segunda-feira, 15 de março de 2010

Cozinha medicinal: Kvass de beterraba controla cândida?

Estava pesquisando sobre gordura & candidíase no livro Eat fat, loose fat, de Mary Enig e Sally Fallon, da Weston A. Price Foundation, quando me  deparei com o seguinte texto: "Christine sofreu com candidíase muitos anos (...) e começou a tomar o kvass de beterraba, uma xícara antes de cada refeição. Os resultados foram mágicos. Os sintomas de cândida desapareceram imediatamente e a fadiga também."

Kvass é uma bebida fermentada de origem russa, geralmente feita a partir de um pedaço de pão seco, ou da própria massa crua do pão. Refresca, alimenta e é muito popular. Tem sido amplamente usado na Europa em terapias contra o câncer. Depoimentos de adeptos indicam que é excelente contra fadiga crônica, sensibilidade a produtos químicos, alergias e problemas digestivos.

O kvass de beterraba aparentemente ajuda no controle da candidíase por seus "extraordinários poderes curativos: grande tônico do sangue, promove a regularidade intestinal, ajuda a digestão, alcaliniza o sangue, limpa o fígado e é um bom tratamento para pedras nos rins". Não é propriamente gostoso, mas cerveja também não é e a gente bebe, e ainda por cima a cor é linda.

Modo de fazer:

. 2 beterrabas médias ou 3 pequenas, orgânicas, sem casca, picadas com faca (não raladas nem processadas)

. 1/4 de xícara de soro de leite feito em casa (colocar leite cru numa vasilha e deixar talhar, coar num pano e colher o soro em outra vasilha) (o coalho, pendurado numa trouxinha de pano durante a noite, vira um queijinho para a turma que não está em dieta)

. 1 colher de chá de sal

Colocar as beterrabas picadas, o soro e o sal num vidro de 1 litro, completar com água filtrada. Mexer, tampar bem e manter à temperatura ambiente por 2 dias; então guardar na geladeira. Ele faz bolinhas. Coar e servir. Tomar 2 xícaras por dia, tirando-as da geladeira algumas horas antes.

Quando o kvas estiver quase acabando, encher novamente o vidro com água filtrada, tampar bem, deixar 2 dias à temperatura ambiente e guardar na geladeira. Tomar e depois descartar tudo, começando novamente com beterrabas frescas.

112 comentários:

  1. oi, sonia, tudo bem?
    o soro do yogurte tambem vale? aquele que escorre quando a gente faz a coalhada seca.
    bj
    achei super legal essa receita, abraços

    ResponderExcluir
  2. Não, querida, é totalmente outra coisa. Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Opções veganas pra receita? Rejuvelac talvez?

    ResponderExcluir
  4. Oi Sonia, sobre o leite dito "cru", entendo que não serve o leite parbolizado ou em pó, ou mesmo o tipo C, não é isso? Grande abraços, Rosa.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Rosa, cru seria não pasteurizado, de vaca, cabra, ovelha. Tem que batalhar um pouco pra conseguir, mas consegue.

    Agora, nada impede de tentar fazer com o leite comum e ver se dá pé. Abração!

    ResponderExcluir
  6. Sonia, que legal compartilhar das tuas leituras, é um presente especial... será que a beterraba, assim fermentada, deixa de ser yin?

    ResponderExcluir
  7. Oi, Vera, acredito que pela visão macrô fique ainda mais yin, já que fermenta, faz bolhas, elas sobem, tudo se expande. Mas e daí, o que significa de fato isso? Uma infecção por cândida é yin? É yang? Mas se a beterraba fortalece o sangue, continua sendo yin? Caminho difícil. Por isso raramente uso esse tipo de classificação. E em certos casos, como este, vendo o peixe pelo preço que comprei... 6a feira próxima devo ter acesso a beterrabas orgânicas e vou fazer o kvass para experimentar. Até lá, confio na Mary Enig e na Sally Fallon. Beijo!

    ResponderExcluir
  8. Oi Sonia, tudo bem?
    Acompanho sempre seu blog e adoro viu!
    Olha queria saber sua opinão se devemos ou não tomar a vacina da gripe suína.
    Um beijo
    Kátia

    ResponderExcluir
  9. Oi, Kátia, em primeiro lugar não acredito nessa gripe; em segundo lugar não acredito muito em vacinas, não tomo, não vacino os bichos, acompanho há muitos anos quem não vacina os filhos; em terceiro lugar acho o sistema dito de "saúde" completamente vendido à indústria farmacêutica e de tecnologia diagnóstica; em quarto lugar, recomendo que leiam meu livro Atchiiim! e aprendam a prevenir e tratar não só essa, mas qualquer gripe. Nem o rei dos vírus, com seu exército de virus, consegue pegar uma pessoa que não esteja prontinha pra passar mal.

    Agora: se você deve tomar a vacina ou não, é um palpite que não posso dar... :-) Beijo!

    ResponderExcluir
  10. Nossa é um santo remedio então? Aqui em casa tem de tudo pra curar, rsrs.

    parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  11. Valeu, Véia! Depois volte pra contar se foi bom :-)

    ResponderExcluir
  12. Sônia,

    qual a temperatura do ambiente do lugar de origem da receita? Aqui é quente e seco, larga um trem desse no tempo, mesmo protegido, no verão aqui é capaz de criar uma tapete de mofo colorido em 2 dias. Semente germinando, no verão, se não rega umas 4 vezes por dia e drena muito bem vira tapete de mofo.

