terça-feira, 24 de novembro de 2009

Dicionário da mulher - Candidíase, a praga - II


(Este post repete o de 17/3/2009, que está com mais de 200 comentários e ficou difícil de administrar. Aos leitores mais interessados recomendo ir lá e ler as questões e as respostas, bem como os depoimentos de mulheres que fazem a dieta recomendada e estão tendo o primeiro alívio real depois de muitos anos.)

Comecei a pesquisar sobre candidíase ali por 1993, por causa de uma dor debaixo da costela direita que não me deixava {fazer excessos} em paz. Era tomar um vinho, um suco de laranja ou comer amendoins que lá vinha ela. E quando topei com as notícias desse fungo chamado Candida albicans fiquei muito impressionada. Descobri que tinha os sintomas desde a infância (regada a açúcar), sem falar nas inúmeras crises de candidíase vaginal (monília) da adolescência em diante.

Em 1995 publiquei um capítulo sobre candidíase no meu livro Só para mulheres. Alguns anos depois, já instalada na vida online, recebia tantos emails a respeito do assunto que resolvi botar o capítulo no site. Triplicaram os emails. Continuei pesquisando e atualizando a informação online.

Enquanto isso passei a me cuidar com a mesma orientação que está lá. Adotei as cápsulas de lactobacilos acidófilos para sempre, o óleo virgem de coco, a redução de carboidratos. Posso dizer que a candidíase está controlada, bem como a hipoglicemia que costuma vir junto, mas percebo muito claramente que ela apenas manifesta uma tendência do organismo para umidade e calor, como se diz em medicina tradicional chinesa, e tendências são para sempre.

Descobri também que o câncer está quase sempre ligado à presença de fungos, o que piora muito depois da rádio e da quimio, que criam condições ideais para eles; alguns autores defendem que o câncer seria a própria simbiose da célula humana com a do fungo.

O capítulo Candidíase está em www.correcotia.com/mulheres/candidiase.htm .

E a dor debaixo da costela tinha também a ver com amebas, como entendi depois.

215 comentários:

  1. oi Sonia! me benefeciei muito com suas dicas no livro só para mulheres, principalemte em relaçao a candida.
    Gostaria de saber em que livro vc dá dicas de tireóide, estou com o tsh normal mas no exame de ultrassom apareceu um cisto (1 só) então já queria me prevenir de eventuais adicionais problemas.....há algum livro que vc trata deste assunto? obrigada

    ResponderExcluir
  2. Oi, amiga, não escrevi nada sobre a toróide - mas no livro Almanaque de Bichos que dão em Gente mostro como qualquer tipo de parasita pode fazer cistos e falsos tumores em qualquer lugar do corpo. Em medicina natural se trata dos cistos aplicando compressas de argila por 2 horas de cada vez. Mais do que isso, não encucando.

    Outra informação importante para a tiróide é que o consumo frequente de subprodutos não fermentados da soja, especialmente tofu, costuma causar problemas.

    Cistos em qualquer parte do corpo podem estar cheios de fungos. Tendem a desaparecer quando a pessoa reduz o consumo de leite, derivados e doces em excesso.

    ResponderExcluir
  3. Oi Sonia! Como é que não descobri a vitaminworld antes?? Sai muuuito mais barato que comprar no Brasil! Tô impressionada! E não paguei nada de imposto!! Acabei de receber meu pedido e descobri que compra internacional abaixo de 50 dólares não tem taxa. Muuuito obrigada pela dica, vou economizar uns 40 reais por mês só nessa brincadeira..=)
    Até mais, Tainá

    ResponderExcluir
  4. Maravilha, tomara que muitas pessoas possam se beneficiar disso! :-)

    ResponderExcluir
  5. Olá, depois de 4 anos sofrendo com o inferno dessa bicha e de ter tentado tudo e gastado todo meu dinheiro, além de ter feito esta dieta que dá vontade de cortar os pulsos e nada disso me curou, comecei a tentar somente os lactobacilos (LACTOFOS)maldita caixinha cara!!! Nos 10 primeiros dias era como se eu tivesse ficado livre da bichinha, mas é soh acabar o lactobacilo, lá vem tudo outra vez. Agora quero tentar os óvulos vaginais de lactobacilos e aproveitar que minha sogra mora na Nova Zelândia e encomendar o óleo de Tea Tree e continuar tomando o Ácido Caprílico (tb da Nova Zelândia pq aqui no Brasil no no existe). Gostaria de saber onde encontrar estes óvulos ou se tenho que mandar manipular e qual a dosagem pra manipulação.Muito obrigada! Sempre aguardando novidades e quem sabe um milagre para cura da Candidíase.

    allantis@gmail.com

    ResponderExcluir
  6. Olá, Sônia e demais interessadas - antes de mais nada, desculpem antecipadamente o longo comentário, mas, como creio que possa ser útil a muita gente, dividi em duas partes...

    Parte 1

    Tempos atrás, quando me falaram em candidíase intestinal, eu não fazia a menor idéia que isso sequer existisse! Eu andava com uns sintomas assustadores, uma bagunça geral no metabolismo, ficava até difícil explicar pro médico o que eu sentia. Com essa multiplicidade de queixas e exames normais, era comum acharem que eu "não tinha nada", que era apenas "ansiedade"... e limitavam-se a me prescrever anti-depressivos e coisas parecidas, que obviamente eu me recusava a tomar. Ao contrário da maioria, a cândida não havia migrado para a área genital, daí que ninguém nem de longe sugeria a sua presença.

    Um belo dia, a coisa ficou fora de controle - e eu comecei a ter disritmias cardíacas (provocadas pela má digestão resultante, só depois vim a saber) e me assustei pra valer! Estava a ponto de capitular, quando um iluminado (médico patologista, não clínico) falou pela primeira vez em candidíase intestinal. Fiz um exame de fezes e... lá estava ela! Parti logo pra pesquisa na internet e acabei seguindo os conselhos de uma nutricionista espanhola muito citada em foruns sobre o assunto. Ela disponibiliza o tratamento todinho online AQUI.

    Não vou entrar nos detalhes, pois é melhor ler o original... só posso dizer que funcionou maravilhas, e meus sintomas assustadores - inclusive alguns que eu nem imaginava pudessem estar relacionados - desapareceram em cerca de 2 semanas! Daí para a frente foi o "caminho de volta", a cada dia me sentindo melhor. Fiz dieta rigorosa e disciplinada durante seis meses, mas para mim não foi nada difícil, pois alguns alimentos, como o açúcar, por exemplo, já não faziam parte da minha mesa há muito tempo, e o resto foi só fazer algumas substituições. Essa nutricionista NÃO proíbe o arroz integral, só o branco. No meu caso, o fator primordial foi a retirada de tudo que tivesse gluten, e o aumento no consumo de gorduras (do bem) - a manteiga ajuda a combater a cândida, sabiam?

    (continua no próximo comentário)

    ResponderExcluir
  7. (continuação do comentário anterior)

    Parte 2

    Minha recuperação me motivou a compartilhar meus achados através de um blog, onde dou uma explicação básica sobre a "branquinha" e forneço alguns links que tanto me ajudaram a esclarecer e a fazer meu tratamento - na verdade uma mudança de estilo alimentar: http://candidabranca.blogspot.com/

    A questão dos lactobacillus é extremamente delicada, pois nem todos eles alcançam o destino, isto é, o intestino. Por isso é importante a gente pesquisar a origem deles, a forma como são preparados e liofilizados. Por esse motivo, eu sempre usei os da Klaire (comercializados no Brasil pela Aplacom, como já foi dito anteriormente) por conveniência, mas há muitos outros bons.

    Até mesmo o iogurte pode não trazer os benefícios que a gente pensa, dependendo da cepa - nem todos são acidophillus e nem todos os lactobacillus resistem aos ácidos estomacais. Dos encontrados aqui, eu sempre usei o Bio Rich, pois é o único que eu conheço que tem tanto o acidophillus quanto o bifidus, recomendados nos casos de cândida. Além disso, só os iogurtes de 24 horas de fermentação garantem um baixo nível de lactose - se deixamos fermentar por menos tempo, a lactose com certeza não vai estar suficientementena digerida - e lactose é proibida nas fases iniciais da dieta. Eu obtinha lactobacillus através do consumo do sauerkraut caseiro, que além de tudo ajuda na digestão.

    Uma informação complementar: um médico do próprio laboratório Klaire, me afirmou (por email) na época, que nenhuma cândida resistiria a 1 a 3 meses de 300mg por dia de Saccharomyces boulardi o nosso conhecido Floratil. Eu não utilizei essa abordagem, preferi a orientação da espanhola, com acidophillus e bifidus. Mas só depois de 1 mês de dieta - ela explica porque no site dela.

    Só posso dizer que foi uma mudança para sempre, e, passados os seis meses, já com exames normais e me sentindo nova em folha, voltei a introduzir alguns dos "frutos proibidos" na alimentação, mas sempre com muita moderação, pois, no meu entender, com cândida ou sem cândida, açúcar a glutem, refinados e industrializados, bem como excesso de frutas, e grãos e feijões preparados inadequadamente, não fazem bem a ninguém.

    Ah! Um detalhe: os únicos anti-fúngicos que usei foram o óleo de côco extra virgem e o alho, além da manteiguinha nos legumes...

    Espero que a minha experiência possa ser de utilidade. Acreditem - essa coisa TEM solução!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Angela, bacana essa nutricionista. Diverge um pouco de algumas informações que tenho, mas no principal estamos alinhadas. A candidíase tem solução, e a solução passa pela consciência do que se come. É o que muita gente não entende, como a mal humorada leitora que comentou antes de você... Beijos! Obrigada!!!

    ResponderExcluir
  9. Sonia, concordo inteiramente com você!

    Existem realmente diversas abordagens, umas mais rigorosas que outras, mas o cerne é sempre o mesmo. Obviamente o seu texto foi dos primeiros que eu li e esteve desde sempre lá no meu humilde bloguinho entre as raras coisas que se encontra em Português, pois me serviu de "norte".

    O que eu aprendi é que cada caso é um caso, pois tem sua "história" própria, e as dietas precisam ser mais ou menos rigorosas. No entanto, dizem, a "cura" da cândida leva um mês para cada ano em que ela esteve descontrolada. Sim, porque a candidíase tem solução, mas a cândida é um fungo que habita normalmente o nosso organismo, não há como eliminá-la totalmente, nem se espera isso - o problema só se dá quando as suas colônias ultrapassam o seu habitat natural e provocam estragos.

    Portanto, o que as pessoas precisam entender é que é preciso ter PACIÊNCIA, e não "sair da linha" quando sente as primeiras melhoras, porque há muito estrago a consertar antes de se poder parar o tratamento, que leva meses. Por isso é que não adianta apenas tomar fungicidas, ou apenas os lactobacilos, porque assim se está apenas atacando o fungo. É preciso também tratar o estrago feito pelo seu crescimento exagerado. Esse estrago, entendi, é uma "destruição" (na falta de palavra melhor) da mucosa do intestino, e sua recuperação depende de duas coisinhas básicas: dieta e tempo.

    E, para mim, não há "sacrifício" que pague o meu bem estar! E, afinal... a gente come pra viver ou vive pra comer? :o) Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oi, Angela, como é refrescante ler os seus comentários! Agradeço por mim e pelo monte de gente que vai entender melhor o que está passando depois de ler você.

    Sobre a fermentação do iogurte por 24 horas, como você faz? Deixa a iogurteira ligada ou simplesmente não põe na geladeira? Beijos :-)

    ResponderExcluir
  11. OI, Sônia! Refrescante é ler VOCÊ, que acompanho e com quem aprendo prazeirosamente desde os primeiros livros! :o)

    Vamos ao iogurte. Eu não uso iogurteira... uso uma panela de inox onde faço o iogurte; ponho o leite integral e muitas vezes ainda acrescento creme de leite para encorpar - sou leitora do pessoal da Weston A. Price e as únicas gorduras das quais tenho medo são as trans, as hidrogenadas e as provenientes dos óleos vegetais poli-insaturados. Faço o iogurte segundo as regras do Bio Rich e coloco a minha panela dentro de uma "geleira de isopor" :o) Fica lá as 24 horas... e, se bobear, ainda sai meio morninho - que o ideal é que esteja sob calor este tempo todo... Depois vai para a geladeira na panela mesmo.

    Para uma informação mais técnica, tem o site da Elaine Gottschall - em Inglês. E, também em Inglês, a forma de fazer na iogurteira, em video AQUI.

    Evidentemente, quanto mais se deixa fermentar, mais ácido fica o iogurte... a vantagem adicional, segundo tenho visto por aí, é que além de baixar a lactose, também altera a estrutura da caseína, seja A1 ou A2, tornando-a menos problemática.

    Voilá! :o)

    ResponderExcluir
  12. Adoro a Elaine Gottschall. Demolidora. Incrível que o livro dela (Breaking a vicious cycle) não tenha sido traduzido. Vi no site que saiu uma nova edição com algumas páginas sobre autismo. E achei bacanérrimo o tanto de informação que ela disponibiliza. Que senhorinha mais fofa!

    Da próxima vez vou fermentar o iogurte durante 24 horas. Merci :-)

    ResponderExcluir
  13. Nooossa, como é fofa! Há diversas variações da abordagem dela na internet, grupos de discussão, blogs... aprende-se bastante só com isso. Infelizmente, inacessível para quem não domina o Inglês...

    Tanta coisa boa ainda não foi traduzida por aqui... :o( e o que foi, como o livro da Nina Planck, é raríssimo de encontrar!

    Não deixe de contar os resultados do iogurte! Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Na época em que saiu, fiz a maior divulgação do livro da Nina Planck (Comida de verdade). Também dos livros do Michael Pollan - as crônicas a respeito de ambos estão no meu último livro, Amiga Cozinha. Pois bem: soube que o Pollan não vendeu quase nada aqui no Brasil, e é o que deve ter acontecido com a Nina. A quem estiver interessado, a dica é procurar nos sebos. www.estantevirtual.com.br é um site que reúne muitos sebos e funciona muito bem.

    E, sobre não dominar inglês, acho que muito do nosso atraso em medicina e nutrição vem daí. Como é que pode alguém terminar uma faculdade e não poder nem ler em inglês, sabendo que quase todas as pesquisas importantes vêm dos EU? Beijos, bom finde!

    ResponderExcluir
  15. Ih... poderíamos ficar horas aqui conversando sobre isso... :o) Bom todos os dias procê! <3

    ResponderExcluir
  16. SONIA E ANGELA , SEUS COMENTARIOS FORAM MUITO UTEIS , SO AGORA DESCOBRI ISSO,POIS NUNCA TINHA OUVIDO FALAR NO ASSUNTO. E VEJO QUE MEU CASO ESTA MUITO CRITICO. iNICIEI A DIETA A 4 DIAS E JA ME SINTO UM POUCO MELHOR APESAR DE ALGUNS SINTOMAS ESTRANHOS DURANTE O DIA, MAS ESTOU CONSEGUINDO TER FORÇA DE VONTADE, POIS ENTENDO QUE SO ASSIN ME LIVRAREI DELA. nÃO ESTOU tRATANDO COM PROFISSIONAL E SIM POR MINHA PROPRIA CONTA ENTAO GOSTARIA DE SABER SE VCS TEM ALGUM NOME DE COMPLEXO VITAMINICO COM AS VITAMINAS NECESSARIAS PARA COMPLEMENTAR O TRATAMENTO? GOSTARIA SE POSSIVEL DO E-MAIL DE VOCES PARA CONTATO E TROCARMOS MAIS INFORMAÇÕES A RESPEITO.
    OBRIGADA.

