terça-feira, 18 de agosto de 2009

O melhor filtro de água é de barro e é brasileiro!




Conhecem? Claro. Quem nunca viu um filtro desse tipo no Brasil?

Pois é ele que encabeça a lista de filtros de água eficientes neste site americano chamado MetaEfficient, autodefinido como Guia das Coisas Altamente Eficientes.

Feito de barro cozido, ou terracota, filtra a água lentamente por gravidade, através de suas velas de cerâmica, enquanto mantém a água fresca. O autor do artigo diz que esse filtro remove 95% de cloro, pesticidas, ferro, alumínio e chumbo, e 99% de criptosporídeos, giárdia e sedimentos. Melhor se for revestido por dentro com prata coloidal, que o mantém livre de pragas.

O filtro da foto é o brasileiro Stéfani, disponível nas melhores casas do ramo e também na amazon.com . Chiquérrimo.

210 comentários:

1 – 200 de 210   Recentes›   Mais recentes»
Vera Falcão disse...

Nossa, que honra para nós, brasileiros, hein? Já virou objeto de desejo na minha lista de "coisas que ainda vou comprar"...
Passando um link que fala sobre "Quando, onde e como surgiu o filtro de água, um produto tipicamente brasileiro e fabricado por empresas de cerâmica?" - A INDÚSTRIA CERÂMICA EM SÃO PAULO E A “INVENÇÃO” DO FILTRO DE ÁGUA: UM ESTUDO SOBRE A CERÂMICA LAMPARELLI – JABOTICABAL (1920-1947) - como adoro História e histórias, espero que mais alguém queira deliciar-se com essa:
http://www.abphe.org.br/congresso2003/Textos/Abphe_2003_41.pdf

Sonia Hirsch disse...

Vera, eu estava pensando em procurar isso e você já veio com tudo pronto :-)!

Que sensacional saber que foi no Brasil que Victor Lamparelli, dono da Cerâmica Lamparelli em Jaboticabal, SP, desenvolveu o melhor processo de filtragem natural concebido até hoje: o filtro São João, de dois andares, com velas de cerâmica.

Na época queríamos água mais limpa por razões diferentes - a água pública ainda não era "tratada", a preocupação eram as doenças que ela podia transmitir. Hoje, as doenças conhecidas são o de menos. Tudo muda e não sai do lugar... Abração, bom dia!

sylribeiro disse...

realmente essa noticia é muito boa, parece um bom retorno aquilo que nos é familiar.
conversando com minha mãe outro dia, ela comentou que fomos criados com banha de porco e gordura de coco, nao sei se esta certo o termo gordura de coco, mas lembro das latas enormes na despensa da casa da minha avó.
essa do filtro de barro então, é fantastico. será que a terrivel ameba nao passa no filtro? as velas de antigamente, a gente lavava com areia grossa, e colocava de volta na talha, como sera que funciona hoje?
beijão!

Sonia Hirsch disse...

Oi, Syl, a gordura de coco é exatamente o óleo de coco refinado, talvez um pouquinho hidrogenado para ficar sólido. Na casa da minha mãe tinha aquela lata de gordura de coco Coqueiro, e fritura só se fazia com ela.

A banha de porco foi reabilitada nos últimos anos, quando revelou-se a fraude envolvendo estatísticas que comprovariam ser o óleo vegetal melhor do que a gordura animal para o coração. É o contrário. Apesar do colesterol.

As velas do filtro, aqui em casa, são limpas com uma escovinha (tenho um S. João de 3 velas). Areia grossa também servia para "areiar" panelas, né não?

Quanto a amebas, não sei se passam por essas velas. Talvez sim. Estariam nos encanamentos? Amebas surgem de qualquer matéria orgânica - Wilhelm Reich estava procurando o órgon, observava no microscópio campos não esterilizados e via as amebas aparecerem pra viver sua vidinha besta... Abração! :-)

Anderson V.da Silva disse...

Parabéns Sônia, excelente informação, nós da Revista e Portal Meio Filtrante ficamos muito feliz quando estes tipos de divulgação aparecem nos diversos tipos de mídia, se quiserem saber um pouco mais sobre filtos cerâmicos vejam nossa matéria publicada em nossa edição impressa de janeiro/fevereiro de 2008 - www.meiofiltrante.com.br/materias.asp?action=detalhe&id=351

Abcs,

Anderson

Sonia Hirsch disse...

Viva, Anderson! Mais informação de boa qualidade! Obaaa! :-)

Marister disse...

Esticando um pouco o tema, Sônia, o que você acha da prata coloidal na água como poderoso bactericida e antimicrobiano? As informações garantem que combate mais de 650 tipos de doenças. Mito ou verdade?

Sonia Hirsch disse...

Oi, Marister, já li um monte sobre a prata coloidal e aparentemente é tudo de bom. Tive dois filtros Salus revestidos internamente com ela.

Outras coisas que limpam a água, além do carvão ativado, são a ameixa salgada umeboshi e a exposição aos raios solares, durante as horas de sol forte, dentro de recipientes de plástico ou vidro branco ou azul, nunca verde ou marrom.

Mas hoje em dia, micróbios não são a única preocupação. E sabemos que um sistema imunológico forte os impedirá de se instalar no organismo. Já os metais pesados e os resíduos tóxicos, hmmm...

Anderson V.da Silva disse...

Oi Sonia e Marister,
A prata coloidal ajuda sim a combater microbios e bactérias, porém é importante ressaltar que a principal função de inibição destes microorganismos é realizado pelo cloro, que vem em nosso sistema de abastecimento de água, o carvão ativado possuí a propriedade de adsorção das moléculas de cloro, portanto tirando assim o gosto característico do cloro e a proteção principal quanto aos microorganismos e por isto é indicado sua utilização no ponto de consumo (como é feito nos filtros de barro), jamais pode ser aplicado um filtro com carvão ativado antes da entrada da caixa de água, pois assim haveria a proliferação de bactérias na armazenagem desta água.
A retenção de partículas é realizada pela vela, geralmente feita em resina melamimica ou celulose.

Marister disse...

Sonia e Anderson,
Grata pela informação!

Sonia Hirsch disse...

Oi, Anderson, vou postar agora 6 más notícias sobre o cloro e uma boa. Aguardo seu comentário! Um abraço!

Jucimara Gouvêa disse...

Que maravilha!
Estou lendo seu livro meditando na cozinha e adoro tudo que vc escreve.
Venho aqui procurar se vc tinha um blog e te encontro e mais incrivel ainda, é que hj pela manhã estava conversando com minha mãe sobre agua do filtro, pois eu uso a agua ingá , galão,mas no filtro de barro, só por causa do sabor e minha mãe dizendo que não acredita nestas aguas mineirais e sim nas pedrasde ceramica.
Coincidencias....... ehehehe.

Mas me responda Sonia,vc acredita nas aguas minerais?
Acha que meu método tá certo?
Ah e qto a limpeza das verduras, eu procuro sempre as orgânicas, tá certousar agua sanitaria para igieniza-las?
Que prazer falar com vc!!!
Abraços!

p.césare disse...

Salve, Sônia Hirsh! Estou achando ótimo esse post sobre os filtros. Faz tempo que penso em comprar um, mas optei no momento por uma moringa, por ocupar menos espaço (revestida com prata coloidal assim como o filtro). Tenho uma pergunta: quem não tem filtro em casa (por opção mesmo) pode sentir-se seguro apenas fervendo a água de beber? O que se perde nesse processo (sais minerais?). BeijOM, paulo

Sonia Hirsch disse...

Oi, Jucimara, estou igualzinha à sua mãe: acredito mais nas pedras de cerâmica. Mas quando ainda morava no Rio também comprava água mineral!

Para higienizar as verduras, melhor do que água sanitária é água oxigenada 10 vols, 1 colher de sopa em 2 litros de água. Água sanitária é cloro...

Abração! :-)

Sonia Hirsch disse...

Oi, Paulo, ferver mata muitos micróbios, se for por 5 minutos mata todos, mas não tira os metais pesados e ainda espalha os gases de cloro e flúor pela casa... Os sais minerais acabam sendo o de menos, né? :-)

Carol Daemon disse...

Eu tinha um filtro desses, comprei logo q fui morar só e dei (sim, dei!) de tanto q me atazanaram que era o único que não vedava, não filtrava direito, etc...
E comecei a gastar os tubos com água mineral, é claro. Em garrafa plástica pra melhorar a situação.

Vou comprar outro correndo - que post maravilhoso!

Iran Almeida disse...

Primeiro amei te encontra sempre lia os teus escritos na revista, agora encontro-te no blog falando de filtro que legal, eu sempre usei e continuo usando, acho maravilhoso. Melhor agora que sei que é todinho nosso Brasil.

rosamaria disse...

sonia, procurei, procurei e consegui: www.ceramicastefani.com.br! tem todos tipos de filtros de ceramica e onde vc pode comprar pelo mundo a fora!~tem explicação detalhada do tipo de material e filtragem. não sou expert como vc, mas fiquei satisfeita c as explicações. vou mandar VOANDO um p meu filho q bebe água da torneira, lá em são paulo! vc deu um alerta importantíssimo!bju!

Sonia Hirsch disse...

Oi, Rosamaria, acho que seu filho vai adorar a água fresca e limpa desse filtro. Aí, de 6 em 6 meses você manda uma vela nova para ele trocar... :-)

Adriana disse...

Demais Sônia! Será que é eficiente contra bactérias também? Moro num local em que não há água tratada e quero um filtro eficiente! Parabéns e obrigada pelo trabalho maravilhoso que você faz! Aqui em casa somos fãs dos seus livros e temos um bocadão deles! Tchau!!!!! Beijo!!!!

