terça-feira, 27 de abril de 2010

Candidíase: Água benta de feijão-fradinho

imagem Wikipedia

Simone Campello me manda por email uma receita mágica contra candidíase. Diz que basta colocar feijão-fradinho até a metade de um copo e completá-lo com agua filtrada; cobrir, na manhã seguinte coar e beber a água do copo - que seria uma espécie de vacina, ela diz, a ser repetida durante uma semana, no mínimo. "É um tiro certo, barato, saudável e eficiente. Em poucas horas o alívio já é sentido."

Conhecido como feijão-macáçar em Pernambuco, seus uso mais tradicional é quando ainda está verde, pelo que é chamado de feijão-verde, ou de corda. Maduro, seca e vira o ingrediente principal do acarajé. Tem pelo menos duas dúzias de outros nomes, todos lá na Wikipedia.

Continua Simone: "Minha mãe mora em Petrolina, PE, e é voluntária do Recanto Madre Paulina. Lá são feitos vários tratamentos naturais - funciona como um SPA onde o foco é a cura de doenças, das mais 'simples' às mais complicadas. Esta receita vem do Recanto. Estudiosa e mega natureba, ela tinha conhecimento do meu sofrer com a cândida e após 10 anos de muito sofrimento ela me indicou este tratamento. Foi maravilhoso, deu super certo comigo. Mas vamos combinar que tratamentos naturais nunca são os mais fáceis e saborosos; para isso a pessoa tem que enfrentar sabores muito diferentes do que está acostumada. A água do feijão, por exemplo, fermenta e fica com gosto de cerveja choca, sem gás."

Encantada com a notícia, ponho feijão-fradinho no Google e descubro no Diário de Pernambuco a notícia de que a UFPE, Universidade Federal de Pernambuco, já fez todos os estudos genéticos no que chamam de feijão-caupi, que é o próprio fradinho, e constatou que ele dá um ótimo remédio para uso externo em "afecções ginecológicas", possivelmente em spray. Essa UFPE é a mesma que desenvolveu o Giamebil, excelente comprimido de hortelã (Mentha crispa) contra giárdias, amebas e outros protozoários. Ou seja, o pessoal sabe o que faz e é competente.

O feijão-fradinho que ficou de molho pode ser cozido normalmente depois. À noite, coloca-se um novo feijão no copo, com água, para tomar de manhã. Simples assim.

Ao lado disso, naturalmente, a pessoa deve se alimentar bem, evitando todas aquelas coisas que alimentam a cândida - açúcar, excesso de carboidratos, leite e laticínios, produtos industrializados cheios de conservantes, corantes etc - e principalmente produtos de padaria, que são feitos com fermentos de vários tipos e estimulam muito a fermentação nociva no tubo digestivo. O que comer no lugar disso? Folhas verdes em todas as refeições, vegetais coloridos e variados, e água com gotas de limão ao longo do dia, 8 copos ou mais. Pra limpar.

Valeu, Simone!

117 comentários:

Sandra disse...

Bom saber!!

Anônimo disse...

Sônia, fiquei com dúvida com relação aos fermentos de padaria que estimulariam a má fermentação intestinal. Depois que o pão é assado, esses microorganismos maléficos não morrem? Se não, mesmo fazendo pão integral em casa com aquele fermento biológico seco o problema é o mesmo, né?
Obrigada!
Luciana

Maíra disse...

Fantástico!
Tô doida pra experimentar!
Beijos e obrigada!

Anônimo disse...

Será que pode comer o feijão também?

Vera Falcão disse...

Sonia, fiquei com uma dúvida: aprendi a deixar os feijões de molho na água e desprezar essa água, pois nela ficariam os fitatos, os fatores antinutrientes. Nesse caso, pq é aconselhável beber essa água em que o feijão ficou de molho? abração

Sonia Hirsch disse...

Oi, Luciana, os fungos não são destruídos nem por cozimento nem por congelamento. Tanto assim que os pães comerciais contêm conservantes para não mofar na prateleira. O fermento biológico seco dá o mesmo problema.

O pão bom é o de fermentação natural. Há duas maneiras de fazer.

Uma: você deixa a papa de farinha com água fermentar de um dia para o outro, de manhã coloca o restante da farinha, sova e deixa crescer durante o dia, para assar de noite e comer na manhã seguinte.

Outra, receita do Paul Pitchford: você esteriliza em água fervente uma vasilha de louça e uma colher. Põe uma xícara de farinha e uma de água filtrada. Mistura bem. Cobre com um pano de fralda. Mexe uma vez por dia com a colher esterilizada. Depois de 3 dias esse "fermento" está pronto. Para fazer o pão, use uma xícara dele para 14 de farinha integral, 5 de água e 1,5 colher (chá) de sal - e, depois de amassar bem, deixe crescer por 2 horas e guarde uma xícara como fermento para a fornada seguinte. Volte a amassar, divida em 3 ou 4 partes, ponha em formas de pão untadas e deixe crescer de 4 a 6 horas. antes de assar. Um abraço!

Sonia Hirsch disse...

Oi, Anônimo, pode cozinhar e comer o feijão.

Sonia Hirsch disse...

Oi, Vera, não estou bem certa de que os fitatos fiquem na água. Para mim faz sentido desprezá-la porque ela fermenta. Procurei agora e achei isto em http://www.nutritotal.com.br/perguntas/?acao=bu&categoria=23&id=528:

"Uma das maneiras mais simples de diminuir a quantidade de fitatos dos grãos é deixá-los de molho em água previamente à cocção. Durante a fermentação, há ativação da enzima fitase, que pode reduzir em até 85% o teor de fitato.

Embora a maioria dos estudos encontrados na literatura trate o fitato de forma “negativa”, por ser um fator antinutricional, existem estudos científicos que defendem o fitato demonstrando que pode agir como antioxidante, reduzindo os radicais livres e a peroxidação das membranas. Além disso, também atua como anticarcinogênico, promovendo proteção contra o câncer de cólon."

Abração!

Anônimo disse...

Olá Sonia. Fiquei com uma dúvida: quem está fazendo a dieta da candidíase pode comer o pão de fermentação natural. Obrigada querida!

Sonia Hirsch disse...

Oi, A., eu acho que pode experimentar, mas com moderação - 2 fatias por dia, sempre torrado - por exemplo acompanhando os ovos quentes de manhã, com óleo de coco por cima. Mas olho vivo, observe os sintomas. Um abraço!

a véia do blog disse...

Ai Sonia como gosto de ler seus´posts,mas na verdade sinto saudadesde ti na revista(n sei se posso falar o nome dela aqui). Aquela revista de bons cheiros, cores e sabores, rs

beijos

Sonia Hirsch disse...

Falar o nome da Bons Fluidos, véia? Claro que pode! Afinal, ficamos juntas 9 anos, mais do que duram muitos casamentos, e sou muito grata por tudo o que aprendi lá. A Editora Abril foi minha escola. Comecei aos 18 anos como repórter da sucursal Rio, cresci profissionalmente, tomei outros rumos e adorei quando a Alda Palma me convidou para fazer a coluna. Graças a isso, também, publiquei três livros de crônicas, e quando a coluna acabou abri este blog, que acho mais divertido. Então, em coro: Bons Fluidos, Bons Fluidos, Bons Fluidos, pronto!

Você lê a revista e, quando der saudades de mim, vem aqui no blog... Beijos!

Coisas de mulher, profissional, mãe e esposa... disse...

