sábado, 27 de março de 2010

Drogas poderosas: Um antifúngico chamado lufenuron

Outro dia alguém perguntou aqui sobre o lufenuron no combate à candidíase e eu não sabia bem o que era. Agora pesquisei. Achei as respostas no site da nutricionista Sarah Vaughter, casada com um químico. Eles fuçam os pedidos de patentes da indústria farmacêutica e trazem à luz alguns estudos como esse.

Resumo do resumo: lufenuron é uma substância inócua para mamíferos mas abre buracos nas células dos fungos porque é feito de quitinase, uma enzima inibidora da quitina, proteína que não existe em mamíferos, só em fungos, parasitas, aracnídeos e insetos. Nosso organismo produz quitinase naturalmente para digerir a carapaça dos fungos; temos também quitinase no sangue.

É a mesma substância utilizada nos comprimidos Program, que funcionam nos cachorros como anticoncepcionais de pulgas, ou pelo menos era isso que eu achava; o site diz que eles corroem os tecidos das larvas de pulgas.

A nutricionista dona do site, Sarah Vaughter, vende um pacote de lufenuron em pó que a pessoa vai tomando junto com algum líquido, numa dieta que precisa ter bastante gordura, já que o dito cujo fica armazenado nela e vai sendo liberado aos poucos. Ela diz que em 4 dias a vítima já sente a piora antes da melhora (die off ou reação de Herxheimer). Ela compra a substância no atacado, revende a preços módicos e mostra os estudos da Novartis quanto à segurança do uso em humanos.

A pergunta que fica é: por que a indústria farmacêutica não está divulgando o lufenuron como antifúngico, enquanto insiste em outras drogas que não resolvem e têm efeitos colaterais para rins e fígado? Para vender mais remédios, talvez? Ou a história do lufenuron não está bem contada?

Este é um blog natureba, voltado para a promoção da saúde. Longe de mim apoiar o uso de drogas químicas como solução. Elas podem até ser úteis em alguns momentos, mas, a longo prazo, nada é melhor do que comer bem e cuidar de si.

ATUALIZAÇÃO EM 15/1/2011: O site acima não vende mais o lufenuron e não tenho notícia de outro que o faça.

81 comentários:

  1. Boa noite Sônia

    Sou uma das suas admiradoras e não passo muito tempo sem vir ao seu blog para ler e aprender :)


    O que me traz aqui hoje é a seguinte dúvida:


    Durante um jogo de futebol em Outubro de 2009, o meu marido torceu o joelho. Além de sentir dores fortes, tinha muitas dificuldades em andar. Levei-o ao hospital e o médico que o viu apalpou o joelho dele e disse que não era nada, receitou um anti-inflamatório e mandou-o para casa.

    Uma semana depois, como as dores continuavam recorremos a uma napaprata que lhe fez várias sessões de acupunctura misturada com osteopatia. Embora ele tivesse sentido melhoras no joelho, os resultados não foram 100% recuperadores.

    Depois disso ele recorreu a 2 osteopatas que lhe fizeram uma sessão de electroacupunctura (e que dolorosa foi...). O osteopata disse que ele tinha o menisco atrofiado mas que o conseguiu soltar com a electroacupunctura.

    Essa, sim, deu alguns resultados positivos pois passado um mês e meio sentiu-se com confiança para jogar basketball. Jogou durante mais de um mês.

    No último jogo, enquanto estava a lutar pela posse de bola, chocou contra um outro jogador no ar - este jogador tem aproximadamente 100 kg - e caiu no chão completamente desamparado com o jogador de 100 kg a cair por cima dele... essa queda causou uma nova torção do joelho... fazendo com que a lesão e as dores se agravassem muito.

    Optamos por consultar um enfermeiro muito experiente em massagens a desportistas que lhe disse que o menisco interno estava fracturado e que nada havia a fazer a não ser uma operação para aspirar o menisco.

    Como o meu marido tem verdadeiro horror a operações, pedimos uma segunda opinião aos osteopatas que o tinham tratado com electroacupunctura. Eles aconselharam a fazer um tratamento natural durante uns 4 meses que consiste em colocar emplastros de sal marinho não tratado no joelho todos os dias durante uns 30 minutos.

