quinta-feira, 10 de junho de 2010

Medicina doente: Mais sobre a gripe porquinha

Recebo email de Adriano de Moraes, repasso na íntegra. Valeu, Adriano!

Olha estes links (e encaminha se quiser), comprova o que eu falava da vacina, é tudo em prol de $$$$ lucro.

Eu bem que avisei meus amigos e familiares, mas a maioria não acreditou, conheço gente que passou mal mesmo !!!

Muitos pensam que sou conspiracionista de plantão, mas não é por aí, gosto sim de pesquisar, principalmente na internet, onde esta mídia é menos influenciada.

Agora a porcaria ta feita, quem tomou a vacina nunca saberá o que realmente tomou... Confira:

http://www1.folha.uol.com.br/colunas/marceloleite/747637-o-conto-da-vacina-suina.shtml

http://pt.euronews.net/2010/06/05/gripe-a-novas-acusaces-contra-oms/

http://www.youtube.com/watch?v=0CVU-35PCGc&playnext_from=TL&videos=NiYEbFU4aDU

52 comentários:

  1. Adriano de Moraes10/06/2010 12:33

    Minha amiga, não precisa agradecer, acredito que seja nossa obrigação informar o que sabemos, pelo menos aos nossos próximos, pois acho que informando estamos também ajudando, ajudando pelo menos na hora de nossas escolhas, momentos muitas vezes difíceis, onde devemos optar pelo que todo mundo fala e proclama ou aquilo que nossa intuição está tentando nos dizer.
    Um grande abraço e por favor, continue escrevendo seus ótimos livros.

    ResponderExcluir
  2. Eu continuo firme na disposição de não tomar a vacina. A pressão é grande pois estou no suposto grupo de risco, por ter 27 anos.
    Abraços e obrigada Sônia e Adriano pela divulgação dessas notas!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Pó de Estrelas, que lindo codinome! Muito brilho pra você nos 27 anos - idade em que o grande risco é ser feliz, chegar ao regresso de Saturno e aproveitar a chance de nascer de novo, a vida amadurecendo pela frente... Abração e muita saúde!

    ResponderExcluir
  4. Eu nao gripo ha mais de 10 anos e por isso nao tomei a vacina... ainda bem!

    ResponderExcluir
  5. Bom, sou da área da saíde e longe de mim vir aqui defender ou acusar alguem. Mas o que posso dizer com segurança é que eu só acredito em sites científicos. No caso desses links enhum é de sites realmente confiáveis em relação á questão pesquisa em saúde. Por isso repito, não posso defender nem culpar ninguém, fico neutra nessa história. Até porque pra alguma coisa entrar no mercado farmacêutico precisa de testes. Bom, só quis dar uma opinião...Abraço e adorei o Blog

    ResponderExcluir
  6. Oi, Maia, acho ótimo quando alguém da área de saúde se manifesta por aqui, portanto seja bem-vinda!

    Sempre ponho na balança as informações científicas e as tradicionais, porque, mesmo testando, como você diz, é enorme a quantidade de produtos farmacêuticos que são proibidos após anos e anos de uso, ou ficam produzindo efeitos colaterais e apenas suprimindo sintomas enquanto as causas prosperam, ocultas.

    No caso dessa vacina, acho tudo um absurdo: uma gripe inventada em cima de uma suposta epidemia de pneumonia que não aconteceu, e gastos exorbitantes sem razão. Com dinheiro público, naturalmente. É a mentalidade de fazer guerra a qualquer custo, contra qualquer coisa, para encher os bolsos dos donos do arsenal. De remédios ou armas, tanto faz.

    Não fiquei fazendo campanha contra porque, justamente, não há argumentos suficientemente científicos para defender minha posição. Mas tenho olho vivo e faro fino, como muita gente que anda por aqui, e pra bom entendedor meia palavra basta.

    Muito obrigada por seu comentário. Um abraço, volte sempre!