    ResponderExcluir
  17. Oi, Fernanda, em princípio não são necessárias vitaminas para complementar esse tratamento, mas se você for comprar alguma, é importante que seja yeast-free, sem qualquer tipo de fermento.

    As informações são aqui mesmo no blog, pra outras pessoas poderem tirar proveito. Seria legal você ler os comentários do outro post também, pois algumas das suas dúvidas podem ser esclarecidas lá. Força nas tranças! Coragem e serenidade! Um abraço :-)

    ResponderExcluir
  18. Oi sônia, eu tive a 6 meses um parto muito complicado ( parto normal, muita perda de sangue e com isso a hemoglobina chegou a 6 quase precisei de fazer transfusao e alem disso tive infec~ção puerperal altissima quase morri, fiquei dez dias internada tomando dois antibioticos venosos! entao lendo seus comentarios entendi que os antibioticos pioram o quadro de candidiase e percebi que de lá pra ca os sintomas pioraram muito(da candidiase) hoje estou sem infecção pelo menos aparentemente e com a anemia controlada, mas tenho sentido muitos sintomas como pele muito seca, lingua grossa, vontade excessiva de comer doces, as vezes fico meio aerea com visao parada, (mais eu nao percebo as pessoas que me falam), sofro com todos os tipos de alergias possiveis,olho, nariz, garganta e ouvido coça tudo junto e eu quase morro. essa minha compulsividade por doces é desde criança, me recordo tambem que uma tive problemas com as unhas das maos que ficavam citiculas ressecadas e unhas sangrando, devido a secura, será que tem aver com a candida, mas so aparentei sintomas da candidiase vaginal aos 14 anos e tem 10 anos estou sofrendo com ela. quando li o comentario no site que vc descreve os sintomas me senti euzinha ali... tenho me sentido mesmo hipocondriaca a ponto das pessoas ate desacreditarem qdo falo alguma coisa sobre dor ja fui em todos os especialistas possiveis mas cada hora sinto algo diferente, ginecologistas eu ja devo ter visitado todos da cidade mais ninguem me entende, sempre apresentei corrimento e um cheiro insuportavel que me acompanhava, me sentia uma verdadeira protistuta(com perdao da palavra) mas parecia que as pessoas tbm sentiam o cheiro e pensavam isso de mim, e os medicos falam que é normal por isso decidi fazer pesquisas sobre o assunto e resolvi fazer a dieta por minha propria conta.
    Estou fazendo acunputura ha duas semanas .
    Desculpe-me pelo longo texto é que pedi seu livro mais estou anciosa como no site diz que pode demorar ate 10 dias resolvi colocar as seguintes perguntas aqui mesmo:
    Ha eu perguntei a respeito das vitaminas pelo meu quadro que apresentei no parto e estar recente , visto que no seu site vc comenta sobre suplementos também são muito importantes, uma vez que a sua dieta será restrita; sua médica poderá lhe dizer a fórmula, que deve conter ferro, cobre, zinco e selênio quelados, complexo B (com ênfase na vitamina B6/piridoxina), vitaminas C, E e betacaroteno. A biotina, uma das vitaminas do complexo B, ajuda a evitar a conversão da levedura em fungo invasivo.
    1- Entao gostaria que se possivel me aconselhasse alguma formula ou nome de complexo com essas vitaminas!
    2-li tambem no site a respeito de vermes e identifiquei alguns sintomas, existe algum exame especifico para detectar esses vermes mais a fundo sem ser pelo exame de fezes que ja fiz aos montes e nunca foi detectado? e como é o tratamento dos vermes com remedios? ou com chas e dieta?
    Um braço, sonia e muito obrigado!

    ResponderExcluir
  19. Ha só complementando o Longo texto esqueci de dizer que aos 14 anos tive ovarios policisticos e apareceram pelos mais grosssos no rosto o que tambem imagino eu que já seja sintomas da candidiase mais só agora descobri.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  20. Oi, Fernanda, me desculpe, tinha esquecido inteiramente esse lance de vitaminas e minerais, ainda bem que estava escrito. É o tipo de coisa que você manda fazer com receita em farmácia de manipulação. Não conheço fórmulas prontas. Acho que você deveria conversar com um(a) médico(a) ou outro profi de saúde para ter mais segurança quanto a tudo. Ou fazer sua própria fórmula a partir de vários produtos prontos, leve a lista e converse com o farmacêutico.

    Sobre vermes, aqui no blog, em 4 de junho, tem um post que deve te interessar: Vermes, alho e creosoto. Um abraço! Boa sorte em tudo! :-)

    ResponderExcluir
  21. Olá, Fernanda!

    Desculpa a aparente falta de atenção, mas estive meio "desconectada" do mundo virtual nos últimos dias. Meu email está no meu perfil e no 'blog' http://candidabranca.blogspot.com/ tem um espaço para comentários sobre o assunto. Mas, concordo com a Sonia, o legal é a gente compartilhar "em massa", pois muita gente se beneficia do que a gente sente, passa e resolve, ou não resolve...

    No entanto, sempre alerto para o fato de que eu NÃO sou médica ou nutricionista, embora acredite MUITO nessa troca de experiências. Se os médicos dessem mais atenção a isso, em vez de se limitarem aos seus exames, é possível que obtivessem resultados mais eficientes...

    Sobre o que você relata, vou copiar aqui parte do texto que está no candida branca:

    "Candidíase é um super crescimento no corpo da levedura candida albicans. Embora esse crescimento comece nos intestinos, ele pode se espalhar para outras partes do corpo criando a candidíase crônica. Essa levedura, habitante natural em nossos corpos saudáveis, torna-se patológica quando se transforma em um fungo, gerando raízes que penetram as paredes do intestino e transportam esse crescimento para o resto do corpo. Isso produz o que se conhece como "intestino permeável", e permite que toxinas penetrem na corrente sanguínea, sobrecarregando o sistema imunológico e causando uma grande variedade de sintomas, levando a pessoa a ter intolerâncias alimentares, tonturas, enxaquecas e depressão. Nos intestinos os sintomas incluem diarréia ou prisão de ventre e flatulência, entre outros. Uma vez que saia dos intestinos, a candida pode viver em qualquer lugar que possua membranas mucosas, como a vagina, pulmões e os sinus. Esse fungo tem ainda a capacidade de bagunçar com o nosso sistema endócrino, causando sintomas como perda ou ganho inexplicáveis de peso, transtorno pré-mentrual, irregularidades na menstruação, dores nas juntas, asma, rinite alérgica, fadiga muscular e cansaço crônico."

    Ou seja...

    (1) Essa "bagunça" tem uma explicação...

    (2) Enquanto não sarar o intestino permeável, a coisa não anda. Primeiro é preciso dar uma "baixa" nas candidas, em seguida, tratar o intestino e depois repovoá-lo com bichinhos do bem, os lactobacilos.

    (3) Como você acaba de ter bebê e possivelmente está amamentando, eu sugeriria você procurar uma nutricionista funcional, que vai te solicitar exames para determinar as carências eventuais, e orientar na suplementação, e até na dieta. Independente da gravidez recente, é comum haver algum tipo de deficiência de vitaminas e minerais, embora nada que a própria dieta não pudesse resolver. Mas, não custa nada checar. Eu, por exemplo fiquei com deficiência de B12, que uns bifinhos de fígado duas a três vezes por semana, mais os lactobacilos, resolveram.

    (4) Em quase todas as referências que eu li até hoje, é dito que pode haver uma piora dos sintomas no início do tratamento. Não aconteceu comigo, mas o mais comum é acontecer.

    (5) Acúcar VICIA, Fernanda... por isso não é fácil tirá-lo da dieta.

    De resto, é preciso TEMPO e PACIÊNCIA.

    Espero ter ajudado... Beijinhos!

    ResponderExcluir
  22. Valeu, Angela! Ótimas explicações. Não importa ser médica, nutricionista ou jornalista; importa ser compassiva, e você é.

    "Possam todos os seres ter a felicidade e suas causas, ser livres do sofrimento e de suas causas, jamais se separar da grande felicidade que está além do sofrimento e viver em equilíbro, livres do apego e da aversão."

    ResponderExcluir
  23. Lindas palavras - amém! Você é um de meus maiores exemplos, obrigada! Beijos!

    ResponderExcluir
  24. Querida Sônia, vc é um achado na minha vida. Fico emocionada em escrever p vc. Comecei a dieta atacando os bichinhos com o alho, pico-os em pedacinhos e engulho com água de amanha e a noite, por incrível que pareça meus sintomas mais fortes sumiram no outro dia! Estou procurando o óleo de coco. No momento está muito difícil , pois meus pais estão hospedados em minha casa para tratamento.
    Gostaria de falar sobre meu pai: Ele teve sintomas de candidíase intestinal a vida toda (claro, só hoje percebo isso!), lembro-me que uma vez ficou internado de tão mal, segundo ele o médico receitou um ótimo remédio, mas, em alguns anos começa tudo de novo! Atualmente ele está fazendo alguns exames, fez uma endoscopia e está tudo bem, hoje está fazendo uma tomografia do abdomem, estou esperando os resultados. Bem, falei com ele sobre sua pesquisa, sobre a cândida, ele achou muito interessante! Mas, nenhum médico fala sobre isso! Meus irmãos acreditam q "simples vermes" não vão causar isso tudo! Meu pai tem 75 anos e sempre teve estes sintomas, que nós já conhecemos, como devo agir? Decidi esperar o resultado de todos os exames, pois, creio que cão aparecerá nada significatino, e aí, sim, iniciaremos o tratamento de acordo como que estou descobrindo, o que vc acha? Diga algo para mim, por favor. Beijinhos e obrigada.

    ResponderExcluir
  25. Oi, amiga, os médicos não são ensinados a ver o que não interessa à indústria farmacêutica. Vermes, protozoários e fungos são fontes primárias de infecções com sintomas pelo corpo todo. Para ter certeza do que seu paizinho tem, seria interessante fazer exames específicos. Conheço bons exames no Rio e em Campinas. Alguma dessas cidades é possível para vocês? Rio, laboratório Helio Copelman, exame de fezes: tel 21 2548-0648. Campinas, acupunturista Susana Ayres, teste vibracional de parasitoses (incluindo candida, vermes etc): tel 19 3253-1440. Um abraço!

    ResponderExcluir
  26. Oláss meninas!! Há mais ou menos uma semana estou sentindo irritações em função da proliferação da Cândida, desde a adolescência tenho problemas com isso, e meu estodo emocional contribui e é um dos meus indicadores, mas apesar de tanto tempo convivendo com esse problema, ainda usava as técanicas rápidas da medicina alopática, e acabava com os efeitos (e com parte do meu sistema) em dias!!! Acredito muito no poder da alimentação e estou buscando isso, minha ferramenta de pesquisa é a net e por isso encontrei vcs.

    Gostaria de mais dicas sobre como fazer o processo de transição, para chegar a uma alimentação saudável para a vida, vcs tem mais dicas sobre livros, textos, etc. Enfim, estou decidida a levar isso a frente.

    ResponderExcluir
  27. Olá, "anônima"!
    Você já leu o texto da Sonia sobre o assunto? E os comentários que estão rolando por aqui? Eu diria que suas perguntas já estão ao menos parcialmente respondidas - dá uma olhadinha... ;o)

    ResponderExcluir
  28. Oi angela, muito obrigado pela atenção.
    Amanha mesmo vou tentar marcar uma nutricionista, Abraços.

    ResponderExcluir
  29. Beijinho Sônia e obrigada. Conversaremos depois, ok?

    ResponderExcluir
  30. Oi, A., minha conexão anda horrível, daí a demora em responder. Mas dou a maior força para você procurar uma mudança de hábitos. Com pequenas atitudes corretas, como cortar porcaritos, leite e laticínios, reduzir açúcar ao mínimo e comer mais vegetais e folhas verdes tudo já melhora muito. Claro que é um pacote, né? Fazer exercício, procurar momentos de relaxamento, tratar a si mesma com gentileza. Uma mudança de postura. Nos meus livros você vai encontrar esse tipo de coisa, com receitas e relatos das minhas descobertas ao longo do tempo, veja em www.correcotia.com, clique nas capas para conhecer os conteúdos. Aqui no blog também rola muita dica boa. Tudo de bom, volte sempre!:-)

    ResponderExcluir
  31. OI, Fernanda!
    Não há o que agradecer - bom saber que pude ser útil de alguma forma. Beijos!

    ResponderExcluir
  32. Olá sonia e angela,
    segui o conselho de vcs , procurei a nutricionista funcional, falei com ela da dieta expliquei o caso e hj já me sinto muito melhor. Facil nao esta...rs, mas estou vencendo a cada dia e hj me sint muito melhor, o tratamento é longo ... entao depois volto pra contar como esta sendo. mais uma vez mito obrigado!!!!

    ResponderExcluir
  33. Dá-lhe Fernanda, força nas tranças! :-)

    ResponderExcluir
  34. Sonia,

    Estou muito feliz em ter te descoberto nesse mundinho virtual. Acabei de ler os dois posts sobre a cândida e de ler o capítulo aberto em seu blog. Logo, logo comprarei o livro...gostei muito.
    Impressionante como ser mulher não é fácil. São tantos detalhes...
    Fiz o questionário e fiquei assustada!! O questionário 1 foi todas as áreas com mais de 15 pontos, sendo a tireóide com um número de 65 pontos!!! O resto ficou na faixa dos 30 a 40 pontos...
    Sempre tive alergia a absorventes e a camisinha, dores ao urinar, intestino preso e gases freqüentes. Atualmente estou indo no banheiro a base de laxantes.
    Faz um ano que não vou na médica, pois estou sem emprego no momento. Quando ia, sempre ficava comprovada inflamação por cândida e dá-lhe remédio. Pensava até q meu ex-namorado q me infectava...
    Impressionante o que é a pessoa certa na nossa vida!!! Meu namorado atual é muito mais compreensivo com os meus probleminhas ( dor na relação, alergia, coceira)...mas quero me tratar e não sei se indo para o ginecologista ou imunologista estaria fazendo certo.
    Dúvidas: uso calcinhas de algodão há bastante tempo, mas não sei se estou lavando-as adequadamente. Uso o higi calcinha para lavá-las e passo ferro antes de usar. Na região íntima, estava usando o sabonete íntimo vagisil, mas como custa 20 conto, substituí-lo pelo xampu johnson’s. Estou fazendo correto?
    Como doces demais, estou até na dúvida se tenho somente candidíase ou se tenho vermes tb...a anemia é uma constante na minha vida. Fui vegetariana durante três anos ( mais porque não conseguia tolerar carne muito bem no meu organismo). Engraçado é que nunca pensei que eram os carboidratos que faziam o mal. Já tinha parado com queijo, carnes, leite e derivados...mas nunca com o café, refrigerante e os doces...
    Atualmente estou sangrando fora do período menstrual e foi o pivô de procurar informação na net...fiz uma observação com o espelhinho e parecia q o sangue era de uma inflamação , e não do período menstrual. Vi que tinha uma irritação e umas bolinhas na vulva e uma feridinha entre elas...sei q o papo é nojento , mas estou muito desesperada!!!
    Muita coceira e irritação. Vou controlar a minha alimentação e comer mais carne, com certeza. Antes de tudo, a saúde. O que posso fazer para acabar com a vermelhidão?