Olá Sônia.
Estou encantada com tudo que li e assustada com tudo que sinto... cheguei em seu blog por uma graça Divina, só pode ser...
Tenho 29 anos e desde que me entendo por gente, tenho infecções urinárias... e de uns tempos pra cá as coisas têm piorado.
Procurei minha médica, fiz exames e realmente tenho Candida Albicans... tomei fluconazol resolveu e depois voltou, aí tomei outro medicamento (acho que com a mesma função) junto com meu marido, resolveu mas está voltando! Li os vários sintomas desse fungo (coceira irritante, ardência, incomodo na relação, corrimento, etc...) e estou impressionada até mesmo por que tenho outro fator agravante... sou gastropaslizada, tenho desvio intestinal e muitos dos fluidos produzidos pelo estômago e intestino são produzidos em menor intensidade e acho que isso me prejudica, mata menos esses malditos fungos (acho que a lógica é essa) e tenho tido loucura por doces... uma característica das pessoas que passaram por essa cirurgia... por cuidado e entendendo que algo de muito errado estava acontecendo, também procurei uma nutricionista, que me receitou probioticos, e por isso te achei aqui, fui entender a função desses benditos lactobacilos...
Acredito que essa cirurgia promove um aumento na incidência de candida, talvez tenha relação... tanto pelos fluidos do estomago/intestino quanto pela alteração metabólica... vale a pena estudar essa possibilidade... sei lá...
Vou começar essa nova dieta, levar em consideração que açúcar decididamente não me favorece... e tomar esses probiotocos...
Quais importados são realmente bons? Poderia me dar sugestões inclusive de sites para compra?
Muito obrigada pela atenção e parabenspelo BLOG.
Camilla

Nai Romero disse...

Sônia,

Esses dias estava lendo algum de seus textos e falava sobre como fazer yogurt natural, citando aqueles fermentinhos com lactobacilos.

Sempre que os encontro, compro! Acho curioso, mas eles não são fáceis de se encontrar por aqui.

Você sabe me dizer se os lactobacilos se reproduzem ou algo assim, digo, será que se eu usar um pouco do primeiro yogurt como muda para fazer o próximo, ainda haverá lactobacilos? E por quantas outras "reproduções" será que existirão?

Um abraço.

Livia disse...

Olá, Sônia! O kefir também fermenta pão? O que vc acha dele como coadjuvante no tratamento de cândida? ADORO seu blog, sigo muitas dicas. Dia desses, indiquei seu emplastro de cará e ele arrancou muito "sebo" do rosto da minha tia. Quando eu crescer vou ser natureba igual a vc kkkkkk.
Um beijo enooooooooooooorme!

Anônimo disse...

Quando tomei essa agua do feijão pela primeira vez adorei,não achei ruim,mais fui ao banheiro varias vezes so que pra mim foi otimo porque eu
sofro muito de prisão de ventre;isso pode acon-
tecer?pra mim foi otimo,posso continuar toman-
do?espero resposta bjo na alma,boa noite fique com Deus.

Anônimo disse...

Ola me ajudem por favor ja não aguento mais essa candida,ja me separei por causa dela,es
tou fazendo o milagre do feijão espero ficar
curada pra sempre,se tiver outra novidade me contem que eu estou fazendo tudo que aparece,
bjo boa noite.meu msn e vyvy_2009@hotmail.com

Marcia disse...

Olá garotas,
comecei ontem 01/05 o tratamento com o feijão e confesso ja deu uma boa diminuida na coceira irritante acabei de tomar uma outra doze da água acho que quando fazemos o tratamento com fé ajuda a dar bons resultados.

Já fiz muitos tratamentos farmacologicos que nada adiantaram então agora é partir para os naturais.

Boa Sorte a todas
Sônia obrigada por tudo imagina o bem que você está fazendo a inumeras mulheres do Brasil a fora, Obrigada, obrigada, obrigada.

Vera Falcão disse...

Sonia, segui pesquisando e encontrei esse estudo, onde dizem que os fitatos PODEM ser benéficos: "Os grãos de leguminosas contêm uma variedade de fatores antinutricionais que podem provocar efeitos fisiológicos adversos ou diminuir a biodisponibilidade de certos nutrientes. Danos crônicos leves devidos à prolongada ingestão de antinutrientes são muito difíceis de se avaliar. Como conseqüência, existem muitas controvérsias em estudos de biodisponibilidade in vivo a respeito da extrapolação de resultados de sistemas experimentais, para seres humanos que se alimentam com dietas complexas. O papel dos fatores antinutricionais tem sido rediscutido, em função de descobertas recentes que
evidenciam o potencial de algumas dessas substâncias em exercer funções benéficas ao
organismo humano. A habilidade do ácido fítico em atuar como anticarcinogênico, antioxidante e prestar contribuição nutricional no tratamento de diabetes, através da
ação inibidora de a-amilases, são exemplos da diversidade de atuação dessas substâncias. (...)Embora o interesse nutricional na ação do
fitato tenha sido primordialmente enfatizado em seu efeito adverso na absorção de minerais, ocasionado pela formação de quelatos com íons metálicos como o cálcio, ferro e zinco, esta mesma habilidade em ligar-se a minerais tem sido estudada com relação aos efeitos benéficos para o organismo humano. Os dados sobre fitato e prevenção de câncer e cálculos renais embora sejam ainda limitados, sugerem uma nova visão da ação do fitato no organismo humano.
Fonte:
http://www.scielo.br/pdf/rn/v12n1/v12n1a02.pdf

É dança das cadeiras!

Sonia Hirsch disse...

Esse é o problema com a divulgação científica. Enquanto é publicado o resultado de um estudo, que de repente cai no gosto da mídia e é explorado à exaustão, n outros estudos estão sendo feitos sobre outros aspectos da mesma coisa com resultados completamente diferentes. Que muitas vezes não conseguem abrir caminho até o público, de tanto que aquela outra verdade científica já convenceu todo mundo. Música, maestro!

Sonia Hirsch disse...

Gente, acumularam-se os comenários e eu vou ser telegráfica.

Sobre lactobacilos: qualquer um que tenha acidófilus, bífidus e bulgaricus com pelo menos 2 bilhões de lactobacilos vivos por cápsula.

Sobre kefir para fermentar pão: muita gente usa. Eu nunca experimentei, sou analfabeta em kefir.

Sobre a água benta de feijão-fradinho soltar o intestino: se for só pra deixar sair, tá bom. Se for diarréia, olho vivo.

Sobre fazer render os fermentos de iogurte: melhor seguir o que está escrito na embalagem. Abraços!

Jussara disse...

Que maravilha, hein?! E pensar que teve uma época em que o feijão-fradinho estava perdendo na minha casa. Ganhamos muito e não dávamos conta de comer tudo, mesmo tendo repartido com outras pessoas. Mas na época a danada da cândida não estava me atacando e tem sido assim há algum tempo. Acho que comigo a cândida tem a ver com o emocional, não sei se faz sentido. Mas fazer a dieta é sempre bom pois desintoxica o organismo.
Queria muito aprender a fazer o fermento caseiro pois às vezes faço pão integral (a máquina faz, eu só coloco os ingredientes; não sou dada a cozinhar). Vou tentar uma das receitas que vc postou.
Abraços.

Sonia Hirsch disse...

Variações em torno do tema: acabo de saber que se cura sarna de cachorro com a água da primeira fervura do feijão-preto. Ou seja, ele (o feijão) vai para a panela com bastante água e fica até levantar fervura. Aí o fogo é desligado e o feijão fica na peneira enquanto a água é colhida numa vasilha. O cachorro toma banho e é enxaguado com essa água. Repete-se ao longo de alguns dias.