    Depois deste tratamento, ele deverá fazer uma ressonância magnética para ver o estado do joelho e a extensão da lesão e provavelmente não será necessário operar.

    Tomei a iniciativa de ir a uma ervanária e comprei cartilagem de tubarão em comprimidos para ele tomar... e lembrei de vir até à sua "casa" para pedir conselho...

    O que você acha disso? Acha que o tratamento natural pode dar certo? Conhece algum outro tratamento natural para resolver esse problema (menisco interno fraturado) sem recorrer a operação?

    Obrigada pela atenção Sônia.
    Aguardamos uma resposta iluminadora sua como só você sabe dar...

    Um abraço apertado (dos dois) para você,

    Maria.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, Sônia, desculpe o espaço enorme que a mensagem ocupou... :(

    ResponderExcluir
  3. Oi, Maria, o espaço é nosso! Não entendo quase nada de joelhos, mas tive problema num deles e o ortopedista receitou diacereína, um antiinflamatório reconstituinte das cartilagens. Imagino que a cartilagem de tubarão também possa ajudar, dependendo do estado das coisas lá dentro. O emplastro de sal marinho é famoso por muitas razões, acredito que possa funcionar sim. Boa sorte! Dois abraços! :-)

    ResponderExcluir
  4. Obrigadão Sônia!!
    A sua mensagem deu-me mais força para ajudar o meu marido!

    Aqui está o que achamos melhor fazer: ele quer fazer uma ressonância magnética daqui a alguns dias (não faço ideia se é o mesmo nome aí no Brasil) para ver o estado real do menisco... e uma outra depois do tratamento natural que vai ser prolongado (talvez entre 6 meses a 1 ano).

    Até lá - e para evitar a operação a todo o custo - vai fazer diariamente tratamento à base de emplastros de sal marinho puro + cápsulas de cartilagem de tubarão... uma osteopata também sugeriu que eu faça massagens ao joelho com uma pomada homeopática própria para traumatismos - Traumeel dos laboratórios HEEL... - você conhece?

    Além disso, acho melhor ele usar também uma joelheira ortopédica para auxiliar e aliviar a pressão do menisco... e pergunto-me se caminhar na água de piscina e tomar comprimidos de propólis não poderiam ajudar....

    Enfim, quero fazer o que está ao meu alcance para ajudar e evitar a tal operação (já li tanta coisa ruim acerca disso)...

    O que você acha?

    Estou a ficar mais confiante que isso vai ajudar. Obrigada uma vez mais por toda a sua atenção Sônia!

    Receba um abraço carinhoso de 4 braços portugueses :) e votos de uma Páscoa feliz,

    Maria.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Maria, não conheço a pomada, acho que você deve ler a bula para ver se não tem cortisona ou efeitos colaterais. De resto, acho que vai dar certo sim e vou torcer por isso. Abraços, boa Páscoa para vocês também :-)

    ResponderExcluir
  6. OK, Sônia, vou verificar!
    Tudo de bom para você! :)

    ResponderExcluir
  7. Oi,Sonia
    Li sobre a substãncia Lufenuron e fiquei impressionadíssima.
    Gostaria de saber se tem conhecimento do uso aqui no Brasil.
    Grande Abraço
    Gilene D'Ornellas

    ResponderExcluir
  8. Oi, Gilene, por enquanto só sei o que está no post. Um abraço!

    ResponderExcluir
  9. Oi Sonia, fiz o pedido do Lufenuron pelo site. Deu certo o remédio chegou e estou no segundo dia de uso, mas já fiquei impressionada porque consegui ter uma noite de sono sem dor. No meu caso a dieta não estava adiantando acho que por estar morando em região úmida de Florianópolis, estava tomando 2 fluconazol por semana, mais nistatina e tudo o mais que é recomendado no seu site.
    Ainda é cedo para tirar conclusões, mas quero ir deixando aqui a minha experiência porque não encontrei nada na internet sobre a eficácia do Lufenuron. Beijão!

    ResponderExcluir
  10. Oba, Silvia, que bom ter notícias de você e desse lufenuron ao mesmo tempo! Confesso que pensei em casos como o seu quando postei sobre ele.