Sonia Hirsch disse...

Oi, Adriana, a informação é de que as velas desse filtro retêm 95% das impurezas. Mas você pode ir ao site www.ceramicastefani.com.br para tirar suas dúvidas, e entrar em contato com eles se for preciso.

Fora isso existe o processo de esterilização da água através dos raios de sol: você coloca em garrafas brancas ou azuis (verdes e marrons não funcionam) e expõe ao sol forte de 11 às 14hs, ou o dia inteiro se o sol estiver fraco. Também pode usar saco plástico transparente. Beijo!

Anônimo disse...

Eu Gostaria de saber quem é que fabrica o filtro de agua SALUS. Comprei um a pouco tempo, e o mesmo mófa a parte superior, e agora o barro na parte superior,esta ficando todo preto. Sempre tive filtro da marca São João e nunca tive problema.

Sonia Hirsch disse...

Filtros Salus Industria E Comercio Ltda
R Henrique Felipe Costa, 785 Vila Guilherme
Sao Paulo - SP
(11) 69012126 (11) 69012129 (11) 69098366

Anônimo disse...

sou futura aluna de medicina e a facinação pelos filtros de barro sempre almenta!e já recomendo para todo o povo brasilieiro!

Fatima - Maria de Fatima C. Oliveira disse...

Queria saber o que fazer p/ tirar o gosto quando o filtro é novo. Tem um gosto de uma quimica, minha tia comprou e disse que parece o gosto de uma tinta. O que fazer??

Sonia Hirsch disse...

Querida, se for um filtro de barro, não tem química nem tinta. É gosto de barro novo e sai com o uso. O que se pode fazer é colocar água mais vezes e ir esgotando até o sabor normalizar.

Roberta disse...

Oi Sônia! Sou eu, a Roberta da pasta de cúrcuma para espinhas, rsrssrs, borboleteando alegre e displiscentemente (e de forma séria!) por todos os redutos do seu super blog!

E quanto ao FLÚOR INORGÂNICO adicionado à água tratada? O filtro de barro o neutraliza?

Eu uso um filtro de barro há anos e anos... e há uns dois anos resolvi colocar dentro um pedaço de TURMALINA NEGRA... É incrível... Não sei o que acontece, mas a vela do filtro não entope!!! Em um ano de uso sem lavá-la, a água continua pingando normalmente, e não existe mais aquele camada barrenta, cheia de resíduos, na superfície da vela.

Alguém poderia explicar o porquê disso? A propósito, espero que a turmalina esteja neutralizando o flúor... Vou pesquisar.

Aliás, tenho altas histórias para contar sobre a TURMALINA PRETA...

Beijos a todos,

Roberta

Roberta disse...

P.S.: O filtro continua funcionando maravilhosamente bem, pois percebo pela completa ausência de gosto de cloro na água, e pela qualidade dela, no geral.

Sonia Hirsch disse...

Oi, Roberta, para tirar o flúor parece que só o filtro de osmose reversa. Mas conte aí da turmalina negra, todos queremos saber tintim por tintim! Pra começar, como se consegue uma turmalina negra? beijo!

Roberta disse...

Oi Sônia!

Encontramos a turmalina (constituída basicamente de alumínio, borato, sílica com ferro, sódio e magnésio,e o Brasil possui uma das maiores jazidas do mundo) em lojas especializadas em pedras preciosas e semi-preciosas. Na Liberdade, perto do metrô, tem algumas lojas com grande variedade de cores e tamanhos de turmalinas, e de outras gemas. A turmalina negra tem a fama antiga de ser a gema mais potente para "desviar radiações negativas" (e não de absorvê-las, como supostamente fariam outras pedras negras). Meu primeiro exemplar bruto foi parar dentro de um copo de 300 ml, de vidro grosso, que eu enchia de água filtrada de manhã para tomá-la na manhã seguinte. E esse procedimento continuou por umas duas semanas... quando, num final de tarde, cheguei em casa e encontrei o chão da cozinha molhado. De onde teria vindo aquela água? Então percebi que o copo com a turmalina estava completamente estilhaçado, formando um montinho de pedaços sobre o balcão de madeira, perto do filtro. Moro sozinha e não tenho animais de estimação, então ninguém teria derrubado o copo. Depois de alguns dias conversei com uma chinesa que comercializa pedras e ela me disse que isso eventualmente acontece com a turmalina, quando ela é colocada em recipientes de vidro. Como a pedra não absorve, mas desvia energias desequilibradas (tanto da água como do ambiente...), o material que a continha recebeu a carga de energia, não resistiu e se fragmentou (ele não estourou, pois não havia cacos de vidro espatifados pelo chão). Ela então me aconselhou a colocá-lo dentro do filtro de barro, um material muito mais resistente. E meu filtro nunca rachou, rsrs... Averdade é que a sua composição mineralógica a torna uma pedra polarizada (mediante aquecimento ou fricção ela adquire propriedades elétricas, agindo como um ímã em uma de suas extremidades). Segundo os especialistas Karl Stark e Werner E. Meier, "os antigos gregos reconheciam que a Turmalinas eram cristais piroelétricos, e os navegantes holandeses utilizavam-nas para tirarem as cinzas de seus cachimbos".

Roberta disse...

Ouvi dizer que os japoneses estão entre os maiores importadores de turmalina negra brasileira, e a utilizam tanto para finalidades medicinais como cosméticas.

Sonia Hirsch disse...

Puxa, que universo bacana esse das rochas. Gosto de qualquer pedra, especialmente dos seixos rolados. Se pintar alguma turmalina negra no meu caminho vou colocar, mmm, deixa ver, acho que na Prefeitura, ou na Câmara dos Deputados - será que ela desvia as energias de corrupção? :-) Mmm, acho que teria que ser enorme, um obelisco de turmalina negra... Valeu, Roberta!

Roberta disse...

Descobri há pouco que japoneses e chineses utilizam bastante a turmalina negra na confecção de filtros. Inclusive, já está provado que ela diminui bastante as radiações de computadores, celulares e equipamentos eletrônicos em geral.

Quanto ao obelisco... rsrsrs... A negatividade deve ser tão cabeluda em certos ambientes, em certas instituições, que nem mesmo um gigantesco artefato de turmalina seria capaz de transmutá-la. Mas creio que seria capaz de atrair, pelo lado de sua polaridade negativa (dependendo se estiver em contato com o chão ou apontando para o céu) uma violenta erupção vulcânica ou mesmo uma super onda de uma inesperada tempestade solar, que incidiriam bem no epicentro da corrupção. CERTAS COISAS SÓ O FOGO TRANSMUTA, rsrs... :P :(

rosa maria alves de albuquerque disse...

Na região nordeste existe um filtro da marca JOÃO DE BARRO, de um fabricante chamado Cerâmica Nunes Mendes Ltda, de Limoeiro do Norte - Ce, que não presta, comprei um, já troquei 3 vezez na mesma loja, a parte superior é de acrílico, mas a inferior transpira o tempo todo, foi só aborrecimento e estresse. Fiz várias ligações p o fabricante, ele mandou outro p troca com o mesmo problema, enfim, fiquei no prejuízo e agora vou procurar o da marca São João ou stefani. obrigada pela indicação. Meu nome é Rosa Maria, moro em Campina Grande/pb

Sonia Hirsch disse...

E com um nome tão adequado, João de Barro, tinha que ser tão bem feito quanto o do passarinho, né, Rosa? Às vezes é o barro da região que não presta. Procure o Stefani, sim! Um abraço e boas águas!

Daniel disse...

eu queria saber como eliminar o fluor da agua

Sonia Hirsch disse...

Oi, Daniel, parece que só dá para tirar o flúor com filtro de osmose reversa.

Fernanda Viscardi disse...

Oi, Sonia! Aqui em casa compramos um filtro Stefani depois de ler seu post. Estando grávida, fico bem mais tranquila sabendo que meus 3 litros de água diários não vêm mais do galão... : ) Por orientação do pessoal da Casa dos Filtros, escovamos (com uma escova separada só para esse fim) a vela 1 vez por semana, a parte externa do filtro é limpa só com um pano úmido, mas a parte interna inferior, o reservatório, começou a juntar uma sujeirinha preta e eles disseram que não é pra passar nada. Só que estou sentindo pegar a garganta quando bebo a água, tô achando que é mofo, será que não tem mesmo o que fazer? Muito obrigada pelas informações! Beijo!

Sonia Hirsch disse...

Oi, Fernanda, se ele for revestido internamente com prata coloidal não se deve escovar; mas se não for, e a superfície estiver com algo se soltando, acho que uma escovadinha pega bem. Com a mesma escova da vela. Mofo, no barro acho muito difícil. Nas talhas de louça já é comum. Abração!

Sonia Hirsch disse...

Retirei um comentário que me pareceu suspeito. Informação, sim. Marketing, não.

Fernanda Viscardi disse...

Oi, Sônia! A vela tem prata, mas o reservatório, não. Já escovei também, e nada! Que será? Vou levar pro pessoal olhar e depois volto pra contar. Obrigada pela ajuda!

Alfredo disse...

Estimável Sônia!... São joão (barro) hà 4 dias.Já esgotei aproximadamente 50 litros de água, mas o cheiro e o gosto de química parecem aumentar sempre mais. Estou seguindo a risca todas as instruções do manual.Já bebi muita água desse tipo de filtro, e sempre senti um gostinho agradável e suave de barro. Mas este está forte, e não tem semelhança com barro. Até o cheiro é insuportável, imagine o sabor! Pode me ajudar? Isso ainda poderia ser conciderado normal?!

Sonia Hirsch disse...