Tânia disse...

olá Sônia?
a respeito do feijão fradinho,tenho que lava-lo e deixar de molho,ou somente colocar a agua filtrada,e tomar no dia seguinte?
essa candidiase é uma praga.

Sonia Hirsch disse...

Oi, Tânia, lavar o feijão antes é sempre bom para tirar a poeira, né? Boa sorte, um abraço!

Tânia disse...

Sônia!
Obrigada pela atenção!
depois posto aqui os resultados.
abraços fraternos!

Sonia Hirsch disse...

Estou no terceiro dia dessa boa água do feijão-fradinho. Que, como bem avisou a Simone Campello, tem gosto de cerveja choca. Não achei tão ruim. E são dois ou três goles só, porque o feijão absorve água. Cresce muito. Os lá do fundo ficam grudados, de tanta compressão.

Tereza disse...

Como o outro tópico da candidíase não permite mais postagens, vou fazer duas perguntinhas p aqui:
é possível q os anticoncepcionais aumentem a candida? Pq desde q eu parei de tomar, parei de ter episódios de diárreia (uma por mês, sempre) e tb não tive mais candida (tinha uma por ano). Tenho paixão por açucar, e vou fazer um exame de fezes no lab aqui do rio q vc indicou...
ah, e vc podia fazer um post sobre alimentação e fertilidade :) vou tentar engravidar esse ano, e já estou preocupada pq depois de 5 meses sem a pilula ainda não tive aquele muco bom p esperma do marido. Vc já ouviu falar bem sobre chá de agoniada p fertilidade?
bjos e adorei seu blog!

Sonia Hirsch disse...

Oi, Tereza, oas anticoncepcionais sem dúvida incentivam a candidíase. Sobre alimentação e fertilidade, só sei do inhame - que, dizem, aumenta. Boa sorte!

Mariana Huet disse...

Oi, Sonia, recebi uma mensagem contando sobre a cura da Candida pelo bicarbonato de sódio. Achei curioso e bate com alguns estudos que você descreve no seu "almanaque de bichos que dão em gente".A proposta vai além, apontando para a cura de alguns tipos de câncer. Veja lá:
Um médico italiano descobriu algo simples
> que considera a causa do câncer. Inicialmente banido da comunidade médica
> italiana, foi aplaudido de pé na Associação Americana contra o Câncer
> quando apresentou sua terapia. O médico observou que todo paciente de
> câncer tem aftas. Isso já era sabido da comunidade médica, mas sempre foi
> tratada como uma infecção oportunista por fungos - Candida albicans.http://www.cancerfungus.com/

Sonia Hirsch disse...

Oi, Mariana, duvido muito de uma cura baseada apenas em bicarbonato de sódio e nunca vi nada muito consistente quanto ao protocolo do dr Simoncini. Que o câncer pode ser - também - fungo, não tenho dúvida, está claro há anos. Mas dizer que a cura está no bicarbonato é simplista demais. Os fungos aderem às mucosas e penetram. É preciso atingi-los sistemicamente, o que só se consegue se o sangue, portanto a alimentação, colaborarem. E também é preciso repor a flora bacteriana, especialmente os lactobacilos. E tratar dos vermes, é claro... Que não morrem com bicarbonato de sódio...

Rosemary disse...

Sonia, nesta semana fui a ginecologista que me receitou um tratamento para a cândidíase. Tomei um comprimido de Cetoconazol ontém e passei mal. Decidi interromper o tratamento e encontrei a Agua do feijão fradinho no seu blog. Vou fazer a agua hoje pra tomar amanha e já estou tomando cha de cavalinha pra ajudar. Ontém comecei a usar creme vaginal também e não sei se devo parar ou não. Não sei se a combinação Água de feijão fradinho e creme vaginal vai sei uma boa. Obrigada pelas dicas. Adoro o seu Blog. Abração!!!

Sonia Hirsch disse...

Oi, Rosemary, eu sou mais pelo fradinho e óleo virgem de coco na perereca, tudo natureba. Se servir a opinião... Abração!

Marcia curitiba disse...

OlÁ SONIA.
Eu tomo o iogurte de KERFIR,para tentar curar minha candidiase vaginal que é cronica,mas nas ultimas tentativas de fazer o iogurte ele não fica mais com o aspecto viscoso, que é o normal,agora quando preparo o iogurte ele fica parecendo qualhada, não sei mais o que fazer, será que assim mesmo ele produz probióticos, que eu preciso tanto pra me curar ?Se você puder me ajudar por favor me ajude .
Vi todos os comentarios sobre candidiase aqui, vou tentar o uso do feijão-fradinho.
Moro em curitiba, você sabe onde posso conseguir o ÓLEO VIRGEM DE COCO?
Vou deixar meu e-mail se puder me mandar resposta eu agradeço.
lua.kav@hotmail.com
Obrigada . Marcia Curitiba

Sonia Hirsch disse...

Oi, Márcia, o kefir tem fama de ser bom probiótico, mas o problema é que muita gente não fica bem quando consome leite, como eu - e quem sabe você. Se a candidíase é crônica mesmo você tomando kefir, ele não está ajudando. Mas parece também que seus grãos de kefir não estão mais funcionando.

Eu compro o óleo virgem de coco em http://www.dr-organico.com.br , marca TheraHerb. Também tem como fazer em casa - http://www.soniahirsch.com/2009/08/oleo-virgem-de-coco-como-fazer-em-casa.html . Um abraço!

Marcia curitiba disse...

Ok sonia.
obrigado por me responder,
vou comprar o óleo de coco
Só mais uma pergunta: Você acha que a dieta com o feijão-fradinho dará resultado no meu caso?

Sonia Hirsch disse...

Oi, Marcia, por que não daria? Força nas tranças! Abração!

Anônimo disse...

Ola Sônia, queria saber sua opiniao sobre o consumo de algas, aquelas usadas em culinaria japonesa, para tratar candidiase. Estou tomando óleo de coco extravirgem ha um mes e meio, e como tenho tambem candidiase oral e ela ta sempre incomodando e pelo q entendi ela é indicio de intestinal, concluo q nao teja surtindo muito efeito =/ to frustrada e angustiada. Achei legal essa do feijão fradinho. vou tentar =] um abraço!

Sonia Hirsch disse...

Oi, A., o caldo de alga kombu de que falo em www.correcotia.com/mulheres/candidiase.htm é indicadíssimo contra a candidíase. A alga nori, de enrolar sushi, pode ser usada mas pouco influi. Alga wakame também é boa.

O óleo virgem de coco é bom para aplicações locais também, na vagina e em toda a vulva, períneo e ânus. Se não está funcionando é porque você não deve estar fazendo dieta, ou está? E o óleo é dos bons? Extravirgem de coco não existe, é onda do fabricante...

A água de feijão-fradinho dá um bom alívio por algum tempo, mas depois de uns 10 dias parece que o efeito diminui. Um abraço!

Anônimo disse...

olá tenho essa maldita
e não aguentomais estou
com um stress sópor causa dela

Sonia Hirsch disse...

Você e muita gente...

Andressa disse...

Sonia, eu tomei hoje pela primeira vez a aguá do feijão fradinho, e depois me deu dor de cabeça e tontura, seria por causa do feijão, será? :O

tomei o meio copo da água e depois cozinhei o feijão e comi =9 é até que gostoso! ^^

Sonia Hirsch disse...