    ResponderExcluir
  7. Pó de Estrelas,
    A vacina é segura, eficaz e protege a população. Mais de 400 milhões pessoas já foram imunizadas no mundo, 81 milhões no Brasil, evidenciam que os eventos adversos associados a vacina são raros e, quando ocorrem, de leve intensidade. Existem sempre muitos boatos negativos quando um novo medicamento surge. A vacina contra a Influenza H1N1 foi previamente testada e é segura.

    Att,
    Ministério da Saúde
    comunicacao@saude.gov.br

    ResponderExcluir
  8. Puxa, que bom termos alguém do Ministério da Saúde interessado no que vamos conversando por aqui. Não pude verificar a autenticidade no perfil do usuário, mas de boa fé vou acreditar - mais do que nas vacinas, é claro. Afinal, um comentário no blog não causa efeitos colaterais.

    Uma coisa que me intriga é que o MS se preocupe tanto em imunizar as pessoas contra gripes de sigla e não faça nada em relação a vermes e protozoários. A norma técnica dos exames de fezes é feita para não se encontrar nada. Será que a assessoria de comunicação tem algo a dizer sobre isso?

    ResponderExcluir
  9. Alexandra,
    Se você faz parte de algum grupo prioritário da campanha é fundamental que seja vacina. A campanha terminou, porém em alguns estados que não atingiram a meta a imunização continua. Entre em contato com a Secretaria de Saúde de sua região e se informe. A vacina é segura, eficaz e protege a população. Mais de 400 milhões pessoas já foram imunizadas no mundo, 81 milhões no Brasil, evidenciam que os eventos adversos associados a vacina são raros e, quando ocorrem, de leve intensidade. A vacina previne contra um vírus que já matou milhares de pessoas no mundo e no Brasil.



    Att,
    Ministério da Saúde
    comunicacao@saude.gov.br

    ResponderExcluir
  10. Ah, de novo? Vai ficar fazendo propaganda da vacina aqui??? Sem pagar nada???????? Não sei se vou permitir. Vamos subir o nível, pliz?

    ResponderExcluir
  11. Eu avisei. Ou subimos o nível ou vou removendo.

    ResponderExcluir
  12. Que beleza, o MS agora posta em blogs, já que o governo usa nossos veículos para fazer propaganda, aproveito a deixa e pergunto algo bastante atual:
    a política pública de paridade dos planos de saúde é balizada pelo salário mínimo ou aposentadoria do INSS?
    a mortalidade infantil foi erradicada, certo?

    ResponderExcluir
  13. Oba, com as da Carol já são três perguntas. Isso vai dar post =oo=

    ResponderExcluir
  14. Só para ilustrar: um plano de "saúde" apenas razoável custa 570 reais por mês - mais de um salário mínimo - para uma pessoa acima de 59 anos.

    E mesmo assim não contamos com bons exames de fezes.

    ResponderExcluir
  15. e veminoses são causa até de diagnósticos de esquizofrenia nos hospitais psiquiátricos. Bastava vermifugar corretamente o "doido" para ele receber alta...

    ResponderExcluir
  16. Pois é, Carol, mas o Ministério da Saúde não sabe disso, ou se sabe, fica bem quietinho pra ninguém perceber!

    ResponderExcluir
  17. Por isso o presidente justifica nossa carga tributária mais alta do planeta com altos custos da máquina pública: uma equipe inteira de concursados com plano de carreira, cujos salários são pagos por nós contribuintes, apenas rastreando blogs particulares e independentes. Mais um pouco e isso daqui deixa de ser uma república de bananas e vira a China e o Irã...

    ResponderExcluir
  18. Carol, li no jornal que o Serra, se eleito, quer proporcionar a conquista da mamografia a todas as mulheres brasileiras. Esse é o conceito de saúde do presidenciável Serra: enriquecer os cofres da indústria de detecção precoce do suposto câncer, enquanto os exames de fezes não encontram uma lombriga e podemos ter larvas de vermes em qualquer parte do corpo, inclusive no seio. De promoção da saúde, ninguém fala. Por isso é que sou anarquista :-)

    ResponderExcluir
  19. Eu quero votar Marina, mas tb não sinto a menor firmeza...
    Num bolo, isso seria motivo de piada!