Oi, Alfredo, provavelmente a fábrica do filtro saberá responder melhor às suas questões.

Anônimo disse...

Sempre tive em minha casa, filtro de barro da marca São João, que sempre foi de excelente qualidade. Reformulando toda minha mobília resolvi comprar outro novo. Como não encontrei mais o filtro São João comprei um da marca SALUS, pois me disseram que éra muito bom.
Comprei, mas olha a qualidade é ZERO, fica transpirando por toda parte externa, como pretejou toda parte superior. Fiz contato com a Salus, O Sr, Wellinton disse que iria trocá-lo, agendou até a data, fazem mais de 2 meses, e nada, Uma total falta de respeito com o consumidor.

Sonia Hirsch disse...

Que chatice! E eram tão bons os filtros Salus, tive vários daqueles revestidos com prata coloidal. Mas sumiram e voltei para o São João, que encontrei com facilidade. Alô alô, seu Wellinton, o que está acontecendo com seus filtros?

Anônimo disse...

Meu nome é José Carlos, moro em Osasco-SP, estou sendo tratado com um total desrespeito pelo Sr, Wellinton, pois prometeu e não trocou meu filtro que não possui qualidade nenhuma. SERÁ QUE A SALUS NÃO TEM UM DIRETOR, UM PRESIDENTE, CAPAZ DE RESOLVER O PROBLEMA DOS CONSUMIDORES, JÁ QUE O PESSOAL DO SAC NÃO RESOLVE NADA. " SE NÃO TIVER MEU FILTRO TROCADO IREI COLOCAR MATERIA PAGA EM UM JORNAL DE GRANDE CIRCULAÇÃO EM SÃO PAULO, RELATANDO A PÉSSIMA QUALIDADE DESTA MARCA"

Sonia Hirsch disse...

Calma, José Carlos. Ficar com raiva não leva a nada. Minha sugestão: jogue fora seu filtro Salus e compre um tipo São João, da Cerâmica Stéfani, que sai mais barato. http://www.ceramicastefani.com.br/

Anônimo disse...

Aqui em Osasco não consigo encontrar o Filtro São João, senão já tinha jogado este fora e comprado outro.

Gustavo disse...

Fala Alfredo! Tb adquiri um filtro da Ceramica Stefani, modelo Linea,todo de barro com vela tripla ação.

Realmente o cheiro que sai da velaestá impregnado no filtro e na água, é repugnante o gosto. No manual tem a orientação de filtrar uma certa quantidade de água para passar esse "gosto característico" como diz no manual.

Porém, já se foram litros e litros d'água, e o gosto permanece, mais fraco mas permanece.

Ontem deixei o filtro sem a tampa de plastico, me pareceu que o cheiro da vela diminuiu muito da noite por dia, vou esperar mais um dia pra ver como fica.

Espero que fique normal.

Obs: muito bom esse site! Nota 10!

Sonia Hirsch disse...

Vai passar, Alfredo, vai passar... Obrigada e volte sempre!

Anônimo disse...

Obrigada, Sonia, por seu blog
Conheço seus livros há mais de 20 anos, alguns já estão desmontando de tantas consultas. Quanto à limpeza da talha de barro, eu faço com bucha e sabão de coco, ora. E passo bucha com sal marinho na vela já que não tenho areia em casa. Depois enxáguo bem e pronto. Quando a vela não passa mais eu compro outra. Minha talha é São JOão e nunca senti cheiro ruim, só aquele de água do poço, uma delícia.
Beijos da fã, Mariana

Fernanda Viscardi disse...

Oi, Sônia! Levei meu filtro e o diagnóstico é que o pretinho no reservatório é do carvão da vela, nada demais. Fica a informação para quem estiver na mesma situação. : ) Beijo!

Sonia Hirsch disse...

Oba, que bom que acabou a cisma. Beijo! :)

Anônimo disse...

Ola a todos, meu nome e Jose Batista e moro em Palmas, Tocantins.

Tentei comprar um filtro Sao Joao mas nao encontrei no comercio local.

Comprei um filtro de 2 velas, da marca Santo Andre feito pela Ceramica Ramiro de Jaboticabal, Sao Paulo. Depois de trocar a agua umas 200 vezes, calculo, e o cheiro forte de barro ainda persistia, voltei a loja e troquei por outro dai, depois de uma semana ja estava bom. A agua agora tem gosto otimo, porem o filtro mofa por fora e quase todos os dias tenho que limpar c/ um pano umido... Alguem sabe como solucionar este problema?

Agradeco pela atencao!!

Parabens pelo otimo blog!!

Sonia Hirsch disse...

Oi, José Batista, bem-vindo! Como você vê, nada é perfeito: quase podemos concluir que filtro bom mofa por fora... aliás não é mofo, é um limo, né? O paninho tem tudo a ver. Quando não se limpa ele vai ficando preto como as telhas da casa. É uma característica do barro, essa. Uns mais, outros menos. E muito calor aí em Palmas? Abração, volte sempre!

dannyfilho disse...

ola sonia, ultima vez q a vi faz anos em santa teresa...a boa noticia: acabei no seu blog ao procurar contato com Filtros Salus...estou procurando um para a casa q acabo de reformar em vargem grande, ali atras do recereio dos bandeirantes...so uso os filtros de pressao recuso os novos ...caros e modernosos...ninguem mais faz mencao com endereco e/ou forma de contato...o buscador localizou isto no seu blog! como e importante colocar secao com enderecos, nao? abraco e obrigado. legal esta historia das black tourmalines!

Anônimo disse...

Sem comentário é tudo que um produto brasileiro
pode oferecer ótimo,os púlitico deveriam serem
assim

Anônimo disse...

OI sonia temos um filtro de barro são joão stefani ficou parado a 3 anos agora resolvemos usa-lo de novo só que ha um gosto insuportavel o que fazemos para tirar esse gosto de um filtro velho não é novo como muitos perguntam desde já obrigado parabéns

Sonia Hirsch disse...

Oi, Anônimo, o jeito é ir trocando as águas até o gosto desaparecer ou você desistir e comprar um novo.

O novo também pede muitas trocas de água e mais de uma semana para perder o travo de barro, de cerâmica.

Tudo o que é bom dá um certo trabalho...

Sergio Arthur disse...

Fico feliz ao perceber a seriedade com que você, Sônia, trata os navegadores deste importante blog. Parabéns!
Uso filtros de barro desde sempre. Usávamos em casa de meus pais e continuo a usá-los.
Gostaria de saber se há alguma forma saudável de impedir a formação daquele mofo branco na parte de fora. Gostaria de saber, também, se aquele mofo pode causar algum mal à saúde.
Antecipadamente grato por sua atenção, perabenizo-a, mais uma vez pelo blog.

Sergio Arthur

Sonia Hirsch disse...

Oi, Sergio Athur, bem-vindo! Obrigada pelo apoio. Na verdade, eu me refestelo aqui - a internet e o blog são mais do que eu poderia imaginar como meio de pesquisa, comunicação e acesso às pessoas. Imagino que todos os jornalistas sentem como eu.

Sobre os filtros, alguns suam branco, outros suam escuro, tudo é próprio da umidade. Eu mantenho uma esponja só para essa limpeza externa. Não há como evitar.

Um abraço e tudo de bom!

Sonia Hirsch disse...

PS - Esponja sem sabão.

Sergio Arthur disse...

Sonia, bom dia.

Agradeço sua atenção quanto a limpeza dos filtros por fora. Usarei a esponja sem sabão, então.

Grande abraço

Sergio Arthur

Ramall disse...

olá Sônia.Deixei um filtro de barro guardado, envolto em jornais,dentro de uma caixa de papelão,perdido no meio de uma mudança por 10 anos.Descobri este achado maravilhoso e abençoado e gostaria de saber se eu posso usá-lo normalmente e como limpá-lo para retirar o cheiro forte da água e a lanugem esverdeada que tem se formado por fora dele.

Sonia Hirsch disse...

Oi, Ramall, você pode usar esponja, escova, muita água e paciência para ir limpando ao longo dos dias, por dentro e por fora. Certamente vai ter que trocar a água de dentro durante uns 10 dias até ela ficar com um sabor tolerável, passando a bom e a ótimo... Boa sorte!

Silvia disse...

Sonia, e o lance dos interferentes endócrinos? Dá uma olhada aqui:

http://www.interney.net/blogs/malla/2010/03/22/procura_se_agua_limpa/

Sonia Hirsch disse...

Oi, Silvia, bem lembrado. Muito bom o artigo da Lucia Malla. A gente de fato não sabe mais o que está acontecendo nas áreas fundamentais para a saúde, até porque o grande capital não se interessa por essas ninharias. Ao contrário: quanto mais doenças, mais lucro para farmácias, médicos, hospitais e laboratórios. Sem falar nas vacinas, claro. A água é ruim? Beba água mineral e tampe seus questionamentos com o rótulo.

Por outro lado, tudo é mutação. Com ou sem interferentes endócrinos, o planeta vem mudando há milhões de anos, espécies surgem e desaparecem. Humanos surgiram há dois milhões de anos, ou pouco mais, enquanto vermes e baratas já estavam aqui há 500, 600 milhões. De anos. Sabe lá o que é isso? Como puderam os coitadinhos viver sem nós durante tanto tempo? :-) Abração!

Sonia Hirsch disse...

Eu disse água mineral? Devia ter dito engarrafada. Água mineral ainda existe???

Anônimo disse...

por favor comprei um filtro de barro e começou a criar mofo por e fora e na parte superior do filtro o que eu faço e se eu cintinuar tomando esta agua ? Posso ficar contaminada

Sonia Hirsch disse...