    Rosa, eu já fiz muito queijinho assim com leite tipo C, mas isso foi há uns 20 anos atrás.

    Moçada, eu não 'pego' gripe. O 'segredo'? O mesmo para ficar sem TPM: comer 'direito' e praticar Hatha Yoga. O moço aqui de casa vivia caído de gripe (uma por mês), mas depois que ele tomou um rumo certo na hora de fazer o prato, a vida dele mudou pra melhor.

    BeijOMs,

    ResponderExcluir
  13. Sônia, que ótimo, vou fazer! Pena que acabei de comer as últimas beterrabinhas orgânicas que tinha aqui em casa. Fui pesquisar e o Dom (aquele expert em kefir que tem um super site) disse assim num fórum:

    "...I would like to add to this in that for those who prefer a vegan kvass, and to extend on the traditional recipe, water kefir can be used in place of kefir-whey or whey as suggested by Sally Fallon. What this means is that a strained, ready-to-drink water kefir which is prepared according to the traditional recipe [5-10% sugar/water slice of lemon and dry fig, fermented with water kefir grains for 24 -48 hours and then strained], is used in place of whey and water in the suggested recipe. Water kefir used like so will start the fermentation process, and a kvass will be ready within a shorter time frame. It shall have lots of fizz and good flavour, including probiotic strains, or at least one can be reassured that good bacteria and yeasts are to be found in the kvass."
    http://editor.nourishedmagazine.com.au/articles/beet-kvass

    Então dá para fazer com soro de kefir de leite, e para os veganos com kefir de água.

    ResponderExcluir
  14. Acabei de ler no "nourishing traditions", também da Sally Fallon, que no Kwass é para usar soro em geral; ela não especifica qual e manda ler a receita de soro. Na receita de soro tem de kefir, de leitelho, leite cru ou piima. Qualquer um serve mesmo, que bom!

    ResponderExcluir
  15. Oi, estelaalb, minha questão não é se a coisa fermenta. É que tipo de fermento vai rolar - e se controla a candidíase. Como você sabe, o mundo dos fermentos é muito grande, e nem todo produto fermentado cai bem nessa situação. Por exemplo, não dá para controlar a cândida com cerveja ou vinho. Infelizmente.

    Assim que li o Nourishing Traditions fiz várias conservas com o soro do leite cru da fazenda aqui ao lado. Duraram cinco anos na geladeira. Antes eu fazia só com sal, também ficavam maravilhosas, mas a duração era menor. Salmoura é boa alternativa para o kvass quando não houver um soro de leite bacana. Havendo, melhor que seja de leite orgânico cru - porque o pasteurizado vai ter mais micróbios mortos, entre os quais se incluem as bactérias boas. Aliás, a Mary e a Sally endeusam o leite cru. Ser cru é o que faz a diferença. Olho vivo. Abração!

    ResponderExcluir
  16. Oi, MaFê, quando falamos em temperatura ambiente é sempre uma que seja confortável para o corpo humano, algo entre 20 e 30 graus. Temperatura de cozinha. Pode ficar mais frio, ou um pouco mais quente, sem necessariamente estragar. Você teria que dar um jeito de manter o vidro em temperatura mais baixa, se acha que é muito alta.

    ResponderExcluir
  17. Sônia,

    sinceridade?
    Eu não gosto de cerveja...
    Vou deixar essa pra quando e se eu precisar, risos...
    [Amarelei, ;-)]

    ResponderExcluir
  18. oi Sônia

    Deixeu ver se entendi... então, mesmo se for feito a partir de leite cru, o soro para o kwass específico para a candidíase tem que ser o do próprio leite, e não do kefir ou iogurte feitos a partir dele, certo?

    Outra questão, quem sabe você faz um post pra gente sobre isso. O leite cru tem a venda proibida no Brasil. Então tem que encontram um fornecedor orgânico disposto a te dar. Difícil. Mas aí ele tem que ser super confiável, pois a pasteurização, afinal, é pra matar coisas ruins também.

    Eu não sei avaliar o que é "confiável". O meu fornecedor de leite orgânico eu acho confiável (levei o meu amigo vet para avaliar a fazenda, hehehe!), mas ele pasteuriza e se recusa a dar ou vender sem ser pasteurizado, por causa da lei.

    Como a gente faz pra ter leite cru com o máximo de segurança? O que é legal observar? Quais são os possíveis riscos? Ou vc acha que é só uma lei sem sentido, como a que agora proíbe a venda de semente de papoula para fins culinários?

    ufa, falei demais! beijão

    ResponderExcluir
  19. Ah, pois é, que mundinho louco esse. Às vezes também fico doidinha com essas contradições todas, mas vou tratando de passar a informação boa que cai na minha rede.

    O que eu sei sobre o leite é que ele não costuma ser pasteurizado na origem, pois isso exige equipamento e instalações; então a lei autoriza a colocar 2% de formol para ele não degradar ate chegar à cooperativa onde será processado. Leite com formol faz uma boa fermentação?

    E o que a lei vê é que a coleta do leite pode ter sido feita sem higiene, portanto a preocupação se justifica. Presença de coliformes fecais, etc. Mas mesmo os coliformes fecais são tolerados até certo ponto nos leites embalados, ou seja, a pasteurização não acaba com tudo. Não existe a perfeição que se quer fazer crer.