    O tratamento que ela propõe não tem dieta alguma? Isso é que me deixa com a pulga atrás da orelha, pois acabar com a população fúngica é uma coisa, restaurar a imunidade é outra... Mas vamos celebrar então as suas noites sem dor e agradecer a quem soprou esse lufenuron aqui no blog! Beijos e muito boa sorte!

    ResponderExcluir
  11. Então Sonia, eu queria dar notícias, mas como não estava tendo muito sucesso não adiantava, a nistatina dragea melhorou um pouco, comecei a tomar probiotico de 14 biliões e achei que ajudou.
    Também fiquei na dúvida sobre a dieta, a dieta que ela propõe é consumir gordura juntamente com o Lufenuron porque ele é lipofílico, é armazenado nos tecidos gordurosos e liberado gradualmente na corrente sanguínea. Ela sugere que dissolva em yogurte, que consuma queijos, nozes, manteiga de amendoim, manteiga, coisas que não se come na dieta.
    Eu segui essas recomendações e mesmo assim melhorei. Achei que tive um pouco de die off e minha barriga ficou dolorida.

    Ah, fiz um teste e o resultado foi que não faço anticorpos pra cândida.

    Tem um trecho do livro ªCandidiase tem curaª que relata um caso parecido com o meu, vou colocar aqui. Te dei boas notícias, mas espero te dar ótimas sobre o Lufenuron! Beijos!

    6. CUIDADOS DENTRO DE CASA

    Se sua candidíase é provocada por alergias, há grandes
    chances de que boa parte dos agentes causadores da doença
    estejam em sua própria casa!
    Se você mora mum lugar úmido, você precisará de
    cuidados redobrados para evitar a proliferação de bolor e mofo
    dentro de casa. Um aparelho para reduzir a umidade do ar é
    recomendado principalmente para o quarto e local onde você
    passa mais tempo na casa, respirando um ar que pode estar
    desencadeando suas crises.
    Faça uma checagem geral pela casa toda à procura de
    mofo e bolor. Se você se sentir mal ao chegar perto de um
    foco de mofo, você já tem uma confirmação: sua candidíase é
    alérgica!
    Um de nossos pacientes relatava depressão, falta de
    energia e uma dificuldade enorme para levantar da cama todo
    dia de manhã. Um acidente o levou a ficar 1 semana internado
    num hospital. Para seu espanto, os sintomas desapareceram
    apesar de estar convalecendo numa cama de hospital. Ao
    voltar para casa os sintomas voltaram. Ele só foi se dar conta
    de que o problema estava em seu quarto quando presenciou
    novamente a ausência dos sintomas numa viagem de
    negócios. Seu quarto não continha exatamente focos visíveis
    de mofo ou bolor, mas era muito mal ventilado, as roupas no
    guarda-roupa pegavam “cheiro de guardadas” rapidamente, o
    carpê era raramente aspirado, os lencóis da cama não eram
    lavados com muita frequência. Ao realizar algumas mudanças
    no quarto, os sintomas rapidamente desapareceram.

    ResponderExcluir
  12. Oi, Silvia, eu também entendo que as gorduras são necessárias, tanto vegetais quanto animais, mesmo sem o lufenuron, porque suprem a ausência dos carboidratos como fonte de energia.

    Os ovos diários na dieta já são uma boa fonte de gordura; manteiga sem sal pode; mais alguma coisa que venha das carnes, por exemplo você assa um frango (caipira) com a pele, depois é que tira, e a gordura que solodifica quando esfria também sai, mas alguma entra. Os óleos vegetais podem ser misturados - coco, oliva extravirgem e gergelim. Você pode fazer uma manteiga de gergelim deixando-o de molho e batendo no liquidificador depois, ou comprar o tahine.

    Sobre a umidade do entorno, falamos nisso quando você se mudou para essa casa, lembra? Muito bom esse relato acima, do livro da Solange Lutibergue.

    Continue dando noticias, tá? Beijos!

