segunda-feira, 28 de junho de 2010

Da beleza da vida

Brasil finalmente jogou bem e essas lindas florzinhas de umê (Prunus mume) são a homenagem do blog ao time, que soube honrar a camisa.

Pra quem achou as florzinhas coisa de moça, aviso logo: delas nascerão frutos muito ácidos, para ficar um ano e meio no sal e virar umeboshi, a ameixa salgada japonesa riquíssima em ácido cítrico que resolve qualquer indisposição digestiva, intestinal, dor de cabeça, ressaca, acidez de modo geral. Mais machas, impossível.

45 comentários:

  1. Sonia, que foto mais linda dessas flores-machas-sim-sinhô :-)!!! Mas mesmo sendo ameixas, não estão com a maior cara de cerejeiras?
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Carô, tem jeito de cerejeira e tronco de cerejeira, mas as cerejeiras aqui dão cachinhos, coisa mais fofa, começaram a aparecer agora. Vou ter que postar uma hora dessas, deixa só arranjar o pretexto... Mas de verdade a umê verde é igual a um pêssego pequeno, até no caroço, já reparou? Beijos ♥

    ResponderExcluir
  3. Oie, oie, oie! Está abusada, hein? Mudando de template e tudo! Adorei a nova cara do blog, viu? Parabéns!
    Comi muiiiita umeboshi ano passado por conta do teu Atchiiim! hahahaha Foi minha vacina contra a neura da H1N1.
    Beijo, querida!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ana Corina, que bom você por aqui! E adorei saber da umeboshi vacina contra neura. Contra todas as neuras! :-) Beijos, ótimo dia!

    ResponderExcluir
  5. Sônia, vc está plantando ume e cereja aí em Petrópolis?
    Desculpe a curiosidade, mas por que a umeboshi é vermelha?

    ResponderExcluir
  6. Oi, Carol, não é bem plantando, tenho um pé de umê muito querido, que ainda não deu fruta, e quatro cerejeiras adolescentes; o resto é da mata atlântica.

    A umeboshi é vermelha devido às folhas de shissô - Perilla frutescens - que entram na segunda etapa da conserva e soltam um caldo vermelho. Têm altas propriedades conservantes e fazem uma dobradinha de alto nível com a umê, além de serem muito saborosas. Na Liberdade, em SP, pode-se comprar shissô verde e shissô vermelho, fresco, um luxo. :-)

    ResponderExcluir
  7. Eu não conheço a Liberdade! Tantas idas a SP e nunca fui, vc falou e fiquei ainda mais seca de vontade...

    ResponderExcluir
  8. Ah, é muito melhor do que a Disney! :-) Você entra naquelas lojas e tem tanta coisa, mas tanta coisa, que o dia passa e vc nem percebe. Fora a comida, que é um capítulo à parte. E metrô na porta...

    ResponderExcluir
  9. hehe Eu estou por aqui TODOS os dias, você que não sabe, haha. Te sigo via blogger então vc posta e eu já fico sabendo e correndo aqui pra ler. Estou louca pra liberarem o lufenuron! :-)

    ResponderExcluir
  10. Oi Sonia,
    curto seu trabalho a muito tempo, desde o "Manual do Heroi", que me foi indicado por um professor de acupuntura. E agora descobri seu blog, nossa! tem sido muito bom ler e aprender aqui, com vc e seus colaboradores...
    Dúvida: estou com uma gastrite horrorosa, comer umeboshi é bom? outras dicas?
    bjs e até breve

    ResponderExcluir
  11. Oi, Célia, umeboshi não é boa para gastrite - assumindo que gastrite não seja um problema digestivo, e sim um mau funcionamento do estômago. O que é bom é fazer uma dietinha e tomar sumo de couve-chinesa em jejum (ralar e espremer o talo, ou socar dentro de um paninho e espremer). Melhoras e um abraço!

    ResponderExcluir
  12. Oi Sonia,
    verdade, já estou entrando na dieta, vou tentar o suco...
    obrigada!

    ResponderExcluir
  13. Oi, Celia, não é para tomar muito: menos de meio copo, morninho. :-)

    ResponderExcluir
  14. Veja o que me caiu no colo: http://www.ventausa.com/theproducts.cfm?cat=6&master=7364&owner=739&subcat=2099 hahaha Lembrei de vc na hora. Na verdade, do Manual e da minha neura em matar todos os bichinhos hehe. Beijo!