    ResponderExcluir
  20. Adriano de Moraes08/07/2010 22:42

    Bom Dia a Todos
    Venho aqui colocar mais alguns fatos interessantes sobre esta vacina, leiam e vejam todos os vídeos atentamente.
    Após ler (os links) e escutar os vídeos, acreditar ou não é uma questão somente sua !!!

    Agora é hora da verdade !!!

    http://pt.euronews.net/2010/06/05/gripe-a-novas-acusaces-contra-oms

    Para conhecer um pouco mais sobre o Conselho da Europa.

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Conselho_da_Europa

    WHO swine flu experts 'linked' with drug companies (link ingles)
    http://news.bbc.co.uk/2/hi/health/10235558.stm


    BBC: Especialistas em gripe suína da OMS trabalhavam para a indústria farmacêuticas

    http://www.anovaordemmundial.com/2010/06/bbc-especialistas-em-gripe-suina-da-oms.html


    O Conto da vacina

    http://amigoacarlos.wordpress.com/2010/06/10/o-conto-da-vacina-suina/


    Tomaram uma atitude !!!

    http://www.youtube.com/watch?v=0CVU-35PCGc&playnext_from=TL&videos=NiYEbFU4aDU

    Parabéns aos europeus, parabéns aos poloneses !!!
    Os europeus, principalmente a Polônia não foram atrás da onda.
    A Polônia se recusou aderir a campanha desde o início, na época a OMS tachou eles de um monte de coisas, mas veja abaixo o link.
    Conspiracinistas e pseudo-conspiracionistas do mundo todo agora tem razao !!!!!!!!!!!!

    http://www1.folha.uol.com.br/colunas/marceloleite/747637-o-conto-da-vacina-suina.shtml

    Polônia é elogiada pelo Conselho da Europa por sua estratégia de não vacinação durante a gripe suína
    Conselho da Europa elogiou a ministra da Saúde da Polônia Ewa Kopacz por sua estratégia contra o vírus da gripe suína.
    O Comitê de Assuntos Sociais, de Saúde e da Família disse que a decisão do Ministério da Saúde para não ordenar as vacinas contra H1N1 estava correta, apesar da pressão das companhias farmacêuticas e organizações de saúde. (continua)
    Link:
    http://fimdostempos.net/polonia-vacina.html
    http://gospelbrasil.topicboard.net/escatologia-f17/nao-tome-a-vacina-da-gripe-suina-sem-antes-ver-isto-espalhem-essa-noticia-t3307-75.htm
    http://br24h.com/curiosidades-caso-polonia (se isso é verdade, eu não sei)

    ResponderExcluir
  21. Adriano de Moraes08/07/2010 22:44

    Agora é a hora da verdade !!!

    http://pt.euronews.net/2010/06/05/gripe-a-novas-acusaces-contra-oms

    Para conhecer um pouco mais sobre o Conselho da Europa.

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Conselho_da_Europa

    WHO swine flu experts 'linked' with drug companies (link ingles)
    http://news.bbc.co.uk/2/hi/health/10235558.stm


    BBC: Especialistas em gripe suína da OMS trabalhavam para a indústria farmacêuticas

    http://www.anovaordemmundial.com/2010/06/bbc-especialistas-em-gripe-suina-da-oms.html


    O Conto da vacina

    http://amigoacarlos.wordpress.com/2010/06/10/o-conto-da-vacina-suina/

    ResponderExcluir
  22. Adriano de Moraes08/07/2010 22:45

    Tomaram uma atitude !!!

    http://www.youtube.com/watch?v=0CVU-35PCGc&playnext_from=TL&videos=NiYEbFU4aDU

    Parabéns aos europeus, parabéns aos poloneses !!!
    Os europeus, principalmente a Polônia não foram atrás da onda.
    A Polônia se recusou aderir a campanha desde o início, na época a OMS tachou eles de um monte de coisas, mas veja abaixo o link.
    Conspiracinistas e pseudo-conspiracionistas do mundo todo agora tem razao !!!!!!!!!!!!

