domingo, 6 de junho de 2010

Almanaque do banheiro: Oxiúros? Suco de hortelã em jejum

Várias pessoas escreveram perguntando sobre oxiúros, especialmente em crianças. Fui atrás da minha bichóloga predileta, a acupunturista e fitoterapeuta Susana Ayres, que me indicou o que está lá no título:  suco de hortelã batida com água filtrada em jejum, 7 dias seguidos.

Como fazer? Pegar um maço de hortelã que dê para envolver com a mão, cortar fora os talos de baixo, lavar, bater a parte de cima (folhas e talos, ou só folhas) no liquidificador com 1 copo de água e beber. Se possível, sem coar. Depois de 15 ou 20 minutos, tomar o desjejum normalmente.

Susana está se mudando de Campinas para Brasília. Chora, Campinas! Aproveita, Brasília!

57 comentários:

  1. E como é que a gente entra em contato com ela? Moro em Brasília e estou precisando muito de uma acupunturista (e fitoterapeuta, então, é bom demais!)
    meu e-mail: feitoamaoblog@gmail.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Solange, achei uma boa ideia você deixar seu email, assim ela pode entrar em contato com você.

    Susana é minha amiga, irmã, companheira de estudos, parceira de cursos. Trocamos figurinhas desde 97 sobre o câncer, a cândida, os bichos que dão em gente, as dietas e os tratamentos - e também sobre as coisas alegres da vida, que ali está uma pessoa cheia de senso de humor, que sabe dar carinho e risada, e ainda por cima cozinha bem.

    Espero que seja muito bem acolhida em Brasília, que também mora no meu coração!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Sonia, eu tb gostaria de deixar meu email aqui, caso ela possa entrar em contato: isabl@terra.com.br Obrigada! :)

    ResponderExcluir
  4. Fico feliz por vocês, meninas... ♥

    ResponderExcluir
  5. Eita, estou na turma de Brasília, já li alguns comentários da Suzana por aqui e tb quero aproveitar! Suzana, anota meu e-mail tb? edithrcardoso@yahoo.com.br

    E seja muito bem vinda!
    Sonia, aproveita e vem tb pra umas palestras, oficinas....hã?? hehehe
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Com o maior prazer, Edith! Deixa acabar a seca que eu vou, lá pra setembro :-)))

    ResponderExcluir
  7. Sonia, queria te atualizar sobre a minha luta contra a cândida... Lembra que eu estava tendo bons resultados com o Lufenuron? Pois é, alegria que durou pouco, cada vez fez menos efeito, comprei outra dose e não tive bons resultados, acho que no meu caso que vivo em região úmida não adianta apenas matar o bicho. Mas por outro lado queria te relatar que comecei a fazer autohemoterapia e já na 4a. aplicação estou semana a semana sentindo-me melhor. Já estava com uma articulação do quadril comprometida, machucada e depois da hemo tenho recuperado força e movimento. Outros sintomas como coceiras pelo corpo, nariz entupido, diarréia tem melhorado também a cada dia... A autohemo fortalece o sistema imunológico e isso tem feito grande diferença. Vou te atualizando sempre que tiver algum resultado positivo. Ainda tenho sintomas, mas são bem mais fracos e ainda estou no começo da terapia. abração.

    ResponderExcluir
  8. Leonardo Araújo07/06/2010 16:21

    Ufa, quanto andei ansioso pra saber desse tratamento com Lufenuron. Uma pena, estava esperançoso por boas notícias de Silvia.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Silvia, que bom que você voltou! Estávamos querendo notícias suas, fiquei pensando no seu tratamento com lufenuron, desconfiadíssima... com razão... O poder de aniquiliar os bichos internos é apenas uma parte da história. Sem a recuperação da imunidade, nada feito.

    E que bom que você encontrou a autohemo, ouço falar bem dela. Vai contando pra nós? Beijos, boa semana!

    ResponderExcluir
  10. Oi Sonia! Você tinha mesmo levantado a questão do sistema imunológico quando falei do lufenuron. Inclusive, esqueci de dizer, melhorei mesmo sem fazer nenhuma restrição alimentar. Claro que acredito que a dieta faria toda a diferença junto com a autohemo, mas como eu aqui nesse lugar úmido não conseguia ficar sem sintomas, estava há tanto tempo fazendo dieta, junto com o frio do sul, me desmotivei e larguei mão da dieta. Nesse momento, claro, piorei. Foi aí que entrou a autohemo junto com ascaridil e magnésio, conforme sugerido pelo médico Luiz Moura em vídeo na Internet. Não quero aqui incentivar as pessoas a praticarem a automedicação, também não acho que a gente tem que tentar qualquer coisa que vem a frente. Já há algum tempo tenho lido coisas sobre a autohemo e chegou um momento que me convenci que valia a pena tentar. Por enquanto estou gostando, mas se o resultado declinar eu melhorar vou avisando.