    Agradeço desde já pela força.

    Atenciosamente,

    Mimi.

    ResponderExcluir
  35. Viva, Fernanda - que boa notícia! "Tudo vale a pena, se a alma não é pequena" - já dizia Fernando Pessoa. Beijos!

    ResponderExcluir
  36. Oi, Mimi, acho que você precisa de uma ajuda profissional. Pode ser que seja um mega ataque de candidíase mas podem ser outras coisas também.

    Não se deve usar sabonete íntimo, muito menos xampu neutro. Nas mucosas, só e somente água, muita água. Provavelmente tudo vai melhorar muito quando você parar com isso.

    Eu faria um chá de camomila ou artemísia, morninho, para banhar a região de imediato, mas teria que ver se há infecção e de que tipo é.

    A candidíase vaginal dá um corrimento branco que coça muito e parece leite talhado. Não dá feridas nem bolinhas.

    ResponderExcluir
  37. Olá Sonia, tenho acompanhado o blog e fiquei muito feliz em conhecer o site da nutricionista espanhola que dá um passo a passo e esclarece muita coisa. Sinto falta de um cardápio semanal, acho que isso ia facilitar muito.
    Estou com problemas com dois pedidos que fiz na Vitaminworld e achei que talvez vc pudesse me dar alguma dica.
    A primeira vez que fiz um pedido, recebi certinho na minha casa e nem paguei imposto, achei uma maravilha, mas agora fiz dois pedidos na sequência e nenhum chegou. O site rastreou o pedido e disse que chegou no Brasil no dia 16/11. Como pedi melatonina, achei que tivessem barrado por ser proibido no Brasil, mas o segundo pedido não tem nada pra ser barrado e também não chegou. Como você falou em imposto, fiquei pensando que talvez vc tivesse que retirar em algum lugar. Você pode dizer como faz com seus pedidos? Se retira, onde seria?
    Comentando um pouco sobre o meu quadro, estou bastante deprimida, estou fazendo a dieta há duas semanas sem melhoras, já fiz a dieta no ano passadoe fiquei bem rapidamente, depois fui introduzindo algumas coisas, sempre com consciência do problema e tentando me segurar, mas por fazer dieta por tempo tão prolongado fica enjoativa e socialmente inviável e então ela voltou com tudo e agora não consigo mais controlar, estou tão desesperada com dores que estou fazendo coisas perigosas e achando que não tem mais solução para mim. Como não tenho candidiase vaginal (já tive várias vezes, não na sequência e faz tempo não tenho), mas tenho vários outros sintomas, sendo que o pior deles é uma dor insuportável nos quadris e joelhos que dura praticamente a noite toda me impedindo de dormir e de ter uma vida produtiva e feliz. Esses sintomas eu tenho faz 8 anos e só descobri a candidiase há um ano. Estou muito, muito cansada, achando que não vale a pena viver assim. Entendo o mal-humor das pessoas que têm esse problema e me solidarizo com elas. Obrigada pela atenção, Sonia, vc sempre respondeu nossas dúvidas prontamente. com carinho Silvia

    ResponderExcluir
  38. Oi, Silvia, sobre a Vitamin World não sei o que dizer, nunca tive problemas com entrega. O máximo que acontecia era receber um aviso do correio central para ir lá retirar. Acho que você pode tentar isso.

    Sobre seu quadro clínico, já lhe recomendei a Susana Ayres, em Campinas? É longe demais pra você? (Desculpe se já perguntei isso antes, não me lembro de tudo.) Lá eu lhe recomendaria a Susana Ayres, tel 19 3255-4256 para dar uma geral nas parasitoses e verificar essa candidíase. Acho importantíssimo tratar as outras parasitoses que podem estar envolvidas, inclusive amebas de vida livre que produzem dores de artrite.

    Também posso indicar a minha médica homeopata em Petrópolis. Mas onde você está? beijo, té já!

    ResponderExcluir
  39. Gostaria de saber onde consigo encontrar o oleo de oregano e groselha preta,o medico me disse que é excelente no combate a fungos (candidiase) mas estou com dificuldades em achar , alguem me ajuda?

    ResponderExcluir
  40. Sonia, obrigada pelo retorno!
    Você não tinha me indicado ninguém, estou em São Paulo e Campinas fica perto pra mim, vou sim procurar essa profissional, estava aflita sem ter pra onde ir, quem procurar. Semana passada, pela primeira vez, senti umas pontadas debaixo da costela direita que persistiu por alguns dias depois passou, lembrei da sua história com amebas, mas como eu tomei fluconazol por 7 dias achei que pudesse ser a vesícula.
    Quanto à Vitaminworld, eles me reenviaram o pedido, dessa vez sem a melatonina.
    Obrigada, beijos

    ResponderExcluir
  41. Silvia, uma nutri certamente resolve esse problema de montar as refeições, mas nesse link, além da orientação completa da Cala Cervera, no final da página tem várias sugestões de cardápio para café da manhã, almoço e jantar - inclusive com uma receita de "pão" de amêndoas, que é uma delícia!

    E, deixa eu perguntar... você está consumindo gorduras (do bem) em quantidade suficiente? A falta das gorduras certas (óleo de peixe e óleo de côco, entre outras) pode interferir na absorção de diversas vitaminas... No enzimato tem vários posts cobre o assunto, inclusive um recentíssimo com entrevistas em video com o Dr. Sérgio Puppin. E, todos os defensores das dietas de baixos carboidratos reforçam a idéia de que ao baixar o cnsumo de carboidratos deve-se aumentar o de gorduras - as do BEM, repito - ouça o Dr. Ségio Puppin.

    E não esmoreça! ;o)

    ResponderExcluir
  42. Angela, entre parênteses: me ensina como é que se cria link no comentário?

    ResponderExcluir
  43. Mole: mas se eu fizer um "modelo" aqui, ele vai linkar e você não vai ver o código html... mando pro seu email.

    ResponderExcluir
  44. Valeu, Angela! Beijão, bom dia!

    ResponderExcluir
  45. Bom dia, Sônia!
    É um prazer falar com vc!
    Alguns dias atrás contei para vc sobre meu pai, ele tem 75 anos e a vida todo teve problemas com seu intestino. Ha dois meses estava sentido dores fortíssimas na barriga, sem apetite, muito enjôo, cosinhas q acompanharma-o durante muitos anos. Conte p vc pq eu acreditava que ele tinha sintomas parecidíssimos com os do excesso da cândida.
    Bem, ele terminou o tratamento e o diagnóstico é: pequena gastrite e início de úlcera e presença da bactperia "H Pilore" no estomâgo e diverticulite no intestino.
    Gostaria muito que vc falasse sosbre esse diagnóstico, sei q não é médica, mas, as vezes é melhor que muitos. Beijinhos. Saúde para vc.

    ResponderExcluir
  46. Oi, amiga, sempre penso mais em vermes e protozoários do que em cândida diante desses sintomas, o que não quer dizer que ela não esteja presente também. Mas como os exames de fezes não dão nada, porque são feitos de forma medíocre, a pessoa nunca sabe o que tem. A Helicobacter pilori leva a culpa no lugar de outras pequenas criaturas que causam perturbação. Ela é habitante natural do estômago, de um lugarzinho chamado antro que não entra em contato com suco gástrico. Uma médica minha amiga diz que, diante desse quadro, sempre pensa - e trata - estrongilóides, que são vermes (veja mais em www.correcotia.com/vermes).

    Também podem ser amebas que estão com ele há muitos anos. Como saber? Em que cidade você está? Posso indicar bons exames parasitológicos de fezes somente no Rio e em Campinas. Um bom homeopata também poderia medicar a partir dos sintomas, procurando equilibrar o organismo dele. Poderia ser bom em todos os sentidos, se ele tiver abertura para tanto.

    ResponderExcluir
  47. Estamos em Goiânia, mas não é tão difícil de irmos a Campinas, SP, né? Bem, vou conversar com meu velho pai. Voltarei...

    ResponderExcluir
  48. Em Campinas seria uma consulta completa com a Susana Ayres, tel 19 3255-4256, acho bacana porque pode abrir horizontes.

    No Rio, você poderia ligar para lá e mandar as amostras de fezes pela Varig ou Sedex 10, ligue para saber: 21 2548-0648, laboratório do dr Helio Copelman. Não tem convênio e custa em torno de 260 reais. Com mais 20,00 se acrescenta coprologia funcional, que dá a situação das enzimas digestivas, que geralmente precisam ser suplementadas. Abração e volte mesmo!

    ResponderExcluir
  49. Gastrite e úlcera diagnosticadas já são uma realidade séria, e não se pode deixar sem tratamento.

    Mas essa coisa da helicobater, há realmente controvérsias... e tempos atrás um médico bastante confiável me disse que é tudo uma questão de quantidade - que nem a candida. No caso da H. Pylori, ele só tratava se a contagem estivesse acima de 1000.

    Sei da existência de um suplemento novo, o "zinc-carnozin" que parece ser a mais recente descoberta para o tratamento da gastrite e úlcera em duas semanas, mas ainda não é conhecido por aqui e nem tem disponível em qualquer lugar, mesmo do exterior. Dê uma busca na internet. Pelo que entendi, não dá muito resultado tomar zinco e l-carnosina separados, pois embora ambos sejam cicatrizantes, o "zinc-carnosine" é uma misura molecular... algo assim, não sei explicar... mas não é a mesma coisa que misturar manualmente as duas substâncias. Pergunte a seu médico.

    Enquanto isso... talvez ele possa tentar a GLUTAMINA, um aminoácido. É fácil encontrar em casas de vitaminas, é relativamente barata e, segundo este site, pesquisas indicam que resolve 50% do problema em duas semanas, e um mês depois já está quase tudo recuperado. Talvez isso não seja o bastante, pois é preciso determinar as causas, mas ajuda, pois é um regenerador das mucosas, não tem contra-indicações e não tem gosto de nada.

    O que a Sonia disse já experimentei na pele, e por aqui realmente o exame do Copelman é o único que detecta essas minúcias todas. Tive a pachorra de levar amostras do mesmo material para mais dois laboratórios (estilo São Tomé...) e, enquanto o Copelman detectou um zoológico miniatura, os demais deram negativo!

    Numa outra abordagem - coincidentemente - ontem publiquei um post sobre a esperiência de um médico austríaco com dietas de baixos carboidratos no tratamento de diversas doenças - e tem um capítulo inteirinho do livro dele online, exatamente sobre o trato gastrointestinal. Está em Inglês, mas vale a pena ler. O post em Português pode ser lido AQUI, mas é apenas de abordagem geral da dieta proposta por ele.

    É sempre mais uma informação para processar... um abraço!

    ResponderExcluir
  50. O problema da cicatrização forçada é que, se o agente ulcerante (estrongilóides? amebas? outros?) não for atingido, a coisa volta pior. Por isso dizem que úlcera pode virar câncer.

    Amebas, por exemplo, corróem a submucosa intestinal, fazem abscessos necrosantes no fígado...

    E por isso eu prefiro abordagens não alopáticas!

    ResponderExcluir
  51. OLÁ LENDO O SITE DE VCS ME SINTO EUZINHA, PARECE QUE TENHO TUDO O QUE FALAM POR AQUI, ENTREI PARA VER SOBRE A CANDIDIASE E ACABEI DESCOBRINDO QUE TENHO MUITOS SINTOMAS DE VERMES BEM COMO A H PILORY TAMBEM JÁ FOI DIAGNOSTICADA ENTAO QUERO VR SE CONSIGO FAZER A DIETA DA CANDIDIASE, ESSA MESMA DIETA RESOLVE PARA VERMES? E ATE MESMO AJUDARIA NA GASTRITE? OU TENHO QUE FAZER UMA COISA DE CADA VEZ O QUE ME ACONSELHAM ? ESTOU EM BELO HORIZONTE, MG SERÁ QUE ALGUEM PODERIA ME INDICAR ALGUM HOMEOPATA / ACUNPUTURISTA DE CONFIANÇA POR AQUI POIS ESTOU AQUI A POUCO TEMPO E NAO CONHEÇO NINGUEM.. OBRIGADA.

    ResponderExcluir
  52. Sonia, eu não sou radical, embora, a nível pessoal, sempre prefira resolver as coisas via alimentação e medicina funcional, biomolecular, ortomolecular, por aí - alopatia só em último caso. As minhas sugestões acima são dentro dessa linha, mas concordo com você - é preciso buscar as causas.

    Entetanto, o agente ulcerante pode, entre muitas outras coisas, ser "apenas" um alimento ao qual se é intolerante, e que provoca um aumento na produção de ácido e até a proliferação de fungos e bactérias. O médico austríaco a quem me referi no comentário anterior, "culpa" o alto consumo de carboidratos. O "remédio", portanto, na experiência dele, é dieta - e suporte, até o reestabelecimento do equilíbrio. Se houver vermes, vai tratar os vermes, mas se não mudar a dieta, o problema retorna.

    Enfim... seja lá como for, eu sempre gosto de ouvir diversas opiniões, pois nem tudo funciona da mesma forma para todos. Beijos!

    ResponderExcluir
  53. Oi, Valeria, há um terapeuta holístico aí em BH que pode te ajudar: Geraldo Granja, tel 31 3458-9343. Ele faz diagnóstico vibracional das parasitoses e orienta quanto ao tratamento, inclusive da candidíase. Um abraço!

    ResponderExcluir
  54. Oi Sonia, obrigada por tantas informações!!! A estratégia da nutricionista Cala Cervera de acabar com os fungos é muito interessante, estou adotando. Vc sabe que eu acabei tirando o kefir que eu tomava diariamente e estou ficando muito bem! Acho que a lactose que restava no kefir estava me fazendo mal. Estou tomando oleo de coco e uso azeite extra virgem em tudo! Nesse momento estou sofrendo a "die off" com muito cansaço e dor de cabeça, mas sei que é porque os fungos estão morrendo e passando essa etapa eu fico bem, já estou feliz por isso.
    Leva um tempo até você descobrir o que lhe faz bem e o que lhe faz mal, mas vale a pena todo o trabalho de tentativa e observação.
    Beijos, beijos.

    ResponderExcluir
  55. Oi, Silvia, que bom esse retorno! Beber água com gotas de limão aos golinhos, ao longo do dia, pode ajudar muito nessa sensação de mal estar do die off, ou "reação de Herxeimer", que precede o grande alivio.
    Os chás depurativos, como dente-de-leão, tanchagem (transagem), camomila, artemísia e jasmim, entre outros, também podem ser muito úteis. E o melhor é que passa! Um abração e tudo de bom!

    ResponderExcluir
  56. Angela, desculpe, foi vc quem comentou! Agradeço a vc pelas informações! Veja os comentários no post anterior. Um abraço.

    ResponderExcluir
  57. Silvia, a discussão é que enriquece! É muito gratificante saber que você já está no "caminho de volta" - amém!