Isso é próprio do barro, basta você limpar com uma esponja sem sabão. Não contamina. É limo.

Anônimo disse...

sonia,moro em curitiba quero o filtro.onde encontro???????

Anônimo disse...

tenho filtro de ceramica,em suas paredes internas não tem nenhum revestimento,para deter qualquer residuo.posso confiar neste filtro/???ceramica s.joaõ.

Sonia Hirsch disse...

Olá, Anônimo de Curitiba, geralmente vendem filtros em lojas de ferragens, bazares, alguns supermercados...

Sonia Hirsch disse...

Oi, Anônimo da cerâmica S. João, não são as paredes que detêm os resíduos, são as velas na parte de cima do filtro. O barro conserva a água fresca e com sabor agradável. Alguns filtros têm como acréscimo um revestimento antisséptico, que não é imprescindível. O meu também não é revestido.

Anônimo disse...

Não entendo essa adoração por filtro de barro. Aqui em casa utilizam esse método de filtragem e sempre sou "convocado" a dar uma ajuda. Ajuda essa que não resolve. Se aperto a rosca da vela, a água não sai. Se afrouxo um pouco, sai EM TORNO do buraquinho e não por ele. Segundo problema: aparecem às vezes um ou dois insetos boiando na água. Não sei de onde aparecem, pois o filtro é tampado. Terceiro problema: o peso. A cada semana tenho que lavar a parte inferior e superior do filtro. Quarto problema: o gosto ruim de água de barro. O filtro é velho, mas a gente nota que o gosto nunca é igual ao sabor de água mineral da fonte.

Anônimo disse...

gostria de saber o que é bom para tirar o gosto que estar na água quando filtra fica aquele gosto horrível.

Anônimo disse...

ja tem 3meses que comprei um filtro e a água etar com aquele gosto horrível lavo todos os dias mesmo assim continua com o mesmo gosto horrível o que devo fazer min ajude não posso beber sem ser filtrada .angelita

Sonia Hirsch disse...

Adorei, Anônimo! Isso é que é resmungar!!! E os rins, vão bem? Um abraço!

Sonia Hirsch disse...

Oi, Angelita, você deu azar com esse filtro. Já era pra ter saído o gosto acre das velas e do barro. Se está lavando todos os dias, melhor parar de lavar, porque não há necessidade. Ao contrário, só se deve lavar quando cria limo. Pode ser que, de tanto esfregar, você esteja deixando o barro mais vivo - com mais sabor...

Andre disse...

Eu sou o anônimo do dia 29/03/10 23:12. Não estou resmungando.

Sonia Hirsch disse...

Oi, André, desculpe, pensei que estava... Pois olhe, você merece um filtro melhor. No mínimo para ficar mais feliz com a água que tem em casa. A do meu filtro, e de muita gente que eu conheço, é muito boa.

Agora: tem que ver se a água da rua, ou do prédio, tem gosto muito forte. Porque aí esse sabor aparece na água do filtro.

Sonia Hirsch disse...

Comentário de marketing excluído.

Roberto dos Santos Pereira disse...

Sonia Hirsch,
Boa tarde fiquei encantado com sua matéria sobre oléo de coco, vou fazer a experiencia em meu sitio e depois te passo os resultados.\mas desde já muito obrigado.
Roberto RSP 63

Sonia Hirsch disse...

Oi, Roberto, vou aguardar suas boas notícias! Abração e boa sorte!

Anônimo disse...

como se faz a produção de vela a base de carão mineral.

beijos

Anônimo disse...

você é muito inteligente e atenciosa, parabéns pelo seu trabalho.

beijos

Sonia Hirsch disse...

A vela do filtro e como é por dentro estão neste anúncio da Cerâmica Stéfani: http://loja.ceramicastefani.com.br/product_info.php?manufacturers_id=15&products_id=261&osCsid=t4aae640d9d784360979977

E muito obrigada, é um prazer!

Anônimo disse...

Eu que agradeço a atenção. O prazer é todo meu em teclar com uma pessoa tão dedicada e prestativa como a Senhora.

MUITISSÍMO OBRIGADO!

A proposito meu nome é Fernando

Beijos

Anônimo disse...

Minha apresentação sobre filtros de vela é hoje.

Obrigado pelos toques.

BEIJOS FERNANDO

Sonia Hirsch disse...

Muito boa sorte na apresentação, Fernando! Depois conta como foi? Beijos

Anônimo disse...

Ouvi dizer que faz mal limpar a vela do filtro de barro com açúcar, isso é verdade? Qual é o melhor jeito de limpar a vela?

Sonia Hirsch disse...

O fabricante das velas coloca um folheto junto com elas onde explica isso: lavar com escova e água pura, escovando bem, e não colocar sal nem açúcar, que não ajudam em nada.

Rute disse...

Fátima, acho que tua tia tem razão, estes filtros São João faricados agora tem gosto de tinta, não de barro, que não sai nunca. Conheço filtro novo e o gosto de barro não é este. Já troquei a água do meu dezenas de vezes e continua com o mesmo gosto e o pior me deu muita dor de estômago.Vou devolve-lo para a loja onde comprei. Tinha um com 31 anos. Troquei porque com esta idade deveria estar contaminado. Da Cerâmica Stefani não compro mais nada. Vou ver o filtro Salus revestido com prata coloidal que a Sonia H. falou.

Danitchka Adevainovna Noronvsk disse...

Olá Sonia,
Tenho um filtro há anos (são joão), que adoro. Mas agora apareceram uns pequenos insetos que ficam boiando na agua filtrada e se concentram sobre ela. Bem nojento. Você já ouviu falar de algo assim? REsolvemos aposentar nosso filtro. é normal esses bichos aparecerem? Eu lavo la dentro com bucha vegetal (bucha mesmo) e troco as velas. Não te parece estranho esses seres irem morar lá dentro de minha àgua limpinha?
obrigada por seu site maravilhoso e sua atenção com todos.
grande beijo
Danielle

Sonia Hirsch disse...

Na água filtrada, Danitchka? Então o filtro deve estar com as bordas quebradinhas, abrigando intrusos que põem ovos nas brechas. E a caixa d'água, você lava? Um abraço!

Lucir disse...

Olá, Sonia! Estou eu aqui procurando novas pesquisas sobre filtro de água e me deparei em teu Blog com tantas pessoas que usam o filtro de barro e que és uma defensora do mesmo. Uso filtro de barro, desde que minha filha nasceu, há 26 anos, e daí concluo que vou continuar com ele, sem dúvidas.
Grande abraço
Lucir

Sonia Hirsch disse...

É isso aí, Lucir! Um abraço e boas águas!

Maria Teresa disse...

oi Sonia!
Vi no site dos filtros stefani um modelo que achei lindo, que é o tradicional.Ao entrar em contato com a empresa para compra-lo, fiquei sabendo que aquele modelo é somente para exportaçao.Se a vc souber como posso adquirir um eu agradeço muito.
Só pela foto a gente ja percebe a diferença dele para os outros também da mesma empresa. Ele tem um brilho.Acredito que esse nao crie mofo.
Obrigada
Abraços
Maria Teresa

Sonia Hirsch disse...

Oi, Maria Teresa, não tenho ideia de como você pode adquirir um. Que bizarro não venderem aqui. Mas não se incomode com o limo (não é mofo) que se forma, isso é natural do barro. Já viu telha de casa? Sempre escurece. Isso não afeta a qualidade da água. Um abraço!

Maria Teresa disse...

Muito Obrigada Sonia.
o filtro que nao vende no mercado interno é esse mesmo da foto acima.Pelo qual me apaixonei.
Mas nao vou desistir de adquirir um.
Abraços

Anônimo disse...

Oi Sonia, antes de encontrar o tema filtro de água no seu blog, comprei um chamado Aqualar Bella Fonte da 3M. Estou usando a menos de 2 semanas. Notei um desconforto digestivo. Será que o organismo estranha a mudança no tratamento da água? Agora estou inclinada a comprar o filtro tradicional da Stéfani.

Sonia Hirsch disse...

A gente gosta de uma coisa simples e eficaz, né? Por isso tradicional. O tempo depurou.

Anonimo ws disse...

Um alerta muito util!
Certa auxiliar nossa resolveu passar um pano no filtro de barro (por fora)
utilizou um pano com um produto tipo
multiuso; Resultado: Jamais conseguimos beber a agua do filtro depois dessa "limpeza", a agua fica com o gosto do produto. O filtro esta inutilizado. Entretanto este fato remete a utilização de produto conveniente, tipo prata-coloidal !!?
--q tal a sugestão Sonia? WS

Sonia Hirsch disse...

Oi, WS, não se deve usar nada além de água e uma escovinha, esponja ou pano para limpar o filtro. O barro é poroso e absorveria qualquer coisa que estivesse junto. Com o tempo fica escuro, limoso, é normal.

Pela mesma razão não se usa detergente em panelas de pedra-sabão.

Sônia - Goiânia disse...

Sonia,
Sempre usei filtros de barro para filtragem da água, sempre São João, aqueles tradicionais. Ótimos. A cozinha do apto. onde moro hoje é supermoderna, e aquele design tradicional dos filtros São João não estava combinando nem um pouco, e eu estava pensando em trocar por um desses que se pode colocar até mesmo sob a pia. Bobagem, a própria Cer. Stéfani fabricou um filtro ma ra vilho so, que pode ser encontrado até na cor preta (igual a dos meus armários. rsrs). Ganhou com este filtro um prêmio internacional - design award winner 2004. Agora tenho água da melhor qualidade, fresquinha e filtro premiado. Não é tudo de bom?
bjs e parabéns pelo blog.