    http://www1.folha.uol.com.br/colunas/marceloleite/747637-o-conto-da-vacina-suina.shtml

    Polônia é elogiada pelo Conselho da Europa por sua estratégia de não vacinação durante a gripe suína
    Conselho da Europa elogiou a ministra da Saúde da Polônia Ewa Kopacz por sua estratégia contra o vírus da gripe suína.
    O Comitê de Assuntos Sociais, de Saúde e da Família disse que a decisão do Ministério da Saúde para não ordenar as vacinas contra H1N1 estava correta, apesar da pressão das companhias farmacêuticas e organizações de saúde. (continua)
    Link:
    http://fimdostempos.net/polonia-vacina.html
    http://gospelbrasil.topicboard.net/escatologia-f17/nao-tome-a-vacina-da-gripe-suina-sem-antes-ver-isto-espalhem-essa-noticia-t3307-75.htm
    http://br24h.com/curiosidades-caso-polonia (se isso é verdade, eu não sei)

    ResponderExcluir
  23. Adriano de Moraes08/07/2010 23:07

    E aí meus amigos, depois de terem visto estes links, estas reportagens da própria mídia, o que acham de tudo isso?
    Vocês ainda confiam naqueles que afirmam que a vacina é segura, que a vacina é para nosso bem?
    Acredito que nem mesmos eles sabem do que estão falando e defendendo.
    São funcionários públicos ou não defendendo seus chefes, seus empregos.
    Pior, muitos não querem nem ter o trabalho de pesquisar a respeito do que estão defendendo.
    A maioria ainda acreditam em contos de fadas.

    Vejam:

    "*A Falsa Pandemia: empresas farmacêuticas lucraram com o pânico da gripe
    suína, afirma o chefe da Agência de Saúde Européia *
    O surto de gripe suína era uma “falsa pandemia” movida por empresas de
    medicamentos que fizeram bilhões de libras através do pânico em todo o
    mundo, alegou um importante especialista europeu em saúde.

    Wolfgang Wodarg, chefe de saúde do Conselho da Europa, acusou os fabricantes
    de medicamentos e vacintas da gripe de influenciar a decisão da Organização
    Mundial de Saúde de declarar uma pandemia.

    Isto levou a que as empresas farmacêuticas assegurassem “enormes lucros”,
    enquanto os países, incluindo o Reino Unido, “desperdiçaram” seus parcos
    orçamentos da saúde com milhões que estão sendo vacinados contra uma doença
    relativamente branda."

    Retirado de:
    http://archiver.mailfighter.net/quimicosefarmaceuticosbr/2010/April/3/0000.html

    ResponderExcluir
  24. Adriano de Moraes08/07/2010 23:14

    Você ainda está em dúvida em quem acreditar? Então veja a reportagem a seguir:

    "Cientistas Internacionais Alertam para Doenças e Efeitos Colaterais Danosos Advindos das Vacinas

    5 de março de 2010 – José Ortiz Camargo Neto, jornalista científico trilógico, editor do STOP, e dr. Roberto Giraldo, médico infectologista e imunologista.

    Óbitos e reações “graves e desconhecidas” à vacina da gripe suína foram
    registrados na Suíça e em outros países; vacinas em geral são questionadas há décadas.

    Este artigo é constituído dos seguintes pontos:

    1) Por que este artigo agora?;

    2) Doenças causadas pelas vacinas;

    3) Por que continuam vacinando?;

    4) Como evitar legalmente as vacinas;

    1) Por que este artigo agora?
    (continua em)

    http://m.libertar.eu/diga%20n%C3%A3o%20%C3%A0%20vacina/

    ResponderExcluir
  25. Valeu, Adriano!

    A Europa tem desconfiômetro para vacinas em massa desde a Sabin, contra paralisia infantil. Na época, uns 50 anos atrás, houve uma onda de paralisia infantil na Europa e nos EU. Estes, que como a gente sabe são orientados para o lucro, tanto que cunharam a frase "time is money" e depois disso nunca mais recuperaram o bom senso, desenvolveram a vacina Sabin, vacinaram em massa e a epidemia passou. A Europa não fez nada e a epidemia passou igualmente. Olho vivo!