    ResponderExcluir
  58. Os primeiros dias da dieta é muito difícil, dá a impressão de que não vamos conseguir, mas passado a abstinência do açúcar a vontade não passa mas a tortura sim. Eu tento matar a vontade com gelatina diet porque não consigo ficar sem um doce, além disso faço um manjar com gelatina em pó, leite de coco e adoçante que tem os benefícios da gordura do coco e vira uma sobremesa. Estou tentando agora convencer o meu marido de aderir à dieta, porque ele tem vários sintomas, moramos juntos numa casa húmida no litoral de Florianópolis... agora uma coisa me intriga, porque será que em Florianópolis o percentual de celíacos é dos mais altos? inclusive é muito comum encontrar produtos sem glutem por todo o comércio!
    Obrigada por todo o apoio, as pessoas que me rodeiam não acreditam nesse diagnóstico, nem minha mãe acredita em mim. rs

    ResponderExcluir
  59. Oi, Silvia, passa a receita dessa gelatina aqui para nós, deve ser interessante. Dá pra adoçar com stévia?

    Casinha úmida é um problema sério. Umidade = fungos.

    Quanto ao que chamam de doença celíaca, pra mim a maior parte é parasitose sem diagnóstico. E pensei em sugerir a você um vermífugo para reduzir a compulsão por doces. Força nas tranças! Abração!

    ResponderExcluir
  60. Oi Sonia, a gelatina é muito simples, é apenas um paliativo pra driblar a fissura do doce então inventei o seguinte:
    Você pega gelatina em pó incolor, um pacotinho e hidrata com um pouquinho de água por alguns minutos. Derrete no microondas ou no banho-maria e acrescenta 2 vidros de leite de coco sococo, 1 vidro de leite de soja e stevia a gosto, coloca na geladeira e fica mais ou menos um manjar. Fica muito bom com um pouco de geleia de ameixa diet.

    Sonia, qual vermífugo eu tomo e como?

    Uma coisa que eu queria relatar é que depois de tirar o carbohidrato a minha pele que era acneica ficou sedosa e sem espinhas!
    Quanto à casa húmida, vou passar 4 meses lá, coloquei 2 aparelhos de sterilair mas vai acabar sendo um teste para a minha saúde.
    Vou dando notícias, tá? bjs.

    ResponderExcluir
  61. Boa receita, Silvia, só não gosto do leite de soja. Já tendo o leite de coco para dar consistência, eu faria com água. Leite de soja é péssimo e não entra nessa dieta. Leia mais sobre os inconvenientes da soja não fermentada em www.correcotia.com/soja , se tiver curiosidade... E mande notícias sim.

    Na casa úmida, se você tiver capim limão queime as folhas num defumador ou na frigideira mesmo e defume todos os cantos da casa com essa fumaça, que ajuda bastante. Abração!

    ResponderExcluir
  62. Silvia, sobre o vermífugo pode ser um alti-helmíntico polivalente tipo Zentel, Zolben, Pantelmin, o genérico é albendazol.

    ResponderExcluir
  63. Sonia, eu geralmente não tenho o leite de soja e faço a receita com água sim! Fica um pouco mais pesado porque o leite de coco é gorduroso e o leite de soja dá uma amenizada, mas aí é só comer um pouco menos. Vou excluir o leite de soja.

    Lá nessa casa tem capim limão, vou defumar!

    bjs

    ResponderExcluir
  64. Sonia, pode castanha do pará?

    ResponderExcluir
  65. Querida, as castanhas - todas, bem como as frutas secas - são muito sujeitas a fungos, então são desaconselhadas nesta dieta. Ainda bem que existe o coco!

    Você já leu a dieta da nutricionista espanhola Cala Cervera? Tem um passo a passo bem interessante, pode te ajudar.

    ResponderExcluir
  66. Puxa, foi mesmo, tive uma recaída esta noite, fiquei na dúvida se seria a castanha ou o ovo...
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  67. Um dos problemas com as nozes, castanhas e amêndoas é que, por mais mastigadas que sejam, sempre chegam micropedaçudas ao intestino. E aí a galerinha desocupada faz a festa com elas. Outro problema é que ficam rançosas com muita facilidade depois de descascadas. Ranço quer dizer radicais livres que querem dizer toxinas...

    ResponderExcluir
  68. Oi sonia, estou me divertindo aqui no meio de tantas informaçoes precisas, parece que me encontrei... gostaria de saber se a manteiga que vc diz em sua dieta pode ser essa ?http://www.itambe.com.br/cmi/pagina.aspx?191

    E quanto as enzimas digestivas que a cala sugere no site, será que tem algum nome especifico?
    Ela tambem sugere o oleo de oregano e eu nao estou encontrando em nenhum lugar, poderia me ajudar?!
    E o Legalon devo tomar em jejum junto com o oleo de coco ou apos o cafe da manha, qual seria o melhor horario!
    Quero iniciar o ano com o pé direito e vou fazer a dieta direitinho pois a muitos anos sofro com candidiase polissistemica e nem tinha conhecimento da mesma, achava que era normal...
    desde já muito obrigado.

    ResponderExcluir
  69. Só mais uma duvida o que tratar primeiro, os fungos ou amebas e demais verme?
    bjinhos

    ResponderExcluir
  70. Sonia, Boa tarde!
    Nossa esse blog está simplesmente demais..... passo por aqui todos os dias já se tornou um vicio, nao durmo sem lê-lo, você está de parabens! é muito gratificante ver sua tamanha vocação, paciencia e atenção com todos! Confesso que tenho adquirido muito conhecimento com todo esse papo que ando observando aqui...
    Como todos os outros leitores, tambem tenho uma duvida: Esses dias procurei uma nutricionista funcional , expliquei sobre a candidiase levei o teste enfim, ela me passou uns suplementos, uma dieta que pode tudo (obvio que nao vou seguir) prefiro a sua que ja sei o resultado pelos leitores rs... e por fim ela me indicou adoçar com stevia (stevita) ou (sucralose Linea) como não achei nada sobre o assunto aqui no blog, gostaria de saber sua opinião a respeito de tals.

    ResponderExcluir
  71. Oi, Amanda, a manteiga deve ser fresca e sem sal; pode ser de qualquer marca, desde que esteja fresquinha e sem o mais remoto sabor de ranço.

    Pode tratar tudo junto. O Legalon deve ser tomado conforme a bula. Enzimas: não sei quais a Cala indica, mas na farmácia existem enzimas pancreáticas que ajudam. Todas são boas. Óleo de orégano nunca vi, acredito que você possa fazer em casa com 20% de orégano seco num vidro escuro e o restante de azeite; tampe, deixe em lugar escuro por 10 dias e pode começar a usar. Aos 30 dias coe e descarte as folhas, guarde o óleo bem tampado.

    Pé direito, pé direito, pé direito em 2010!!!

    ResponderExcluir
  72. Oi, Jennifer, a stévia é o único adoçante acima de qualquer suspeita, pode usar sem susto. Mas o melhor mesmo é ir se desprendendo do sabor doce banal, que se usa mais por vício do que por desejo.

    Esse papo com as mulheres aqui no blog tá mesmo muito bom. Bem-vinda, abração!

    ResponderExcluir
  73. Sonia comecei a fazer a dieta, nao é nada facil mas nao quero desistir nao , gostaria de informaçoes sobre as porçoes diarias, o quanto pode comer ? quais as medidas do oleo de coco? deve ser ingerido em jejum junto com os lactobacilos e o legalon tambem em jejum? o polen é em qual horario? voce concorda em beber agua fervida durante a dieta? poderia passar alguma sugestao de cardapio para cafe almoço e lanche ou jantar , pois os ingredientes sao restritos e nao sei como preparalos. li sobre floratil que tambem ajuda, vc aconselharia? muitisimo obrigado!

    ResponderExcluir
  74. Oi, Amanda, você tem muitas perguntas e dúvidas, acho que poderia ser bom consultar um profissional pra te dar apoio. Já entrou no site da Cala Cervera para ver o plano de dieta dela? É mais detalhado, porque ela é nutricionista: http://www.calacervera.com/index.php?option=com_content&task=view&id=32&Itemid=30 . Um abraço e boa sorte!

    ResponderExcluir
  75. Oi Sônia

    Feliz Ano Novo a vc e a todo o mundo! :-)

    Gostaria de saber qual é a sua opinião em relação a doença celíaca e qual a diferença entre essa doença e a candidíase. Obrigada!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  76. Oi, A., minha opinião é de que se precisa investigar muito bem as parasitoses intestinais, incluindo candidíase, antes de dar nomes a supostas novas doenças. Quanto à questão do glúten, é evidente que há uma grande melhora intestinal quando existe um quadro de desequilíbrio, ou disbiose, e se interrompe o consumo diário de farináceos e massas; não estou convencida de que exista uma alergia ou intolerância ao puro e simples glúten, marco alimentício da civilização. Sinto cheiro de lobbies por trás - da soja, talvez? Um abraço!

    ResponderExcluir
  77. Sonia ,boa noite gostaria de saber se pode ser utilizado o oregano, o açafrao e o tomate na dieta a candidiase/ abcs!

    ResponderExcluir
  78. A Agua de coco e o leite de coco podem fazer parte da dieta?

    ResponderExcluir
  79. Oi, Luciana, orégano e açafrão sim. Quanto ao tomate, depende de como você se dá com ele (eu acho muito ácido e uso pouco) e também da procedência. Orgânico, tudo bem; não orgânico, obriga a descascar. São 50 pulverizações de agrotóxico antes da colheita...

    Oi, A., o leite de coco natural (não de vidro ou caixa) pode ser usado sem problemas, mas a água é muito doce e tudo o que é doce não pode.

    ResponderExcluir
  80. Oi Sônia

    Vou postar uma dúvida meio boba. Comprei dois pacotes de rice noodles (massa chinesa de arroz com 90% de arroz e o restante é água) e de glass noodles - vermicelli (eu achei que era semelhante à massa de arroz) e quando verifiquei a composição do vermicelli vi que o ingrediente principal é "mung bean flour"... como não queria comprar nada que tivesse soja fiz uma pesquisa e realmente é farinha de soja... sei, através dos seus artigos, que a soja faz mal mas também não quero deitar os pacotes fora. Essa tal de "mung bean flour" faz mal ou estarei errada?

    Já agora outra pergunta boba: há alturas em que leio "modified potato starch (tapioca)" como um dos ingredientes de produtos... será que é transgênico?

    Obrigada
    Mariana

    ResponderExcluir
  81. Oi, Mariana, isso é um sinal do céu para você parar de comprar produtos industrializados cujo rótulo diz coisas que você não entende. Comida de verdade não confunde ninguém.

    De todo modo, mung bean é feijãozinho verde, do qual se faz o broto de feijão mais conhecido, e "amido de batata modificado" que se chama de tapioca, bem, aqui tapioca é a goma da mandioca; vai ver eles nem sabem direito do que estão falando. Industrializados, bah.

    ResponderExcluir
  82. Priscila Passos18/01/2010 15:24

    Há muitos anos tenho uma candidíase que volta e mei me persegue, e sempre tratada da mesma forma com os benditos cremes, há 10 dias mais outra crise apareceu.Inconformada com o "não tem cura" dos médicos resolvi pesquisar na internet e acabei por cair aqui.Li inteiro o capitulo da candidíase e nos dia seguinte mudei toda minha alimentação, li todos os comentarios, dúvidas, pesquisei em outras fontes e mesmo ainda com algumas pequenas dúvidas sobre o que pode ou não comer eu estou firme e forte na dieta e nos banhos de assento com alho e com vinagre, no iogurte caseiro, e no óleo de coco.E como por milagre ela se foi, eu mal acreditei quando vi que minha candidíase me deixou sem sequer um comprimido!!!! Emagreci 4 quilos neste período e a vontade compulsiva de comer doces foi embora junto.Realmente é fantástico!
    Eu gostaria de agradeçer a ajuda e estimular algumas mulheres que chegam até aqui com dúvidas em tudo que leram sobre o que a Sonia escreveu.
    Sonia querida vc é uma santa!!!!

    ResponderExcluir
  83. Priscila Passos18/01/2010 15:37

    Agora eu queria esclarescer umas duvidas, eu compreendi que quem tem candidíase sempre tem q ficar atento ao que come, porém depois de aliminados os sintomas da "crise" por quanto tempo ainda devo permanecer com a dieta bem restrita?
    Depois pra que eu continue com uma alimentação saudável e que não atiçem as vizinhas (candidas) o que eu posso incluir no cardápio sem me prejudicar muito?
    Esses 10 dias me fez acreditar realmente que nós somos o que comemos e eu era um lanche do mac donalds com direito a sundae de chocolate...

    ResponderExcluir
  84. Oi, Priscila, bem-vinda! Obrigadíssima por seu retorno, que é fundamental para muitas mulheres - e, sim, muitos homens - tomarem providências para se livrar dos fungos. A dieta assusta, mas o bem-estar que vem com ela compensa tudo, né? E a gente se acostuma a comer menos e melhor.

    Sobre suas dúvidas quanto à duração da dieta e retorno à normalidade, os autores divergem. Alguns vão flexibilizando depois de dois meses, outros já começam mais flexíveis. Penso que tudo depende de como você se sente, já que cada caso é um caso. Uma boa ideia é ir testando - quando você tiver vontade, acrescente apenas 1 alimento proibido e observe a reação. Anotar num caderninho ajuda muito.

    Eu mantive os lactobacilos diários apesar de estar livre da candidíase há muitos anos; cuidar da flora intestinal nunca é demais. Também uso óleo de coco direto, na comida, na pele e no cabelo. Evito uma série de coisas no dia a dia - batatas, por exemplo, leite e laticínios, excesso de frutas. Você vai encontrar seu próprio caminho no decorrer do tempo.

    Parabéns pela entusiasmo! Essa palavra quer dizer "Deus dentro". Não pode haver nada melhor. Abração!

    ResponderExcluir
  85. Oi gente, o óleo de orégano você encontra o essencial da ARomalandia, que mudou o nome para Laszlo. Tomar cuidado porque eh super irritante e queima a boca. Tomar 3 gotas 3 x ao dia.

    Estou passando o verão em Florianópolis e meus sintomas pioraram tanto que estou a base de antifúngicos. Gases, coceira no intestno e inédito, no esôfago. A dieta nesse caso não tem segurado a onda. ; ( Quanto mais converso com as pessoas vejo que a região êh complicada, muita rinite, doença celíaca. Parece que todo mundo tem uma queixa, ou alguém muito próximo com problemas que me remetem a candida...

    Vou pedir ajuda espiritual com o Joao de DEus em Abadiania, estou ficando desesperancosa e isso êh muito ruim. Tomara que eu possa dar melhores notícias. Bjs. S ilvia

    ResponderExcluir
  86. Oi, Silvia, você escreveu antes contando que estava numa casa muito úmida, né? Fico pensando: como é que pode, você sabendo que tem o problema, se expor a isso?

    Rinites não são necessariamente devidas a fungos, e "doença celíaca" é um dos diagnósticos úteis quando não se procuram amebas e outros bichos.

    Torço pra você melhorar. Um abraço!

    ResponderExcluir
  87. Oi Sonia , eu achava que o problema estava na casa porque a casa fechada ficava cheirando a mofo. Tomei algumas medidas preventivas que ajudaram como sterilair, fiz mais aberturas na casa, mas acabei descobrindo que a região em que a casa esta eh problemática, acabei de saber que a vizinha tem candidiase vaginal recorrente e micose na unha... aqui eh minha segunda casa, eu e meu marido temos trabalhado aqui nos verões, entao estamos muito envolvidos com a cidade. Descobri o problema há apenas um ano e tenho tentado conhecer mais sobre o universo dos fungos. Êh claro que comecei a pensar em vender a casa por isso. Mas êh uma decisão difícil.