    ResponderExcluir
  13. PS - A candida é um habitante normal da nossa flora. Por que teríamos anticorpos para ela? Fungos só atrapalham quando o ambiente se torna propício à sua propagação, como é o caso dos ambientes úmidos, internos e externos. De resto, são inofensivos. Como a maior parte dos agentes infectantes, aliás.

    ResponderExcluir
  14. A gordura que ela pede pra ingerir é apenas uma vez por dia na refeição junto com o Lufenuron, durante cinco dias. Depois disso vc para 16 dias e repete o tratamento mais duas vezes. Fora isso ela não fala de dieta.

    Hum, agora estou confusa com relação aos testes, fiz IGG e IGM pra cândida. Pelo que entendi, o resultado diz que nunca tive candidíase uma vez que não constou imunidade pra esse tipo de infecção. Não sei, posso estar falando besteira.
    A recomendação médica é que se faça a vacina.
    Ah sim, esqueci de agradecer o post sobre o Lufenuron e a você que sempre se preocupa em passar as melhores informações.
    bjs.

    ResponderExcluir
  15. Olá Sonia,

    estou na menopausa, tenho 56 anos e após ler uma parte do seu livro Só para mulheres, sobre o que está escrito sobre candidíase e acho que tenho esse problema. Quando eu era mais jovem tive umas 3 crises de alergia com muita coceira, dor e corrimento. Mas naquela época fui no meu ginecologista que receitou remédios muito fortes, eu tomava e meu marido também. Depois de um tempo percebi que quando ia a praia e ficava pouco tempo com o biquini molhado ou quando comia Shitake no dia seguinte eu tinha as crises e meu médico diagnosticou alergia a fungos e que eu não comesse nunca mais cogumelo. Eu não sabia de tudo isso que esta relatado. Como envelheci e não tive mais corrimentos nem coceira nem nada achei que não tinha mais que me preocupar, mas agora estou achando que tenho que me preocupar sim.
    Sinto todo o mal estar relacionado no livro.
    Eu moro numa casa nova, ensolarada, seca, as roupas de cama e as toalhas estão sempre limpas.
    Estou tomando uma colher de sopa de óleo de coco virgem de manhã e outra a noite.
    Você acha que eu devo fazer mais alguma coisa?

    Outra dúvida é que comecei a fazer a sopa de feijão preto, mas não consigo comer muito, me enjoa e até bati no liquidificador e fiz um caldinho mas mesmo assim acho forte.
    Fazer com outro feijão, o marrom, não é a mesma coisa né?

    Obrigada um beijo
    Cida Comoti

    ResponderExcluir
  16. Oi Sonia
    eu de novo.....

    fiz o teste de responder o questionário que você colocou lá no livro e com certeza estou com candidíase.
    É melhor fazer também o exame de fezes? Já tinha pensado em agendar com a médica de Campinas.

    Quanto ao feijão estou fazendo uma vez por semana e não consigo comer muito, sinto enjôo.
    O marrom não sinto é mais com feijão preto.

    Obrigada
    Cida Comoti

    ResponderExcluir
  17. Oi, Cida, acho que uma consulta com a Susana seria mesmo muito bem-vinda agora, pois a candidíase causa os problems mais sérios na alta maturidade.

    Quanto à sopa, a receita que eu tenho é com o feijão-preto, que é tônico dos rins. Se te enjoa, deixa pra lá! Mas Susana há de ter algo a dizer também sobre isso. Ela é uma querida. Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Obrigada Sõnia, hoje mesmo estou ligando para Campinas.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Sonia, de fato o Lufenuron tem feito a diferença, tenho me sentido melhor a cada dia. Hoje é o quarto dia de uso. Veja a resposta da Sarah à minha pergunta sobre a dieta. Por conta disso depois de tanto tempo de dieta andei dando umas escapadas e mesmo assim estou vendo resultado. É fácil de fazer o uso do remédio que não tem gosto algum, nem detona o fígado como o fluconazol.

    Hi Silvia,

    No, Lufenuron kills Candida without the need to modify the diet.

    Of course, avoiding large portions of high GI-food helps to keep Candida under control, especially when not taking Lufenuron any more.

    Large portions of high GI-food should be totally taboo, when suffering from Candida.

    Big portions of pasta, bread of potatoes can make matters worse and help the Candida to entrench and grow.