Oi, Andressa, a dor de cabeça pode ser uma reação ou não, fica difícil dizer. Eu tomei para experimentar, 5 dias de cada vez, e não tive sintomas. Nem escutei de outra pessoa qualquer relato nesse sentido. Por outro lado, ficou claro para mim, na observação das pessoas que adotaram essa água, que só ela não resolve a questão; tem que fazer a dieta. E acho legal você lavar bem o feijão antes de colocar de molho. Quanto a ser gostoso, é mesmo! ^^

Andressa disse...

hoje eu tomei denovo e não deu! *-*
mas meio que instantaneamente me apareceu uma ingua na virilha :O

:/
que coisa, não ? O.o

ah, já que ela sozinha não resolver
vou continuar com o óleo de alho, equinácea .. etc :)

.. Eu te admiro muito Sonia!
meus parabéns! você é muito boa!

Sonia Hirsch disse...

*-*

Anônimo disse...

Sônia,vc me ajudou a mudar de vida e a salvar meu casamento.Parece exagero mas não é.
Vc não sabe quantos anos de sofrimento por conta da candidiase e eu fui a muitos medicos que só me passavam fluconazol e ja nem adiantava mais,fiz formula de 300mg em farmacia de manipulação e pensei estar livre do problema quando nem 10 dias de passou e eu estava denovo em sofrimento.
Meu marido se sentia rejeitado e não entendia,eu ficava irritada com tudo e estourava com meus filhos.E os constrangimentos de estar toda hora me ausentado do trabalho para fazer ducha.
Hoje estou curada atraves da dieta,dos chás,kvas de beterraba.Minha vida mudou.
Comprarei seus livros quero conhecer melhor seu trabalho.
Um abraço grande com gratidão.

Anônimo disse...

Por que medicos não nos ensinam o caminho da cura? será que eles desconhecem o caminho?
Eu prefiro mil vezes não comer o que pode me trazer aflição.
quantas pessoas devem sofrer a mesma situação e não sabem como ficar curada."Ficar" porque o fluconasol tras um momento de paz mas em seguida somos logo atormentados pelo problema.

Sonia Hirsch disse...

Oi, querida, fico muito contente por passar informações que ajudam. Quando a gente sente o problema na pele, e encontra um bom caminho para livrar-se dele, quer contar pra todo mundo - e é o que eu faço, só isso.

Os médicos estudam para curar as doenças, não para promover a saúde. Isso se consegue com boa alimentação, seguindo critérios de qualidade, quantidade e autoconhecimento, nada além do senso comum- hoje em dia, bem incomum... Parabéns a você pela determinação! Um abraço!

Anônimo disse...

Sônia,em qual dos seus livros posso ser melhor orientada para tratar do meu filho de 19 anos que desde 1 mês de nascido tem problema de inflamação de garganta e agora o medico quer opera-lo.
Eu fui curada e ele tb será.
Um abraço.

Sonia Hirsch disse...

Bom, para problema de garganta tem que limpar os intestinos e remover o muco, né? A garganta só diz que não aguenta mais. Você pode dar uma olhada no Atchiiim! e também no Almanaque de Bichos que dão em Gente. É só clicar nas capinhas, em http://correcotia.com , que aparece um pouco de cada um. Se ele tomou muito antibiótico, é bom pensar em candidíase. Um abraço!

Anônimo disse...

Sonia

Lí tudo o que encontrei no seu blog sobre a candida porque como tantas não consigo me livrar dela. Decidi fazer a dieta mas os lanches são meu grande problema já que comia muito carboidrato, tens alguma sujestão de cardápio? E chimarrão: pode ou não?

Bjka bem grande e obrigado pelos preciosos ensinamentos.

Sonia

Sonia Hirsch disse...

Oi, A., chimarrão depende de quanto e da força do hábito; geralmente não se recomenda estimulantes com cafeína nessa dieta, que é para manter as pessoas mais calmas e evitar mais acidez. Os lanches podem ser polpa de coco maduro, iogurte com lactobacilos vivos ou outra bebida probiótica, uma fruta permitida (melancia, goiaba, frutinhas vermelhas silvestres), leite vegetal (de coco, amêndoas)...
Boa sorte, um abraço e desculpe a demora, estou atolada finalizando um livrinho a respeito de - adivinha? - candidíase!!!

Anônimo disse...

Olá Sônia! Há algum tempo te acompanho,sou Edivane,34anos e capixaba.Tenho candidiase desde a infância, depois dos filhos,há 10 anos,piorou muito, já fiz vários tratamentos com ginecologista, mas agora nem sei que médico procurar...Respondi aos questionários e me assustei, deu muito alto em todos. Quero mudar dessa vida de depressão e mal estar.
Você pode me aconselhar por onde começar?Obrigada. Edivane

Sonia Hirsch disse...

Oi, Edivane, não tem jeito de começar sem ser pela dieta, sem carboidratos, com muitos vegetais e usando óleo de coco nas partes mimosas. Mesmo quando a pessoa opta pela medicação antifúngica, só a alimentação pode dar a proteção necessária para evitar que eles retomem o espaço. Boa sorte, amiga! Um abraço!

Anônimo disse...

Olha meninas já vinha sofrendo com essa praga há anos e vou dizer que experimentei a água do feijão e deu muito certo mesmo sem fazer a dieta da candidíase,hoje depois de treze dias tomando todas as manhãs estou totalmente sem nenhum sintoma da candidíase,parabéns Sônia é por pessoas assim como vc que o mundo ainda não acabou,vc me ajudou imensamente.

Que Deus abençoe vc e os seus!!!!

Sonia Hirsch disse...

Oi, Anônima, agradeço as bênçãos e retribuo com as Quatro Meditações Ilimitadas do budismo: "Que todos os seres possam ter a felicidade e suas causas, ser livres do sofrimento e de suas causas, jamais se separar da grande felicidade que está além do sofrimento e do medo e viver em equilíbrio, livres do apego e da aversão." Um abraço!

Maria Zeliene disse...

Sônia querida...procurando sobre o inhame (para prevenir a dengue) deparei-me com seu blog. Que maravilha bem!! Tão lindo quanto você, amoreco. Seu trabalho merece a maior nota possível. Ah! Se todos fôssemos iguais a você...que maravilha viver! Beijinhos , amada. Não vou lhe perder de vista...vou mandar para os amigos todos seus escritos ...e as imagens também. Serei sua fã numero hum! Maria Zeliene( Sou de Vila Velha,Espírito Santo-lugar de muita dengue).

Sonia Hirsch disse...

Oi, Maria Zeliene, mas isso é uma injeção de auto-estima e carinho que todo mundo merece ganhar uma vez na vida... Obrigadíssima, amiga! Abração!♥

debhora disse...