    ResponderExcluir
  11. Oi, Silvia, mas como entrou a autohemo? Algum médico?

    Entendo perfeitamente você ter parado a dieta. Depois que fiz a da candidíase, jurei que nunca mais faria dieta nenhuma, a menos que fosse obrigada :-)

    Mas e a reposição de lactobacilos, continua fazendo? Eu achei o kvass de beterraba magnífico. E em termos de cortar o fungo, me parece que a água de feijão-fradinho ajuda muito.

    ResponderExcluir
  12. Nas pesquisas sobre candidiase sempre encontrava indicação de autohemoterapia, mas nunca foquei nisso. Até que uma amiga comentou sobre uma aluna sua que tinha coceira infernal na pele e estava tendo bons resultados. Busquei na internet e assisti um vídeo de mais de 2h30min de entrevista com um médico que pratica há anos, Dr. Luiz Moura, http://www.orientacoesmedicas.com.br/auto_hemoterapia.asp

    Não me parece muito fácil encontrar quem faça as aplicações, já que não é uma técnica aprovada, mas tive sorte de encontrar uma farmácia em Florianópolis através da internet.

    Sim faço a reposição com lactobacilos, mas sem resultados andei esculachando um pouco. Li no seu blog sobre o kvass de beterraba, sou preguiçosa pra essas coisas que levam tempo pra preparar e com gosto duvidoso, mas a água de feijão fradinho é muito prática e fiz por semanas, achei que tive leve melhora, mas sem grandes significados, então parei. Quando vc não consegue dormir e tem muita dor vc fica muito irritado e deprimido, a vida passou a girar em torno da doença e tem hora que sem grandes resultados vc desanima.

    Uma outra coisa que eu não comentei, até porque comecei hoje, é que antes de começar a fazer a autohemo tive a prescrição médica de fazer a vacina pra candida, pois é demorou quase dois meses e a vacina chegou hoje, aí com a vacina na mão também comecei a fazer... Sei que é meio over mas se eu ficar bem tudo bem, mesmo que eu não saiba direito o que resolveu. ;-D

    ResponderExcluir
  13. Oi, Silvia, o kvass de beterraba tem um sabor gostoso, ligeiramente ácido, salgado e doce, e a cor é linda. Também não resolve sozinho, mas dá forças. Aliás, acho que nada resolve a candidíase isoladamente, é o conjunto da obra que predomina - matar fungos, recuperar a imunidade, ajustar a dieta. Também não dá para fazer tratamentos e desbundar na comida. Gostei da história do ascaridil, pelo menos tira a clientela de lombrigas que sempre anda atrás de açúcar...

    Torcendo por você, sempre! Abração!

    ResponderExcluir
  14. Sonia querida, sou nova por aqui, mas sempre adorei seus livros. Moro no Rio e estou me mudando para Brasilia deixando pra tras meus acupunturistas. Gostaria de passar meu contato para a Suzana. lucianahervoso@yahoo.com.br

    Muito obrigada!
    Seus livros e seu site estão mudando a minha vida. Beijos!

    Luciana Hervoso

    ResponderExcluir
  15. Oi, Luciana, desejo uma feliz mudança para você, e vamos continuar em contato! Abração!

    ResponderExcluir
  16. Silvia Hudak08/06/2010 12:58

    É verdade, Sonia! Tento ter boa alimentação, é que fazer a dieta da cândida é preciso muita determinação! Eu fui persistente, fiz por bastante tempo, mas sem o exército matador reforçado, não estava dando conta com essa umidade, sem dizer que quando a cândida domina você fica com um apetite feroz e agora que estou melhorando estou conseguindo me satisfazer com pouca comida, aí o ascaridil deve colaborar também, tudo vai se acalmando, nè?
    Que bom existir esse espaço, você é 10!
    beijos

    ResponderExcluir
  17. Silvia, acho todos nós 10.000 aqui no blog, nos abrindo, compartilhando, debatendo, futucando. Quando iríamos saber do lufenuron se você não experimentasse? Todos têm contribuído muito!