    Eu também não sei, não sei mesmo, se esse Kvass de beterraba controla candidíase. Vem de boa fonte, mas mesmo boas fontes cometem erros. Por isso botei uma interrogação no título. Como há muitas leitoras nessa batalha, e seria uma produção fácil e barata de probióticos, postei. Mas vai que a moça usa e piora? Ai meu Deus!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  20. Oi Sönia! Meu marido é de San Javier, colônia russa na fronteira do Uruguai com a Argentina. Das vezes que passamos por lá aprendi outra receita de Kvass: 200gr de mel, 800 ml de água, 1 folha de parreira inteira antes de tampar o vidro. Os russos de San Javier colocam um pouquinho de fermento fresco de pao, ou massa crua. Eu inventei de colocar uns graozinhos de kefir de água e ficou muito bom, e gostoso! Que tu acha dessa receita? Será que tem a mesma funçao da de beterraba?

    ResponderExcluir
  21. ai Sônia, não comprica a minha vida! :-) Olha, então leite que é pasteurizado ali no pé da vaca (pra ser romântica) não seria tão ruim quanto o que não é, pois não tem o formol... Essa do formol eu sabia no "leite" de caixinha, que nem mais leite é. Eu vou tentar com o do meu fornecedor orgânico então, mesmo pasteurizado, que é feito tudo lá sem formol. beijos e obrigada, se piorar venho aqui reclamar! :P

    ResponderExcluir
  22. Oi, Estela, faça isso e conte tudo depois, se piorar nós recrama em coro com a Mary e a Sally. Eu num quero compricá a vida de ninguém, mas olha só o tamanho da minha responsabilidade quando passo informação aqui. Tenho que procurar o melhor, né? Beijo! :-)

    ResponderExcluir
  23. Oi, La Tribu, esses Kvass são muito conhecidos na Rússia, eram vendidos na rua em carrocinhas antes do capitalismo chegar com os refrigerantes e tinham essa mesma função de refrescar. Há inúmeras receitas.

    O que penso que faz diferença no de beterraba é que ela tem poderes nutricionais muito especiais, que esses outros ingredientes não têm. É um tônico do sangue. Supondo que a pessoa com candidíase esteja vazia de vitaminas e minerais, e que a função probiótica seja correta, só pode ajudar - mesmo que não colonize a flora, como fazem os lactobacilos acidofilus, bifidus, bulgaricus, sporogenes e laterosporus, ufa...

    ResponderExcluir
  24. sonia nao consigo fazer o oleo de coco por favor me ensine pois a candidiase esta me enlouquecendo ja nao consigo me concenntrar e me lembrar das coisas estou desesperada beijos

    ResponderExcluir
  25. Pois lá vai, de novo, o endereço das receitas de como fazer o óleo de coco em casa: http://www.soniahirsch.com/2009/08/oleo-virgem-de-coco-como-fazer-em-casa.html

    ResponderExcluir
  26. Sonia, vc tem fornecedor de leite cru aqui no Rio? Estou pesquisando isso e não consigo descobrir...mesmo leite organico sme ser cru ta dificil de encontrar.
    Agradeço se vc puder passar a indicação, se tiver.
    beijo
    Renata

    ResponderExcluir
  27. Oi, Renata, já procurou na feirinha orgânica que acontece aos sábados na Rua do Russel? Devem saber te informar. Um abraço!

    ResponderExcluir
  28. Sônia, bom dia!
    Por favor, vc. pode falar como colocar o leite para talhar, tem que colocar algo no leite?

    ResponderExcluir
  29. Bom dia! O leite talha naturalmente quando você o deixa de lado, numa vasilha de louça, coberto por um pano ou peneira. Para talhar mais rápido pode-se usar uma "semente" de fermento, como um pouco de coalhada, limão ou vinagre.

    ResponderExcluir
  30. Graça Neves18/05/2010 22:25

    Oi SÔNIA estou maravilhada com tanto ensinamento,adoro seu jeito de responder.
    Fiz o kvass de beterraba q fez mto bem pra mim e meu marido.Estou com mto mais disposição
    e alegria.Antes não conseguia fazer quase nada.[depressão,desânimo,cansaço a mais de 40 anos].Bendito KVASS.BJS

    ResponderExcluir
  31. Complemento meu comentário-resposta de 21/4: para obter um soro eficaz, tendo em vista as conservas, o limão e o vinagre não servem. Agem muito rápido no sentido de coagular as proteinas insolúveis mas não formam os lactobacilos pretendidos.

    ResponderExcluir
  32. Oi, Graça, você nem imagina como fiquei feliz com o seu retorno positivo. Estou com beterrabinhas orgânicas para fazer o kvass e vou tomar providências JÁ! Um abração pra você e seu marido!

    ResponderExcluir
  33. Para as mulheres dizem que se for candidíase na vagina é bom fazer banho com oregano dizem ser milagroso.

    ResponderExcluir
  34. É verdade - banhar com o chá de orégano alivia. Mas não repõe a flora vaginal, que é o que o kvass de beterraba também faz.