Boa tarde a todos, sofro com a candidiase ha varios anos . Vivo procurantos site na internet onde eu possa me atualizar sobre o assunto já que como todos já sabem, nos consultorios só passam medicamentos e pronto...da ultima vez que fui a ginico, e apos ela me passar todos os remedio no final da consulta eu perguntei"Dra. a alimentação influencia neste fungo? eu tenho que evitar doce??" e ela foi uma das poucas que respondeu que "sim", mais o interessante é que se eu não perguntasse ela não teria me dito.Pois bem, iniciei a dieta dentro de minhas possibilidades aki no interior de pernambuco, estou tomando em jejum chá de cravo da india e uma colher de óleo de coco, ou dois copos de agua com limão, do café da manhã como inhame com ovos, ou galinha assada, ou macaxeira, no lanche uma goiaba e agua sempre, no almoço feijão verde ou macassa, com frango ou peixe, legumes e verduras, lanche da tarde fruta e um pouco de granola sem açucar"parece comida de passarinho" e a noite sopa de feijão, ou inhame ou macaxeira... sou um pouco limitada, não sei fazer pão, nem iorgute natural em casa...aos trancos e barrancos a dieta vem dando certo, já não sinto coceira e o fluxo do corrimento diminuiu 90%, aplico óleo de coco nas partes e a noite lavo com agua quente e bicarbonato de sodio, e tomo duas capsulas de FLORATIL, pois ainda vou marcar uma consulta na nutri para ela me receitar o probiotico. Com tudo isso estou bem melhor com certeza, espero fazer esta dieta durante um mês, e não sentindo nenhum sintoma gostaria de saber de vc Sonia hirsch, se posso incluir na minha alimentação todas as frutas??? e o suplemento SOY SEM LACTOSE(para quem n pode consumir leite) mais contem açucar..se posso voltar a comer cuzcuz, macarrão e arroz no almoço, suco de frutas,não quero comer empada, coxinha, pudins, gostaria de saber se posso comer todas as frutas quanto já não tiver mais os sintomas...e quanto ao leite,quando estiver livre posso voltar a consumir o leite???li em um site de cura natural da candididiase a indicação de WEY, um suplemento alimentar para quem faz exercicios fisicos, vc já ouviu falar??? obrigada por tudo..

debhora disse...

Tem muita informação neste blog, e ainda não consegui ler todos os post, como a Sonia é uma pessoa muito ocupada vcs podem me ajudar me esclarecendo sobre a equinácia, já vi alguma coisa aki no blog mais não identifiquei onde...e outras coisa que eu possa incluir capsulas de probiotico eu ja estou providenciando... esqueci de mencionar no post anterior que consumo um dente de alho machucado antes de dormir...com um copo de agua se não eu não suporto...

Livia Leão disse...

Obrigada!!! Como sempre minha querida Sonia e seus artigos e dizeres que nos aliviam e nos trazem luz, conhecimento e esperança de não morrer da cura... Divulguemos, propaguemos e nos livremos, claro... das dores e dos horrores que acometem nosso físico por conta de sermos seres espeiciais. Beijos. Livia Leão

E. disse...

Olá, Sônia!
Será que vc poderia explicar melhor sobre a água de feijão fradinho?
Afinal o que ela é? Um probiótico ou um antifúngico? Qual o tempo que devo esperar entre beber a água, tomar o óleo de côco e tomar iogurtes ou lactobacilos?

Sobre o iogurte, vc diz no livro que posso temperá-lo com alho, isso não mataria os lactobacilos?
Posso colocar azeite e sal? O soro que sai, posso guardar na geladeira por qto tempo sem que estrague? E as "mudinhas" de iogurte Rich, posso usar qtas vezes quiser ou tenho que usar sempre um novo pacotinho (tão caro rsrsrs)?

No pacotinho diz que devo deixar 6 horas, mas deixei as 24 que vc sugere no livro. Coloquei em uma caixa térmica (dessas termolar)com vidros de água quente e ia trocando a água para manter a temperatura. Ficou bom e deu um monte de soro, mas não tirei não, pois ainda não sei como usar e conservar o soro. Estou tomando junto com o iogurte. deve ser ótimo depois da malhação, né? Para ajudar a formar os músculos.

E qto tempo esse iogurte dura na geladeira?
Qto devo tomar para ter bons resultados? Meio litro por dia, 250 ml, menos...?
Posso colocá-lo em recipientes plásticos e de ágata ou só de louça? De teflon (sem esquentar! rsrsrs), de alumínio, de inóx, o que exatamente poderia interferir na estrutura do produto?

Quantas dúvidas, hein?

Muito aobrigada por tudo, de coração.
Que Deus te retribua!
Beijão

Sonia Hirsch disse...

Oi, Erika,

eu não sei bem quais são as propriedades do freijão-fradinho, podem ser antifúngicas. Botei no capítulo de probióticos só porque ele obviamente fermenta um pouco, mas não posso afirmar que seja: foi apenas o lugar que me pareceu mais adequado. E peço desculpas se isso confundiu você. Acho que não tem problema tomar com o óleo de coco. Mas tendo o óleo de coco, não vejo por que tomar a água do fradinho.

Se o alho mata os lactobacilos vivos do iogurte? Com certeza, se ficar marinando lá deve matar. Melhor, então, não usar alho todas as vezes e só misturar na hora. Mas o iogurte nessa dieta se toma puro. Sem sal nem azeite. A gente acostuma com o sabor em 3 dias. É daquelas coisas que não tem que gostar, tem que tomar ;-) Acrescentei os temperos picantes porque, mesmo tendo culturas vivas, a digestão pode ser meio difícil e gerar muco.

O soro é pra ir tomando, junto ou separado. Bom pra temperar salada e ajudar em feitura de conservas.

Um bom iogurte, em pote de vidro esterilizado (vidro ou louça são os materiais adequados), já durou meses na minha geladeira sem perder as qualidades. O soro, idem.

Pode tomar de meio a um litro por dia, a depender da fome. Olho vivo: menos vermes, menos ânsias...

O Rich é caro, sim, e só dá para a quantidade escrita no pacotinho. Um pote de yogurt starters da melhor marca, nos EU, que dá para 50 litros ou mais, custa em torno de 20 dólares. Sofre, Brasil.

Abração! (Copio esta resposta nos outros posts em que você comentou.)

Edna Winter disse...

Olá Sônia!
Estou sofrendo com candidiase.
De tanto pesquisar a cura na internet acabei te encontrando.
Vou fazer a água de feijão que você postou e depois te digo o que aconteceu.

Anônimo disse...

Olá Sonia. Estou fazendo a dieta já 1 mês e já estou tendo alguns resultados positivos como melhora na qualidade do sono, na digestão, na disposição física. Mas continuo na luta contra a candidiase. Gostaria de saber a sua opinião sobre os outros grãos nesta dieta como a ervilha, o grão de bico, o feijão preto e a lentilha. Podemos consumí-los um pouco todos os dias, alternando o tipo de grão? Abraço - Iara

Sonia Hirsch disse...

Oi, Iara, feijões são carboidratos e fermentam - por isso o uso deve ser observado para você mesma tirar sua conclusão. Se derem gases, não deve comer. Um abraço!

Anônimo disse...