    ResponderExcluir
  15. Oi, Ana Corina, isso é uma condensação da fórmula super abrangente da dra Clark, que descanse em paz!, mas pode ser tiro de canhão pra matar mosquito. Se for usar, é bom proteger o fígado começando a tomar cardo mariano (Legalon, Silimalon ou manipulado 100 mg) uma semana antes. Fora o precinho salgado, né? US$51 lá, até chegar aqui triplicou... Beijos =^^=

    ResponderExcluir
  16. Nãoooo, só achei sem querer, ri e lembrei das nossas conversas! Vou comprar, não! Sabe o que estou fazendo na água dos filhos peludos? Deixando sempre um dente de alho descascado. O que achas? Beijo!

    ResponderExcluir
  17. Acho bom se o alho ficar tempo suficiente na água antes deles beberem. Que eu saiba, se deixa de molho à noite para tomar de manhã. Também se recomenda dar alho picadinho com a comida. Alho é o máximo, né? Minha cachorrinhas foram desmamadas muito cedo, a mãe tinha 10 anos, então reforçamos a dieta delas com óleo de coco e azeite de alho. Adoram. Beijo!

    ResponderExcluir
  18. Humm... Eu tenho deixado direto. Foi dica de uma veterinária holística que costuma botar ervas etc. na água dos cães conforme a necessidade. O alho seria o 'bom pra tudo'... Eu estava trocando a água todos os dias e o alho a cada 3 dias, até porque eles começam a brotar... Ainda bem que comentei contigo, viu? ;-)

    ResponderExcluir
  19. Oi Sônia!

    Esqueci de comentar no outro post que também moro em Petrópolis, e até por isso queria te fazer duas perguntinhas:

    Onde você costuma comprar umê para fazer a umeboshi? Meus sogros são macrobióticos e sabem fazer, mas o estoque deles da última vez que fizeram já está acabando. Na época eles moravam em Bragança Paulista e tinham facilidade em conseguir, agora tem sido difícil daqui.

    E você conhece aqui na cidade algum médico bacana, mais na linha zen, natureba, etc, que pudesse me recomendar?

    Obrigada e ótimo finzinho de domingo!

    Ingrid Prouvot

    ResponderExcluir
  20. Oi, Ingrid,

    minha médica é Vanize Eyer, homeopata e natureba de visão ampla, tel 24 2243-7184 ou 9954-8255.

    Umê verde eu não encontro no Rio há séculos. Compro umeboshi pronta de um produtor do Paraná, 3 ou 4 quilos, e deixo envelhecer. É das que só levam ume, sal e shissô. Costumo encontrar na Casa Galvão Bueno, na Liberdade, em SP. Um abraço!

    ResponderExcluir
  21. Obrigada, Sônia! Vou ver se encontro!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  22. Oi Sônia querida!

    Tô sempre por aqui, lendo seus artigos e acompanhando suas aventuras virtualmente!

    Hoje estou aqui de novo pelo mesmo assunto do post!

    Consegui um fornecedor de umê verde e estou mandando entregar aqui em casa, em Petrópolis, acho que ainda essa semana.

    Não sei se você já conseguiu comprar, ou se ainda tem umeboshis, mas pensei em perguntar se você quer aproveitar e comprar junto um pouco.

    Caso queira, me avise que eu te mando os detalhes, ok? Devo fechar o pedido amanhã.

    Um beijo grande,

    Ingrid Prouvot

    ResponderExcluir
  23. Oi, Ingrid, que ótima notícia! No momento estou bem de umê, mas vou me preparar para comprar com você no ano que vem, posso? Obrigadíssima, um abraço!

    ResponderExcluir
  24. Oi Sônia!

    Mas claro! Vou guardar esse contato com o maior cuidado e carinho, pois foi super difícil conseguir. E é direto com um produtor da fruta!

    Um beijão grande!

    Ingrid

    ResponderExcluir
  25. Oi, Ingrid, e ele vai te entregar também as folhas de shisso (perilla)? Oba, tomara que venham umes polpudas. O meu pé deu muita flor este ano, de longe parecia um gigantesco saco de pipocas, mas nem uma fruta. Talvez falte outro pé para a polinização... Beijão!

    ResponderExcluir
  26. Ingrid Prouvot21/09/2011 23:18

    Oi Sônia!