    ResponderExcluir
  88. Oi, Silvia, é muito difícil mesmo lidar com isso e há milhões de pessoas na mesma situação. Certa vez tive escritório num lugar úmido e o arquiteto resolveu boa parte do problema fazendo uma segunda parede por cima da que já existia, com um vão de 5 centímetros entre elas. O ambiente ficou mais respirável, mas nada podia ser guardado lá. Outra dica é colocar espelhos para refletir a luz do sol, ampliando seu alcance.

    Achei um estudo da OMS na Europa a respeito, quem sabe alguma coisa te serve? http://www.euro.who.int/Document/E91664.pdf . Um abração e bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  89. Sonia, qual sua opiniao sobre aloe vera , em prol da candidiase? aconselharia a bebê-lo? liquido ou gel? abraços

    ResponderExcluir
  90. Sonia obrigada pelas dicas, foram de muita valia. Vou ler o artigo com calma, por enquanto estou com internet no celular e êh mais difícil de ler e escrever. Agora pelo que tudo indica, em um mês estarei morando aqui de vez, meu marido que êh fotografo, recebeu um convite de uma editora de livros de turismo para ser o editor de imagem, proposta irrecusável pra ele. Por enquanto não teve jeito, apelei pra alopatia pra não enlouquecer e continuo firme na dieta. Tenho lentamente melhorado. Se não se importar vou contando aqui no blog o desenrolar dessa doença. Beijos e obrigada.

    ResponderExcluir
  91. Oi, Lidia, que eu me lembre a Aloe vera não faz parte do repertório antifúngico, embora seja excelente para tratar tecidos em geral e regenerar células. O pessoal que faz marketing direto dos produtos engarrafados de Aloe vera diz que eles sim atuam, mas eu não tenho experiência que corrobore isso. Um abraço!

    ResponderExcluir
  92. Oi, Silvia, estamos torcendo por você! Beijos!

    ResponderExcluir
  93. Obrigada Sonia eh reconfortante estar aqui com vc.
    Quanto ao aloé vera, gostaria de saber qual o tipo usado pra uso interno, conheço duas espécies uma êh aquela muito comum de se encontrar nas casas, conhecida como babosa e a outra êh de folhas mais grossas e mais retas...

    ResponderExcluir
  94. Oi, Silvia, uma tem as folhas retorcidas e dá flores avermelhadas, outra tem as folhas mais largas e retas e dá flor amarela. Ambas são medicinais.

    ResponderExcluir
  95. Legal Sonia não estava conseguindo essa informação. Fiquei com uma outra duvida, mexer com a terra eh ruim pro quadro de candidiase? Bj

    ResponderExcluir
  96. Oi, Silvia, eu acho que mexer com a terra é sempre bom. Assim como fazer compressas de argila na barriga, especialmente ao meio-dia. Não tendo argila, pode ser qualquer terra limpa. Não é uma indicação especial para candidíase, mas ajuda em tudo. Beijo!

    ResponderExcluir
  97. Oi Sonia foi lançado um livro chamado síndrome fúngica uma epidemia oculta.
    Estou pesquisando sobre acido tartarico vc saberia dizer algo? Bjs

    ResponderExcluir
  98. Parte 1 do comenatario

    Olá pessoal! Estou cá também porque sou mais uma vitima dessa " maldita candidiase" que nos tortura.

    Na verdade só me apareceu candidiase vaginal tinha eu 22 anos, ou seja, foi no ano de 2007. Desde 2007 que estou numa luta constante contra isso, mas pronto tenho que admitir que não sou nada paciente e rigorosa comigo mesma. Pessoal seguir a dieta é muito dificil para mim, até porque a certa altura de tantas coisas que não posso comer fico sem saber o que devo ou não devo comer.

    Quando me apareceu candidiase em 2007 corri logo para o medico, fiquei superassustada, nunca me passou pela cabeça que existia uma doença com esse nome. A medica avaliou o meu estado e perante os sintomas vaginais concluiu logo que era candidiase. Receitou-me remedios locais e por uns tempos não apareceu nada. Só que de uns tempos para cá tem aparecido sempre e para vos falar a verdade já não tenho mais paciencia para ir ao medico, porque sei que me vão passar os mesmos remedios e como sempre não vou melhorar. Estou cansada de tomar remedios.

    Também nesta mesma altura (2007), fiz exames de sangue e urina e segundo medicos estava tudo óptimo. Em 2008 numa das crises recorri ao medico de novo, receitaram-me remedios e novos exames. Os exames deram um pouco anormais mas segundo medicos não havia motivo para preocupação porque estava apenas com uma pequena anemia. Bem, desde então não tenho feito mais exames.

    Pesquisando pela net, cheguei a conclusão que posso ser uma pessoa super sensivel. Quase toda a minha familia sofre de alergias, alergias por todo o lado. Eu sempre tive e agora então está pior. A minha pele está sempre a coçar e quando coço ficam marcas pretas, na verdade as vezes sinto uma coceira que parece vir de dentro do organismo e garanto-vos sempre tive isso, lembro muito bem ainda nem sonhava ter candidiase vaginal. Tenho coceiras no nariz, na boca, ah e também sei que a minha saude oral não está normal, as minhas unhas estão horrorosas. Sei que muita gente pode pensar, esta miuda esta a exagerar mas não estou. Tudo o que estou a dizer é o que sinto.

    Pá sinceramente já fico com medo de comer tudo e com esse medo não sei o que comer. Se não posso beber leite, café iogurte o que posso comer no pequeno almoço. Se não posso comer pão e com certeza tambem bolachas, cereais...o que posso comer??

    Outra coisa é que sempre fui magra e não vejo razão para isso sabem. A unica vez na minha vida que estive mais forte foi no ano de 2005/2006 e nem sequer chegava em 60Kg, com 1,70 de altura nunca na minha vida pesei mais que 60 kg. Normalmente sempre pesei 54 kilos mas ultimamente tenho estado mais magra ainda, talvez por causa da proliferação da candidiase.

    ResponderExcluir
  99. Parte 2

    As vezes fico muito preocupada e fico a imaginar coisas, mas quase que já não me restam duvidas que todo o meu problema é devido ao fungo candida. As vezes até digo que Portugal não fez bem ao meu organismo. Sou africana e vim para portugal estudar. Cá surgiu muitos problemas no meu corpo e fico a pensar que a mudança de temperatura, aliada ao ritmo de vida e outras preocupações se juntaram e se calhar não me fizeram bem.

    Antes de mais em minha terra quase que não se come enlatados, só alimentos preparados em casa. come-se muita coisa saudavel e poucos quimicos. Por outro lado tinha uma vida mais regrada e sem falar que mesmo sem querer fazia exercicio fisico todos os dias. Andava 6km a pé todos os dias para ir e vir da escola, morava numa aldeia, onde se acorda com o barulho dos vizinhos nos cumprimentando, o cacarejar do galo, comia ovos da minha galinha...entre muitas outras coisas que para mim explicam tudo.

    A minha vida cá em Portugal é muito sedentária. Fico stressada facilmente, porque com a faculdade, os tantos trabalhos, testes, exames é dificil não se stressar. Ah e o que não vos contei é que na altura que fiquei mais debilitada e que me apareceu candidiase vaginal já tinha quase um ano que não tinha namorado, aliás a epoca em que me apareceu isso foi uma epoca dura paa mim em termos amorosos. Sofri muito porque o meu primeiro namorado tinha me abandonado e eu que acreditava tanto na nossa relação acabei por sofrer tanto, mas tanto, tanto que acredito que essa foi uma das razões principais para isso acontecer.

    Há pessoas que não percebem nada disto. E quando dizes que tens uma candidiase vaginal todos pensam que se trata de uma dst mas não é nada disso. Com toda a informação que já tenho na bagagem, desde que isso apareceu e que não fazia a minima ideia do que se tratava, posso afirmar com toda a certeza que não é uma dst. Pena que não sei o que fazer para acabar com isso. Sou apenas uma estudante bolseira, vivo apenas da minha bolsa que não chega sequer ao salario minimo nacional e pelo que vejo muita gente que se fala que é bom é muito caro.

    Eu sei que o meu caso é severo e precisava de mais cuidados mas será que não me poderiam ajudar a descobrir formas mais baratas de combater isso??Ah li quase todos os comentarios e muita coisa que falam não conheço, não sei o que é e assim torna-se complicado. As coisas também as vezes não podem ter nomes diferentes??

    Desde já obrigada a quem ler o meu comentario e obrigado a todos por partilharem os vossos conhecimentos.

    Meu mail é :livadelgado@hotmail.com para quem quiser falar comigo.

    Fiquem com Deus!

    Maria

    ResponderExcluir
  100. Maria, não se desespere, tudo isso tem solução! Se você não consegue sair disso sozinha, até porque, precisa acompanhar essa pequena anemia... uma ajudinha de quem diga o que fazer e comer no dia-a-dia pode ajudar - melhor ainda se esse alguém souber do que você está falando e como te dar suplementos (não remédios), checar alguns de seus exames, etc. NUTRICIONISTAS FUNCIONAIS podem fazer isso. Por que você não vai a um nutricionista funcional? O melhor disso tudo é que, se ele achar que você precisa de um médico, ele vai te indicar um da confiança dele, que também vai saber do que você está falando.

    Procure nesse endereço http://www.nutriscience.pt/ uma indicação de nutricionistas funcionais. Não tenho certeza se eles mesmos atendem em consultórios, mas sei que dão cursos, e poderão com certeza ajudar a localizar alguém próximo de onde você mora.

    Entretanto... com ou sem ajuda, você vai mesmo precisar de um bocado de paciência e disciplina - mas vai ficar BEM, confie!

    Um beijinho,
    Angela

    ResponderExcluir
  101. sonia,
    estou tomando o óleo de coco, mas fico um pouco enjoada e não consigo comer quase nada durante o dia. È normal no começo??

    ResponderExcluir
  102. Oi, Maria, acho que é importante você ver o que mudou na sua alimentação desde que foi da África para Portugal e tentar reverter. Os europeus usam muito leite e laticínios, ao contrário dos africanos em geral, que têm muita intolerância à lactose e à proteína do leite. Às vezes pequenos ajustes ajudam mais do que grandes decisões.

    De manhã sugiro você comer ovos mexidos, se possível com uma cenoura crua muito bem mastigada, ou seu sumo, e verduras de folha; iogurte com lactobacilos vivos nos intervalos das refeições, quando bater a fome. Esses lactobacilos são caros quando em cápsulas mas é possível encontrar bons iogurtes feitos com eles. Chucrute natural também funciona, são os lactobacilos de repolho cuja receita está em www.correcotia.com/mulheres/candidiase.htm .

    O azeite de alho pode ajudar muito, inclusive se houver alguma parasitose envolvida. Um abraço e força nas tranças!!!

    ResponderExcluir
  103. Oi, Anônima dos enjôos, isso pode ser sim um efeito do óleo de coco, como te respondi por email; talvez toxinas entrando na circulação do sangue, já que ele tem um efeito microbicida. Mas podem ser outras coisas também. Você está tomando bastante água com gotas de limão? É bom contra enjôos e ajuda o fígado e os rins no processo de eliminação.

    ResponderExcluir
  104. Sônia, tenho candidíase já nem sei mais quantos anos faz, estou tentando fazer a dieta, mas agora estou com uns sintomas estranhos. Não estou conseguindo lubrificar e estou tendo umas fissuras vaginas e na região entre a vagina e o ânus. É normal isso ocorrer devido ao fungo?

    Grata

    ResponderExcluir
  105. Oi, Cristina, nada é normal nesse quadro de candidíase e quase tudo se justifica, ainda mais tendo o problema há não sei quantos anos. O que você descreve parece a frieira que dá entre os dedos. Já pensou em lavar com camomila e passar óleo virgem de coco, ou aloe vera? Um abraço!

    ResponderExcluir
  106. Sônia, sou imunodepressivo por conta de HIV + e estou com cnadidíase na boac e no esôfago. Estou fazendo a dieta que você recomendou no sei site, mas está muito difícil , comer só frutas: melancia, goiaba e pêra ( a pera eu posso comer todos os dias ou n~~ao, alterno também, como no caso da mlancia e goiaba?) e apenas legumes e verduras estão me deixando ainda mais fraco. Existe algum tipo de arroz, macarrão ou pão que vc saiba que eu possa comer? Uso fluconazol e nistatina, mas não sei quando estarei bom para voltara vida normal. Me ajude a me sentir melhor. Grande abraço e fique com Deus!

    ResponderExcluir
  107. Oi, Rafael, acho muito difícil fazer essa dieta sem comer proteína animal em quantidades expressivas. Até porque elas também ajudam a desintoxicar. Sugiro que você procure um(a) nutricionista para receber uma orientação bem clara. Um abraço e boa sorte!

    ResponderExcluir
  108. Marcio Limberger01/03/2010 15:40

    Olá, Sônia! Tudo bem contigo?

    Apenas para contribuir, há um produto de excelente qualidade, importado, chamado Caprylex. São 90 cápsulas de ácido caprílico (600mg por cápsula), excelente fungicida e bactericida. Além do ácido graxo, contém cálcio, fósforo e magnésio em doses que complementam em muito a nossa nutrição. Como ele é importado (é produzido pela Douglas Labs) e fica um pouco mais caro importar diretamente do fabricante do que comprar aqui, em São Paulo, com a importadora, deixo aqui o contato da referida: Importadora Langfor (11) 3848-0038.

    Parabéns pelo excelente trabalho!

    Um grande beijo,

    Márcio

    ResponderExcluir
  109. Hmmm... Estou aqui pensando se deixo ou não deixo o comentário acima, que me parece ser um comercial...

    ResponderExcluir
  110. Márcio Limberger03/03/2010 09:30

    Olá Sônia!

    Uma coisa que posso te afirmar é de que não se trata de comercial, absolutamente, uma vez que eu e minha noiva estamos nos tratando com este produto, além de usar o óleo de côco, o alho e algumas tinturas. Deixei a referência porque sei da qualidade do produto e do benefício que ele pode trazer a muitas pessoas que estão sofrendo com a cândida.
    Todavia, se quiseres removê-lo, fique à vontade, pois o blog é seu. Mas, que fique registrado que apenas quis ajudar, compartilhando da informação.

    Um abraço,

    Márcio

    ResponderExcluir
  111. Oi, Márcio, muito obrigada pelo esclarecimento. Eu senti que podia ser sincero, por isso fui deixando. Mas é importantíssimo pra mim que os leitores saibam que estou filtrando. O que já apareceu de comentário comercial, vulgo co-co, não tá no gibi!

    Muito obrigada pela dica e pela compreensão, e boa sorte no tratamento. Um abraço!

    ResponderExcluir
  112. Sonia, tdo bem?
    Para vc, quais sao os pilares do tratamento da candidiase? zero carboidratos, alga kombu, oleo de coco, alho e lactobacillos?
    Vc me indicaria algum especialista de vulva em sao paulo ou RJ?
    Um beijo,
    P.S.seu blog eh excelente!
    Deise

    ResponderExcluir
  113. Oi, Deise, isso e mais água com limão ao longo do dia, muita folha verde ligeiramente refogada, abóbora, caldos de boa qualidade, proteínas animais de boa qualidade, ovos caipiras, iogurte com lactobacilos vivos, sumo de cenoura...

    Não conheço especialista de vulva. Gineco? Neca. Mas conheço a Susana Ayres, em Campinas, que é especialista em gente: 19 3255-4256. Abração!