Sonia Hirsch disse...

Tudo de bom mesmo, xará! Abração!

victor disse...

correção:
com o que posso escovar as velas do filtro para limpalas?

Sonia Hirsch disse...

Oi, Victor, com uma escovinha tipo de unhas, por ex

victor disse...

posso utilizar uma esponja?
se sim devo utilizar o lado macio ou o aspero?

Sonia Hirsch disse...

Escovinha é melhor para limpar os poros da vela, não?

victor disse...

muito obrigado sonia.
fiquei horas pesquisando na internet com o que limpar as velas e não achei nada.
ainda bem que achei o seu blog vlw!!!

Andre disse...

Olá Sonia, a menos de 2 semanas comprei um Sao Joao da stefani. e ja nos primeiros litros d'agua sentiamos gosto e cheiro ruim(entre borracha e plástico), e nao foi embora, diminuiu um pouco. só nos ultimos 2 dias fiz ele filtrar uns 50 litros e continua do mesmo jeito, cheiro bem fraco, mas gosto, parece como tomar plástico, tem alguma dica para melhorar isto?
Belo Blog, Desde ja obrigado
Andre

Sonia Hirsch disse...

Oi, André, a dica é: paciência. O barro, a vela, tudo enquanto novo tem gosto e cheiro, depois desaparece no devido tempo. Um abraço!

Joao disse...

Oi, Sônia! Inicialmente, parabéns pelo seu blog e pela iniciativa. O encontrei pesquisando informações para o mesmo problema apontado pela Danitchka (15.06.10 - 19:46). Encontrei alguns insetos bem pequenos nadando na água e concentrados num pedaço da borda do meu filtro de barro. Você por acaso saberia me dizer de que tipo podem ser estes minúsculos invasores e se causam alguma doença ou problema à saúde humana? Suspendi o consumo da água do filtro em questão até maiores informações. Desde já agradeço sua resposta. Um abraço. Joao

Sonia Hirsch disse...

Oi, João, você me faz lembrar uma frase famosa: O preço da liberdade é a eterna vigilância. O filtro pode ser bom, mas vida quer viver e insetinhos aparecem nos lugares menos prováveis. Outro dia, viajando de avião, olhava eu pela janela quando vi um insetinho cascudo andando muito à vontade entre as duas lâminas de material plástico que formam a janela.

No seu lugar, eu lavaria bem o local com uma escovinha, poria uma nova água e não me preocuparia mais com isso. Não acredito que sejam causadores de problemas. Um abraço!

Alexandre Tomich disse...

ufa! li toddos os comentaarios, Sonia, aacrredita? vi que os filtros de barro são muito bons mas tem alguns incovenientes. então, qual o "segundo" melhor filtro, depois do de barro ??? Pois vou testar esse "segundo", ao invés de comprar o de barro, pois não quero esses inconvenientes do de barro, como esperar e esperar o gosto da água melhorar... E a vela do filtro, vc sabe qual a melhor? ou são todas iguais? um abraço!

Sonia Hirsch disse...

Oi, Alexandre, acho que devem existir muitos "segundos", teste você e depois conte pra nós, tá bem? As velas... são as que a gente encontra no mercado. Salus, ou Stefani, ou... Um abraço!

Rafaela C. disse...

Acabei de devorar o post e os comentários (especialmente as suas respostas). Estava em dúvida sobre que filtro comprar, porque cansei de tomar água em garrafa de plástico (e com isso tomar plástico e produzir lixo!). Minha sogra tem um São João e me aconselhou nesse sentido. Agora saber que é um dos melhores filtros existentes... vou fechar o negócio ainda hoje. Pena que não é em todo lugar que você acha esse tipo de filtro, pelo menos não aqui em Curitiba. beijos!

Albert Pike disse...

"flúor na água, que é benéfico ao ser humano"

É isso que a Ceramica Stéfani diz em seu web site. Será que eles bebem suco de flúor todos os dias no almoço já que segundo eles é saudável?

Minha Vida em meu Blog - Ju Deslandes disse...

Oi Sonia , tabém tenho filtro de barro há anos e de uns meses pra cá apareceram uns bichinhos na superficie da água e não adianta lavar que eles aparecem de novo , não tem nada com a água da caixa que vem limpa , tenho um bebê e estou com medo de dar e água do filtro pra ele , acho que vou ter que me desfazer dele , espero descobrir o que são esses bichinhos e como me livrar deles, amei seu blog , vc está de parabéns ! Um super beijo !!!

Sonia Hirsch disse...

Bom, se os bichinhos não vêm na água, devem entrar por algum buraquinho ou ter ninho em algum lugar dentro do filtro que não se está conseguindo lavar bem. Como o barro é uma superfície porosa, de vez em quando tem que ser escovado com bastante atenção aos recantos. E a vela também.

Mas como você sabe que os ovinhos não vêm da água da caixa? Um abraço!

Julio Cesar Bellingieri disse...

Olá, muito legal este blog!!
Para quem se interessa por História, segue link de artigo sobre a origem da filtração doméstica em SP, publicado na revista do Museu Paulista:
http://www.scielo.br/pdf/anaismp/v12n1/17.pdf

Sonia Hirsch disse...

Oi, Julio Cesar, muito bom o artigo, esclarecedor e gostoso de ler. Tão bom quanto os filtros de barro! ;-) Obrigada, um abraço!

Caroline disse...

Oi
Achei esse blog ao pesquisar sobre vela de tripla ação.
Gostaria de contribuir a respeito da aquisição de novos filtros de barro.
Eu comprei o meu São João, e na época eu quase joguei fora por conta do gosto que ficava na água, mesmo filtrando várias vezes pra ver se passava.
Ai, meu avô pediu pra trocar a vela por de carvão, porque a original que veio era vela simples... E tudo mudou, a água ficou ótima! Fica aí a dica pra facilitar....
Hoje estou procurando outra vela pra trocar, pois não sei se é porque a minha fez um ano de uso ou porque os encanamentos do meu novo apto é de ferro, mas a água está com gosto(ou é cisma minha).
Fui nas ruas procurar vela, estou com dificuldade pois há poucos modelos e marcas, e fiquei sabendo da vela tripla ação porém não a encontrei, só pela net mesmo...

Sonia Hirsch disse...

Aaah, então tá explicado o problema do gosto ruim: não é do filtro. Eu sempre usei vela de carvão. nem sabia que existia outra. Valeu, Caroline!

MONIQUE disse...

Tenho um filtro Cássia já faz mais de um ano. Nos primeiros dias a água tinha um gosto forte de barro, mas com o tempo e algumas lavagens esse gosto saiu. O problema é que após alguns dias de tê-lo enchido ele parece que mofa, e a água vai adquirindo um gosto não muito agradável. Voltando a lavá-lo a água consequentemente volta a ficar boa. Porém esse processo tem que ser feito com uma frequência muito grande. Gostaria de saber se não existe uma maneira de fazer com o filtro não mofe. Me disseram pra passar cera incolor por fora, mas não sei se esse método é confiável. Gostaria de saber sua opinião.

Sonia Hirsch disse...

Oi, Monique, nunca ouvi falar desse filtro Cassia. É do mesmo tipo desse Stéfani da foto - barro, 2 andares? vela de carvão ativado?

O meu tem 5 anos e a água é sempre boa. Claro que quando troco a vela o sabor da água fica mais acre por uns bons litros, depois normaliza.

Achei completamente punk a ideia de passar cera... Isso sim estragaria a água para todo o sempre, não? Um abraço!

MONIQUE disse...

Sim é do mesmo tipo desse stéfani. O filtro é ótimo, o único probleminha é o aparecimento dessa espécie de mofo por fora dele. É necessário lavá-lo com uma certa frequência, no mais ele é muito bom. Com relação à idéia da cera, também achei muito estranho, por isso resolvi nem arriscar. Abraço!

Daniel disse...

hum... depois de ler tudo isso vou lá tomar um copão d'água do meu filtro São João :D

Eduardo disse...

Meus avós sempre usaram filtro de barro. Meus pais tambem. E eu depois de algum tempo morando sozinho, passei a usar "agua mineral" engarrafada de 20 litros porque era mais prático. Parei de usar essa agua no dia que descobri minúsculos resíduos estranhos boiando dentro dela. Voltei a usar filtro de barro. Quando ele é novo, é normal o gosto de barro durante alguns dias. Mas esse processo de retirada do gosto de barro pode ser acelerado mergulhando por inteiro o filtro num recipiente grande (tipo tanque de lavar roupa) com bastante agua e limão, antes de usá-lo pela primeira vez. Varios limões espremidos dentro da agua, depois as cascas também são deixadas lá dentro dessa agua de molho por um ou dois dias. O filtro tem que estar completamente submerso, as duas partes dele e as velas inclusive. Se não couber inteiro no tanque, coloca a outra parte do filtro num balde grande. Troca-se essa agua, repetindo-se todo o processo por 15 a 20 dias ininterruptos. Depois disso é só usar. É o que uso aqui em casa e estou bastante satisfeito, ainda mais agora depois de ter lido tudo isso. Outra coisa: aquele limo que se forma na superfície externa do filtro é normal, é característica do barro. Toda minha família sempre usou esses filtros e sempre teve saúde. Meu avô morreu do coração aos 88 anos, minha avó de causas naturais aos 92. Eles não tomavam remédios, só homeopatia e chás naturais.

Sonia, parabéns pelo excelente trabalho, e por acreditar que o melhor uso que podemos fazer do conhecimento é faze-lo circular, divulgando-o a todos. Que Deus te ilumine sempre e te traga muitas alegrias. Voce é uma pessoa rara, estou admirado. Me transformei imediatamente em seu fã.