    ResponderExcluir
  35. Graça Neves25/05/2010 22:45

    Oi Sônia é Graça Neves de novo,mto feliz com o
    kvass de beterraba,continuo tomando com meu marido.VC pode me informar onde obter + informações em portugues sôbre quais as vitaminas ou nutrientes q resulta da mistura dos ingredientes,o q faz no organismo para dar energia[qual alquimia maravilhosa acontece]e como o organismo reage tão bem.
    Agradeço mto.BJS

    ResponderExcluir
  36. Oi, Graça, também estou tomando o kvass há alguns dias, de fato ele dá uma sensação muito boa. A beterraba sempre foi indicada para limpar e fortalecer o sangue, por suas boas qualidades. Ela é muito rica em folacina, potássio, magnésio e enxofre.

    A folacina, ou ácido fólico, faz parte do complexo B e é a vitamina anti-senil por excelência. Faz diferença em unhas, cabelos, medula óssea, sistema imunológico, células vermelhas e algumas membranas mucosas que dependem diretamente dela.

    O potássio, um mineral, contribui para a transmissão dos impulsos nervosos, o controle das contrações musculares do esqueleto e a normalidade da pressão sanguínea. Interage com o sódio (no caso o sal do kvass) no equilíbrio dos fluidos corporais e participa do metabolismo de carboidratos e proteínas. Também é anti-senil.

    O magnésio trabalha com o fósforo para fixar o cálcio nos ossos e nos dentes e permite que toda a musculatura do corpo relaxe após uma contração. Regula o aproveitamento de diversas vitaminas, inclusive do complexo B.

    O enxofre é antibiótico natural, desintoxicante, antioxidante e radioprotetor. Limita e desativa isótopos radiativos e metais pesados como cádmio, chumbo e mercúrio. Desintoxica fígado e rins.

    Copiei isso do meu livro "O mínimo para você se sentir o máximo". Muito obrigada, Graça, pela boa pergunta! Um abraço!

    ResponderExcluir
  37. Oi, Sonia,
    De post em post vim parar novamente aqui e estava lendo sobre as maravilhas da beterraba. Esses dias li num blog uma mãe dizendo que o médico tinha condenado a beterraba pq contém muito açúcar, pouco ferro e é pouco nutritiva. Fiquei meio assim, até pq pra mim ela faz bem e solta meu intestino. Agora lendo sobre ela aqui, vi que fiz bem em não ter parado de comer só pelo o que o médico falou.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  38. Maria da Graça Neves Gabriel16/06/2010 20:19

    Oi Sonia agradeço mto a resposta sobre a beterraba,mas quero tbem saber da associação
    dela com o sôro do leite[no q se tranforma].
    Aproveitando a sua gentileza gostaria de saber:sempre q queremos fermentar alguma coisa
    devemos cobrir com pano?
    E novamente sobre o kvass aparecem umas natas em cima,são prejudiciais?
    Qto tempo posso tomar? continuo preparando.
    Fico mto grata por tudo q estou aprendendo.BEIJO.

    ResponderExcluir
  39. Oi, Graça, o soro do leite contém lactobacilos que aceleram e controlam, como o sal, o processo de fermentação. Não penso que se transforme. A nata é do soro, algumas proteínas que se aglutinam. Pode retirar. Não há restrição a tomar sempre.

    Costuma-se cobrir com um pano as conservas que estão à temperatura ambiente. Para colhar o leite é essencial. Para germinar grãos, usa-se filó. As conservas de vegetais suportam bem uma tampa frouxa. Tudo de bom, um abraço!

    ResponderExcluir
  40. Digo, coalhar o leite. Meu teclado está meio entupido de pelos de gato... =^^=

    ResponderExcluir
  41. ...e os óculos, provavelmente, também... =oo=

    ResponderExcluir
  42. Não resisti ao gato =^^= e aos óculos =oo= fofíssimos! =) E acho que também não vou resistir ao kvass de beterraba!

    ResponderExcluir
  43. afinal serve pra candidiase o nao serve esse kvass d beterraba???? saiu totalment do foco, por favor alguem me ajuda entender afinal pra q serve essa receita????????? aguardo anciosamente!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  44. Serve pra você experimentar, amiga, se estiver a fim. Um abraço!

    ResponderExcluir
  45. Vai uma coca cola aí?
    :-P

    http://lambaritalia.blogspot.com/2010/06/coca-cola-inicia-venda-de-kvass.html

    ResponderExcluir
  46. Oi, Dudu, o kvass tradicional é mesmo feito com pão fermentado. Resta ver o que a Co. está acrescentando à fórmula. Achei curioso estarem distribuindo numa rede chamada Whole Food... Valeu!

    ResponderExcluir
  47. masculino anonimo,boa noite tenho essa candida a uns 7 meses por quanto tempo tenho q beber esse kvass de beterraba ?

    ResponderExcluir
  48. Um ser masculino: Desculpem-me a intromissão, mas tenho sofrido com candida recidiva há 6 meses seguidos (coisa rara em homens)... me curei dos dois ultimos meses iniciando com óleo de coco extra-virgem da COPRAL ( bebendo e usando no local) e depois que melhorei bastante entrei com umas cápsulas compradas da Nova Zelândia juntamente com um pomada para uso íntimo. Como estou quase 100% me sinto na obrigação de repassar estas informações pq. sei que o sofrimento é muito grande. Se eu ajudar uma pessoa já estarei feliz.