    ResponderExcluir
  114. Opa,Sonia! Brigada pela resposta!
    Vou te contar minha estória! Preciso falar!! Aos 16 anos tive minha primeira crise de candida, tratei-me, mas ainda continuava c ardencia e vermelhidao na vulva, mt embora ja nao tivesse mais corrimento.
    Abre parenteses: Na adolescencia, sobretudo nessa epoca, tive uma pessima alimentacao, comia mtas balas, doces, chocolates salgadinhos e etc...nossa, tinha mtas espinhas, intestino preso, ovarios policisticos e tals e tals...Fecha parenteses!
    Esses sintomas perduraram e junto c/ a ardencia na vulva vinha tn tinha a queimação na hora de urinar.
    Dai em diante não sosseguei e se seguiu milhares de exames de urina, papanicolau, biopsia da parede da bexiga, do utero e do caramba a 4 que, para meu desespero, nunca deram nda(as vezes queria q desse qq coisa...).
    Após, e aos 19 anos(2004), fui parar no RJ(Dra Claudia Jacynto) uma especialista em doenças da vulva e professora da UERJ ou UFRJ. Ela me diagnosticou com vulvodynia(dor inespecifica na vulva em decorrencia de candidiase). Ela tem inclusive um artigo na net sobre isso-http://www.jacyntho.com.br/php/artigos/vulvodinia.htm.
    O Tratamento proposto por ela foi o seguinte: antidepressico triciclico(Pamelor-uma especie de anestesico), fluconazol 2 x na semana por seis meses, antialergico todo dia(claritin), cha de tanchagem para passar no local, zero chocolate,0 frutas citricas e 0 cerveja.Frise-se que ela não falou nda acerca de cortar o açucar.
    Enfim, c/ o antidepressivo eu ficava dopada, e ele de fato anestesiava minha vulva(e todo o meu corpo por tabela), sem falar q um dos efeitos colaterais dele era a prisao de ventre...Meu Deus, como sofri.
    Seis meses e nda de melhora a medica me deu alta e falou q nada mais tinha a fazer.
    Desiludida da vida, fui em mais alguns médicos que atribuíam minha dor a uma causa psicossomatica(ahhhh, até eu já estava acreditando, mt embora me achasse mt bem resolvida). Mas o pior é que nunca foi algo subjetivo, pelo contrário, extremamente objetivo: vulva vermelha, pele fina, sensivel combinada c a sintomatologia de ardência e queimação. Ora, como poderia ser psicossomático?
    Hoje to com 25 anos, há uns dois anos mudei minha alimentacao, que hoje está exemplar, exercícios físicos regulares e acabaram-se as espinhas, menstruo e ovulo todo mês (antes de 6 em seis meses),intestino supimpa, gripe nem pensar...

    ResponderExcluir
  115. Continuando...Agora, cheguei ao ponto!Há três semanas resolvi aderir ao tratamento de choque proposto em seu livro. Tudo tah melhorando, os lactobacillos são excelentes(tomo lactofos, q eh caro, mas foi o de mais fácil acesso), meu intestino tah uma beleza (tirando o excesso de gases que couve, alface, brocolis me causam... rs). Gente, e como minha memoria agora tah fantastica e meu raciocinio tah rapido! É inacreditavel! To me sentindo a propria fenix...rs
    MAS, aida continuo com ardencia na vulva(na regiao do pequenos labios e na entrada) e um pouco ao urinar...q q vc me indicaria para melhorar isso?
    Um parênteses: agora, to me tratando na USP. A princípio, a médica q ta me atendendo excluiu a hipótese de candida(segundo ela, sairia no papanicolau!!!!Vc concorda?), fiz todos os exames de doenças venereas e nda, absolutamente nda! Ela esta propondo um tratamento por exclusao.
    Primeiro, me prescreveu pomada de corticoide puro(nao deu certo nao, pelo contrário piorou) e anéstesico tópico(lidocaina)q so eh usado nos finalmente. Achei horrivel a lidocaina, pq depois de passado o efeito piorou mais ainda a queimacao.
    Portanto, esse primeiro tratamento foi suspenso e descartado.
    Contudo, há uma semana, ela me prescreveu um segundo tratamento: pomada de testosterona c/c vaselina, que segundo a medica é para deixar a pele da minha vulva mais espessa.
    O engraçado eh que em momento algum ela pensou em candida...eu realmente boto em xeque toda medicina, inclusive a que se denomina avancada, pq eu acho que tem tudo haver com candidiase intestinal!
    Alguma coisa me diz que tem total relaçao a dor que eu sinto com o estilo de alimentação q eu levava outrora.Fecha parenteses!
    Ah, tah,mais um parenteses: to fazendo a seis meses um tratamento com vacina(candidina) com a medica desse site caso tenha curiosidade-www.candidiasealergica.com.br. Por ora, nao houve melhora(o tratamento dura dois anos com vacinas cujas dosagens sao progressivas).Segundo a medica a melhora vem com uns oito meses de tratamenro. Vamo ver...posto aki se houve melhora mesmo. Inclusive na primeira consulta ela te injeta candida no braço pra saber se vc tem alergia. O meu braço ficou vermelho, dai ela disse que tenho alergia ao tal fungo...vai saber! Fecha parenteses!

    Concluindo, EU PRECISO CASAR ..rs..mas to fugindo de piru igual o diabo foge da cruz! Entao, q q vc me indica pra diminuir a ardencia e vermelhidao! Ja tentei o cha de artemisia e melhorou pouco, o alho eh bom (mas as vezes me irrita um pouco), yogurte n deu mt certo tb... todos mehoram,sobretudo o alho, mas nunca 100%... To morrendo de medo de usar essa pomada de testosterona e ferrar mais ainda minha bixinha!!!!
    Ah, Demorou quanto tempo pra sua parte mimosa melhorar de vez depois q vc começou o tratamento?
    Desde ja agradeço demais!!!
    Beijo,
    Deise
    P.S.Ai sônia desculpa o tamanho da minha postagem!!!

    ResponderExcluir
  116. Oi, Deise, cada caso é um caso, né? Às vezes a candidíase está quase completamente controlada mas ainda aparece a sensibilidade vulvar e vaginal. Isso é um recadinho pra ficar quieta e continuar a cuidar. Ou então pode ser reação ao tratamento com vacinas, do qual nunca ouvi falar bem. Seria bom se funcionasse de fato. Abração e boa sorte!

    ResponderExcluir
  117. Oi Sonia

    Obrigada por todas as informações. Tenho umas perguntas:

    1. Leite sem lactose pode?
    2. Aveia pode?
    3. Pão preto (sem açucar) pode?
    4. Você mencionou que odemos comer algumas receitas com feijão. Quais seriam essas receitas?
    5. Você tem alguma receita de algum tipo de pão que pode ser consumido nessa dieta? Algo para comermos no trabalho, porque quem trabalha o dia inteiro é difícil ter à mão coisas que se encaixam na dieta.

    Muitíssimo obrigada

    ResponderExcluir
  118. Oi, Flávia, a dieta que eu pesquisei e fiz exclui tudo o que você menciona. No site www.calacervera.com a dieta é mais branda no início, vale a pena dar uma olhada. Claro que o efeito também demora mais, e tenho recebido emails de pessoas que só melhoraram depois de radicalizar.

    No trabalho, iogurte com lactobacilos vivos ou sopinha na garrafa térmica. Essa dieta dá fome, mas não é para sempre... Um abraço!

    ResponderExcluir
  119. Obrigada pela resposta, Sonia, vou tentar :-)

    ResponderExcluir
  120. Outro dia alguém perguntou aqui sobre o lufenuron no combate à candidíase e eu não sabia bem o que era. Agora pesquisei.

    Resumo do resumo: esse lufenuron é uma substância inócua para o nosso organismo mas abre buracos nas células dos fungos porque contém quitinase, uma enzima inibidora da quitina, proteína que não existe em mamíferos, só em fungos, parasitas, aracnídeos e insetos. Nosso organismo produz quitinase naturalmente para combater fungos.

    É a mesma substância utilizada nos comprimidos Program, que funcionam nos cachorros como anticoncepcionais de pulgas, ou pelo menos era isso que eu achava; o site http://lufenuroncandidacure.owndoc.com/ diz que eles corroem os tecidos das larvas de pulgas.

    A nutricionista dona do site, Sarah Vaughter, vende um pacote de lufenuron em pó que a pessoa vai tomando junto com algum líquido, numa dieta que precisa ter bastante gordura, já que o dito cujo fica armazenado nela e vai sendo liberado aos poucos. Ela diz que em 4 dias a vítima já sente a piora antes da melhora (die-off ou reação de Herxheimer). Ela compra a substância no atacado de alguma empresa química e mostra os estudos da Novartis mostrando que é inócua para o ser humano.

    A pergunta que fica é: por que a indústria farmacêutica não está divulgando o lufenuron como antifúngico, enquanto insiste em outras drogas que não resolvem e têm efeitos colaterais para rins e fígado? Para vender mais remédios, talvez? Ou a história do lufenuron não está bem contada?

    Este é um blog natureba, voltado para a promoção da saúde. Longe de mim apoiar o uso de drogas químicas como solução. Elas podem até ser úteis em alguns momentos, mas, a longo prazo, nada é melhor do que comer bem.

    ResponderExcluir
  121. Olá Sonia,meu nome e Thiago Completo hoje 21 anos,estava procurando sobre candidiase na internet achei seu seu livro, consegui algumas informações importantes,resolvi pesquizar um pouquinho sobre vc e cá estou eu...Parabens tem muitas publicações,gostaria de saber se as dicas dadas no livro valem p o casal(no caso vale para o homen)..Parabens!

    ResponderExcluir
  122. Oi, Thiago, parabéns a você pelo aniversário!

    Sim, o que está no livro vale para ambos. O capítulo foi atualizado há pouco em www.correcotia.com/mulheres/candidiase.htm . Um abraço e tudo de bom!

    ResponderExcluir
  123. Hello Pessoal...

    Sou Maria Lima (Africana), aquela que fez um grande testamento no vosso site...lol

    Bem, queria vos agradecer pelas dicas. Eu tenho andado a tentar po-los em prática mas está dificil. É preciso ter mesmo muita força de vontade.

    Bem, fui ao médico. Receitaram-me vários exames, HIV, Colesterol, Glicemia, ecografia, etc. O unico problema dos meus exames é hematocrito um pouco baixo e leucocitos também um pouco baixo. Bem ainda n fui ao medico levar os resultados mas tudo indica que pode ser anemia. E como sempre ainda estou a sofrer desta terrivel doença que nos ataca a todos (candidiase).

    Gostaria de fazer umas perguntas, se me pudessem esclarecer agradecia muito. Pode-se beber leite de cabra?? O Kefir (já ouviram falar) é bom para a candidiase?? Se quiser usar açucar alguma vez posso usar o açucar castanho (de cana)?? Conhecem algum remédio natural que dê para acabar com a terrivel coceira e melhorar um pouco a candidise vaginal?? Posso comer qualquer tipo de fruta?? Bem li algures que devo comer so as menos doces. Gosto muito de banana mas essa é umas das muitas que segundo muita gente n devo comer.

    Bem, eu preciso mesmo levar essa dieta em dia, mas n sei como. Nunca consigo ficar sem comer algo que n devo. E sendo assim, acabo sempre por ter crises repetitivas. Eu sei, tudo tem haver com a alimentação. É só ter uma alimentação menos saudavel, é so comer algo doce que começo a sentir logo muita alergia por todo o corpo. Preciso ficar boa!!!

    Fiquem bem

    Maria

    ResponderExcluir
  124. OI sonia , fiz o teste da candidiase e uma coisa que me chamou bastante atenção foi quanto as manchas arroxeadas, tenho sempre na perna, juntamente com outros sintomas citados... mas nunca poderia imaginar que as manchas tivessem ligação com a candida... como é isso? bjos Lu.

    ResponderExcluir
  125. Olha, Lu, não sei se a relação é com a Candida ou com uma espécie de desorientação geral do organismo que permite tanto a instalação dos fungos quanto o surgimento de manchas. A informação vem de fontes confiáveis e bate com o que a gente pode observar. Quando há melhora elas deixam de aparecer. Abração!

    ResponderExcluir
  126. Ok, vou tentar a dieta obrigado!

    ResponderExcluir
  127. Olá Sônia,
    Olá Angela,

    Meu nome é Marcia tenho 30 anos
    e estou maravilhada com seus comentários sobre a candidiase nos blogs.

    Só agora pude entender muitos sintomas que tenho desde a adolescencia nas unhas,
    intestinal, pre- mesntrual e de dois anos para cá vaginal e este tem sido o mais incomodo
    chegando a comprometer a vida sexual no casamento que já não muito bom por uma série de outras
    incluindo um filho especial Autista.

    Bom para não tomar muito seu tempo com minhas questões particulares gostaria de humildemente pedir-lhe
    que se possivel me repasse as dietas e tramentos que fez vi que tem alguns links no blog mais infelizmente em linguas das quais eu não domino.

    Aguardo anciosa por um contato seu estou no meio de uma crise.
    Desde já agradeço
    Meu email para contato mar11mar@hotmail.com
    Marcia
    Salvador- Bahia

    ResponderExcluir
  128. Oi, Márcia, o que eu tenho pra passar por enquanto está em www.correcotia.com/mulheres/candidiase.htm . Acho que dá pra você ir mexendo na sua alimentação e na do seu filho a partir da compreensão do que fortalece a cândida e do que fortalece você contra ela. Espero ter mais material em breve. Um abraço!

    ResponderExcluir
  129. Tbm descobri a candida, e a tenho.
    Estou me cuidando.

    ResponderExcluir
  130. Olá Sônia,

    Estava lendo o artigo da candidíase e vi o painço. Já utilizei muito o painço, só que agora não acho em lugar nenhum. Vc sabe de algum lugar para comprar? Será que posso usar aqueles das lojas de pássaros (com casca)??

    Bjs
    Erci.

    ResponderExcluir
  131. Oi, Erci, a Vitao não está mais embalando o painço e o que encontrei no mercado, a granel, vem com muita casca - mas existe, só dá trabalho catar. As lojas chinesas vendem pacotinhos importados. Um abraço!

    ResponderExcluir
  132. PS - Com casca não pode comer.

    ResponderExcluir
  133. Oi gostaria de saber se é comum dar pequenas bolinas na região da virilha quando se está com candidíase. Meu ginicologista disse que quando se está bem infectado com esta maldita bactéria sim. Porém desconheço casos em que isso apareça em mulheres, não sei se devido a minha imunidade estar muito baixa em decorrÊncia da depressão... Será que você tem alguma resposta para isso?

    ResponderExcluir
  134. Oi, Anônima, por que não acreditar em seu ginecologista? Afinal, ele estudou para isso - e a depressão faz parte dos sintomas de candidíase. Você já respondeu aos questionários que estão em http://www.correcotia.com/mulheres/questionario.pdf ?

    A depressão é sempre um sintoma, não uma causa. Também pode estar ligada a vermes e protozários, frequentemente associados, como solitária, lombriga e ameba. Veja mais em http://correcotia.com/vermes .
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  135. Sônia,

    Esse lactobacilus que a gente compra em cápsulas e toma, da vitamin world serve para colocar na vagina? Qual a função dele na vagina?

    ResponderExcluir
  136. E como deve ser colocado. Deve-se abrir a cápsula ou colocá-la inteira?