Sonia Hirsch disse...

Oi, Eduardo, obrigada pelas dicas e pelas boa avaliação do meu trabalho. Um abração!

Cidinha disse...

Estou usando o filtro de cerãmica São João pela segunda vez em quatro anos e estou constatando como baixou a qualidade.Esse último q estou usando,não tem dois anos e está vazando e "suando" fora do normal e estragou o tampo da bancada do meu ateliê.Entrei em contato com a empresa e eles me sugeriram enviar a nota fiscal,e fariam a reposição.Não possuo mais a nota,pois comprei em um Supermercado e,ninguém guarda nota de Supermercados,mesmo porquê eu confiava na marca e,jamais pensei no transtorno que estou passando,tendo que colocar panos durante a noite,porque enche até a bandeja apropriada para filtros,até que eu possa comprar outro(de outra marca,é claro).

William disse...

Vasamento...!!??

Cara cidinha; só se for na junta da torneira. Então basta apertar a rosca interna. Atenção! solte um pouco antes, (meia volta)e retorne a apertar direito. A menos q esteje faltando o anel de borracha, estara tudo resolvido. (bem mais facil de resolver q o da usina no Japão).Ha! não despreze a base (suporte)motivo dele "suar"...(W's)

Sonia Hirsch disse...

Oi, Cidinha, o William pode ter razão; todos os meus problemas com os filtros foram de rosca - fundo, velas, torneira. As arruelas de borracha ou silicone são indipensáveis e às vezes ressecam - ou saem do lugar, até por excesso de pressão. Não desanime. Vai ver esse filtro é o seu Mestre da Paciência em ação! Um abraço!

Anônimo disse...

Sonia querida,
pesquisando sobre filtros voltei hj ao seu blog, sempre muito útil.
Gratidão
Sylvia

Jefferson Figueirêdo disse...

Boa tarde

Moro em Belém do Pará e ultimamente me interessei em ter um filtro de barro em casa, mas de divulgar a idéia de se ter um filtro desses em casa. Já dei um para um amigo que tem crianças em casa. O problema é que aqui no Pará não encontramos o filtro São João. Contudo, na Vila de Icoaracy, as olarias produzem um filtro de barro inteiro, composto por uma espécie de vaso que entra na peça maior e, pelo furo, se introduz uma vela filtrante. Como nos comentários anteriores, há mofo somente na parte externa. Ainda assim, faço limpeza no filtro de duas em duas semanas. A água é sempre fresquinha e sem o gosto de barro.

Sonia Hirsch disse...

Oi, Sylvia, gratidão minha também!

Sonia Hirsch disse...

Oi, Jefferson, então o funcionamento é semelhante e só a arquitetura é diferente, né? O pessoal das olarias sabe contar a história? Obrigada, um abraço!

Bell disse...

ola sonia ...muito prazer em conhece la mesmo que virtualmente....procurava um filtro de ceramica pelo google e acabei neste maravilhoso blog.vpce sabe alguma coisa sobre filtros de ceramica esmaltados por fora ????com decoraçoes florais?????há um lugar aqui perto de porto alegre rs chamado Viamao que fabrica filtros ceramicos deste tipo. terao as mesmas propriedades e sem toxicidade das tintas decorativas ????o valor é 195,e nao tenho nem ideia dos valores da stefani.abraços maria izabel

Sonia Hirsch disse...

Oi, Bell, existe uma diferença entre filtro de barro e talha de cerâmica. Estas não são tão boas. O barro é neutro e não cria tantos fungos quanto outros materiais. Um abraço!

Guinawander disse...

Oi sônia, eu estava procurando na net informações sobre o bicho d'agua, é um bichinho branquinho que aparece no reservatório da água filtrada nos filtros de barro, geralmente eles ficam boiando na superficie dos reservatórios, eles apareceram no meu filtro e eu ja tentei de tudo, ja lavei jogando toda a agua fora, passei detergente e outros produtos de limpeza, no entanto não adianta, passam-se alguns dias e lá estão eles de volta, aparentemente são inofensivos, temos tomado a agua aqui em casa e não tivemos nenhum problema, porém eu não sei nada sobre ele, procurei na net e não achei nada a não ser as informações que vc passa no seu blog sobre os filtros, se puder e souber alguma informação sobre esse bichinho me responda por favor, desde ja obrigado!

Sonia Hirsch disse...

Oi, Guinawander, eu acho que uma das funções desse bichinho é nos lembrar de que nunca estamos sós. Se pensarmos que existem mais bactérias do que células num corpo humano já poderemos ter uma ideia da coisa. Toda a natureza é feita de interações bióticas e esses bichinhos, certamente inofensicos, estão ali porque as condições da superfície permitem. Não é falta de higiene - e nem se deve passar sabão ou detergente dentro dos filtros de barro, porque eles são porosos e vão absorver os tensoativos da vida. Excesso de zelo também faz mal. Viva feliz com seu filtro! Um abraço!

william disse...

sobre os bichinhos brancos.

Higienizar a caixa d'agua urgente.

williams

Sonia Hirsch disse...

Botou o dedo na ferida, William. É a caixa d'água, onde bucólicas aranhas se alimentam dos mosquitinhos da água. Tem que lavar com água sanitária e escova, enxaguar bem, vedar bem a tampa, verificar vazamentos e rachaduras... e ver se melhora :-)

Ê leitorado bão esse! Obrigada e um abraço!

Ø-Drix disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ø-Drix disse...

Oi, Sandra

Em janeiro deste ano comprei um filtro de barro (São João-Stéfani) após saber desta sua matéria aqui no blog.
Ontem, notei uns pontinhos pretos no interior do reservatório inferior. Achei que fosse mofo. Enchi o reservatório inferior com água e água sanitária (na proporção de uma colher de sopa de água sanitária para cada 1 litro de água), deixei de molho por uma hora e o lavei (com água corrente e uma escova macia destinada apenas para a limpeza do filtro). Não resolveu.
Agora, vi aqui nas postagens que tais pontinhos pretos são resultantes do carvão da vela, sem prejuízos para o consumo da água.
Minha dúvida é: o fato de ter usado água sanitária para lavar a parte interna do reservatório pode ter prejudicado de alguma forma meu filtro de barro?

Um abraço e uma feliz Páscoa!

Sonia Hirsch disse...

Sandra sou eu? Tudo bem, começa com S ;-)

Acho que não tem o menor problema você ter usado água sanitária. Se pensar bem, a água que vem clorada da torneira e entra no filtro também tem resíduos, até do próprio cano. Sugiro enxaguar bem e esquecer o assunto. Um abraço, feliz Páscoa pra você também!

Francisco disse...

Oi Sônia. Meu nome é Francisco e sou inventor. Adorei esse blog.Pois acredito mais nesse tipo de filtragem. A água da rede pública já contem cloro, o que diminui significativamente as bactérias. E o trabalho dos filtros de barro é reter as partículas pesadas da água como ferro, lama, chumbo, entre outras coisas e o próprio cloro. Também somar na retenção e diminuição das bactérias que resistem ao cloro ou aparecem da encanação. Muitos purificadores elétricos também pegam carona no trabalho do cloro. Más a filtragem mais refinada é a gota a gota.
Sobre meu invento trata-se de uma escova para escovar as velas de cerâmica sem a nessessidade de removê-las do fíltro.Evitando assim o risco de danificar os fíltros e até de quebrá-los.
Já está patenteada e estou procurando um sócio para que possamos lançá-la no mercado. Mais detalhes pelo email fcacfrancisco@hotmail.com
Um abraço.
Francisco

Sonia Hirsch disse...

Oba, Francisco! Muito boa sorte para você e seu projeto. Quando tiver pra vender, manda a foto? Abração!

Francisco disse...

Teste de eficiência.
Sou eu denovo Francisco da cidade de Pastos-Bons no Maranhão,(o inventor da escova para velas cerâmicas).Antes que esqueça. Nós temmos um fíltro de barro são joão da Stéfani há uns vinte anos. É ótimo. O que quero dizer agora é que um teste símples de eficiência de um fíltro de barro é que, verifique se está com as roscas vedadas, e observe que dentro de uma semana haverá retensão de resíduos nas velas, gradualmente chegará a um ponto que elas ficarão impermeabilizadas.
E só conheço tal retensão a ponto de impermeabilizar, nesses tipos de fíltro.
A impermeabilização é sinal de eficiência em reteção.
Preciso falar mais alguma coisa?
Um abraço.

Francisco disse...

Há, mas isso é só para testar,tirar as dúvidas de quem ainda tem. Em uso limpe as velas semanalmente, se não, não haverá água filtrada para consumo.

Anônimo disse...

Alguém saberia me informar onde posso comprar um filtro de barro aqui no Rio de Janeiro?

Agradeço desde já!

Anônimo disse...

Quando se ferve água com cloro se gera gases?
Emtão a água para preparar o café seria melhor que fosse filtrada?

william disse...

Respondendo a Anonimo; (o cloro )
A filtragem não elimina o cloro,não
100% a eliminação seria pela fervura (tres minutos!?) E para um bom café devemos baixar o nivel para - quase fervura - antes de colocar o pó de café...!E com essa agua do filtro de barro que é brasileirissimo, estaremos nos deliciando duplamente.
Agua conservada em Vazo, Moringa, ou filtro de barro fica feliz... porque Argila é o seu habitat.
william

Sonia Hirsch disse...

Oi, William, o Guia das Coisas Altamente Eficientes, que cito e linco no post, diz que essa filtragem tira 95% do cloro. E agora?

Anônimo disse...

Obrigado William, obrigado Sônia.São âmbas imformações importantes e valiosas.
E vou seguir a sua receita do ponto de fervura do café, quase fervura.