    Best regards,
    Sarah

    ResponderExcluir
  20. Oi, Silvia, traduzo a resposta dela:

    "Lufenuron mata a cândida sem a necessidade de modificar a dieta. Evidentemente, evitar grandes porções de alimentos de alto Índice Glicêmico (IG) ajuda a manter a cândida sob controle, especialmente quando não estiver mais tomando Lufenuron. Porções grandes de comida de alto IG deveriam ser totalmente tabu para alguém que sofre de candidíase. Grandes porções de massa, pão e batatas podem piorar tudo e ajudar a cândida a se estabelecer e prosperar."

    Silvia, acho que o ambiente úmido e com fungos equivale a grandes porções de alimentos de alto índice glicêmico. Assim como as cortisonas e outras drogas. Ou seja, o remédio age mas a gente tem que agir mais ainda.

    Muitíssimo obrigada por compartilhar essa experiência que pode ajudar tanta gente. Abração!

    ResponderExcluir
  21. Eu também acredito nisso, Sonia, pela própria experiência. Uma coisa, dentre tantas coisas que fiz para melhorar o ar do quarto e que me deu uma sensação boa foi colocar pedras de cânfora espalhadas pelos armários. Senti que depois disso o ar ficou menos denso.
    Vou dando notícias do lufenuron, fico feliz em compartilhar. beijo.

    ResponderExcluir
  22. Olá Sonia!Eu gostei de saber sobre esse fúngico o Lufenuron,mas eu só consigo comprá-lo pelo site da Sarah?pq eu não entendo nada em inglês e gostaria de tentar esse tratamento,já estou sofrendo a 6 meses.E por favor me mande uma dieta estou muito fraca já fui em vários médicos e eles não me deram nem uma dieta somente remédios q não estão resolvendo em nada,moro no interior de São Paulo,sinto-me muito cansada,estressada sem vontade de nada...me ajude!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  23. Oi, Rafaela, a dieta que tenho para candidíase está em www.correcotia.com/mulheres/candidiase.htm .

    Sobre o lufenuron, antifúngico, só sei o que está no post. Você pode comprar com cartão internacional e a Silvia, que está usando, de rpente pode te ajudar a entender o que for necessário. Um abraço!

    ResponderExcluir
  24. Para comprar o lufenuron pelo site com cartão de crédito entre pelo link

    http://webshop.owndoc.com/index.php?main_page=product_info&cPath=2&products_id=12

    Clique em add to cart, depois em check out with pay pal, clique em sign up para preencher o cadastro e finalize a compra.

    O produto chega mais ou menos em uma semana.

    São 3 pacotes que você deve consumir ao longo de pouco mais de 2 meses. Para consumir use uma colher de chá do pó misturado com yogurt e coma junto com uma refeição com bastante gordura. A medida não precisa ser exata e você deve tomar 1x ao dia por 5 dias o pacote inteiro. Depois para 16 dias, toma novamente por 5 dias, para mais 16 e toma mais 5.

    Eu acabei de consumir o primeiro pacote e já me sinto muito bem!

    boa sorte!

    ResponderExcluir
  25. Olá silvia,obrigada pela dica.Gostaria de saber se vc antes de começar a tomar o remédio sentia dores de cabeça ou outros sintomas?e quanto saiu exatamente o Lufenuron pq daí também tem o valor do frete né? Um abraço!!!

    ResponderExcluir
  26. Olá Sônia,

    Parabéns pelo seu blog. Tem me ajudado muito a dieta. Fiquei interessada no caso da Silvia e estou acompanhando suas postagens falando dos avanços com o lufenuron. Quero perguntar à Silvia:

    Sobre a importação do lufenuron: Existe algum empecilho junto à Receita Federal ou vigilância sanitária? Não corre o risco de ficar retido?

    Desde já agradeço,
    Sheila.

    ResponderExcluir
  27. Oi, Sheila, mandou bem, também ando querendo notícias da Silvia. Alô, Silvia! Tudo bem com você? Estamos sentindo a sua falta, viu? Beijos!