    ResponderExcluir
  137. Oi, Cristina, a mucosa vaginal tem uma flora bacteriana que a reveste e é quase toda (95%) composta por lactobacilos. A cândida, em sua forma de fermento, adere à mucosa ocupando o lugar da flora. Lactobacilos espalhados lá dentro ajudam a restaurar a acidez natural que impede a adesão de novas cândidas e, com sorte, se fixam.

    Se fizer iogurte em casa, com lacrtobacilos vivos, pode colocá-lo. A cápsula inteira também funciona se introduzida ao deitar - demora mas acaba derretendo.

    Mas antes é bom passar alguma coisa fungicida, como o óleo virgem de coco, durante uns 3 dias. E não esquecer que os fungos passam do ânus para a vagina, portanto o óleo de coco é uma proteção para toda a vulva e também para o ânus, e pode/deve ser ingerido em jejum para ir limpando o intestino.

    ResponderExcluir
  138. Olá sonia!
    sou seguidora acidua do blog pois foi aqui que encontrei a minha paz de volta pois me encontrava deprimida, irritada e sem até mesmo forças pra viver, qdo pesquisando na net te encontrei e respondi a um questionario de candidiase que eu tinha nao 100% dos sintomas mas eu acho que 300%rsr se é que me entende, estava indo ao medico umas 4 vezes na semana e nao adiantava mais nada , qdo nao era enxaqueca.. como sofri com essa tal enxaqueca ,,, bom minha historia é bem longa como a de muitos aqui, mais falo numa hora mais oportuna, o interessante é que tenho feito sua dieta direitinho e só tem melhorado hoje parece ate que mudei de nome pois nao sou a mesma!! se é que me entende!
    mas tenho encontrado algumas dificuldades em comprar os lactobacilos,comprei por um tempo na vitamin world mas agora nao recebo mais, tem outro siteseguro que vc indica? como vc tem adquirido? estou fazendo os iogurtes só os lactobacilos contidos nele seriam suficientes ?ou é interessante adquirir as capsulas tambem?
    e quanto ao oleo de oregano, é quase impossivel achar, comprei uma vez mais nao consegui mais, entao queria saber se posso fazer o cha de oregano com a ervinha mesmo, se atuaria como antifungico?
    é muito bom saber que podemos contar com vc aqui:) bjinhos

    ResponderExcluir
  139. Oi, Fernanda, que bom saber que está dando certo. Os lactobacilos em cápsulas são um problema. Se a grana não for, você compra aqui em www.aplacom.com.br ou manda manipular, mas vão pedir a receita; se tiver quem receite, geralmente se põe 2 bilhões de lactobas vivos por cápsula, tipo 700 mi de acidófilos, 700 de bífidus, 700 de bulgaricus mais FOS e 250 mg de ácido glutâmico. O iogurte com eles pode ser suficiente, sim. Conservas caseiras ajudam.

    Óleo de orégano nunca usei, só ouço falar, acho que pode sim tentar o chá. Mas óleo virgem de coco eu acho essencial, para tomar, passar na pele, nocabelo e nas partes mimosas (incluindo o ânus).

    São 3 ações diferentes: combater os fungos (óleo de coco, de orégano ou outra coisa), repor enzimas (vegetais crus) e bactérias boas para proteger as mucosas (lactobacilos) e mudar os hábitos alimentares. Um abraço!

    ResponderExcluir
  140. oi sonia fui a uma nutricionista e ela me receitou para candidiase :
    Caprilato de sódio: 200mg

    Sorbato de potássio:200mg
    o que vc acha desta formula? abcs

    ResponderExcluir
  141. Olá, Sônia.
    Primeiramente gostaria de agradecer a você, e somente a você, por me fazer (acho) descobrir finalmente o que tenho, isso já é ótimo!
    Lí muita coisa aqui, e, até onde consegui (AINDA VOU TERMINAR), não vi nenhum comentário sobre o que vem me causando medo: existe alguma forma generalizada de fungos no organismo?!?! Vários tipos deles?!?!

    Explicando melhor:
    Primeiro: Acho que desde os 18 anos (estou berando os 27) tenho candida vaginal, e a cada exame de "prevenção" que faço: BUM! lá está ela, nao curada do último "tratamento".
    Segundo: Há um bom tempo tenho percebido minhas unhas fracas (mãos e pés), com manchas brancas, ondulações e afins... E, pelo o que tenho lido, isso é fungo.
    Terceiro: Há meses estou com o tal do "pano branco" (Pitiríase Versicolor), que É uma infecção FÚNGICA (Fungo: Malassezia furfur), na área das coxas e, agora, passando para outras partes do corpo.

    Fora esses três fatos que me aterrorizam dia e noite, tenho sentido diveeerrrsos sintomas, os quais você sitou aqui: http://correcotia.com/mulheres/candidiase.htm.

    Estou tentando juntar o máximo de informações possiveis para A CONVERSA que vou ter com o próximo médico que irei "visitar", mas preciso de ajuda... não sei como começar e como convençê-lo a me escutar, já que sempre que tentei fazer perguntas para tentar descobrir o que realmente tenho, não fui feliz! Sempre tudo, menos o certo!

    Bom... É isso!

    Agradeço, mais um vezs e espero que possa me dar alguma luz! :D

    Bjs,
    Joana Gurgel
    joanagurgel@gmail.com

    ResponderExcluir
  142. Oi, Joana, minha sugestão é você ler tudo, responder aos questionários lá do site (http://www.correcotia.com/mulheres/questionario.pdf), ir no post do lufenuron (http://www.soniahirsch.com/2010/03/drogas-poderosas-um-antifungico-chamado.html ) e começar a mexer na sua dieta, não com um médico, mas com um(a) nutricionista. O médico pode até ajudar, mas a sua parte é muito maior. Boa sorte, querida. Um abraço!

    ResponderExcluir
  143. Olá, Márcia!
    Desculpa só agora estar respondendo ao teu comentário!! Eu andei viajando, e na volta não pude dar atenção a tudo o que eu costumava acompanhar. Cheguei mesmo a "desligar" a chegada de comentários dos blogs que acompanho, até porque o sistema que eu uso estava embaralhando tudo... e ME embaralhando!

    Enfim... a Sônia já te respondeu lá atrás. O site dela é o melhor que você poderia encontrar em Português sobre o assunto, e basta para você se situar, além das muitas coisas que têm surgido aqui nesse bate-papo.

    De resto, quando a pessoa tem muita dificuldade de organizar sozinha o seu cardápio, eu sugiro sempre procurar um(a) "nutricionista FUNCIONAL". Só serve se for FUNCIONAL, pois os(as) de formação ortodoxa podem não saber como lidar com isso, infelizmente. Caso tenha dificuldade em enconrtar uma, no "Candida Albicans" (http://candidabranca.blogspot.com/) eu disponibilizei umas listas que encontrei pela internet...

    Posso dar uma ajudinha com a dieta - que é por onde tudo começa - traduzindo o resumo da Cala Cervera (abaixo); já os tratamentos, você mesma terá que fazer a sua escolha, ou, repito, buscar ajuda com um(a) nutricionista.

    Segundo Cala Cervera, é fundamental eliminar:

    * Qualquer coisa que tenha açúcar ou sabor doce: açúcar, sacarina, mel, dextrose, xaropes, refrescos, sucos, enlatados, cereias matinais, bolos, pães, doces, sorvetes, etc..
    * Frutas.
    * Produtos lácteos, incluídos os iogurtes.
    * Alcool.
    * Leveduras (fermentos) como o pão, pizzas, caldos em cubinhos.
    * Batatas, batatas doces, cogumleos e abóbora.
    * Amendoins e pistaches.
    * Produtos fermentados como o vinagre, tempeh, molho de soja, missô...
    * Qualquer coisa feita com farinhas refinadas (e eu diria mesmo as não refinadas).

    Ainda segundo a Cala Cervera, em troca, pode-se comer:

    * Carnes, peixes, ovos.
    * Vegetais e legumes (exceto os acima).
    * Nozes, amêndoas, castanhas do pará e sementes de abóbora, gergelin e girassol
    * Arroz, quinoa, trigo sarraceno, amaranto e milho
    * Crackers de de centeio e de arroz.
    * Limão e abacate.
    * Leite de soja, arroz e aveia.
    * Tofu e soja texturizada.
    * Azeite de oliva.
    * Sucos vegetais (exceto de cenoura e beterraba)
    * Água.

    Eu acrescentaria óleo de côco e manteiga e eliminaria qualquer coisa com soja...

    Dê notícias!

    ResponderExcluir
  144. Boa tarde, Sonia. Gostaria muito de uma orientação sua.

    Lendo as coisas que escreve sobre a candidíase, fiquei com duas dúvidas.
    A primeira é sobre os metodos contraceptivos. Já que a pílula anticoncepcional é também causadora de candidíase, qual melhor método a se utilizar. O que acha dos adesivos? Hoje não posso nem pensar em engravidar e apenas a camisinha não me parece segura.
    A segunda dúvida é sobre a imunidade. Daquela lista de alimentos que você indica para aumentar a nossa imunidade, existe alguns alimentos que ajudam mais? Pergunto isso porque minha imunidade é muito baixa há muito tempo e isto tem sido para mim o maior desafio, já que com a imunidade baixa não conseguirei controlar a cândida.

    Sempre grata pela atenção.

    ResponderExcluir
  145. Oi, A., o melhor método anticoncepcional seria de barreira - esponja, camisinha, diafragma, lavagem, uma reunião de coisas.

    Aí tem toda aquela dieta que você viu. Se você evitar todas aquelas coisas, o caldo de kombu é um que ajuda muito. Um abraço!

    ResponderExcluir
  146. Oi, Sonia

    Gostaria de saber se existe capsula de óleo de coco? (pois não suporto o sabor do coco...)
    Além disso, é possível passar o mesmo óleo que se consome na vagina?

    O óleo de fígado de bacalhau pode ser consumido ao mesmo tempo q o de coco?

    Ambos devem ser em jejum?


    Muito Obrigada!

    ResponderExcluir
  147. Olá, Sonia

    Adorei o seu blog!

    Estou começando a adotar a sua dieta, mas é difícil mudar a rotina de uma hora pra outra.
    Queria saber se aqueles yogurts frozen que estão na moda pode ou não ser consumidos. Como vi na sua dieta que a maioria das frutas não pode, gostaria de saber se eles podem ser consumidos apenas com o yogurt.

    Grata.
    Abraço,
    Elisa

    ResponderExcluir
  148. Oi, Sonia

    Tenho mais umas dúvidas

    1- Suco de clorofila é bom?

    2- Estou usando cápsula de colágeno e queria saber se isso interfere ou não no tratamento.

    Mais uma vez obrigada por todas as informações.

    Abraço, Elisa

    ResponderExcluir
  149. Oi, Dani, não conheço óleo de coco em cápsulas. Pode e deve passar na vulva, na vagina e no períneo. O óleo de fígado de bacalhau pode ser simultâneo e não deve ser em jejum, mas junto com a comida, porque o gosto é forte.

    Oi, Elisa,
    é difícil mesmo mudar a rotina. Estou tentando produzir sugestões para isso.

    Os yogurt frozen não são iogurte com lactobacilos vivos, portanto não pode. Suco de clorofila é o extrato da grama do trigo ou de cevada? É ótimo. Sobre cápsula de colágeno, não sei.

    Beijocas :-)

    ResponderExcluir
  150. Oi, Sonia!!

    Tudo bom?

    Nossa...tenho que agradecer demais a vc...mesmo fazendo a dieta "meia bomba" tô vendo muitas melhoras. A ardencia diminui bastante, assim como a vermelhidão.
    Tomando fluconazol eu não via resultados tão expressivos, apenas no inicio do tratamento.
    Ainda fico com receio te ter relações sexuais e confesso que tenho evitado meu marido...tenho tesão, mas qdo lembro da ardencia que dá fico totalmente sem vontade...
    Tô conseguindo evitar massas, pães e açucar no geral (apesar de ontem ter tido uma recaída, pois uma tia que veio da Europa e trouxe uns chocolates delíciosos...agora entendo como é difícil pra uma pessoa obesa seguir uma dieta!!!!!)
    Mas o que tá mesmo difícil de largar é o arroz com feijão...

    To usando o óleo de coco, capsula de oleo de figado de bacalhau, compressas de alho,cha de camomila, polen de abelha, to procurando ainda a capsula de lactobacilos...Comprei a alga de kombu vou preparar o caldo...só pode ser com água mineral? água filtrada apenas nao pode?

    Li em um post seu no blog sobre os ocidentais que acham que a vagina estado "natural" é uma coisa suja..e de fato tenho isso mto embutido em mim... Ouvia a vovó dizendo "lava bem a piriquita"... Realmente não consigo me acostumar de lavar apenas com água...me sinto suja... Então queria te perguntar:troquei o sabonete comum por um desses intimos, vc acha que eles são melhores de fato?? Eles dizem que não alteram o ph da vagina...mas eles dizem tudo pra vender então não sei...

    Mto mto obrigada !!!

    Beijinhoss,
    Fatima

    ResponderExcluir
  151. Oi, Fatima, pode ser água filtrada.
    Nada de sabonete nas mucosas, menos ainda o íntimo. Não tem sujeira na periquita. Tem nossos odores naturais, que quando secam ou acumulam, ou querem nos dizer alguma coisa, ficam poderosos. Muita água e, se houver coceira e ardência, óleo virgem de coco para proteger, em toda a vulva, períneo, ânus. Sempre lavar depois de evacuar. Bjinhos!

    ResponderExcluir
  152. Oi, Sonia!

    Mto obrigada pelas respostas!
    Estou tentando evitar lavar a vagina com sabonete e estou tomando o caldo da alga kombu. Uma pergunta, devo tomar todos os dias? Ou não é necessário?

    Outra coisa que reparei é que as vezes sinto essa coceirinha no ânus como vc descreveu em alguns comentários. Devo tomar o vermifugo? Qual? Onde compro?

    Mais uma vez obrigada pela atenção.

    Beijinhos, Fátima

    ResponderExcluir
  153. Oi, Fátima, se essa coceirinha for sinal da presença de oxiúros, suco de hortelã batida com água em jejum ajuda muito, veja em http://www.soniahirsch.com/2010/06/almanaque-do-banheiro-oxiuros-suco-de.html .

    Os fermentinhos da cândida também podem dar sensações no ânus. Um abraço!

    ResponderExcluir
  154. Ops... Sobre o caldo de alga kombu, pode tomar todo dia. Sua saúde vai ficar maravilhosa, a pele brilhando, gengivas saudáveis. É o melhor de todos os remédios.

    ResponderExcluir
  155. Oi, Sonia

    Sou eu novamente. Pesquisando mais sobre a candidiase pela internet achei um site que diz ter um remédio..Jà ouviu falar?http://www.candidiasetratamento.com/
    Outra coisa que achei uma receita de lavagem natural com chá de cascas de barbatimão, água e limão.
    http://natural.enternauta.com.br/remedios/corrimento-candidiase-tratamento/
    será q é util?

    Obrigada.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  156. Oi, Elisa, já ouvi sim falar do horopito, não conheço quem tenha experimentado. Barbatimão é bom. Mas antifúngicos existem muitos, lavagens também. Atacar os fungos é fácil. Difícil é impedir que eles voltem sem fazer dieta. Um abraço!

