terça-feira, 27 de setembro de 2011

Alô alô, cariocas, nos vemos lá?


COMER MELHOR
COM SONIA HIRSCH

palestras no rio de janeiro
6 e 19 outubro | 10 e 24 novembro 2011 | 18:30 ~ 21:30
flex center | salão esmeralda
LARGO DO MACHADO 54
metrô e ônibus ao lado | estacionamento r$13,00
inscrição r$35,00 > somente online

traga alguma coisa para comer e oferecer no intervalo

5a feira | 6 de outubro | 18:30 COMER BEM, COMER MAL

Panorama da alimentação contemporânea | linhas alimentares | o problema com as dietas | critérios para escolher e preparar a comida

4a feira | 19 de outubro | 18:30 PARASITAS E TOXINAS,
RAIZ DE DOENÇAS E DESCONFORTOS

Bichos que dão em gente, candidíase, câncer e doenças crônicas: relações com alimentação e estilo de vida | como reconhecer, evitar e tratar

5a feira | 10 de novembro | 18:30 DEIXA SAIR

Desintoxicar na primavera | sintomas de intoxicação em vários níveis | limpeza intestinal diária como seguro de saúde
NOVA DATA :
4a feira | 7 de dezembro | 18:30 ALIMENTAÇÃO & INTELIGÊNCIA DO CORPO

Saborear é viver | doce, salgado, ácido, amargo, picante: a função de cada um dos cinco sabores na comida de cada dia e sua relação com estados físicos, mentais e emocionais

65 comentários:

  1. monica labte27/09/2011 10:04

    Oi Sonia, Bom dia!!!
    Adoro seu blog, Parabéns!!!!!
    Quanta informação importante.
    Quando vai ter palestra em SP? Tbm quero participar.
    beijos
    Mônica

    ResponderExcluir
  2. Oba!! Vou tentar ir a todas! Bjs, Denise.

    ResponderExcluir
  3. Susana Ayres27/09/2011 11:11

    Que ótimo Sonia, também quero ;-).
    Sucesso.

    ResponderExcluir
  4. Vem pra Floripa fazer uma também, Sônia! Vamos adorar.

    ResponderExcluir
  5. Oba, Carol! :-)

    Gabriela, eu vou sim a Floripa, já existem conversas a esse respeito. Gosto muito daí.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. E para Porto Alegre? Nós também merecemos.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Sônia e Salvador? Nós baianos adoraríamos ter vc conosco. Há chance desse sonho acontecer?

    ResponderExcluir
  8. Ah, vou adorar ir a Salvador e PoA, é só ter uma produçãozinha de espaço e divulgação que já tô indo :-)

    ResponderExcluir
  9. Sonia, você conhece o Vale do Matutu? Gostaria de montar uma oficina, ou palestras ou um curso lá? Posso tentar organizar. Aliás, podemos conversar sobre isso por email?

    Desculpe atravessar o assunto do Rio, é que morri de inveja dos cariocas :-).

    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Oi, Kenia, só conheço de nome. Claro que podemos conversar por email! shirscharrobaterraetc (tô pondo em código pra ver se não gera mais spam...) Um abraço!

    ResponderExcluir
  11. Ahahahahhhahaaaa,
    e-mail em código!
    (morrendo de invejinha da Carol)

    BeijOM,

    ResponderExcluir
  12. Oi Sônia!

    Já me inscrevi!:D
    Não vejo a hr de chegar lá, ainda mais com lanchinhos!!!:D

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  13. Uau, quantas palestras! Invejinha dos cariocas :S.

    ResponderExcluir
  14. Pôxa Sônia, Belo Horizonte nâo rola nâo?