    ResponderExcluir
  26. Quando eu fui mãe, eu ainda acreditava em vacinas... =( Como um dia tb acreditei que soja era "o máximo"! =/

    Mas, conheço pessoalmente um caso em Portugal, onde a criança contraiu paralisia infantil (45 anos atrás) depois de tomar a Sabin... e o pai era médico! Mas, há quem ache que ele contraiu a doença "apesar de" tomar a vacina...

    Me engana que eu gosto!

    ResponderExcluir
  27. Então, Angela, eu não vacinava meus gatos e um dia eles amanheceram doentes. O gato da moça que trabalhava lá em casa estava com "ronqueira" e ou ela levou o agente infectante nos sapatos ou foi um andaço. Tomaram antibióticos, ficaram bons, a vet me convenceu a vacinar. Vacinei duas vezes e parei. Anos depois conheci outra vet, mais articulada, e perguntei sobre vacinas. Ela me olhou nozóio e disse: só dou quando o dono insiste... =^^=

    ResponderExcluir
  28. Mas esqueci de dizer o que pretendia. É que existe muita manipulação de dados estatísticos em torno dessas questões. Por exemplo, não pode mais morrer de sarampo porque já existe vacina. Se a criança vacinada for desnutrida e morrer seis meses depois, de diarréia, anemia, vermes, não entra nas estatísticas de morte por sarampo. Ou seja, para todos os fins está controlado o sarampo. Que só mata mesmo crianças desnutridas.

    E a seleção natural não tem mais vez, nem no caso dos gatos, nem em qualquer outro. É proibido morrer.

    ResponderExcluir
  29. Pois... e, falando sobre mentiras, vcs conhecem a história - não oficial - do HIV/AIDS?...

    Podem ler sobre o assunto (em Inglês...) AQUI, e ver AQUI um clip de um documentário de 2009 chamado House of Numbers, onde o próprio co-descobridor do virus HIV (Dr. Luc Montaignier, parceiro do Dr. Gallo na teoria de que o HIV causa AIDS) esclarece que a SÍNDROME pode ser revertida apenas com NUTRIÇÃO e HIGIENE, e que é uma bobagem essa dinheirama toda sendo gasta no desenvolvimento de uma "vacina". Por isso é que o problema da AIDS é pior onde a miséria é maior...

    Em poucas palavras, o HIV aparentemente NÃO causa a AIDS, que, como o nome mesmo diz, nem é uma "doença", mas uma SÍNDROME, ou seja um conjunto de sintomas. Uma pessoa pode desenvolver AIDS sem ter o HIV e pode ter o HIV e não desenvolver AIDS.

    Qualquer coisa que debilite o sistema imunológico pode causar AIDS. O HIV nunca contamina uma pessoa com um bom sistema imunológico e só se pode combater a AIDS fortalecendo o sistema imunológico. Os medicamentos "anti-HIV", ao contrário, debilitam ainda mais as defesas imunológicas.

    E assim entra-se em mais um grande círculo vicioso...

    ResponderExcluir
  30. Oi, Angela, bem lembrado! Corroborando: muito já se publicou a esse respeito, inclusive na revista SuperInteressante e num livro da Taps intitulado "E se tudo o que te disseram sobre a aids estiver errado?", além de outras matérias aqui e ali. Mas o povo adora demonizar alguma coisa, "pegar" gripe, ser punido por relações sexuais extracurriculares...

    O Peter Duesberg, retrovirologista laureado da National Academy of Sciences, fez ainda nos anos 1980 uma demonstração de que a origem da imunodeficiência foi o boom da cocaína e do poppers nos meios homossexuais promíscuos da NY e San Francisco. Tentaram comprá-lo com uma indicação ao Nobel mas ele recusou. 500 cientistas constituíram uma Liga para Repensar a Aids mostrando que não havia vírus transmissor. O Luc Montaigner e o Robert Gallo brigaram muito por causa dos royalties dos "testes", e parece que o francês finalmente resolveu morrer com a consciência limpa, depois de ter contribuído para enganar o mundo inteiro. Essa é sem dúvida uma das maiores fraudes da medicina doente, essa que vive de remédio em remédio.