Oi, Sonia!
Venho sofrendo com a candidiase a um tempo (estou na terceira crise), já usei várias pomadas, remédios, e até alguns chás.
Nesses ultimos dias minha vida tem se tornado um verdadeiro inferno..
Estou irritadissima, brigando com todo mundo sem motivo (meu namorado que diga), chorando por qualquer coisa..enfim, esse PROBLEMÃO está me desestruturando completamente!
PRECISO DE AJUDA! Preciso me livrar disso.
Lendo na internet vi depoimentos de algumas mulheres que disseram aprender a conviver com isso. Acho admirável, porém, posso dizer com toda certeza do mundo que JAMAIS conseguirei aprender a conviver com essa coisa. É desumano!
Já a uns quatro dias mudei radicalmente toda minha alimentação..mas como medida principal cortei doces (todos) e carboidratos (todos).
Só tenho comido verduras, alguns legumes, frutas ( menos doces), grelhados, cereais sem açucar e iogurte natural (feito em casa).
E bebo água, MUUITA água.´
Ah! E como complemento tenho tomado vitaminas.
Graças a Deus essa ultima crise nem se compara a primeira que tive, esta até que suave.
Enfim, como tratamento estou fazendo banho de assento com permanganato de sódio (me indicaram, e na situação que estou, ando fazendo qualquer coisa pra me livrar disso) e aplicando iogurte natural caseiro na vaginal com seringa.
Gostaria de saber qual sua posição quanto a este banho de assento e o iogurte.
Já comprei o feijão fradinho, amanhã mesmo começo.
Me animei com este tratamento.
Espero realmente que dê certo.
Acredito que isto tenha sido mais uma forma de desabafo.
Aqui temos um espaço, em que nosso problema é tratado com respeito e seriedade.
Adorei o blog, tenho entrado sempre!
Continue nos orientando!!
Muita luz em sua vida, você merece!
Obrigada,
Carolina Machado.
Sorocaba/SP

Sonia Hirsch disse...

Oi, Carolina, eu acho que você ia gostar de ler o livro que escrevi sobre candidíase, porque ele dá muita informacão encadeada e é um passo a passo. Algumas partes dele estão no blog www.soniahirsch.com, como você sabe, e outras em www.candidiaseapraga.blogspot.com . Um abraço!

luana disse...

ola sonia,adorei saber que esse feijaõ é um santo remedio para a candida porque tenho muito antes da mestruação é horrivel as vezes vem tão forte que tenho que tomar um remedinho para aliviar a coceira.valeu vou tomar a água do feijão.um gde abraço

Mary disse...

Hum... o tal pão deixado levedar. Gente, não adianta: se deixar levedar ele terá leveduras, certo? Não importa se natural ou aueles de pacotinho. É levedura e pronto. Vai prejudicar do mesmo modo. Então, não percam tempo fazendo essa trabalheira toda. Restrinja o pão por 5 dias, ajudará muito e depois coma menos. Difícil, ai se é. Palavras de meu médico ortomolecular. Curei minha candida com dieta aliada a medicamentos naturais e vitaminas. único medicamento mais forte que usei foi o Aspartato de Arginina, por 3 meses, é o máximo de tempo sem interrupção que pode usar. Usi a àgua do feijão, ela é incrível, melhora em dois dias.

Sonia Hirsch disse...

Dá-lhe, Mary! Mas depois de melhorar, se ainda quiser comer pão, melhor o de fermentação natural. Muito melhor.

Os povos que consomem mais cereal não o fermentam - fazem como os chineses, uma massinha de farinha de trigo para envolver recheios e cozinhar no vapor ou no caldo, ou macarrão, como também os japoneses, ou pão "boina" como indianos e árabes - e estes também consomem o trigo partido cru no tabule, no quibe. E a sêmola do trigo no couscous. Fermentar a farinha e fazer pão é só uma alternativa para usar trigo, não a regra geral. Um abraço, Mary!

Cláudia disse...

Sônia, Fiquei na dúvida se essa água do feijão deve-se tomar apenas quando se está em crise ou sempre. Eu tenho candidíase há 10 anos, num vem e vai. Essa última foi a pior de todas, pois nem fluconazol não adianta mais (antes era batata, tomou, passou!)Fui no médico, ele me receitou uma pomada que me deu uma reação horrível de ardência. Parei. Ele me deu outra e a ardência continuou. Hoje fiz banho de assento com bicarbonato e foi um alívio! A ardência reduziu muito.
Outra dúvida: eu não consumo mais doces, apenas aqueles cookies integrais industrializados. Isso pode?

Um abraço e obrigada!

Sonia Hirsch disse...

Cláudia, acho que o efeito é por tempo limitado. Tem que melhorar rapidinho a dieta e a rotina para pegar o embalo.

Sobre cookie, leia o que ajuda e o que atrapalha em www.candidiaseapraga.blogspot.com, aproveite e leia o resto :-) Um abraço!

virginia disse...

Sonia boa noite,meu filho tem muita crise de garganta vc tem algo natu- ral que eu possa usar?as amidalas de le fica cheia de pontinhos brancos fe
didos,o que eu posso fazer me ajude. bjo na alma e um abraço.

Sonia Hirsch disse...

Oi, Virginia, mas a alimentação dele é saudável? Se não for, tem que corrigir. E tratar dos vermes, claro. Um abraço!

Anônimo disse...

Boa noite

Sofro de candida a algum tempo estou tomando o oleo de coco , deu uma melhorada mais ainda me incomoda, amanha vou começar com a dieta, gostaria de saber o seguinte.
Quando a candidiase é forte tenho dores abdominais isso é normal??
Obrigada ...de coração, venho sofrendo muito com isso.

Sonia Hirsch disse...

Sim, as dores abdominais podem fazer parte por haver um excesso de fermentação no intestino. Claro que a presença de parasitas pode acentuar isso; amebas, por exemplo, criam uma "raiz" para as dores debaixo da costela direita ou esquerda. Quando é mais cândida, há uma sensação de coceira ou queimação ou ardência nos intestinos. Por isso é bom vermifugar antes, se possível sabendo que parasitas têm para combater direito. Força nas tranças, um abraço!

Maria Lidia disse...

Oi Sonia!
Vira e mexe estou aqui lendo o seu blog.
Mas dessa vez quis escever para dizer que por duas vezes usei os remédios naturais para tratar a cândica vaginal, com muito sucesso!

Quando senti uma coceirinha lá nas partes mimosas no começo do ano, comecei rapidinho a fazer as duchas de vinhagre que você descreveu no http://correcotia.com/mulheres/candidiase.htm. e dei uma melhorada na dieta. Pronto! A coceira não piorou e em poucos dias já tinha sumido. Nem tive aquele corrimento talhado.

Tinha comprado cápsulas de lactobacilos acidófilos numa farmácia de manipulação, mas quando ficou pronto eu já tinha melhorado! Além disso, as capsulas que eu comprei tinham que ficar na geladeira, então fiquei em dúvida se comprei certo. Mas deixei lá na geladeira, já que a validade proseguia por vários meses.

Há 8 dias "a praga" me preocupou! Começou já como uma coceira muito forte e no final da menstruação, o que me deixou preocupada, porque eu achei que a menstrauação ajudava a regular o pH da vagina. Então pensei: se no fim da menstruação já está coçando, como vai ser quando terminar?
Aiaiai!

Resolvi juntar tudo: ducha de vinagre, água de feijão fradinho e cápsulas de lactobacilos.
De modo que é difícil dizer o que foi que contribuiu mais. Mas posso avaliar o seguite:

Ducha de vinagre: Santo remédio instanâneo! Como melhora a coceira! Nos primeiros dias fiz ducha de vinagre de 3 a 4 vezes. Depois diminuí para 2 vezes e agora que já estou praticamente boa suspendi, pois a pele da vulva começou a ficar muito sensível e pensei se não poderia ser por causa do vinagre.

Cápsulas de lactobacilos: no primeiro dia apliquei 3 vezes, depois diminuí para 2 vezes (antes de dormir e de manhã) e depois para 1 vez antes de dormir. No meio desse processo,quando a menstruação acabou começou aquele corrimento da cândida, mas depois se juntou a ele um corrimento mais líquido de cor bege e umas gosminhas de cor bege e rosada, muito estanho... Fiquei pensando se não era por causa da cápsula de lactobacilos, de cor branca e rosa, que se dissolvia lá dentro da vagina e o que não era absorvido tinha que escorrer. Dito e feito, parei de colocar a cápsula e o corrimento passou. De forma que não sei se as cápsulas fizeram bem.

