!

    ResponderExcluir
  35. Oi pessoal, bom domingo a todas, achei mais um detergente biodegradável: ecoar, www.ecoar.com.br
    beijos,
    Carol

    ResponderExcluir
  36. MaFê e Silvia, obrigada pelas respostas e dicas! Demorei para passar aqui pq estive ausente da minha cidade e da internet.
    Vou tentar fazer detergente com as dicas da Carol, até pq eu não mesmo gosto dos detergentes comuns. Tb vou aguardar as medidas da Luce, não sei fazer nada no olhômetro :/.

    Sobre dermatite: não sei se há vários tipos, mas o que me curou foi a Homeopatia. Qdo criança minha mão chegava a ficar em carne viva, era dolorido demais. E nenhum remédio alopático (corticóides aí incluídos) adiantava. No máximo melhorava, mas era por pouquíssimo tempo. Mas é aquela coisa: tem que ter persistência e paciência, doenças crônicas levam um pouco mais de tempo para serem curadas, e o homeopata precisa ser bom :-).

    Obrigada, Sonia, pelo espaço ^^.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  37. Meninas, com esse papo aqui você estão dando um show de bola! Beijos a todas!

    ResponderExcluir
  38. Oi Sônia, sou um desastre nas receitas.Fiz o azeite com alho pela primeira vez no mês passado e ficou ótimo. Fiquei animada e fiz de novo, não sei o que deu errado, usei outra marca de azeite, acho que coloquei uma quantidade de alho maior que da outra vez e também deixei mais tempo, acho que 18 dias. Hoje quando fui usar ele tinha fermentado e na hora que tirei a tampa foi azeite pra todo lado e a cozinha ficou impregnada com um cheiro forte e desagradável, como de algo estragado. A aparência do alho tá ótima e o pouco azeite que consegui resgatar parece estar bom, mas o cheiro, arg, ficou nauseante. O que fiz de errado? Beijos. Kátia.

    ResponderExcluir
  39. Oi, Katia, deixar mais tempo não seria problema, pode deixar um mês ou mais. Água pode ser problema, e agrotóxico no alho, problemão. Vidro não esterilizado, também.

    O ideal é esvaziar 1/3 de uma garrafa de azeite e completar com o alho seco, com ou sem casca.

    Está chegando a colheita de alho. Boa hora para comprar um tanto e fazer óleo de alho para alguns meses. E encher só 1/3 do vidro, como manda a receita. Um abraço!

    ResponderExcluir
  40. Oi Sônia...

    Estou procurando rosas orgânicas pq pretendo testar uma receita com ela.Vc sabe aonde posso encontrar?Sei q usam muito agrotóxicos nas flores e como é para comer não quero mesmo correr este risco.

    Moro no Rio na Barra da TIjuca e aguardo teu contato!

    E-mail: md.con@hotmail.com

    ResponderExcluir
  41. Fiz hoje com medidas, ai vai. 1/2 sabão de coco, meio copo de vinagre e um copo de água para ficar bem cremoso. Se quiser mais liquido aumenta a água. Se for limpar coisas muito gordurosas, tipo azulejo e box no chuveiro, aumenta um pouco o vinagre.

    ResponderExcluir
  42. Oi Sonia!

    Para higienização de tudo, basta água oxigenada. Ponto.
    Mas é importante usar luvas, porque nossa pele tem microorganismos benéficos... A água oxigenada leva tudo!!!

    Quero fazer duas sugestões de links/assuntos:
    Um é sobre o leite de alpiste que comecei a tomar ontem. Se ele faz tudo o que dizem... Pobres "doutores"!

    http://luxsalus.blogspot.com/2009/06/leite-de-enzimas-um-brinde-saude.html

    E outro é sobre o Kefir Real. Há um post aqui em seu blog, mas penso que este assunto deveria ser mais explorado, principalmente porque tantas pessoas estão aí sofrendo horrores por conta da candidiase.

    Há um grupo muito legal trocando idéias e doando os grãos ou sementes do Kefir aqui no Brasil:

    http://br.groups.yahoo.com/group/fazendo_kefir/

    Abraços, abraços...

    ResponderExcluir
  43. Gente, que maravilha esse post!! Vou adotar imediatamente o sabão de coco com vinagre e álcool, estava num dilema entre o cheiro fortíssimo dos produtos de limpeza e o encardido dos rejuntes dos azulejos...hehehe
    Brigadíssima a todas!!
    Bjs!!

    ResponderExcluir
  44. Essa sugestão da Luce é ainda melhor do que fazer fervendo, como eu fazia, economiza energia.

    ResponderExcluir
  45. Silvia - BH28/08/2010 15:04

    Tive de fazer uma faxina e de repente lá estou eu apertando o spray inúmeras vezes, justamente ao usar estes produtos tão concentrados. Não hesitei, já que é ato meio automático que se aprende vendo os outros, imediatamnete aumentei o conteúdo de água do frasco e dilui ainda mais o produto. Assim não só eu mas minhas visitas podem apertar a vontade o spray. Não se muda tão depressa os hábitos antigos!

    ResponderExcluir
  46. Bem lembrado, Silvia - mudar esse tipo de hábito exige uma resistência muito grande.