    ResponderExcluir
  49. Bem-vindo, ser masculino, fique à vontade para comentar sempre. Não digo que é uma alegria ver um homem se queixando de candidíase, mas é ótimo os outros homens saberem que isso não é coisa só de mulher - e dá em qualquer parte do corpo. Um abraço!

    ResponderExcluir
  50. Fiz o kvass, mais ele não fermentou, só aparece o gosto do sal na hora de tomar, não fez bolinhas nada, fiz com leite de pacote que deixei coalhar, será por isso? mesmo assim estou tomando, mais precisava dos lactobacilos do kvass, por causa da candida, alguma outra dica agradeço. Obrigado

    ResponderExcluir
  51. Oi, Izabela, se assim o soro não fermentou seria legal você comprar um pacotinho de lactobacilos e fermentar com eles, é mais garantido. Ou fazer com 1 xícara de coalhada já pronta.

    Também pode ter havido excesso de sal. Um abraço!

    ResponderExcluir
  52. URGENTE!!!
    Sônia, fiz o kvas direitinho como vc falou. Fiquei em dúvida se deveria cobrir com um pano ou com a tampa do vidro mesmo. Mas no livro vc diz "tampe muito bem" então cobri com um fácil pack e coloquei a tampa.
    Agora de manhã fui lá olhar (faz 72 hrs hj ás 3h00)e está com um mofo por cima. É normal?
    Retiro o mofo e bebo?
    E devo beber meia hora antes de cada refeição e com o estômago vazio, igual as capsulas de lactobacilos?
    Obrigada, viu?
    Seus livros estão mjudando minha vida. É realmente uma revolução!
    Beijão

    ResponderExcluir
  53. Socorro, amiga, o que é fácil pack? Se for aquele malfadado filme de pvc, não deveria ser usado porque não é inócuo; basta a tampa. Ou um pires. Ou uma fraldinha dobrada. O mofinho branco você retira e pronto. Pode tomar imediatamente antes da refeição, não precisa esperar meia hora se não quiser. Cada um vai se adaptando a seu modo. Os fermentados comestíveis, por exemplo, são parte do prato de comida. E obrigada a você também! Um abraço!

    ResponderExcluir
  54. Não, é mofo verde ou preto.
    Eca!

    ResponderExcluir
  55. Facil Pack é filme plástico.
    :)

    ResponderExcluir
  56. Olá, Sonia
    Estou há duas semanas fazendo a dieta que você propõe no livro e já estou sentindo uma disposição tão grande que há muito não sentia.
    Fiz o kvass de beterraba com o soro do iogurte feito com lactobacilos, parece que deu certinho, vou começar a tomar ainda hoje.
    No livro você não fala do reaproveitamento que fala aqui. Posso reaproveitar as beterrabas, ou é melhor já descartar da primeira vez?
    E vamos coando e tomando ainda a partir do vidro inicial, ou podemos coar todo o líquido e já começar a preparar a nova leva, para não faltar?

    muito obrigada!

    Lizandra

    ResponderExcluir
  57. Oi, Lizandra, bom saber que a dieta está te fazendo bem! :-)

    As minhas beterrabinhas orgânicas ficaram tão sem cor depois da primeira leva que resolvi provar e achei que estavam esgotadas. Por isso não indiquei no livro. Quando postei a receita aqui ainda não tinha experimentado. Um abraço!

    ResponderExcluir
  58. Oi Sônia, posso usar o leite de saquinho tipo A e talhá-lo com limão e depois usá-lo p/ preparar o kvass ou ou nem precisaria do limão?

    (fugindo um pouco do assunto)...
    Tenho acompanhado quase tudo sobre candidíase no seu blog e juntei informações mto úteis, tratei com cápsulas de óleo de alho, multivitamínicos e a compressa de alho e cortar doces (q ainda é difícil). Foi mto bom, tanto q nos meus exames de rotina atual não deram cândida, mas agora to com a tal da vaginose bacteriana, apesar de já sentir há algum tempo mau cheiro qd menstruava, mas não sabia o q era, hj eu tenho certeza q é por causa da cândida frequente durante 4 anos e não por qntidade de parceiros, pois só tive 2 q não usei camisinha, e qd menstruo arde tb, então agora vou começar a tratar a reposição do ph, vou atrás dos lactobacilos e começar essa receita do kvass e indicar tb p/ minha prima q sofre de pedras nos rins. E volto a postar minha experiência.Ah, usei o azeite extra virgem cm lubrificante, é bem melhor q os de farmacia, mas me parece q o óleo de coco extra virgem é melhor, vou testar tb...rs, porém, com camisinha, pra colaborar duante o tto de reposição do ph, a minha ja até alcalina (5,0), sair ou ir pra facu menstruada é um pesadelo... afe

    Um bjão Sônia, te admiro mto!

    ResponderExcluir
  59. Oi, Talita, o limão precipita a coagulação mas não fermenta o leite, portanto você deve deixar fermentar ou usar os lactobacilos apropriados.

    A vaginose bacteriana pode ser controlada com óvulos vaginais de calêndula ou hydrastis depois da menstruação. Mau cheiro me faz pensar em tricomonas, olho vivo. Como os episódios de cândida foram frequentes você pode estar com a flora vaginal espoliada. Nesse caso seria interessante não usar tanto o óleo de coco como lubrificante, porque ele é microbicida e pode contribuir para acabar com os lactobacilos (flora de Döderlein). Um abraço!