    ResponderExcluir
  15. Rola, claro! Só não sei quando... :-)

    ResponderExcluir
  16. olá sonia, como sinto não poder ir,
    principalmente no dia 15 de nov. (Deixa Sair),
    coloca algum resumo no blog depois, please, principalmente sobre a limpeza intestinal diaria,
    sofro com meu intestino preso, estava tomando o HDK e estava uma beleza, sem exaquecas, acabou e o intestino imperrou outro vez, não aguento +++
    beijão, tenho certeza que as palestras vão ser ótimas

    fernanda clausing, Ibiraci/MG

    ResponderExcluir
  17. Sonia,
    reinvidico palestras em Goiania também... estamos precisando de um norte aqui!!!
    Abraços.
    Taise Melo

    ResponderExcluir
  18. Oi, Fernanda, intestino preso pode ser resultado ou sintoma de muitas coisas, como amebas & outros bichos, candidíase, falta de hidratação, falta de fibras, excesso de crus, de sal e de frutas, falta de exercício, falta de tempo ou paciência para ir ao benheiro... E a palestra é dia 10/11, não dia 15, melhora? Um abraço!

    ResponderExcluir
  19. Adorei a reivindicação, Taise :-)

    ResponderExcluir
  20. Oi Sônia, relendo sobre amebas e bichinhos, to querendo fazer aquele remedinho de alho,por desencargo de consciência. Tem contra indicação?
    Bjs, Consuelo

    ResponderExcluir
  21. Inscrição feita!
    Quinta estarei lá com a minha mãe.
    Obrigada Sônia por esta oprtunidade!

    ResponderExcluir
  22. Oi, Consuelo, você diz a tintura de alho? É bom porque está na época e se pode encontrar alho orgânico. Não conheço contraindicação, usando moderadamente. Um abraço!

    ResponderExcluir
  23. Oi, Raquel, obrigada digo eu, porque também para mim é uma oportunidade :-) Um abraço e até lá!

    ResponderExcluir
  24. Puxa Sonia, adoro seu trabalho e a forma como se coloca. Tem como fabricar um clonezinho seu pra ficar aqui em casa? tenho tanto pra aprender..... espero que em Sampa tenha palestras mais constantes, seu trabalho é necessário demais. obrigada.

    ResponderExcluir
  25. Oi, Dani, de vez em quando faço palestra lá na feirinha orgânica da AAO no Parque da Água Branca, conhece? Um lugar lindo e apetitoso... Um abraço!

    ResponderExcluir
  26. Querida Sônia...

    por favor, não me mate, mas................ se o lanchinho que eu levar amanhã, for cheeeio de açúcar, mas for totalmente orgânico, artesanal, com mais de cem anos de tradição e feito com muuuito amor, pode?:S

    ou melhor não?

    ;)

    ResponderExcluir
  27. Oi, Evelin, a escolha é toda sua! E há doces tradicionais muito bons, sem tanto açúcar. Vai ver que o seu é um deles, não? ;-)

    ResponderExcluir
  28. Tem menos açúcar sim! Mas ainda sim, tem! É que acabou de chegar da roça, fresquinho, por isso penso em levar... vou ver como manejo os quitutes aqui!!:D
    Devia ter trazido uns pés de alface, né?:S
    hehe
    Até amanhã então!!

    Beijos enoRmes!!!

    ResponderExcluir
  29. Bom, chocolate também tem açúcar e nem por isso cai em desgraça - o problema é quando tem leite... Um abraço, até mais!

    ResponderExcluir
  30. Hahaha Evelin, também fiquei me consumindo quanto ao lanche!
    Não sabia o que levar! algo que não tenha tanto açúcar, farinha, bichos, uma luta!

    e O PIOR: sem tempo algum de fazer algo em casa!

    Resolvi levar uns biscoitinhos de cebola, pelo menos agrada aos vegetarianos.

    :)

    Até mais tarde!

    ResponderExcluir
  31. Ah, meninas, eu também vou ter que levar bobaginhas porque estou no Rio desde ontem. Vai acabar sendo pasta de grão-de-bico do árabe em frente, querem apostar?