    Quero ver esses links que você apontou, mas não aparecem para mim. Abração!

    ResponderExcluir
  31. UÉ?!!!... queira desculpar... não verifiquei o comentário postado, mas a visualização não rejeitou os links! Aí vão eles de novo!!

    http://www.naturalnews.com/027922_AIDS_David_Icke.html

    http://www.youtube.com/watch?v=WQoNW7lOnT4

    E mais vários documentários aqui: http://www.documentarywire.com/?s=hiv+aids&x=12&y=15

    Beijos!

    ResponderExcluir
  32. Oi, Angela, muito obrigada. E aqui mais um link, para publicações da Taps em português sobre uma outra visão da aids: http://www.taps.org.br/Paginas/OutraaidsPub.html .

    O site do retrovirologista incontestável é www.duesberg.com . Há muito mnaterial sobre ele na web. Beijos :-)

    ResponderExcluir
  33. Valeu, Sonia. É mesmo fundamental a divulgação desse tipo de informação.

    Outro dia, estava eu entrando num restaurante tipo self-service com meu marido, e na entrada tinha um recipiente com álcool gel. Fiz então um comentário irônico com ele, tipo "cadê a gripe deste ano?... daqui a pouco vão dizer que ela não apareceu por causa da vacina..."

    A mulher que estava na nossa frente na fila de entrada, já de uma certa idade, virou-se para trás e falou: "eu é que não tomei essa vacina! a gente que tem internet fica sabendo das coisas e não cai nessa conversa!"

    Achei simplesmente "o máximo"!

    ResponderExcluir
  34. adoro velhinhas internautas, sabem de tudo!

    parabéns a todos pelos posts sobre AIDS, há muitos anos não lia nada tão bom

    ResponderExcluir
  35. Achei ótimos os documentários da House of Numbers que Angela indicou. E vem aí a vacina contra aids, só quero ver quem vai tomar e o tamanho da propaganda para convencer todo mundo de que o risco da epidemia existe...

    ResponderExcluir
  36. É inacreditável. Nos Estados Unidos muitos pais têm que obter liminares judiciais para matricular na escola as crianças não vacinadas. Os padrões para definir o que é realmente perigoso para a população não contemplam a realidade, tudo é projeção. Na África sempre se morreu de diarréia, parasitose, malária, tuberculose e infecções recorrentes. Isso tudo foi apropriado em forma de aids. Quando dizem que há não sei quantos milhões de vítimas da aids na África, é projeção.

    ResponderExcluir
  37. Adriano de Moraes14/07/2010 12:06

    Obrigado as amigas pelos links e comentários sobre a AIDs, já estava pensando que era eu o único que acreditava que esse alarde todo na questão também não passa de $$$$ para alguns.
    Cada vez que fico sabendo destas falcatruas (político/financeiras) fico espantado em ver até onde vai a ganância humana. Parece-me que não existe limite. Quanto mais se ganha $$$$ mais se quer e assim sucessivamente, nunca é o bastante.
    Para terem uma idéia do que é ter uma visão maior das coisas, cito a seguir o meu próprio exemplo.
    A pedido de meu pediatra lá quando eu tinha 2 anos de idade, minha mãe nunca me vacinou e eu estou aqui hoje escrevendo para vocês com 47 anos.
    Agradeço até hoje (em pensamento) a este médico pediatra, por ter tido coragem naquela época e minha mãe é claro em ter acatado o pedido dele.
    Agradeço principalmente pelo fato de que justamente quando eu tinha 2 anos foi o auge da vacinação em massa contra a paralisia infantil.
    Convenhamos não é mesmo? O médico foi corajoso em ir contra a maré.
    Hoje graças a Deus tenho uma saúde de ferro, sem a necessidade de calmantes, antidepressivos e outras tantas porcarias farmacológicas, que por sinal tenho notado que mais e mais pessoas estão aderindo a esta onda, fico espantado.