    Agora, comigo acontece uma coisa engraçada: meus apetites disparam na primavera e se organizam a partir de maio. Sempre achei que meu ano começa em maio, é quando consigo fazer tudo com menos esforço - e é quando afino a silhueta. Será que tem a ver com os meses sem R? Menos umidade externa, menor proliferação de cândidas & sua gangue de bichos que dão em gente? É muito recomendado tratar parasitoses nessa época, bem como nas luas minguante e nova, porque eles estão mais fracos. Alguém se identifica? Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Interessante... os meses sem R são meses que você pode fazer podas em plantas, menos umidade, menos fungos... Você sabe, Sonia, estive mês passado em Abadiânia, no Goiás, fui à Casa de Dom Inácio receber proteção espiritual e solução para esse problema. Melhorei nos dias em que estive lá naquele clima seco do serrado. Tenho a impressão que aqui em Florianópolis as pessoas tem sempre um probleminha de saúde... celíacos aos montes... dizem que é por que aqui fazem muito diagnóstico, eu não acredito. Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Desculpe, Cerrado...rs

    ResponderExcluir
  20. É Sonia, acho que vc respondeu o que perguntei sobre juntar todas as tropas de ataque nesses comentários com a Silvia...vou juntar forças pra essa dieta, pra mim ficar sem pão e sem a cervejinha é quase uma tortura, rs...
    Não tenho nenhum sintoma tão trágico, mas tenho me sentido mto desgastada, sem forças, totalmente desregulada...sinto que tenho q fazer algo e é logo!

    Esse espaço é realmente uma dádiva, além de todo o seu saber compartilhado, muitas outras experiências e saberes tb...

    Mto obrigada por isso, Sonia! Mta luz pra vc!
    Bjs!!

    ResponderExcluir
  21. Oi, Silvia, concordo com você - e o diagnóstico de doença celíaca acho completamente furado. Claro que todo mundo melhora quando deixa de comer farinha de trigo e seus produtos, mas as amebíases, giardíases e candidíases não são detectadas, então há algo errado. Sabia que 95% dos cânceres intestinais têm origem amebiana? Pois é... Abração, bom dia!

    ResponderExcluir
  22. Cervejinha e pãozinho, Edith? Ai ai ai... Ó coisas deliciosas da vida, por que devo eu renunciar a vós? E os queijinhos, não? ;-)

    Mas pão de fermentação caseira pode, viu? Novos prazeres virão. Muita luz pra você também!

    ResponderExcluir
  23. Sonia, eu mesma com o cultivo por 8 anos de fungos e sabe lá mais o quê, desenvolvi um adenoma no intestino com atipias intensas nas células, traduzindo, um pré-câncer. Que eu descobri por acaso, porque eu comecei a achar que a dor nos quadris podia ter relação com o intestino, imagine se eu dependesse de um diagnóstico médico... talvez não estivesse aqui contando essa história. Bom, com isso aprendi a confiar nos médicos tanto quanto eu confio em mecânicos e hoje sei melhor como conduzir as coisas. Bejos.

    ResponderExcluir
  24. Oi, Silvia, então posso apostar que tem amebas no meio. Eu gosto do tratamento homeopático com Ameba 30 DH que minha médica me receitou, tomar 2 tabletes 2 x dia por 2 semanas, parar 2, repetir.

    Amebas me dão uma cólica específica, debaixo da costela direita, na altura do fígado - na flexura hepática do colon. Muita gente relata o mesmo sintoma. E como elas são seres muito primitivos que surgem da mera matéria orgânica, é fácil encontrá-las perturbando o intestino grosso. Beijos!

    ResponderExcluir
  25. Aahh, queijinhos, pãezinhos, pastinhas, "alquinhos"...difícil, difícil :P
    Mas estou me conscientizando que tudo tem seu preço, e nossa saúde é um tesouro, né?

    Hj comprei o segundo pote de óleo virgem de côco, comecei logo que descobri o blog, é uma delícia! Encontrei a dolomita e óleo de fígado de bacalhau tb...tô abastecendo a dispensa pra começar a dieta ;)

    Como li em outro post seu, a dificuldade é justamente mudar os padrões...mas vamo que vamo, que a fé não costuma faiá!

    Brigadão pela força e pelas dicas, Sonia!
    Bjão!

    ResponderExcluir
  26. Sonia, tem um parente meu que apresenta essa mesma dor debaixo da costela direita, fez tudo quanto exame e não descobriu nada. Talvez seja bom partir para um tratamento contra as amebas, então? Tem algo mais que você recomenda? O suco de hortelã também serve para amebíase? beijos!