    ResponderExcluir
  32. Sonia
    fiquei preocupada om isto:

    Feijão transgênico.
    “A ‘porteira’ está aberta”. Entrevista especial com José Maria Gusman Ferraz

    http://www.ihu.unisinos.br/index.php?option=com_noticias&Itemid=18&task=detalhe&id=48049

    Abraços!

    ResponderExcluir
  33. Boa dica, Anita, de uma excelente entrevista! Um trecho:

    "IHU On-Line – O senhor apontou diversas falhas no processo do feijão transgênico e violações ao princípio da precaução e à legislação de biossegurança. Em que consiste seu parecer e por que, em sua opinião, a liberação do feijão transgênico exigia estudos mais detalhados?

    José Maria Gusman Ferraz – Deixando de lado os princípios e tratados internacionais dos quais o Brasil é signatário e que não foram considerados, como o Princípio da Precaução, Convenção sobre Diversidade Biológica – CDB, Tratado Internacional sobre Recursos Fitogenéticos para Alimentação e Agricultura da FAO – TIRFAA, e o Global Plan of Action – GPA, o feijão transgênico 5.1 da Embrapa deveria apresentar comportamento semelhante quando comparado com a planta que lhe deu origem (mesmo material, mas sem a inserção do transgene). Isso não ocorreu em várias situações, como na quantidade de nutrientes no feijão, no efeito sobre órgãos internos, como rins e fígado, e nas vilosidades (área de absorção) do intestino delgado e grosso e na produção de várias substâncias presentes no grão.

    IHU On-Line – Por quantos anos foram realizados estudos com o feijão transgênico desenvolvido pela Embrapa?

    José Maria Gusman Ferraz – Não foram anos, mas apenas dias. A avaliação de efeitos sobre os animais alimentados com o feijão foi feita em apenas com 35 dias. Em poucos dias é possível avaliar possíveis efeitos sobre a saúde da população?"

    ResponderExcluir
  34. Interessante perceber que, nos experimentos, o feijão transgênico causou diminuição dos rins das cobaias. Pela medicina chinesa, os feijões costumam reforçar a energia dos rins em situações específicas. E, se repararmos, os feijões tem mesmo a forma de pequenos rins. Preocupantíssimo.

    ResponderExcluir
  35. Então. E sem necessidade, como a própria entrevista demonstra. Feijão ainda é algo que rende muito no plantio orgânico. Mas esse transgênico pode acabar dominando todos os outros.

    O problema, na verdade, não são os transgênicos: são as pessoas nos gabinetes de Brasília, achando que podem tudo. E o pior é que podem.

    Ô mundo!!!!

    ResponderExcluir
  36. É, socialmente o estrago é imenso. Na índia o índice de suicídio aumentou absurdamente após a 'colonização' pelo algodão transgênico Bt. O trabalho com o desenvolvimento rural sustentável fica meio bobo com toda essa história.
    A gente fica que nem formiguinha tentando convencer os cabras a aderir à agroecologia e vem um transgênico da Embrapa e dá um safanão. Mas a gente tenta, tenta, tenta... fazer o quê, também... Desistir da luta é desistir da própria vida, né?

    Ô mundo²!

    ResponderExcluir
  37. Kenia e Sonia

    O pior de tudo é que a gente fica sem saber a origem das coisas que compra. Deveria aomenos ser obrigatório etiquetar se os grãos são ou não trangénicos.

    ResponderExcluir
  38. Olá Sonia,

    Fiquei triste de ter saído sem me despedir. Minha mãe estava lá fora, achei que você já tinha ido, mas depois ela disse que você ainda estava lá...A palestra foi ótima! Bjs, Denise Sahione.

    ResponderExcluir
  39. Oi, Anita.
    Pior ainda: a rotulagem de transgênicos é obrigatória! Algumas empresas burlam a lei e omitem a informação, outras tentam enganar o consumidor e 'amenizam' o triângulo amarelo no rótulo e, sinceramente, na maioria dos casos, as pessoas não querem nem saber se é ou não. Acreditam que 'se foi aprovado, é porque não deve fazer mal'. Tenho amig@s letrad@s, cientistas, biólog@s, que pensam exatamente assim!
    O que está rolando é um projeto de lei que visa a acabar com a obrigatoriedade da rotulagem... aí piora...