    ResponderExcluir
  28. Oi Sonia, primeramente parabéns pelo trabalho!
    Tenho uma dúvida em relação ao iogurte feito com o fermeto Biorich, tenho problemas com lactose, estou fazendo a dieta contra candida, vc me aconselha a fazer o iogurte com leite de soja?
    Ainda sobre o iogurte, na sua opinião qual seria o tempo ideal para fermentação?
    muito obrigado,
    um abraço

    Danilo

    ResponderExcluir
  29. Oi, Danilo, as bactérias do BioRich supostamente produzem lactase, que digere a lactose. O iogurte bem feito é 90% digerido por nós em 1 hora após a ingestão. Portanto isso não deveria preocupar você.

    O tempo de feitura: se for artesanal, aquecendo o leite e mantedo-o morninho, o consenso é deixar 24 horas. Já apareceu gente no blog que põe na garrafa térmica para manter a temperatura, ou dentro de um isopor. Na iogurteira Izumi, que eu comprei pra simplificar, o manual diz para deixar 8 horas - e colocar o leite na temperatura ambiente. Mas eu acho que assim os lactobacilos demoram a ser ativados, porque sempre fica um certo queijinho no fundo. Vou começar a aquecer o leite antes de dissolver. Boa sorte, um abraço!

    ResponderExcluir
  30. Olá Sonia

    Estudo o Lufenuron há 6 anos, quando ajudei a fazer uma monografia de um amigo meu que se formou em veterinária.
    O Lufenuron é uma droga poderosíssima, no sentido de contribuir para a saúde humana. O Lufenuron não só erradica fungos, como também qualquer tipo de verme que exista no corpo humano.
    A maioria das pessoas não sabe, mas o corpo humano carrega dezenas de tipos de vermes, alguns até desconhecidos, que causam doenças como asma, fibromatose, dermatites, hepatites, e até mesmo doenças nervosas. O Lufenuron, por desabilitar a reprodução de organismos baseados em quitina, ERRADICA do corpo humano qualquer tipo de verme.
    Isso significa a cura para, por exemplo, a elefantíase ou a hanseníase, que causa tanto sofrimento em países de terceiro mundo.
    Significaria a cura instantânea, por exemplo, para aqueles casos horríveis que o Discovery Channel explora de deformações corporais que existem na índia, todos eles causados por verminoses ou fungos, para os quais até hoje não há cura, comercialmente falando.
    Não tenho dúvida que a negativa de permitir o uso do Lufenuron é baseada no interesse comercial da indústria farmacêutica, pois a disseminação do Lufenuron tornaria obsoletos uma quantidade da ordem de mais de cem princípios ativos usados na dermatologia, sem falar de outras áreas afins.
    Recentemente o comitê europeu de Saúde (http://ec.europa.eu/food/plant/protection/evaluation/existactive/lufenuron.pdf) pediu uma reavaliação do Lufenuron para liberação comercial, mas a indústria farmacêutica não deixou acontecer.
    Mas vamos nos movimentar no sentido de divulgar este protesto, se ficarmos quietos os interesses econômicos continuarão prevalecendo sobre o bem-estar da humanidade.
    Um abraço a todos.

    Anônimo (por razões óbvias).

    ResponderExcluir
  31. Oi, Anônimo, muitíssimo obrigada por essas notícias, que ajudam a clarear o raciocínio e entender que salve-se quem puder... Vou postar para dar mais visibilidade. Abração!

    ResponderExcluir
  32. Puxa, só vi o post agora, as postagens vão ficando antigas e perdemos a continuidade.
    Quanto a importação do lufenuron o que eu tenho a dizer é que já importei duas vezes e chegou direitinho e muito rápido. Recebo pelo correio normal, num envelope.

    Inclusive até ontem eu estava tomando, agora tomarei a última dose daqui a 16 dias. Eu estava em crise e melhorei rapidamente. Não sinto absolutamente nenhum desconforto quando eu tomo, a impressão que tenho é que ele não afeta meu figado, ao contrário do que eu sentia quando tomava o fluconazol e a nistatina.