    ResponderExcluir
  157. Olá Sonia. Passei para AGRADECER suas dicas que no auge da candidíase me ajudaram muito. OBRIGADA de coração. Também gostaria de CONTRIBUIR COM UMA DICA que tb foi muito boa p/ mim e não encontrei na época no site: Usei ARGILA verde sobre gazes, coberta por uma fraldinha NA ALTURA DO ÚTERO, ATÉ A VIRILIA, na hora de dormir. Era verão e a coceira muito forte. Assim, nada de bacias com banhos de assento e noites em claro ! EU colocava o emplastro de argila e ela ia secando, a coceira ia passando e eu dormia. Dizem que ela ajuda a "puxar a infecção". Assim Sonia, divulgue por favor. Pode ajudar muita gente que sofre.
    Maravilhoso seu trabalho de ajuda pela internet. Deus te abençoe muito.
    Bjs no coração
    Silvia

    ResponderExcluir
  158. Oi, Silvia, você tem toda a razão, essa compressa na barriga dá alívio a muita coisa. Pode ser de argila e também de gengibre. Não estava no site mas está no livrinho novo que estou terminando, breve nas livrarias :-) Muito obrigada e um abração!

    ResponderExcluir
  159. Boa Noite Sonia.

    Estou fazendo a dieta da candídiase, mas fiquei com uma dúvida. Ao voltar a alimentação normal, como posso saber que não estou ingerindo carboidratos em excesso. Não quero mandar por àgua abaixo todo esforço que estou tendo. Sei que a senhora diz que cada organismo age de uma mameira, mas preciso de um caminho para o pós-dieta.

    Muito obrigada.

    ResponderExcluir
  160. Você vai saber porque os sintomas vão voltar, e aí você dá um passinho pra trás. Se você voltar a comer como antes, sem restrição a carboidratos refinados, refris e doces, a candidíase também volta. Boa noite, um abraço!

    ResponderExcluir
  161. Obrigada pela resposta Sonia.

    ResponderExcluir
  162. Querida Sonia ! Moro em Petrópolis, vc poderia me indicar seu homeopata ? Tenho tireoidite de hashimoto, que está descontrolada, tipo o T4 está bom, mas o antitireoidiano está altíssimo...tenho gastrite e intoleranciaa à carboidratos, fui numa gastro e falei da candida, e ela nem tchum :( ! Socorro...milhões de beijos e obrigada ! meu email é anablotta@gmail.com

    ResponderExcluir
  163. Oi, Ana, com prazer: dra Vanize Eyer, 2243-7184. Espero que você goste. Um abraço!

    ResponderExcluir
  164. muitíssimo obrigada !!!! vou marcar a consulta amanhã !

    ResponderExcluir
  165. Olá Sonia!
    Conheci seu blog hj e já virei sua fã! rs
    Minha médica nunca comentou comigo sobre alimentação e adorei as dicas! Vou colocá-las em prática.
    Um dúvida: O glutamine também controla a candididiase?
    Um grande beijo!

    ResponderExcluir
  166. Oi, Fernanda, não que eu saiba. A L-glutamina é indicada para ajudar o intestino a cicatrizar mais rápido depois de uma amebíase, por exemplo. Mas não sei muito a respeito. Abração!

    ResponderExcluir
  167. Olá Sonia,
    gostei muito das suas dicas para banir de vez a cândida, pois não aguento mais as crises de candidíase vaginal, sem contar outros sintomas como queda de cabelo, perda de libido, dores de cabeça, alergias e, ultimamente, até diarreia com sangue...
    Só queria tirar uma dúvida contigo que não econtrei: o tomate tá liberado ou proibido? É um dos poucos legumes que como e gosto.
    Aguardo teu retorno, obrigada!

    ResponderExcluir
  168. Oi, Fabi, o tomate é muito ácido e muito contaminado por agrotóxicos, portanto deveria ser usado com muita parcimônia por quem tem cândida. Fiquei triste de ler que é dos poucos vegetais que você come e gosta. Dou muitas alternativas no livro novo, que poderia te ajudar bastante, não só no controle da candidíase quanto na ampliação do repertório de alimentos. Comer bem da muita alegria!

    Quanto á diarreia com sangue, pode significar que há vermes ou protozoários no intestino, olho vivo. Um abraço!

    ResponderExcluir
  169. Oi, Sônia, tudo bem? Você acha possível fazer o tratamento na amamentação? Já tive episódios críticos de cândida intestinal - incluindo uma crise de intestino irritável com direito a colonoscopia (que não acusou nada, claro) - dificuldade para ganhar peso na gravidez, meu bebê nasceu com baixo peso, só faço emagrecer desde que ele nasceu e tenho certeza que a maldita passa pelo leito materno, porque ele teve problemas intestinais que só suavizaram quando comecei a introduzir alimentos aos 6 meses (e até hoje o cocô dele fica problemático nas fases em que só quer mamar e não comer nada). Estou no meu limite de esgotamento mas preocupada com a dieta! Alguma sugestão? Obrigada e beijo!

    ResponderExcluir
  170. Sonia, obrigada pela sua atenção. Essa infecção secundária nos intestinos (por protozoários ou helmintos) pode ser ocasionada pelo desequilíbrio da flora causado pela cândida? Ou não tem relação nenhuma com o fungo.
    Tenho outras dúvidas quanto aos alimentos. Vi que a cenoura e a beterraba estão liberadas. Mas por serem tubérculos, elas não poderiam estar contaminadas por fungos?
    E uma última dúvida: o pepino em conserva pode ser consumido ou deve ser evitado pela presença do vinagre?
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  171. Oi, Fabi, suas questões pedem explicações mais amplas que estão respondidas no livro. Por isso, aliás, fiz o livro. Se fosse simples, colocaria tudo aqui... Um abraço!

    ResponderExcluir
  172. Oi, Fernanda, acho que o óleo virgem de coco - recomendo a marca Dr. Orgânico, o único que passa no meu teste de qualidade - pode ajudar muito vocês dois. Quanto a tratamentos, em que cidade você está? Um abraço!

    ResponderExcluir
  173. Oi, Sonia! Já tomei o óleo de coco virgem Dr. Orgânico, tomava 1 colher de sopa por dia, sem saber se era a dose certa para o caso. Estou em São Paulo capital. Obrigada!

    ResponderExcluir
  174. Fernanda, aí em Sampa tem a Denise Carreiro, nutricionista clínica muito boa. O contato é pelo site www.denisecarreiro.com.br . Seria bacana você ter uma supervisão inteligente nesse caso. Um abraço!

    ResponderExcluir
  175. Muito obrigada, Sonia! Vou procurá-la logo na segunda e depois volto aqui para contar como tudo está andando. Bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  176. Ótimo, querida, e força nas tranças. Qualquer coisa estamos por aqui. Um abraço!

    ResponderExcluir
  177. Sonia, lembrei de outra coisa. Li que não se deve fazer dietas para emagrecer na fase de amamentação, pois mobiliza os tóxicos lipossolúveis dos agrotóxicos depositados na gordura corporal, e estes passam para o leite. Será que uma matança geral de cândidas não mobilizaria muitos tóxicos também?

    Ah, você sabe de algo sobre Polaridade Reversa Crônica? Tenho pesquisado mas é difícil de achar. Acredito que essa condição possa favorecer infestações de todo tipo.

    Mais uma: dá pra fazer tratamento natural contra verminose sem ficar o dia todo em jejum? O e-lactancia.org diz que o albendazol é seguro na amamentação, mas encontrei um outro artigo que diz que o risco não é zero não.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  178. Esqueci mais uma coisa: qual sua visão sobre miomas uterinos?

    Abraço!

    ResponderExcluir
  179. Oi, Fernanda, acho que suas perguntas precisam de respostas muito responsáveis, que só um(a) bom profissional pode oferecer. Daí indicar a Denise Carreiro. Espero que ela possa te atender logo. Um abraço e bom domingo!

    ResponderExcluir
  180. Sonia, muito obrigada pela sua atenção! Eu quero (e preciso!)comprar o seu livro. Aqui em São Paulo eu o encontro onde? Em qualquer livraria? Um abraço!

    ResponderExcluir
  181. Oi, Fabi, você encontra o livro nas boas livrarias, lojas de produtos naturais e pelo site www.correcotia.com/compras, com frete grátis para todo o Brasil.

    ResponderExcluir
  182. Sonia estou preocupada. Há 7 meses estou com esta terrível coceira, e outros sintomas de candidiase polissistemica. Li seu artigo e está dificil organizar um cardápio. Já fui a dois médicos, tomei remédios e já utilizei 4 tipos de pomada e NADA! Acordo a noite só pra me cocar o exame médico de flora intestinal deu OK, não estou entendendo o que tenho feito de errado... Ajude-me. Obrigada!

    ResponderExcluir
  183. Ah, é difícil mesmo. Sugiro você ler tudo o que já saiu no blog a respeito. Tem muita coisa. É difícil mas você consegue. Um abraço!

    ResponderExcluir
  184. Sônia td bem?
    Eu gostaria de entender esse iogurte desnatado artesanal que vc cita em sua dieta. Vejo em supermercados, pra vender, esses iogurtes de litro desnatados e naturais de marcas convencionais (vigor, danone,etc)são esses que vc se refere? caso contário, onde encontrar?O meu problema nessa dieta é o café da manhã? fiquei meio sem opção, por isso que preciso achar o iogurte correto para essa dieta que daí meu cafezinho de cada dia está garantido!!!!!!Outra coisa o óleo de coco precisa ser em jejum?Sônia já ia esquecendo...sobre aqueles comprimidos de creosoto de monte serrat, então, não fabricam mais. Creosoto pode-se encontrar naquele seirogan (engraçado que os orientais usam o seirogan para problemas de estômago ou qdo tem alguma diarréia e não usam com o intuito de vermifugar).É isso .Obrigada por td.

    ResponderExcluir
  185. Sônia, tenho uma dúvida. Uso o Vital Plex e sei que ele precisa ficar sempre refrigerado. Como é possível, portanto, comprar estes probióticos importados (do site da Vitamin World)? Estes seriam liofilizados e não precisam ficar refrigerados? Obrigada!

    ResponderExcluir
  186. Oi, Lígia, geralmente as cápsulas de lactobacilos devem ser refrigeradas depois de abrir o frasco; de todo modo, imagino que eles vão morrendo à medida que o tempo passa. Já tomei uns que não fizeram o menor efeito.

    Atualmente prefiro o Flora Balance - são laterosporus, esporos que passam incólumes pelo estômago e se desenvolvem no intestino. Estou gostando. Como sou chocólatra assumida, ponho os lactobacilos na outra ponta da gangorra para equilibrar ;-) Um abraço!

    ResponderExcluir
  187. Oi, Roberta, o iogurte artesanal tem que ter lactobacilos vivos, essa é a diferença. O óleo de coco em jejum funciona melhor porque encontra o tubo vazio - lembre-se de que ele é fungicida, entre outras coisas. O creosoto é desinfetante e o Seirogan tem creosoto; sabe lá se a dor de estômago ou a diarréia dos japoneses têm parasitas no meio? Eu, quando tenho um desarranjo por comer folhas cruas fora de casa, tomo logo uma dose de Giamebil - e resolve!

    ResponderExcluir
  188. Oi Sônia!
    Estou fazendo assim : faço meu iogurte em casa com aquele fermento bio rich e leite desnatado. Meu café da manhã consiste num potinho desse iogurte e também tomo probiótico em pó da marca skl-lactopró (foi o único que achei). Cortei totalmente açúcar, incluindo carboidratos e à tarde ou noite tomo uma colher de sopa de óleo virgen de coco. Estou fazendo isso há uma semana e não vejo melhora, a cândida ainda persiste. Sônia tem algum prazo? é assim mesmo? ou estou fazendo algo errado?
    muitos bjos.

    ResponderExcluir
  189. Oi, Anônima, tudo o que eu tenho pra dizer sobre candidíase está escrito no livro Candidíase, a praga - e como se livrar dela comendo bem. Procurei dar conta de todas as perguntas como as suas, que se repetem pelo blog afora. A coisa não é simples, merece atenção e cuidado, e eu fiz o livro exatamente para dar uma visão de conjunto e coordenadas práticas. Por isso não vou mais responder aqui sobre isso. A não ser que sejam dúvidas sobre o que está escrito, com número de página. E para começar sugiro você ler o capítulo "10 conta ela" que publiquei em http://candidiaseapraga.blogspot.com. Um abraço!

    ResponderExcluir
  190. Olá Sônia,
    tentei comprar o óleo de coco e probióticos hoje no site da Vitamin World mas não tem "Brasil" nos países em que eles entregam. Você tem conhecimento de outro site seguro que entregue no Brasil? O Flora Balance vc encontra por aqui? O Vital Plex está muito difícil de encontrar, sem contar o preço salgado.
    Obrigada pela sua atenção,
    beijos!!

    ResponderExcluir
  191. Oi, Lígia, o óleo virgem de coco você compra aqui, em www.dr-organico.com.br, e os lactobacilos... arranja algum amigo nos Estados Unidos pra te mandar... :-#

    ResponderExcluir
  192. Olá Sônia, obrigada pelas dicas. Felizmente tenho um amigo nos Eua, hehehe. Mas pesquisando na net, encontrei este produto (chamado Candalb) que parece ser bem completo para o tratamento da candidíase, e eles entregam no Brasil: http://www.supersmart.com/pt--Candalb--Probioticos-prebioticos--0565
    Fica a dica!
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  193. oi Sônia,
    Ontem chegou seu livro que comprei -candídiase a praga- e já obtive um montão de informação importante!!!!! Estou há 1 semana na dieta radical (cortei doce, açúcar, leite, enfim td que a branquinha gosta). Descobri lendo o livro que tomate não pode e tinha comido durante esta dieta, achando que podia, mas já sei agora.....Porém, uma dúvida que surgiu, é que, lendo o livro percebi que vc libera o consumo de iogurte pasteurizado ou cru com lactobacilos. Sônia nesse momento eu poderia incluir o iogurte???? outra coisa, porque pasteurizado ou cru ? longa vida não é mais seguro? tem menos bactéria, não é?
    Tenho o fermento rich e só iria usar depois de uns 3 meses de dieta,achando que agora não poderia. Gostaria que vc me orientasse nesse sentido,se posso incluir o iogurte agora (24h de fermentação ,né!) e o tipo de leite. Acho o leite cru perigoso!!!!Bjos

    ResponderExcluir
  194. Oi, Roberta, o leite longa vida é considerado o pior de todos em termos de qualidade. O cru, orgânico, tem a comercialização proibida porque pode ter agentes infectantes, mas quando fermenta, os micróbios são neutralizados pela acidez e só ficam os acidófilos: limpam o leite assim como limpam os intestinos. Não sendo cru, pode ser pasteurizado. Um abraço, força nas tranças!

    ResponderExcluir
  195. Sim: sobre usar iogurte desde o início, quem diz que não deve é a Cala Cervera, não eu. Sigo outros autores e me dei bem quando fiz. Sobre fermentar 24 horas, a fonte também é a Cala. A melhor forma de decidir é experimentar e observar os sintomas.

    ResponderExcluir
  196. Oi, Ligia, O CandAlb parece mesmo ser bom, já conhecia assim de bula ;-) Mas o preço é tão salgado quanto o de qualquer outro importado que pague impostos, e a pergunta é: a alfândega libera? Um abraço!

    ResponderExcluir