    O meu sogro, que é quem vai fazer as umeboshis, disse que não usa as folhas se shisso em sua receita. A receita dele é muito antiga (mais de 20 anos).
    As umês devem chegar na segunda-feira, daí venho te contar como elas chegaram! ☺

    Um beijão pra você!

    Ingrid

    ResponderExcluir
  27. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  28. Olá Sônia,
    Comecei a pesquisar umeboshi porque estou com muita acidez no estômago e me recomendaram comer 1 por dia. Nesta pesquisa acabei encontrando o seu blog. Você sabe onde posso comprar umeboshi no Rio ou em Petrópolis? Vi que você tem um pé, você pode informar onde posso comprar um também?
    Muito obrigada, Luciana

    ResponderExcluir
  29. Olá Sônia,
    Comecei a pesquisar umeboshi porque estou com muita acidez no estômago e me recomendaram comer 1 por dia. Nesta pesquisa acabei encontrando o seu blog. Você sabe onde posso comprar umeboshi no Rio ou em Petrópolis? Vi que você tem um pé, você pode informar onde posso comprar um também?
    Muito obrigada, Luciana

    ResponderExcluir
  30. Oi, Luciana, geralmente você encontra a umeboshi, ou ume-zuke, nas lojas japonesas do Rio. Procure a que estiver mais velha na prateleira, porque ela só fica boa mesmo como alimento medicinal depois de curtir no sal durante ano e meio. Dá em setembro, de modo que as produzidas em 2011 não têm um ano ainda.

    Eu gosto de folhas e folhinhas verdes para combater a acidez - qualquer folha refogada em pouco azeite, com ou sem sal e alho, e ramos de salsinha, coentro, hortelã e manjericão, por exemplo, comidos ao longo do dia como belisquetes. Salsinha é premium. Aipo também é bom. Sem esquecer de evitar o que está provocando essa acidez, né? Um abraço!

    ResponderExcluir
  31. Ah: o pé de ume eu ganhei de um amigo, veio do interior de SP. Não sei dizer onde você encontra. O meu fica coberto de flores nesta época - já está começando - mas ainda não deu, e acho que é por falta de companhia...

    ResponderExcluir
  32. Quero muito comprar este produto, por favor avise-me quando chegar ou então me indique um local para compra. Sempre recomendo Umebosh e outros produtos japoneses às minhas alunas.
    Obrigada e aguardo resposta.

    http://marciacarioni.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  33. Oi, Marcia, eu compro na Liberdade, em SP. Várias lojas têm a ume em conserva, umeboshi, mas é preciso ler os rótulos: a boa só leva ume, sal e shisso. Um bom endereço é a Marukai, na R. Galvão Bueno perto da praça do metrô. Um abraço!

    ResponderExcluir
  34. Silvia - BH15/09/2013 23:05

    Sonia,

    O tal apple cider vinegar o que é? Como se consegue dele aqui no Brasil?

    Procurei um texto com vinagre para postar esta pergunta. Ainda tenho um pouco de vinagre de umê que comprei em bom restaurante macrobiótico. Uma delicia, azedinho com sabor peculiar.

    Você fala da Liberdade. Estive há muitos anos, talvez uns vinte e não mais voltei. Nossa, como mudou! :(

    Um beijo,
    Silvia - BH

    ResponderExcluir
  35. Oi, Silvia, o apple cider vinegar é o vinagre de sidra, sendo sidra o vinho feito de maçã - aquele substituto baratinho de champanhe.

    Também amo vinagre de umê, pena que é tão raro encontrar. Abração!

    ResponderExcluir
  36. Silvai - BH17/09/2013 01:12

    Melhorou mas estou quase que na mesma. Ou seja, como o obtenho? E é este vinagre tão superior a outros?

    Encontra-se em lojas de produtos naturais? Se comprar uma garrafa de sidra qual o processo para torná-la garrafa de vinagre?

    ResponderExcluir
  37. Silvia, não sei se por aqui você encontra vinagre de sidra. Mas acho que qualquer vinagre de maçã é bom. E também temos os de arroz, de vinho e de outras frutas. Na verdade, em matéria de vinagre só não é bom o de álcool - e não é bom usar muito.

    O vinagre de ume é completamente diferente porque não vem de uma grande fermentação; é o caldo que a fruta solta quando prensada com sal. A acidez, portanto, não é majoritariamente dos açúcares fermentados, mas da própria ume. Um abraço!