    Bjs

    ResponderExcluir
  40. Kenia
    Nem sabia que já era obrigatório, pois tenho o costume de ver as etiquetas e nem tinha percebido o tal selo.
    :(
    Se esse projeto para acabar com a obrigatoriedade é aprovado... nem falar.

    Nem sei como, mas deveríamos fazer algo ao respeito. Tipo um abaixo assinado, corrente de mails, começando pela defesa do querido feijão como ele veio ao mundo.

    ResponderExcluir
  41. Pois é, Anita... a gente se sente meio boba, com mãos amarradas, né não?

    Se você tiver interesse, pode ler sobre esse assunto da rotulagem e também outros sobre transgênicos nesse link: http://algumacoisaemcomum.blogspot.com/2011/05/projeto-que-acaba-com-rotulagem-de.html (é meu blog, dá licença pela invasão aqui, Sonia?)

    Publicaram um artigo meu, bem simples, sobre isso, no portal materna, um site bem legal, que dá dicas para mães e não mães sobre saúde, alimentação, etc. Quando publicaram, coloquei um link no blog, você pode ver: http://algumacoisaemcomum.blogspot.com/2011/07/publicaram-me.html

    Beijos! :-)

    ResponderExcluir
  42. Kenia querida, o espaço é todo seu :-)

    Vi nos sacos de ração para animais o sinalzinho T dentro do triângulo amarelo. Não é à toa que cães e gatos já ficam diabéticos, têm câncer, fazem quimio... Não bastava a ração ser feita com restos de aves criadas a poder de "promotores de crescimento", agora leva transgênicos também. É uma perversão do conceito de comida. Doença dá mais lucro.

    ResponderExcluir
  43. Olá Sonia!

    Quero participar de algum evento seu! Vem pra BH! : )

    ResponderExcluir
  44. Kenia
    Muito obrigada pela dica! Já favoritei o teu blog também.
    ;)

    Sonia
    É um tema esse das rações. Já pesquisei na net alimentação natural, preparada misturando vários tipos de carnes, algumas cruas (as de frango, com ossos, por exemplo que se forem cozidos se tronam muito duros) e outras cozidas, com algumas folhas e outros nutrientes.

    Bem interessante...

    ResponderExcluir
  45. Obrigada pelo espaço, Sonia! Você é que é uma querida ;-)

    O tema 'rações' me dá dor de cabeça também. No dia a dia, não consigo cozinhar para os meus bichinhos. Nos fins de semana dou comidas naturais, mas como é que a gente faz isso dentro da roda-viva do cotidiano? É difícil. Procuro rações não-transgênicas, compro a granel. A do Carrefour me disseram que não é, não tem o T amarelo também, mas dá pra confiar? Não sei...

    Deturpação total dos conceitos de alimentação, Sonia, concordo com você.

    ResponderExcluir
  46. Oi, Denise, bom que você gostou! Beijo e até a próxima :-)

    ResponderExcluir
  47. Foi bacana o encontro:

    só fiquei sentindo falta de uma cozinha por perto... Quer dizer, se a coisa toda fosse numa cozinha seria ótimo.

    O que vcs acham?

    Bjs

    ResponderExcluir
  48. Sem dúvida, Mr Brumn! Numa cozinha profi, né? Com arquibancada... :-)

    ResponderExcluir
  49. Eu estudo arquitetura e em todo o projeto que envolve uma comunidade - família, vizinhança, faculdade, centro de convenções, centro comunitário - para mim tem que ter uma cozinha comunitária.

    É cozinhando e comendo que as pessoas se conhecem.