    ResponderExcluir
  60. Oi Sônia, boa madruga (rs). Obgda por me responder. Pois é, é um odor de sangue mto forte, q é perceptível a outras pessoas qd estão próximas, mas só qd menstruo, algumas vezes vem menos forte, fora do período mensrual fica presnete um corrimento branco e bem líquida mas não sinto odor q incomoda. Faço preventivos periodicamente e no último (23/02/11) deu ausência de fungos, de trichomonas, de leptotrix, de clamídia e de herpeviridade, mas confesso que fiquei preocupada em ser trichomonas ou algo parecido pois pesquisava e sempre dava isso cm causa de vaginose, mas o médico disse q tava tudo bem, inclusive fiz exame de sangue, urina e anti-HIV e anti-HCV, o resultado ruim foi msm só a vaginose bacteriana e a flora acentuada e o pH da urina 5,0 (O pH da urina deve ser mais ácido né? será q tb indica o msm pH da vagina?). Ah, tb fiz exame de "ultrassom vaginal". Tá tudo normal. O que vc acha? msm dando negativo pra trichomonas, pode ser isso? ...
    Sim, dei um tempo nós óleos naturais..rsrs, obgda pela dica. E esses óvulos? só consigo com receita médica? vc sabe a quantidade q se pede na farmácia de manipulação?
    Grata, Sônia, pois vc tem melhorado a cabeça e a vida minha e de mta gente! Abçs.^^

    ResponderExcluir
  61. Oi, Talita, são as farmácias homeopáticas que fazem esses óvulos, minha gineca mandava usar 5 dias seguidos depois de acabar a menstruação.

    Sua prima que tem pedras nos rins já ouviu falar de chá de salsa? Parece que resolve. Fazer em infusão, usando 1 colher/sopa de salsa para 1 litro, e tomar feito água. Abração!

    ResponderExcluir
  62. Oi, Talita, são as farmácias homeopáticas que fazem esses óvulos, minha gineca mandava usar 5 dias seguidos depois de acabar a menstruação.

    Sua prima que tem pedras nos rins já ouviu falar de chá de salsa? Parece que resolve. Fazer em infusão, usando 1 colher/sopa de salsa para 1 litro, e tomar feito água. Abração!

    ResponderExcluir
  63. oi!sou a jack,eu ja tive candidiase e o meu medico me deu a triste noticia de que estou com hpv,não sei o que fazer ,ja fiz 5 cuterização com um acido chamado ATA que doi muito e não estou vendo melhora se alguem tiver alguma coisa que possa me ajudar vou agradecer muito um beijo a tds

    ResponderExcluir
  64. sonia sou a jack e estou com hpv ,ja fiz 5 cauterização com um acido que se chama ATA ,doi muito e eu não estou vendo muito resultado me ajuda por favor (lirapinck@hotmail.com)

    ResponderExcluir
  65. Oi, Jack, o HPV não é a tragédia que se quer fazer crer mas sinaliza baixa imunidade. Se você melhorar sua alimentação e não se deixar levar pelo pessimismo, pode sair desse quadro numa boa. Não rola um(a) homeopata? Nem precisa ser gineco, melhor um(a) que faça clínica geral e te ajude a melhorar como um todo. Um abraço - e fique calma!

    ResponderExcluir
  66. Ola Sonia,
    Tenho percorrido por todo o blog e lido o correcotia tambem e isso tem me dado uma nova esperanca.
    Sofro de candidiase ha cerca de 3 anos e no ultimo ano so teve se agravando, pois as crises vinham em periodos cada vez menores.
    Ja iniciei a dieta e cortei radicalmente o acucar mantendo apenas um carboidrato que como cerca de 3 a 4 vezes por semana, o arroz. Acrescentei muitos vegetais frecos e verduras todos os dias.
    No entanto, qdo pensei que estava melhorando tive uma crise forte novamente. E' possivel que eu tenha alergia ao semem do meu marido?, pois no dia seguinte a relacao, comecei a ter os sintomas que se estenderam a' ele tbm de novo.
    Li bastante sobre o kvass e o quero faze-lo. Porem fiquei com uma duvida: Moro aqui em Londres e e' dificil encontrar leite cru, purinho como vc diz ser necessario. So encontro os organicos no supermercados, mas sao pasteurizados. Mas nao tive dificuldade em achar os lactobacilos.
    A questao e', posso usar o leite organico (mesmo pasteurizado) para fazer o yogurte probiotico (com os lactobacilos que comprei) e usar o soro gerado para fazer o kvass? Terei o mesmo resultado?

    Espero que esse meu sofrimento tenha fim... Mas de qquer forma, este mal esta' me fazendo descobrir um mundo muito melhor para minha saude.

    Obrigada por compartilhar tanta informacao util!!!

    bjos
    Vanessa

    ResponderExcluir
  67. Oi, Vanessa, o leite cru parece ser melhor mas o pasteurizado também produz o soro, pode usar perfeitamente. Sobre cereais, já comeu quinoa? Preenche bem a necessidade de carboidratos com menos amido que o arroz. Um abraço - e força nas tranças!