    ResponderExcluir
  38. Oi, Adriano, o médico foi corajoso e honesto, de fato são poucos - mas existem. Conheço alguns. Não enriqueceram.

    E são poucos os desassombrados que procuram ver o que há por trás da propaganda oficial, como a que o Ministério da Saúde vem mandando para cá e que vou removendo, hoje foram 3 comentários, todos para você. Enquanto não responderem às perguntas que fizemos aqui, não terão direito à palavra.

    Que Ministério da Saúde é esse que não procura tratar os vermes da população? Sabe esse Ministério, ou essa assessoria de marketing chulé, que lombrigas provocam pneumonia? Cadê a eficácia dos postos de saúde? Cadê a implantação dos belíssimos projetos do SUS? Quanto foi negado ao SUS para termos essa campanha de vacinação e esses assessores contratados para perscrutar blogs?

    ResponderExcluir
  39. Sonia Hirsch
    Os exames são realizados para identificar algo que possa trazer danos à saúde.

    Para mais informações:
    comunicacao@saude.gov.br
    www.formspring.me/minsaude

    ResponderExcluir
  40. Gente, que resposta esclarecedora!

    ResponderExcluir
  41. Bom, que os exames são realizados todos sabemos, mas são realizados como? Atendendo a quais interesses? Apresentando quais estatísticas?
    Eu me curei de verminoses por tratamentos naturais, geoterápicos e fitoterápicos descritos em livros da Sonia, a despeito de meus exames de fezes nunca terem apontado vermes. Tb pago plano de saúde, a despeito de morar num país onde há o sistema único de saúde, "um país de todos".
    Eu tb tenho muitas perguntas, assim como as centenas de pessoas nas filas dos hospitais públicos, àqueles que só aparecem no jornal nacional qdo o diretor é denunciado por desvio de verba (verba que vem do meu suado trabalho como contribuinte). Todos nós estamos sem resposta, a Ministra da Saúde do governo da Polônia, onde a mortalidade infantil foi erradicada e o sistema de saúde é realmente único, nos dá respostas mais convincentes. Ministério por ministério, sou mais o de lá, cuja carga tributária ainda é muito menor do que a nossa, não por um acaso a maior do planeta.

    ResponderExcluir
  42. Oi, Carol, essa pessoa que nos escreve não parece poder arcar com questões mais profundas. A resposta saiu evidentemente do dicionário. Se não foi isso, trata-se de conduta simplória demais para merecer respeito. Né não? E viva a Polônia! Pena que a gente não pode votar lá...

    Mas no papel o SUS é maravilhoso. Tem muita gente bacana pensando e desenvolvendo projetos ótimos dentro do MS. Fique claro o que estamos combatendo aqui: vacinação em massa com base em argumentos pra lá de questionáveis. E o que estamos defendendo, entre outras coisas: revisão das normas técnicas para exame de fezes. A norma atual é olhar duas lâminas com amostras. O normal é olhar 40 a 50, com 4 ou 5 tipos diferentes de reagentes. Abração!

    ResponderExcluir
  43. Oi Sônia!

    Há bastante tempo tenho procurado informações a respeito de vacinas na net. Já li alguns de seus livros, e o mais atual, "Mamãe, eu quero", tem servido de base para a minha preparação para a chegada dos 6 meses do meu filhotinho. Ele está com 5 meses, e só mamou no peito até agora.

    A minha gravidez já foi quase uma bomba atômica na família e com o obstetra que me assistia, já que eu fazia o pré-natal do meu jeito, e fiz o parto em casa, da forma mais natural que é possível, que posso contar em outra hora.

    Depois do nascimento dele, um lindo menino, super saudável, levei 15 dias pra conseguir registrá-lo, ouvindo as mais duras críticas de todas as pessoas por quem tive que passar para obter a "autorização" do registro.

    E depois disso, as vacinas...

    Confesso que eu mesma não me sentia plenamente segura numa decisão assim tão radical (de não vacinar), apesar do meu marido ser, pois existem as opiniões que você não consegue deixar de ouvir das avós, tios, amigos, etc.