    ResponderExcluir
  50. Mr. Brumn,

    Qual dos homens era você???
    Se tivesse cozinha a gente já teria provado a salada quente crocante da Sonia...Hummm, quando ela falou fiquei com água na boca.

    Sonia, estarei lá de novo no dia 10/11 e minha mãe assistirá a do dia 19 por mim . Uma pena não poder ir nesse dia, estou adorando aprender sobre bichos que dão em gente...

    Bjs, Denise.

    ResponderExcluir
  51. Me chamo Bruno, Denise. Andei fazendo a chicória refogada. Muito bom. Vou ver se faço chazinho hoje...

    Bjs

    ResponderExcluir
  52. Mr Brum, mostre seu rosto, fiquei curiosa, afinal não é todo dia que vemos um homem tão antenado com cozinha e saúde. Parabéns.
    Só vc Sônia pra reunir tanta gente legal, lendo os comentários de seu blog a gente aprende muito e vê como o número de pessoas que se preocupam com a vida como um todo vem crescendo. Bjos.
    Maria Rosa

    ResponderExcluir
  53. Cada um faz o que pode, né? Dia 19, que é uma 4a feira, eu levo a salada quente crocante. Não é cozinha ao vivo mas já é alguma coisa :-)

    ResponderExcluir
  54. Sonia,

    Não haveria a possibilidade de gravar em DVD suas palestras para que pudéssemos comprar posteriormente? Moro em São Paulo e não tenho como ir ao Rio nessas datas. Adoraria, contudo, saber tudim.
    Grata,
    Lea Beraldo

    ResponderExcluir
  55. Adorei a idéia do DVD. E aí Sonia? Seria perfeito!!!!!

    Mariana

    ResponderExcluir
  56. Oi Lea, oi Mariana, obrigada pela força! No momento não tenho como fazer isso, porque sempre exige produção, iluminação, equipamento, alguém pra mover a câmera atrás da inquieta palestrante, mas é um caso a pensar. Até para liberar na web tem que ter qualidade, né? Abraços nas duas!

    ResponderExcluir
  57. Que peninha, Sonia! Mas, por favor, prometa pensar. Não é tão custoso quanto parece. De toda sorte, grata pela gentileza da resposta. Quem sabe convenço uma amiga taquígrafa aí do Rio para assistir e digitar para mim!!!
    Saudações,
    Lea Beraldo

    ResponderExcluir
  58. Boa noite, estava procurando informação sobre cistos nos seios, pois os tenho uns quatro anos já, tenho 50 anos e minha mesntruação está começando a falhar, nete mes meu seio doeu muito,fiquei preocupada,mas agora com estas informações já sei oq fazer, ja faço uso de argila pra outras coisas, e tambem como muito queijo , não gosto de carne bovina e como mais de frango, mudarei minha dieta.Oq mais devo fazer?? estou acima do peso,emuito estressada, moro em Floripa, mas aqui tbem ta estressante.Obrigado pelo seu blog.
    Abraços, Deus a abençõe.

    ResponderExcluir
  59. Li agora que vc vem pra Floripa, ja tem data e local? preço da palestra??
    vc faz nas igrejas com a pastoral da saúde?? quem sabe posso te ajudar aqui em organizar?? abraços..

    ResponderExcluir
  60. Olá Sonia,

    Ainda estamos visualizando 24/11 como a data da próxima palestra! Abraço, Denise.

    ResponderExcluir
  61. Obrigada, Denise, já corrigi. Um abraço e até lá!

    ResponderExcluir
  62. ahhh...que tal visitar a terra do piqui tb...=)...algum convite para o "Goiaszao", cerradao brasileiro...
    sou de goiania...mas se for vir por perto, com certeza estarei la...
    certo tempo atras perguntei se voce conhecia os beneficios da cannabis e da azadiratcha indica...
    no sentido mais amplo da palavra beneficios...
    abracos...
    saudacoes....
    e gratidao...

    ResponderExcluir