    ResponderExcluir
  68. Oi Sandra,

    Obrigada pela pronta resposta!
    Aqui a quinoa eh bem comum, mas nunca tentei. Vou inserir na dieta. Obrigada pela dica!
    Ah, ouvi falar aqui no blog sobre o pao de amendoas. Tem sido muito dificil para mim tirar o pao. Aqui, costumava comer um pao chamado pitta, integral, que eu geralmente torrava, mas leva farinha e fermentos, entao resolvi cortar. Existe algum que eu possa substituir ou fazer em casa?
    Obrigada mais uma vez!!!

    ResponderExcluir
  69. Sonia, desculpe!!! nao sei de onde tirei Sandra.

    ResponderExcluir
  70. Oi, Vanessa, tente reduzir o pão ao mínimo, e pode ser esse pita torrado. Torrar é sempre bom. No blog tem uma receita de pão de fermentação caseira, mas no final todos têm o mesmo inconveniente. Procure comer carboidratos com temperinhos picantes para ajudar, sejam pimentas, pápricas, alho, gengibre ou orégano e outras folhinhas secas. Se quiser o livro, a gente manda para o exterior. Um abraço!

    ResponderExcluir
  71. Sonia, onde posso encontrar o livro em SP? Qual deles vc indica, pois o que gostaria sao justamente as dicas sobre os alimentos. isso ajuda bastante. Meu pai vem domingo agora pra ca me visitar e vou ver se ele traz pra mim.
    Se puder mandar informacoes no meu e-mail, ficaria imensamente grata: cunha_07@hotmail.com
    Ps: Tenho percebido melhoras nos meus sintomas. Porem meu intestino parece ter piorado, pois nao estou conseguido ir ao banheiro. Sera o yogurte caseiro que comecei a tomar?
    Super obrigada Sonia!

    ResponderExcluir
  72. Oi Sonia, aqui em Pedro do Rio, onde fica essa Fazenda de Leite? Tem como me passar o contato? Tô morando em Itaipava e queria fazer algumas coisas em casa a partir do leite cru, inclusive essa bebida de beterraba! Adoro suas dicas e livros!
    Obrigada!!!
    Beijoca, Ká Metello

    ResponderExcluir
  73. Oi, Katia, você pode se informar no Hortomercado de Itaipava, procure as barracas de orgânicos. Um abraço!

    ResponderExcluir
  74. O KVASS NÃO FEZ BOLINHAS. INUTULIZO E COMEÇO DE NOVO OU VALE SEM AS BOLINHAS?

    ResponderExcluir
  75. Os óvulos de lactobacilos acidofilos podem ser usados p quanto tempo e quantos, tenho crises recorrentes, quando sao indicados?

    ResponderExcluir
  76. Oi Sonia, estou com algumas duvidas sobre a dieta. Sou vegetariana e não vi nada falando de produtos com soja, soja em grãos e seus derivados pode? Na parte de Homeopatia para tomar Kreosotum, Lilium tiglinum,Caladium, Cantharis devem ser tomados juntos, por quanto tempo?
    Obrigada

    ResponderExcluir
  77. Oi, July, soja não se recomenda, veja mais em www.correcotia.com/soja. Sobre a homeopatia, melhor consultar um(a) homeopata. Quanto à candidíase, se você procurar bem aqui no blog e no www.candidiaseapraga.blogspot.com já vai ter uma ideia melhor da dieta. O bom mesmo é ler o livro, que dá um passo a passo. Um abraço!

    ResponderExcluir
  78. Oi Sonia, obrigada pela atenção. Só mais uma dúvida, esse soro usado na kvass de beterraba é que tipo de soro? é encontrado facilmete em casa de produtos naturais?

    ResponderExcluir
  79. boa noite sonia!
    tudo certo,tudo tranquilo?!
    sou seu fa,e agradeco por toda sua vibracao e ressonancia.
    gostaria de saber se vc ja ouviu falar do neem indiano (azadiratcha indica)e o oleo de cannabis...
    tb sao muito beneficos e milenares...
    grande abraco,fico no aguardo de contato...
    Saude,Paz e Luz a todos.

    ResponderExcluir
  80. hum...o kvass pode ser feito com oleo ou leite de coco?
    e ou leite de cabra tb..??
    hehe... =)

    ResponderExcluir
  81. Oi, Rodrigo, muita coisa é benéfica, depende para que, quando, como, onde... E a receita de kvass que conheço, a única, é a do post. Feliz 2012!

    ResponderExcluir
  82. Obrigado Sonia, Feliz 2012 tb, de muita Luz, Paz, Saude e Progresso a todos Nós.Ao Mundo.Num só Amor...
    Mas vc já ouviu falar sobre essas especies?!
    Abracos...
    posso deixar meu contato pra vc?

    ResponderExcluir
  83. Conheço o neem, uso nas plantas, e não conheço o óleo de canabis. Para que seriam?

    ResponderExcluir
  84. Oi Sonia,
    Gostaria de saber quantos dias o soro pode ser guardado na geladeira? E para fazer as misturas com beterraba ou repolho, é só tirar da geladeira e misturar?
    Obrigada

    ResponderExcluir
  85. Oi, Anônima, pode guardar enquanto estiver bom: observe. A segunda pergunta não entendi. Leu a receita? Pronto. Um abraço!

    ResponderExcluir
  86. Aliás, estou precisamente na temporada de tomar kvass de beterraba - gostoso, refrescante, ótimo para a primavera!