    ResponderExcluir
  38. Silvia - BH19/09/2013 19:54

    Discordo, discordo!!! Vinagre de alcool é o melhor para... o enxague de roupas!

    Legal aprender sobre o vinagre de ume. Ok, vou deixar o vinagre de sidra pra quem é do outro hemisfério.

    ResponderExcluir
  39. Silvia - BH02/10/2013 16:04

    Sonia,

    Estive na Liberdade e vi vinagres importados. Estavam servindo licor de ..umê e provei-o, mas não gostei.

    Bom mesmo foi voltar para casa e ir a loja de organicos em BH (Fito) e encontrar uma bonita garrafa com vinagre orgãnico de maçã! Junto a tampa, um papel enroladinho com explicações sobre seu uso medicinal e nutricional. http://www.vinagreorganico.com.br/

    Este só conheço na rede: http://vinagremontesverdes.com.br/ Não mencionam se a maçã é orgânica mas promovem a medicina popular de Vermont de onde veio esta onda de usar o vingagre de maçã. Vem a mãe do vinagre (a isca pro assim dizer) e o preço é menor do que o outro.
    Foi só fazer a pergunta aqui e pronto, acabei encontrando a resposta!!!

    Um beijo,
    Silvia

    ResponderExcluir
  40. Leitor bacana é assim, Silvia: faz a pergunta e traz as respostas :-)

    ResponderExcluir
  41. Silvia - BH21/01/2014 22:22

    Vou comentar como tem sido o uso deste vinagre. No começo, usei como indicado. Depois adaptei. Uma colher de sopa em quase um litro de água. Tomo durante a manhã desde que acordo. Notei a pele do rosto mais lisa, com um brilho, mais bem hidratada. Alias, eu mal notei, uma pessoa amiga é quem notou e ai confirmei a impressão. Passei uns dias sem ele, em viagem, e senti falta, assim como das duas ou tres castanhas do pará que como diariamente à noite.

    Do modo como faço a água tem um leve gostinho diferente que me agrada. Tentei com um outro vinagre quando viajei mas não resultou em paladar tão bom.

    Pra quem quiser ler mais sobre vinagre a Sonia comentou neste post (ver nos comentários)
    http://www.soniahirsch.com/2010/05/comer-bem-querida-salmoura.html

    ResponderExcluir
  42. Silvia - BH02/09/2014 00:50

    De um post antigo:

    "Oi Sônia!!! Na minha cidade varias pessoas estao tomando vinagre de cidra com mel. Dizem que é otimo e cura muitas doenças...."

    "O vinagre tem algumas virtudes, especialmente para a digestão, mas é um sabor considerado ofensivo pela medicina chinesa, o que quer dizer forte demais. Uma colherinha de vinagre de cidra, arroz, maçã ou vinho num copo de água pode ser aceitável; não sei a dosagem usada na sua cidade; o mel lubrifica os intestinos, ajuda a descarregar muco respiratório e digestivo, a combinação pode ter sabedoria. Só dá para decidir observando ou experimentando!" SH
    04/08/09 10:28
    http://www.soniahirsch.com/2009/04/curcuma-ou-acafrao-da-terra-todo-dia.html

    Continuo tomando. Duas moças também tomaram e ficaram com a pele mais viçosa. Agora já tem a maãe do vinagre no que uso.

    Encontrei um vinagre de umê e estou tomando umas gotinhas por puro prazer. E também porque sei que é bom.

    ResponderExcluir
  43. Oi, Silvia, o "vinagre" de ume é bem diferente dos outros, devido à forte presença do sal que controla a fermentação.

    O que vem a ser a mãe do vinagre? O mosto?

    ResponderExcluir
  44. Oi, Sônia. Como vai? Estou lendo o "Candidíase"e estou gostando muito. Começando a dieta, aos poucos. Sofro há algum tempo com candidíase vaginal e inflamações recorrentes, imunidade baixa, fadiga, etc. Estou tentando encontrar a umê aqui no Rio, mas está difícil. Li um comentário seu falando do produtor do Paraná, você poderia me passar o contato? Um abraço e um beijo!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário ou pergunta, se quiser, mas saiba que no momento é improvável eu responder, devido a mil coisas, cursos & viagens. Também vem novidade web aí. Agradeço. Abraços, Sonia

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.