    Os produtos mais alardeados são mais tóxicos/alergênicos, mas deixam um brilho que encanta os consumidores, ilusão de limpeza e cuidado - porque esse brilho vem de uma substância que adere à superfície e, naturalmente, vai se soltar aos poucos.

    Detergente comum também tem a vantagem de ser muito barato. Tanto que muita gente desperdiça, encharcando a esponja com detergente debaixo da torneira, a água correndo e o detergente também. Abração!

    ResponderExcluir
  47. Comentário do Paulo dia 3/8, aqui em cima: "... um produto que comprei semana passada numa loja natureba daqui. Chama-se HAVA CLEAN - sistema natural de purificação (desintoxicação) para alimentos. Você conhece? É um pó verde clarinho composto de saponina de castanha da índia, argila verde amazônica e carvão vegetal. Tem a propriedade de "capturar e inativar moléculas nocivas (poluentes, hidro-carbonetos e agrotóxicos)presentes na superfície dos vegetais e frutas". Diz que basta una cucharita e cinco minutos de imersão dos aliemntos. Procurei na net e não achei quase nada, daí que recorro à minha sábia gurují, ih ih ih, beijOM Soninha"

    Hoje, 28/8, bati os olhos nesse comentário e me lembrei das sementes de moringa, a planta boa, que fazem esse mesmo serviço quando trituradas.

    Salve, P.Cesare! Tudo a ver com o HAVA CLEAN que você comprou a 2,10 o pacotinho. Na verdade é uma purificação da água e, supõe-se, da superfície dos alimentos em contato com a água.

    Abração! Em breve nos vemos na Pauliceia.

    ResponderExcluir
  48. Silvia - BH31/08/2010 13:30

    Detergente comum - estes diluo, um terço de água dois terços de detergente, e, tenho visto gente que nem se importa com meio ambiente fazer o mesmo :)
    Menos concentrado distribui melhor, limpa bem, gasta-se menos água no enxague.

    ResponderExcluir
  49. Simulei uma compra no site da Cassiopeia, mas para mim, infelizmente não dá. O frete fica muito caro. No site do sabão Geo não consegui fazer o tal login, e mandei e-mail pedindo informações sobre compra. Vamos ver. Fiquei bastante interessada nos produtos.

    ResponderExcluir
  50. Bom é quando junta um grupo para comprar com desconto de atacado. Aí compensa o frete.

    ResponderExcluir
  51. Silvia - BH08/09/2010 23:07

    Jussara, os produtos da Cassiopeia são vendidos em lojas de produtos naturais e farmácias em grandes cidades. Talvez alguem possa comprar e levar pra você. Na única compra que fiz, também achei o frete caro mas comprei bastante coisa e vai durar por muito tempo. Já usava os produtos. Quem sabe há um pequeno empório de produtos naturais e você sugere a eles que comprem. Foi assim que conheci, em pequenas lojas que vendem alimnentos naturais ou macrobióticos, em Goiania e em BH.

    ResponderExcluir
  52. Realmente comprar por atacado compensa o frete e o preço final do produto. Fiz assim com o óleo de coco, Sonia, e achei bem mais barato. O problema é que as pessoas não se dispõem a comprar, acham caro, que não compensa. Com o óleo de coco tive que dividir com meus pais, que resolveram usar tb, mas com amigos é mais difícil por não darem importância a esse tipo de coisa (estarão ainda dormindo?). São os mesmos que acham caro uma consulta com um bom homeopata, mas não pensam duas vezes ao comprar um sapato ou uma roupa caríssima.

    Silvia, já procurei por aqui e não encontrei. O frete fica caro pq os produtos são pesados e eles só dão a opção de Sedex. O Sabão GEO não respondeu ao meu e-mail. Vou ver com a Cassiopéia se por ventura eles fazem outro tipo de entrega sem ser Sedex. Se não, o jeito vai ser pedir pra alguém comprar pra mim, ou posso comprar quando viajar...

    ResponderExcluir
  53. Oi, Jussara, também tenho essa dificuldade na hora de bancar o óleo virgem de coco. É a mesma coisa que dizem do arroz integral - "é tão mais caro!!!" - como se tivesse comparação com arroz branco. Não dá pra pensar em óleo virgem de coco como óleo de cozinha. Aliás, sinceramente, não dá pra pensar em "óleo de cozinha". É ele mesmo que engorda e faz mal na comida dos restaurantes...

    Sobre remessa por correio, o serviço de encomenda - acho que se chama PAC - é muito mais barato. Por que eles não poderiam usar? Beijos!

    ResponderExcluir
  54. Pois é, Sonia, são comparações sem sentido. O arroz integral eu nem acho tão caro assim, e acho que tb rende. Talvez não tanto quanto o branco, mas como sacia mais, a gente come menos.

    Se chama PAC mesmo, às vezes o utilizo tanto pra mandar coisas para os amigos como para comprar. Mas no site diz que eles não trabalham com PAC nem com o E-Sedex (que eu adoro por ser mais barato e tão rápido quanto o Sedex). Não sei o motivo, vou escrever perguntando.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  55. Comentário marqueteiro removido.

    ResponderExcluir
  56. adorei os comentarios de vcs...parabens!!!!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário ou pergunta, se quiser, mas saiba que no momento é improvável eu responder, devido a mil coisas, cursos & viagens. Também vem novidade web aí. Agradeço. Abraços, Sonia

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.