Francisco disse...

Respondendo ao anônimo que quer comprar um fíltro de barro no Rio de Janeiro.
Não conheço o Rio peesoalmente más deve haver em algum lugar.Mesmo porque vejo muitos deles em novelas da Rede Globo. Más se não encontrar de barro, acho que o de plásico por gravidade deve servir, mas mais para encher as jarras da geladeira, pois a agua não fica tão fresca como as do de barro.
Aproveitando o gancho, li uma vez que os chineses bebem água natural nas estações quentes e geladas nas estações frias e estão entre os povos que menos gripam ou tem problemas relacionados.

Francisco disse...

Então pelo que entendi, o melhor é: usar água filtrada para o café, afim de diminuir o cloro, colocar o pó em quase fervura, mas após, deixar ferver normalmente para eliminar alguma bactéria e de quebra esterilizar o cuador de café e o próprio açúcar. É isso Willia, entendi ?

william's disse...

Resposta a Francisco:
O ideal é ferver p eliminar o cloro
(restante...) tempo=(1a3mint)depois por um"tiquinho" de agua fria para quebrar a fervura e então o pó de café. Ha!... que bebida abençoada o café (puro s/leite!!!!!) Pois o leite é só para desenvolver crianças e jovens depois ele... bem, depois é uma outra historia...
william

Anônimo disse...

Perguntei direto à Cerâmica Stéfani e me enviaram esta lista. Achei de cara, na loja da Voluntários. Mas São João de duas velas só o de 8 litros.
Cláudia

Primeiramente gostaríamos de agradecer o contato.
Segue abaixo locais onde encontrará nossos filtros:

Nome: MESTRE DOS FILTROS LTDA
Endereço: RUA GONCALVES LEDO, 22
Bairro: CENTRO
Cidade: RIO DE JANEIRO
Telefone[1]: 21-2507.8714

Nome: ELETRICA FERRAGENS POLLINO LTDA
Endereço: R TONELEROS, 316 A
Bairro: COPACABANA
Cidade: RIO DE JANEIRO
Telefone[1]: 21-2235.3477

Nome: SIMBRASIL TINTAS LTDA ME
Endereço: RUA SIQUEIRA CAMPOS, 80
Bairro: COPACABANA
Cidade: RIO DE JANEIRO
Telefone[1]: 21-2548.2846

Nome: BAZAR TREKOS LTDA
Endereço: RUA TEIXEIRA DE MELO, 42A
Bairro: IPANEMA
Cidade: RIO DE JANEIRO
Telefone[1]: 21-2522.0044

Nome: BAZAR MAJJ LTDA
Endereço: R VOLUNTARIOS DA PATRIA, 271
Bairro: BOTAFOGO
Cidade: RIO DE JANEIRO
Telefone[1]: 21-2266.0156

Nome: IRMAOS GASPAR MATS ELET E HIDRAUL.LTDA
Endereço: PRAIA DE BOTAFOGO, 464 A
Bairro: BOTAFOGO
Cidade: RIO DE JANEIRO
Telefone[1]: 21-2527.1252

Nome: FERRAGENS E LOUCAS DO CAIMA LTDA
Endereço: R MARQUES DE ABRANTES,178 LJ B
Bairro: FLAMENGO
Cidade: RIO DE JANEIRO
Telefone[1]: 21-2551.1133

Nome: CUTELARIA GUILHEM LTDA
Endereço: AV.BARTOLOMEU MITRE, 450
Bairro: LEBLON
Cidade: RIO DE JANEIRO
Telefone[1]: 21-2274.5949

Nos colocamos à disposição.

Atenciosamente;

Anônimo disse...

A quese fervura para um bom café na verdade é uma pré vervura, formam bolhas e a temperatura é bem elevada. Duvido que alguma bactéria resista.
E a água é melhor que seja filtrada para evaporar alguma sobra de cloro como disse o Willian e também para (filtrada) eliminar, evitar metais pesados entre outros resíduos.

Francisco disse...

Há muito tempo usamos em casa fíltros de barro, não sabemos viver sem eles.O fíltro São João e os demais que utilizam velas de cerâmica e filtram por gravidade, são como uma extensão da rede de água da concessionária.A água está clorada mas como já se sabe, é impossível a água da rede vir microfiltrada. Aí entram os fíltros. E mesmo se a água viesse microfiltrada, as micropartículas da encanação chegariam, em nossas torneiras.E elas chegam.
E se você tiver dúvidas se a água de sua cidade ou bairro não está sendo clorada, ópte pelas velas de cerâmica esterilaqua.Compostas externamente por cerâmica como as demais, em seu interior contem carvão ativo e prata coloidal. Elas tem tripla ação.Microfíltram, decloram e esterilizam a água.
No site da Cerâmica Stéfani se pode vê-las.

Francisco disse...

Gostaria de perguntar à Sônia se ela tem informações se cálculos renais (pedras nos rins)tem algo relacionado com arêia e impurezas da água que se bebe.

Sonia Hirsch disse...

Oi, Francisco, que eu saiba não há relação. Mas soube outro dia que chá da salsinha comum (Petroselinum crispum), tomado ao longo de dois meses, dá cabo das pedras renais. A conferir. Um abraço!

Francisco disse...

Ok Sônia.Obrigado pela informação.
Mas só para esclarecer, eu não tenho pedras nos rins e nem quero!
Mas quando alguém que tiver vou receitar a salsinha.

Paulo disse...

Alguém ai falou em uma escova para escovar velas de fíltros de cerâmica sem a necessidade de remove-las do fíltro ? Ufa, até que em fim. Espero que não demore a sair. Minha esposa já quebrou várias velas nas remoções para limpeza e uma vez quebrou um fíltro. Molhado fica mais frágil.
Quem nunca quebrou uma vela fazendo isso que atire o primeiro caco.

Ministerio de Louvor Maranata disse...

Nazareno.
Aqui em Belém do Pará os filtros ceramicos por fora são envernizados para não acontecer esse problema de mofo.

aniele disse...

ola como limpar a jarra de ceramica por dentro para nao pegar o gosto na agua

Anonimo ws disse...

Aniele,
Aqui em casa esfregamos agua oxigenada 10 vol.(do lab.catarinense)
do frasco de 100 ml usamos 1/3 em meio litro de agua. Esfregamos com pano de algodão (ou esponja comum)tb fazemos isso por fora. Para a higieni
zar as velas, tb usamos essa agua com escova de cerdas. Não é preciso viver 7 decadas para ter q descobrir isso. william's

Francisco disse...

Senhor Nazareno a envernização não deixa gosto na água ?
Se não deixa então é uma ótima solução para esse problema que parece tão comum.

Sonia Hirsch disse...

Também não entendi. O barro é poroso e o verniz descascaria logo. A menos que já vá para o forno envernizado, mas aí, sei não... Filtro de barro, que eu saiba, não se enverniza.

william's disse...

Quanto ao envernizamento do filtro:
Já se sabe q pintando por fora o gosto da tinta transfere-se p a agua
isso remete entender q o CHUMBO partícipe da quimica de verniz tb transferira suas moléculas e consequências. Uma vitrificação se fosse conveniente o fabricante já o teria feito. A final, se temos que passar pano na casa inteira o q custa passar em volta do coitado estático e calado filtro d'agua !?...

william's disse...

Quanto ao envernizamento do filtro:
Já se sabe q pintando por fora o gosto da tinta transfere-se p a agua
isso remete entender q o CHUMBO partícipe da quimica de verniz tb transferira suas moléculas e consequências. Uma vitrificação se fosse conveniente o fabricante já o teria feito. A final, se temos que passar pano na casa inteira o q custa passar em volta do coitado estático e calado filtro d'agua !?...

Francisco disse...

Observa-se que a maioria dos fíltros de barro contem uma faixa vermelha ou preta e alguns uns desenhos feitos com tinta. E elas duram muito tempo. Será a mesma composição do verniz que o Nazareno falou ? Se for acho que não tem problema mas a Sônia pode pesquisar sobre isso e nos informar.

Eduarda disse...

Muito bom, pois vou fazer uma lição de ciências sobre filtros de barro e preciso saber como funciona, e é ótimo o que esta escrito para eu passar para o caderno, ótimo mesmo.

Parabéns!!!!!

Sonia Hirsch disse...

Oi, Francisco, uma coisa é uma faixa ou um adesivo. Outra é envernizar o filtro. Desconfie de tudo o que não foi aprovado pela tradição. Estou com o William - qual é o problema de reservar uma esponja para limpar o filtro? Tenho dois, não dá trabalho limpar - e quando ficam meio pretinhos são como nós quando criamos ruguinhas... Nada é novo para sempre, e nem tudo o que escurece é sujo! Um abraço!

Oi, Eduarda, obrigada por deixar seu comentário, todos nós ficamos felizes por poder difundir informação confiável. Abração e sucesso para o seu trabalho!

Francisco disse...

OK vocês venceram.
Aproveito para perguntar. A vera Falcão a primeira comentarista do blog, é uma celebridade ou uma pessoa comum como eu ? Esse nome me é muito familiar !

Rosana de Araujo disse...

Fiquei super animada com o post, já que estava pesquisando filtros/purificadores e não imaginava que o de barro funcionava mesmo tão bem...

Minha empolgação acabou quando entrei em contato com a empresa Stéfani pra saber onde comprar um dos 2 modelos que eu tinha gostado. Olha a resposta...

"Infelizmente, o filtro tradicional (7022E) só é vendido no exterior. Já o AF1806020100 - Línea, não fabricamos mais."