Água de feijão fradinho: o gosto é horrível mesmo! Mas estou tomando há 5 dias (comecei um pouco depois da ducha e das cápsulas)e agora é o único remédio que estou tomando e continuarei até sarar completamente.

Sonia, obrigada por divulgar essas informaçoes pra gente!

Confesso que estou aliviada de ter resolvido "a praga" com os remedinhos naturais, porque não sei se aguentaria ter que partir pra "dieta anti-cândida".
Como eu identifico o que foi o estopin da coisa, creio que não seja algo crônico. Mas o fato de ter tido cândida duas vezes este ao me preocupou um pouco, vou ficar de olho!

Abraços!

Sonia Hirsch disse...

Que delicia, Maria Lidia, que ótimo comentário! Vai ajudar muita gente, você sabe, né? Obrigada, um grande abraço!

Anônimo disse...

Sônia, extrato de equinácea para a candidíase vc recomenda?

Sonia Hirsch disse...

A equinácea é fantástica para melhorar a imunidade e evitar pequenas infecções, pode ser boa coadjuvante num tratamento de candidíase.

Anônimo disse...

Sonia,

Sou a Jaqueline, tenho candidiase e to perdendo mto peso com a dieta.
estou malhando bem de leve e queria saber se posso tomar um suplemento chamado GLUTAMINA?

obrigada desde jáá!

Sonia Hirsch disse...

Oi, Jaqueline, não sei responder. Por que você não procura um(a) nutricionista? Um abraço!

Anônimo disse...

boa tarde
posso tomar lavagem vaginal com a agua do feijão fradinho?

Sonia Hirsch disse...

Nunca ouvi falar nesse uso.

Aline disse...

Bom dia pessoal

iniciei a dieta para acabar com a candidíase nessa segunda feira dia 16/04/12, confesso q não é fácil, mas é possível e tudo começa melhorar, desde a parte física até a mental, amanhã iniciarei o tratamento com o feijão fradinho estou muito otimista, haja vista que os medicamentos convencionais só pioram meus sintomas e o calor da Bahia tmb não facilita, só atrapalha, mas agora sinto q tudo vai mudar. Obrigada Sonia Hirsch, foi depois dos seus livros que comecei a ter paz e me sentir melhor, achava que eu era anormal, mas entendi que esse problema nunca teria fim, então muito obrigada por me proporcionar qualidade de vida, estou muito feliz!!!!

Aline disse...

Só fazendo um esclarecimento acerca do meu comentário anterior, eu achava que esse problema não teria fim, porém entendi que tem controle e isso depende exclusivamente das minhas escohas alimentares e modo de vida que precisa ser o mais saudável possível.

Sonia Hirsch disse...

É isso aí, Aline, a saída é a saúde. Não tem outra... Um abraço!

Déborah disse...

Oi Sonia e meninas.
Estou na segunda semana da dieta e me adaptando.
Alguns sintomas melhoraram outros estão começando a incomodar.
Quanto ao feijão, gostaria de saber se posso consumir cozido agora, esperar pela suave ou só depois da dieta?

Obrigada a todas que contribuem com seus depoimentos.
Isso ajuda Muito.

Deborah

Sonia Hirsch disse...

Oi, Deborah, na dieta radical o feijão não entra por ter muito carboidrato e produzir fermentação. Experimente na suave e observe os efeitos. Um abraço! Força nas traanças!

Déborah disse...

Oi Sonia, obrigada!
quanto a água que ficou de molho no feijão, você ja usou? ela tem aguma mudança, forma espuna? (o que para mim é a fermentação) ou so muda um pouquinho a cor?

Outra coisa Sonia... meu intestino continua não funcionando bem, será que estou fazendo algo errado? percebi que quando como beterraba ele funciona, vou fazer o kavass, só preciso achar as beterrabas orgânicas.

Abraço!

Atm disse...

Boa noite Sonia,

Gostaria de saber se está dieta pode ser feita por algúem que não está acima do peso, pois todo mundo fala que emagrece e não é esse meu objetivo, mas sim livrar da candida se possível até engordar rsrsrs..

Aproveitando o comentário qual seria um boa refeição pra ceia, posso ficar sem ela??

Obrigado..

paricia felipe disse...

olá Sonia em primeiro lugar Deus ilumine este anjo tão especial para muitas pessoas.Hj estou aqui depois da luta de quinze anos por essa praga e cansada de antifugicoe e pomadas de farmacias,estou em uma crise e alem de arder parece ter vidro dentro da barriga,porem tomei um comp de fluconazol,e comecei a usar uma pomada ate q encontrei seus post, estou no meu segundo dia de dieta ate q não e tão dificil ja q entrei nessa por consequencia de querer so doces e todas besteiras de padaria,então sonia ja que estou 2 dia devo continuar a pomada ja q diminuiu os sintomas ou posso colocar algo natural ,ate q melhore vi seus post mais ainda sim fiquei com essas duvidas e os vegetais como abobora posso coloca los em uma panela e cozinha los como abobora com quiabo, inhame etc,SEGUINDO ESSA DIETA VOU MESMO FICAR CURADA?desculpe por tantas perguntas mais confesso a vc q depois de passar por tantas dores e casamento em rotina sinto uma mulher inutil sem esperanças. estou a fazer essa dieta com muita alegria e ESPERANÇA ...Abraço!!!

paricia felipe disse...

ah! Sonia vi q stevia pode, quero saber se posso colocar nos chás e iorgute.a composição q comprei e água,esteviosideo conservante sorbato de potassio,se eu tomar o iorgute ,posso ficar sem os lactobacilios já q minha condiçoes não permite tantas coisa, uso oleo de coco e não e barato vc sabe . rsrsrsr mais uma vez desculpe tantas duvidas mais e somente vc q pode me dá uma luz.abraço

Sonia Hirsch disse...

Meninas, não tenho como acompanhar dietas pessoais e responder a dúvidas particulares na dieta da candidíase. Para esse papo vocês devem procurar um(a) profissional e levar a sério as recomendações. Eu só tenho mesmo o que está publicado nos blogs, no site e no livro. Abraços!

Eric Leonardo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
clarinha duarte disse...

Estou muito feliz em conhecer o seu blog acho que agora tem uma luz no fim do tunel pra tanto tempo de sofrimento. Estou tomando a água de feijão e tentando fazer a dieta o que pra mim é dificil pois sou muito magra (agora que consegui sair dos 40 e chegar aos 45 kg) mas estou confiante.

Sonia Hirsch disse...

Oi, Clarinha, não se esqueça de ver se tem algum hóspede voraz comendo a sua comida lá dentro. Boa dieta. Um abraço!

Anônimo disse...

Olá Sonia,tomei a água do feijão fradinho e é um santo rémedio o corrimento desapareceu assim como os sintomas mais simples e nos meus exames não acusaram mais a presença do fungo, realmente é muito bom e eu recomendo. Só que agora senti que estou pior, estou fazendo a dieta mas já estou com 39kg o que pra minha idade é muito abaixo do peso ideal sendo que quando comecei tinha 45 kg o que já não era normal, estou preocupada por estar emagrecendo demais, estou piorando a cada dia não tenho mais saude e estou com sintomas horriveis de candidiase como queda de cabelo, acne, mudanças de humor, alergias e problemas respiratorios,estou ficando até 4 meses sem menstruar e voltaram todos os outros sintomas como corrimento, coceira mas de forma mais leve. Já não aguento mais, minha vida tá acabada, preciso de ajuda. O que eu devo fazer?