    ResponderExcluir
  87. Sonia, parabéns pelo blog. É bastante informativo e preza a alimentação natural que também acredito ser essencial nos dias de hoje. Tenho uma dúvida sobre o kvass de beterraba. Porque adiciona-se sal e não açúcar para o preparo? Seria porque na beterraba já tem muito açúcar? Mesmo adicionando sal no preparo, posso adicionar açúcar depois na hora de tomar? Não ficaria com um sabor estranho? Abs, Susana

    ResponderExcluir
  88. Oi Sonia,

    Kvass de beterraba é contra-indicado para menina de 4 anos?

    ResponderExcluir
  89. Kvass de beterraba não tem contraindicações!

    ResponderExcluir
  90. Obrigada pela resposta e por me fazer lembrar que preciso "deixar sair" o hífen :)

    ResponderExcluir
  91. Susana, açúcar? Você parece que caiu aqui de paraquedas ;-)

    Dica: http://www.soniahirsch.com/2010/05/comer-bem-conservas-caseiras-tem.html . Um abraço!

    ResponderExcluir
  92. Olá sonia... Sou Luciana

    Onde posso encontrar esse leite..? Moro em S.P...
    Não entendo nada de alimentação natural.. estou em pesquisa me interessei nesse tal de Kvass por sofrer desse mal... não poderia mesmo ser leite de caixinha...? obrigada e desculpe por naõ entender...

    ResponderExcluir
  93. Leite cru, Luciana, é o que não foi fervido. Pode ser de caixinha. Um abraço!

    ResponderExcluir
  94. Sou intolerante à lactose e tenho alergia tardia ao leite, será que posso tomar o kvass, já que é feito com soro de leite?

    ResponderExcluir
  95. Marcia, o leite é um alimento inadequado para a maioria das pessoas, que muitas vezes não observam suas reações de intolerância e acabam tendo problemas mais graves depois. O soro não deveria causar os mesmos problemas que o leite porque a lactose já foi fermentada e a proteína deve estar ausente (e ela a pior componente do leite, já que é molécula construtora de tecidos). Mas, se vai te fazer bem o mal, só você poderá saber quando experimentar. Cada pessoa é um universo. Um abraço!

    ResponderExcluir
  96. Sônia, há muito tempo sofro com a cândida, meu casamento anda balançado por causa disso, vivo em abstinência sexual por causa do ardor vaginal que me mata. Agora estou tomando tudo que vc ensinou, o oleo de coco, o kwass de beterraba, o alho em capsula, chá de óregano e uma garrafada de raízes medicinais. Posso continuar tomando tudo isso? Um não interfere no desempenho do outro? O que faço para melhorar mais rápido o ardor? Beijos e obrigada por sua ajuda.

    ResponderExcluir
  97. Suki, como é que eu vou saber? Um abraço!

    ResponderExcluir
  98. Grávida pode tomar kvass de beterraba mesmo no primeiro trimestre?
    Abraços,Nat

    ResponderExcluir
  99. Pode sim, Nat. Não tem contraindicação. Um abraço e tudo de bom!

    ResponderExcluir
  100. gostaria de saber se posso usar o soro do iogurte feito com lactobacilos vivos para o kvass.
    também queria saber se é normal os pedaços de beterraba do kvass flutuarem na água e não ficarem no fundo do vidro.
    obrigada!

    ResponderExcluir
  101. Soro: pode. Beterrabas que boiam: quando se encharcarem devem afundar. Se não afundarem, retire. Um abraço, bom kvass!

    ResponderExcluir
  102. Olá Sonia!
    Fiz o kvass porém com soro que fiz queijo. Vai funcionar?
    Gratidão!

    ResponderExcluir
  103. Você é quem vai responder, Claudia...

    ResponderExcluir
  104. Adorei saber tudo isso!
    Ah tbm amei, os comentários e as respostas
    Vou fazer a receita, e volto pra contar os resultados.bjs.

    ResponderExcluir
  105. Olá tudo bem?
    Eu tenho uma dúvida, eu posso comer arroz parboilizado?

    ResponderExcluir
  106. Sonia, b. dia. tem a receita de cerveja kvass?
    Gilberto

    ResponderExcluir
  107. Sonia, b. dia. tem a receita de cerveja kvass?
    Gilberto

    ResponderExcluir
  108. Oi, Sônia,

    Minha esposa tem feito o Kvass de beterraba utilizando o soro do iogurte de soja.Ela faz o iogurte de soja dissolvendo o pacotinho de BioRich no leite de soja e levando a mistura para a iogurteira. Será que os benefícios do Kvass produzido desta forma ficam comprometidos?

    ResponderExcluir
  109. Oi Sonia!!!! Te ler é sempre adquirir conhecimentos!!! Estou fazendo o kvass com o soro que escorrido da coalhada. Infelizmente só li todas essas mensagens de depois que preparei com base no seu livro (que dizia soro da coalhada). Enfim... Vamos ver se dá certo.
    Tenho duas dúvidas. 1- Podemos comer a beterraba ao final de tomar todo o líquido? 2- aonde o encontro lactobacilos em pó aqui no Rio?
    Beijos!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário ou pergunta, se quiser, mas saiba que no momento é improvável eu responder, devido a mil coisas, cursos & viagens. Também vem novidade web aí. Agradeço. Abraços, Sonia

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.