Parar de fabricar certo modelo é normal em qualquer empresa. Mas vender um produto tão "nacional" apenas no exterior eu só posso classificar como ridículo.

"Nossos" filtros de barro, assim como nosso melhor café e melhor laranja estão indo para fora. É, brasileirada, deixa sair...contentemo-nos com o bagaço.

Anônimo disse...

Lendo o comentario da Rosana ficamos sem saber se ela descobriu onde comprar (qualquer q seja o modelo). Quanto à exportação: Não se admire ainda mais se um dia a própria fabrica não vir a importar algum modelo para vender aqui... (não duvide!e não se indigne cara Rosana)
Assino a partir de agora com meu S (william'S)para não confundir com meu chara Carioca e seu ótimo comentario.

Sonia Hirsch disse...

Rosana, existem muitas marcas de filtro tipo São João, de dois andares, com vela(s) dentro. A Stéfani, como diz o post, vende pela amazon. Outros vendem no Carrefour, na Leroy, no Extra, nos bazares da vida... Os meus são de Jaboticabal, que tem várias cerâmicas, comprados em Itaipava.

Rosana de Araujo disse...

O modelo São João é encontrado facilmente; mas passei a vida inteira achando-o feio e não é agora que eu ia mudar de ideia...Não encontrei os modelos Tradicional, Design nem Linea em nenhuma das "melhores casas do ramo" nem na amazon. Provavelmente não procurei direito (?)

Anônimo disse...

Olá Sonia!
Adorei o artigo!
Cresci tomando agua do filtro de barro, depois de adulta, achava-o muito feio e há 12 anos bebemos apenas agua de galão, comprada em supermercado. Semana passada resolvi comprar novamente o filtro de barro,por nao confiar mais na qualidade da agua mineral, então começou a luta,rs, e um tal de troca-troca de agua, pois esta com gosto muito forte de barro, e todos aqui em casa reclamando, que agua horrivel, eca! Eu para incentivar as crianças, mesmo com gosto de barro, estou bebendo essa agua, mas comecei com um pigarro, uma tosse forte e sentindo algo pegando na garganta. Pensei será que sou alergica ao barro? POr coincidencia começou logo apos beber a agua do filtro. Estranho..nao sei o que faço!

William's disse...

Gosto de barro?!!
Só se por ventura enceraram o filtro por fora (pra ficar lustroso!!...) ou outro produto passado por fora!
Se o filtro esta no estado original e foi bem fabricado, então os supostos efeitos alégicos podem ser resultantes de uma certa desitoxicação promovida pela energia da argila abençoada, q não atinge a todos e passará em poucos dias. william's

antonio disse...

oi sônia!
não esquecer que para pedras nos rins de oxalato de calcio temos o cloreto de magnésio p.a.

Francisco (MA) disse...

Oi Rosana. Eu também não entendo porque os modelos mais bonitos e com certeza melhores, não são vendidos aqui. Talvez porque lá fora pagam em dólares. Vai entender...

Estevan ... disse...

Olá,

eu tenho um filtro destes (do modelo mais novo "premium" a tampa de cima é maior) e em casa gostamos muito da água dele, porém ontem quando fui enche-lo reparei que existe algumas manchas verdes no fundo dele, isso tem como limpar.

Sonia Hirsch disse...

Estevan, isso é limo, natural no barro úmido. Limpe com uma esponja ou escovinha e água pura.

Meu filtro é um São Paulo da Cerâmica Santa Ângela, de Jaboticabal. 3 velas, 5 litros. Adoro. É a estética antiga dos filtros confortando meu coração nesta época de alta tecnologia. Sem desfazer dos Premium, que têm um design mais moderno, mas nem por isso melhor. Um abraço!

Junior disse...

Vários Modelos de Filtros de Barro = www.gotagua.com.br

GOTAGUA

Anônimo disse...

sergio de maceió
Dona Sonia, já conhece os filtros purific? ele é identico ao de barro, filtra também por decantação feito de acrilico.

Sonia Hirsch disse...

Ah, mas não é o melhor do mundo. O melhor do mundo é de barro.

Anônimo disse...

Olá Sonia e seus leitores.
Procurando o Sac da Salus encontrei este blog com muitas informações interessantes, (a parte positiva), mas tbm lí as informação dos problemas com o Sac da Salus (parte negativa) já não vou nem reclamar, só jogar fora!!Alguém quer como vaso de cerâmica?!!
Minha tia tem, e ainda usa, um filtro de barro enorme, (acho que tem 1,20m de altura)que era da minha avó (eram 8 filhos)o e olha que minha avó morreu em 1950.
Não lembro a marca, mas vou verificar e conto depois.
abç
Marcia

Mami's disse...

Sônia, boa tarde!

Você sabe se esse filtro elimina os resíduos de hormônios e remédios presentes na água encanada?

beijo

Du Carmo

Soraya Huertas disse...

Não, Du Carmo, NADA consegue eliminar da água os medicamentos, nem mesmo "quelar", que seria as moléculas reagirem entre si e tornar o elemento inativo. O processo seria caríssimo. Eu acredito que nosso caso ainda não é tão assustador quanto o quadro instaurado na Europa, pois nosso poder aquisitivo e as barreiras de acesso ainda são potentes, em outras palavras, os medicamentos são caros e na Europa o acesso é muito mais fácil.

Meu colega da indústria lembrou, "em nosso xixi, muitos medicamentos saem ainda na forma ativa (...) O problema então, não são os vencidos ou as sobras dos medicamentos nas residências que são mínimas (ou deveriam ser)." Posso dizer que meu colega farmacêutico, por um lado, tem razão, de outro, não. Só porque saem em nosso xixi medicamentos na forma ativa, não precisamos agravar a situação da natureza descartando de qualquer forma as nossas sobras e nossos vencidos, concorda? Toda ação, por mínima que seja, é bem vinda e o descarte correto é a melhor opção para diminuir o impacto na natureza.
Beijos
Soraya Huertas
Farmacêutica
CRF RJ 6371

Anônimo disse...

São Paulo, 06/10/2011

Não tenho absolutamente nada a ver com a fábrica ou a comercialização do filtro Salus.
Porém, como aqui parece que as pessoas (eu também) gostam de histórias, vou narrar a minha.
Há aproximadamente 27 anos, portanto mais ou menos em 1984, comprei um filtro Salus. Apesar de te-lo deixado imerso em água por uma semana e ter desprezado várias filtragens, o gosto da água era horrível. Entrei em contato com a Salus e pediram que eu fosse até lá. Fui recebido por uma moça muito educada que pediu que eu aguardasse um pouco. Logo um senhor pegou o meu filtro e pediu que eu o acompanhasse, no trajeto para o interior do estabelecimento me perguntou o que estava acontecendo com o filtro. Eu informei a ele que o filtro estava com defeito e que a agua por ele filtrada tinha um gosto horrível. Sem nada dizer, colocou o meu filtro sobre uma bancada e com um martelo simplesmente quebrou o filtro. Antes que eu pudesse dizer alguma coisa, com a voz sempre suave disse que se o filtro tinha defeito, tinha que ser destruído. Deu algumas explicações sobre a fabricação de filtros, materiais utilizados, etc.... Depois gentilmente me ofereceu outro filtro.
Em casa descobri que o gosto da água era o mesmo gosto ruim do outro filtro. Pesquisando, descobri que todos os filtros novos tem o mesmo problema. Me senti envergonhado e ao mesmo tempo honrado por ter conhecido um homem assim como este senhor que me atendeu. Com o tempo o gosto ruim sumiu.
Há tres semanas atrás meu velho filtro rachou e começou a vazar.
Comprei outro, claro, Salus.
O filtro novo precisou de alguns ajustes, como apertar o parafuso do fundo, tirar algumas rebarbas nos furos das velas, mas está perfeito e a água não tem gosto ruim. Como? É muito simples:
Deixe o filtro imerso em água por um dia, inclusive as velas (se vier desmontado). Despreze as primeiras filtragens. Depois encha a parte superior e coloque um pouquinho de vinagre (eu usei o branco) e deixe filtrar. Lave bem as pertes e encha novamente sem o vinagre, se o gosto não desaparecer, repita a operação.
O meu, com duas aplicações de vinagre, ficou perfeito.
Espero ter sido útil.
Um abraço, fiquem com Deus.

Welington.

PS: Nunca mais tive contato com o meu Xará da Salus, mas o meu respeito por ele é muito grande.

Sonia Hirsch disse...

Ótima contribuição, Welington! Quem cresceu com esse filtro sabe que água de filtro novo tem gosto acre, de barro, que desaparece com o tempo. Mas são cada vez mais raras as pessoas com essa memória... Obrigada, um abraço!

Ana Neri disse...

Só queria saber como retirar mais rápido o gosto e o cheiro de barro da água filtrada no filtro de cerâmica. Obrigada.

Francisco MA disse...

E olha que eu conheço pessoas que até gostam do gostinho de barro, que não é assim tão horrível. O gosto da vela nova é mais enjoado.
O gosto de barro, é o gosto da natureza. Acredito que alguns queijos tenham um gosto até mais forte.

Ana Paula disse...

Olá Sonia, tudo bem?
Tenho um filtro de barro marca Cássia, e ele está mofando...por dentro e por fora. Como posso solucionar a questão do mofo do lado de dentro?

Sonia Hirsch disse...

Ana Paula, barro não mofa: dá limo. É natural do barro em contato com a água. Você pode escovar ou passar uma esponja. Um abraço!

Ana Paula disse...

Mas não tem como prevenir esse limo? Nunca tinha visto por dentro do filtro...e a gente fica até com nojo de beber a água. Pode ser prejudicial?

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 210   Recentes› Mais recentes»