Sonia Hirsch disse...

Anônima, já verificou se há verminose? É bom. Já leu o capítulo *10 contra ela* do livro Candidíase, a praga, em www.candidiaseapraga.blogspot.com ? Considero importante pensar no que está lá. Um abraço!

Anônimo disse...

Luciana - Feijão-frandinho

Sonia, bebi a água de feijão fradinho por dois dias. Antes de ontem me senti com o estomago pesado, gases e durante a noite fui ao banheiro algumas vezes. Ontem me senti mal o dia todo e a noite tive uma diarreia tão forte que quase fui parar no hospital. Por que será que meu organismo reagiu assim?

Sonia Hirsch disse...

Luciana, não faço a menor ideia. Tem certeza de que a causa é essa pobre água?

Sonia Hirsch disse...

Luciana, não faço a menor ideia. Tem certeza de que a causa é essa pobre água?

Anônimo disse...

Luciana feijão-fradinho

Então, durante o tempo que estava me sentindo mal ficava "arrotando o líquido do feijão" (desculpe por usar esse tipo de linguagem). Me sinto mal só de pensar em tomá-lo novamente. Fico triste pois mesmo tendo passado mal, os sintomas da candidíase diminuíram muito nesses dois dias que fiz uso da água :( mas estou com seu livro em mãos e vou continuar tentando outras estratégias!

Sonia Hirsch disse...

Boa sorte, Luciana!

Anônimo disse...

Querida Sonia sempre tive episódios esporádicos de candidíase, mas desta vez estou desesperada e sofrendo muito. Tudo começou há 40 dias, quando comecei a sentir sintomas de candidíase vaginal, tomei um comprimido de fluconazol (receitado pela gineco). Depois de 12 horas comecei a sentir piora dos sintomas na vagina e uma leve ardencia, queimaçao, vermelhidão e inchaço nos lábios que depois de umas 4 horas passou. Depois de alguns dias, tinha placas brancas por toda a cavidade oral e ainda os sintomas nas partes baixas. Voltei a gineco q receitou Trivagel N e então me encaminhou para uma infectologista q receitou daktarin gel uso oral e solicitou exames. Qdo os exames ficaram prontos deu uma infecçao de urina por escheria coli.Tomei antibiotico por 7 dias. Enquanto isso eu nem conseguia mais deitar na cama devido a intensa queimaçao nas partes baixas. Quando retornei a infectologista a boca estava melhor ela receitou um comprimido de fluconazol e Vitergan. Tomei o fluconazol num sabado de manhã fui parar no hospital pois tive reaçao alergica. tomei uma Diprospan e tenho tomado anti alérgico de manhã e a noite. No primeiro dia da reaçao tinha um edema na face, os labios e bochecha ficaram bastante inchados e tinha muitas bolhas esbranquiçadas e enormes no ceu da boca e lábios, apareceu tbm manchas vermelhas por todo o corpo.Isso faz 3 dias e a situaçao só piora a cada instante, meus labios e garganta queimam muito e estao "na carne viva" algumas bolhas 'estouraram' outras se transformaram em placas brancas. Não consigo me alimentar pois a boca arde em contato com o alimento. Já não sei mais o q fazer tenho procurado informaçoes como louca e testado de tudo. Mas não encontrei nenhum relato de candidíase como o meu. vc acha q devo procurar um especialista em medicina chinesa ou um homeopata (pq já não confio mais na tradicional)? e tem algum conselho para o alivio dos sintomas da candidíase oral? agradeço desde já

Sonia Hirsch disse...

Nossa... Nem sei se acredito que isso seja verdadeiro, sem nome... Fiquei perpilexa!

clara disse...

ola Sonia achei fantástico suas matérias...estou gravida estou sofrendo candida é horrível,será que posso fazer a receita do feijão fraudinha ,e tomar lactobacilos da farmácia manipulação

Sonia Hirsch disse...

Clara, não vejo problema nisso. Um abraço!

Anônimo disse...

Estou felicíssima em tê-la conhecido através do blog, tem um mês que sofro com alguns sintomas, mas nem todos. Por exemplo, os lábios da vagina incharam, mas não houve corrimento, e além disso, as virilhas e parte da barriga estão com aspecto de assadura, isso acontece mesmo, não sei tenho duvidas qto a essa assadura horrível. Posso ter pegado isso em piscinas, isso e outra duvida constante. Alem, vou fazer a agua do feijão e agradeço imensamente sua ajuda para mim e outras mulheres. Deus a abençoe muito. Grande abraço.

Cássia Ribeiro disse...

Sônia,

Estou tentando várias coisas indicadas em seu livro para tratar minha candidíase que já é sistêmica. Encaminhei um e-mail para você e gostaria que, se possível, desse uma lida.
Em relação ao feijão fradinho, tomei durante 3 dias, mas tive uma prisão de ventre muito forte. Apesar de ir ao banheiro todos os dias, tenho uma tendência a ter prisão de ventre, mas como muita fibra. Então, para quem tem esse problema, é bom ter cuidado.
Abraços

Sonia Hirsch disse...

Cássia, duvido que a prisão de ventre tenha sido causada pela água de feijão-fradinho. Você já investigou uma possível amebíase? Vai ver… Um abraço!

Anônimo disse...

O mesmo feijão durante uma semana? Ou troca o feijão?

Sonia Hirsch disse...

Vamos ler direito o post: Está lá:

O feijão-fradinho que ficou de molho pode ser cozido normalmente depois. À noite, coloca-se um novo feijão no copo, com água, para tomar de manhã. Simples assim.

Anônimo disse...

Olá Sonia! Tenho convivido com a candidíase faz algum tempo! Durante algumas pesquisas desesperadas encontrei seu blog e li a respeito do feijão fradinho! Bom, na verdade fiz vários tratamentos com fluconazol, pomadas, florais e óvulos, mas ficava livre dela apenas alguns dias! Foi então que decidi tentar algo por conta propria e graças a Deus e a vc estou me sentindo curada! Bom, fiz uma junção de alguns tratamentos e pra mim funcionou. Durante dez dias tomei a água do feijão fradinho em jejum pela manhã. Junto disso eu tomava em alguma hora do dia um copo de água morna com meio limão expremido. Ao final desses dez dias tomei uma dose única de fluconazol e junto com ele comecei a tomar cápsulas de lactobacilos acidófilos todos os dias até hoje para repor as bactérias "do bem". Bom, ficar sem essa praga pra mim, é uma vitória dia após dia, pois cada minuto sem ela pra mim significa muito! Espero que eu possa ajudar vcs. Um grande beijo Sonia

Anônimo disse...

Olá Sônia! Foi eu quem fez este comentário acima! Minha alegria durou pouco. A maldita voltou ontem e parece que veio mais forte! Estou muito triste e frustrada! Isso está influenciando negativamente na minha relação com meu noivo. Não sei mais o que fazer! Bjos

Sonia Hirsch disse...

Anônima, sugiro que você leia o livro Candidíase, a praga, para saber tudo o que eu sei a respeito e avaliar a lógica do passo a passo para controlar melhor a cândida. Não tem mágica, tem método. O livro está disponível nas boas livrarias e em www.correcotia.com/compras com frete grátis. Um abraço!