    ResponderExcluir
  27. ops, recomende, hehe. :)

    ResponderExcluir
  28. Sônia, querida, já que estamos falando em óleo de côco me diga uma coisa: após aberto ele precisa ficar na geladeira?

    Abraços!

    ResponderExcluir
  29. Oi, Isabel, levei 5 anos procurando saber o que significava esse sintoma, até bater no laboratório do dr Helio Copelman por indicação da médica Beatriz Guerra, do Rio, que só atende o paciente com esse exame na mão. O tel do lab é 21 2548-0648, pode mandar as amostras por avião. Ou,quem sabe, consultar a Pastoral da Saúde. O diagnóstico é muito importante, até para refazer depois do tratamento e saber se resolveu. Um abraço!

    ResponderExcluir
  30. Oi, Abelhinha, guardando na geladeira ele estará mais protegido, mas não costuma ser necessário. Um abraço!

    ResponderExcluir
  31. Obrigada Sonia.

    ResponderExcluir
  32. Qdo você falou da hortelã me lembrei logo do Giamebil, não é a mesma idéia?

    ResponderExcluir
  33. Oi, Luciana, volta e meia aparece a hortelã contra os bitchos. Há anos tomei hortelã-pimenta batida com água, em jejum, para xistose (esquistossomose), durante um mês. O caso é que quem medica ou receita tem uma intuição a respeito e a confirma com a melhora (ou não) do paciente. O Giamebil é maravilhoso, companheiro indispensável nas viagens, funciona também com gatos =^^=

    ResponderExcluir
  34. Amei o Gatoemoticon, mto fofo!

    ResponderExcluir
  35. Só não entendi uma coisa: você toma o Giamebil durante ou após as viagens?

    ResponderExcluir
  36. Oi, Luciana, depende da duração das viagens. O sinal para tomar vem do intestino: gases muito fedidos ou intestino solto, com fezes esfaceladas ou amarelas.

    ResponderExcluir
  37. Sô nia querida, só hj e com este, te escrevi 5 vezes!!hahaha pentelhinha(eu)! U
    eh que queria o contato DA Susana tbm!!Minha màe tah precisando mt, e lembrei dela na hora...mas vi q o pessoal tem deixado contao...então possso deixar o meu?
    tianaoli@gmail.com
    Espero ansiosamente!!!!
    beijo grande

    ResponderExcluir
  38. Sônia, onde eu compro esse Giamebil?
    É homeopático??

    ResponderExcluir
  39. Oi, Carol, compra em farmácia comum. É do laboratório Hebron.

    ResponderExcluir
  40. Muuuuuito obrigada!!
    Vou lá amanhã!

    ResponderExcluir
  41. ola SONIA ,nao te conhecia,assisti uma reprise hoje no gnt sua ,sobre "bicho que dao em gente", cheguei a passar mal, estava almoçando no momento,mas tudo bem,gostaria de saber mas do assunto,como posso adiquirir seus livros,meu email é td.silva@hotmail.com
    desde ja agradeço TATIANE

    ResponderExcluir
  42. Oi, Sonia,
    Que programa foi esse de que vc participou no GNT? Adoraria assistir!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  43. Oi, Jussara, será o Alternativa Saúde? Também não sei... Um abraço!

    ResponderExcluir
  44. Olá Sonia, Parabéns, seu site é ótimo!!! Muito esclarecedor..
    Bom, também luto contra essa tal de candidiase, que até um ano e meio atrás nem sabia que existia. Tomo atualmente (5 meses) uma vacina de "candidina" com minha médica alergista; Aplico pomada de (Nistatina + metronidazol); e tomo fluconazol, tudo prescrito pelo médico. As vezes tenho algumas melhoras, mas ficar "boa" mesmo, nada! Queria saber de você, se é comum nessa situação de candidiase sentir como se fossem alfinetadas dolorosas (Mais ou menos isso)na região genital, até anal (já fui ao proct.ñ deu nada, segundo ele), e muiiiiita ardencia, pois coceira praticamente ñ sinto, pelo menos atualmente. E só p/ terminar fiz pedido de um CANDEX (medicamento), q ainda ñ chegou!! será q realmente é bom?? Muito Obrigada!! Um abraço.