    Então, quando ele estava com pouco mais de 2 meses, levei-o pela primeira vez a uma pediatra (SUS), para fazer um acompanhamento, ver seu peso, altura, reflexos, etc. E também desejava (de todo o coração) poder conversar com um "profissional de saúde" sobre as dúvidas que me afligiam a respeito das vacinas. Bem, obviamente a conversa nem chegou a acontecer, pois só ao perceber que eu cogitava não vaciná-lo, ela já me tascou a pergunta: "Você já viu como é uma pessoa morrer de tétano?????? Você tem que ver então!!! Você está negando um cuidado ao seu filho!!!"

    Bom, saí de lá desolada, me achando a pior mãe, mas ao chegar em casa e voltar a conversar com meu marido, voltei e me acalmar e decidi procurar informações.

    E foi assim que cheguei ao seu blog!

    É muito difícil se manter numa postura que é contra o sistema e contra tudo aquilo que a maioria das pessoas faz. As pessoas estão acostumadas a aceitar sem questionar, como se não tivessem direito a isso.

    Bem, hoje era só pra te contar brevemente (!!!) a minha historinha e dizer que eu tô por aqui a partir de agora!

    Beijos com carinho,

    Ingrid Prouvot

    ResponderExcluir
  44. Oi, Ingrid, de fato é uma decisão difícil e um caminho espinhoso. Tem que ter muita força no taco pra bancar. Nos EU os pais têm de obter mandado de segurança para poder matricular os filhos na escola sem vacinar. São raros os bem-informados que questionam essas coisas.

    Seja bem-vinda e volte sempre. Um abraço!

    ResponderExcluir
  45. Sonia, o piro é que agora para matricular seu filho na escola, é obrigatório a Carteira de vacinação...dá-lhe por vírus em nossos bebês

    ResponderExcluir
  46. Oi, Drika, ns EU os pais vão à Justiça e conseguem autorização para não vacinar. Aqui não sei se existe algum movimento nesse sentido.

    ResponderExcluir
  47. petterson prado11/04/2011 12:44

    Oi Sonia, estou apresentando um projeto de lei, aqui em Campinas, no qual será proibido exigir qualquer vacinação.
    As vacinas tem o tiomersal, que é usado como conservante, mercúrio e altamente tóxico, além do alumínio que se usa.
    Vários estudos indicam a relação do aumento do autismo e da hiperatividade infantil com as vacinas. Outros problemas neurológicos também estão relacionados.
    Espero obter sucesso.
    Abraços

    ResponderExcluir
  48. Oi, Petterson, isso é briga de cachorro grande e acho muito louvável um vereador consciente brigar pelo direito de escolha. Nos Estados Unidos é preciso impetrar mandado de segurança para matricular na escola os filhos não vacinados. E os Estados Unidos, bem, são a nossa matriz em termos de medicina, né? Infelizmente... Boa sorte, um abraço e conte com o apoio do blog!

    ResponderExcluir
  49. Olá Sonia, apesar deste post ser antigo, só o li agora e fiquei com uma dúvida. Esta semana iria tomar a vacina para Hepatite B e a primeira dose da vacina contra o Tétano. Me preocupo em tomar vacinas, por toda a polêmica que gira em torno destas, mas segundo a minha médica não poderia deixar de tomá-las. Qual a sua opinião sobre essas vacinas? Tenho 25 anos e aqui em Curitiba onde moro as campanhas tem sido grandes, principalmente para a da Hepatite B. Um abraço, Maria

    ResponderExcluir
  50. Oi, Maria, isso é um assunto muito pessoal. Eu não tomo. Mas minha médica também não manda. Aliás, não me trato com alopatia. Prefiro homeopatia, acupuntura, exercícios, boa alimentação, mente tranquila. E digo sempre que quem tem saúde não fica pensando em doença. Um abraço!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário ou pergunta, se quiser, mas saiba que no momento é improvável eu responder, devido a mil coisas, cursos & viagens. Também vem novidade web aí. Agradeço. Abraços, Sonia

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.