    ResponderExcluir
  45. Adorei o site muito bem mesmo. Agora falando do último comentário aqui em cima do anônimo, minha cunhada faz uso do CANDEX é um medicamento sim e ela já sofreu muito com a cândida e a unica coisa que "curou" ela foi esse remédio, eu vou começar a tomar o meu quando chegar. Eu ainda não achei pra vender no Brasil porque infelizmente aqui os médicos não dão tanta importância para cândida como deveriam dar, mais faze o que né, vende só lá fora e ela compra por um site com uma pessoa confiável. Quando eu começar a fazer uso do remédio e tenho fé que fara efeito, volto aqui pra compartilhar com vocês, Abraços a todos!

    ResponderExcluir
  46. Oi Deborah!, eu coloquei o comentário acima, com relação ao medicamento CANDEX, e inclusivel já estou fazendo uso dele a uns 8 dias. Até agora senti uma melhora pequena,até mesmo pq acho q ainda tenho pouquíssimo tempo de uso.
    Mas cortei tbm massas e excesso de açúcar da minha alimentação. E continuo tomando vacina de candidina com minha médica alergista. Um abraço a todos.

    ResponderExcluir
  47. Oi Sônia estou vendo o pessoal deixando o email, gostaria de deixar o meu tbm caso ela possa fazer contato, isa.campos@msn.com, Bjos!!!

    ResponderExcluir
  48. Oi, Isa, o email da Susana é "Susana susanaayres@gmail.com . Um abraço!

    ResponderExcluir
  49. Silvia - BH21/08/2014 01:02

    Nossa, este blogue sempre tem novidade!

    Pergunta: tenho destes ebulidores eletricos, há meses quero perguntar se posso usá-lo sem culpa. È que recomenda que o primeiro liquido da manhã seja quente e eu poderia aquecê-lo assim até chaegar na cozinha que é distante. A recomendação é para não assustar o Estomago com o frio?
    ...

    ResponderExcluir
  50. Silvia - BH21/08/2014 01:02


    Autohemoterapia - aprendi que é necessário um período inicial de tres meses para que começe a presentar efeito. Muito bom se tiver antes. Algumas doenças levam seis meses. Não repetir em intervalos menores do que cinco dias.

    ResponderExcluir
  51. Silvia - BH21/08/2014 01:09

    Ops, deixe-me repetir:
    Autohemoterapia - aprendi que é necessário um período inicial de tres meses para que começe a apresentar efeito. Muito bom se tiver antes. Em algumas doenças os resultados aparecem com seis meses.
    ...
    Não repetir a aplicação em intervalos menores do que cinco dias. Em geral , faz-se a cada sete dias.

    ResponderExcluir
  52. Oi, Silvia, na emergência os ebulidores quebram o maior galho, mas sempre fica um gostinho esquisito na água, reparou? Eu usava chaleiras elétricas em viagem, agora levo um fogãozinho elétrico de uma boca e a panelinha esmaltada para ferver água. Uma garrafa térmica não te ajudaria mais?

    A recomendação de beber 2 copos de água quente pela manhã é para lavar o tubo digestivo, despertar o intestino e ajudar a aquecer o sistema, que só trabalha acima de 36 graus +-. Cada vez que se põe água fria para dentro o organismo é obrigado a gastar calor para aquecê-la. Idem com comida fria. O calor revigora.

    ResponderExcluir
  53. Silvia - BH21/08/2014 12:09

    Ok, esta mania de tirar da geladeira e comer é muito feia da minha parte!!!

    A Bibi Ferreira conta que não toma gelado.


    Vou então usar apenas no copo. È que deixo no quarto uma jarra de água, água com vinagre de maçã. O primeiro copo vou esquentar com o ebulidor, mas não toda a água. Demoro a chegar na cozinha onde vou tomar o desjejum com um chá quentinho.

    Ao longo do dia tomo a água desta jarra ou do filtro São João conforme recomendado pela autora do Deixa Sair.

    Obrigada!

    ResponderExcluir
  54. Oi, Sônia! Queria saber se posso dar albendazol para meus filhos? Não fiz exame de parasitoses ainda, mas queria saber se posso dar esse remédio junto com o o suco do hortelã? Pois tenho certeza que eles estão com muitos vermes e queria dar uma solução de imediato.

    ResponderExcluir
  55. Oi, Sônia! Queria saber se posso dar albendazol para meus filhos? Não fiz exame de parasitoses ainda, mas queria saber se posso dar esse remédio junto com o o suco do hortelã? Pois tenho certeza que eles estão com muitos vermes e queria dar uma solução de imediato.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário ou pergunta, se quiser, mas saiba que no momento é improvável eu responder, devido a mil coisas, cursos & viagens. Também vem novidade web aí. Agradeço. Abraços, Sonia

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.