    ResponderExcluir
  33. Nossa! É de assustar o descaso com a saúde! Fiquei impressionada com o comentário sobre o lufenuron. Obrigada pela dica sobre a importação Silvia. Estou me animando... E obrigada por abrir esse espaço Sônia!
    Concordo com o anônimo sobre nos movimentarmos, divulgarmos. Tenho feito isso divulgando este blog, divulgando a dieta, comentando sobre os benefícios que vejo em minha saúde. As pessoas precisam saber e, quando vêem informação assim, de qualidade, ficam mais seguras. Comigo foi assim. Viva a saúde! Abraços.

    ResponderExcluir
  34. Olá Silvia,

    Tenho acompanhado sua experiência com o lufenuron e gostaria de saber porque usou duas vezes e também gostaria de saber a mesma coisa que a Rafaela, por quanto chegou a importação aqui no Brasil, com frete.
    Tem mais alguma novidade a respeito?

    Luiza

    ResponderExcluir
  35. Oi Luiza, usei duas vezes porque os sintomas no meu caso voltam, mas o lufenuron me dá um alívio e prefiro usá-lo a usar fluconazol. Ao mesmo tempo tento melhorar meu sistema imunológico.
    O valor com o frete sai mais ou menos 150 reais e chega rapidamente.

    ResponderExcluir
  36. Olá Silvia,

    Obrigada por seu retorno.

    Luiza.

    ResponderExcluir
  37. Ola Sonia.
    Tenho um problema que se foi arrastando ao longo do tempo. Devido a muito trabalho e para relaxar um pouco receitaram-me xanax de 0.5. Fiz um desmame por mim sozinho. Mais tarde voltei a tomar ... depois já era todos os dias.Ha ja 4 anos que tomo isto todos os dias 3 comprimidos por dia. Agora consegui reduzir para dois.Mas não sei bem como fazer já falei com medicos não me dizem nada em concreto para me ajudarem.
    Será que ainda posso desintoxicar-me pois isto é uma droga, e acho que isto até afecta a minha libido.

    Um abraço amigo
    Nuno

    ResponderExcluir
  38. Xi, Nuno, sou completamente analfabeta nisso. Natureba, você sabe, toma chá de camomila e acha forte... Por aqui existem clínicas de desintoxicação, devem existir aí também. É preciso fazer essa transição criteriosamente. E sem dúvida afeta a libido. Boa sorte, um abraço!

    ResponderExcluir
  39. Oi! Sonia, além agradecer quero dizer que passo links de tudo que leio por aqui para todas as mulheres que conheço e para os homens que amam as mulheres. E faço propaganda de seus livros tbm. Meldels, quanto câncer, quanta praga, quanta droga sintética, e a mãe natureza querendo tanto cuidar de nós, né? Rezo muito e acredito que todo ser humano vai recuperar a habilidade de falar com os animais, com as plantas, e saber exatamente o que e como usar para curar seus (então eventuais) males.
    Outra coisa, sera que consigo trocar e-mails com a Silvia de Floripa? Estou aqui pertinho... Não sei se posso por aqui, mas vou passar meu e-mail: rita.designer@hotmail.com
    por favor Silvia, entre em contato!
    Obrigado, abraços a todos!

    ResponderExcluir
  40. Oi Sonia.

    Desde muito jovem tinha esse problema e os melhores médicos não davam atenção. Meu pai era médico e brincava comigo que eram os vermes assoprando. Meu filho também é medico formado pela USP como o avô, e, quando ele estava fazendo a faculdade, tive uma crise muito forte. Ele me encaminhou para o professor titular de gastro . Fiz um montão de exames no Hospital Sírio , o professor me examinou muito bem pensando que poderia estar com alguma hérnia , não acharam nada e ficou por isso mesmo. Fizeram uma junta médica com 20 médicos por causa de um pólipos de menos de 1 milimitro na vesícula. Dezenove médicos queriam me operar no dia seguinte, só o professor que não quis. Ainda bem!!!!! Não me deram remédio algum para tomar, ´só disseram para não comer feijões, café, molho de tomate comprado pronto, couve flor, repolho etc.

    Passado alguns anos tive uma infiltração do meu vizinho pela casa inteira. Por dois anos foi uma briga, pois ele havia feito uma reforma e não queria refazer. A casa , armários, roupas etc ficaram cheia de mofo e infiltração de água pelas paredes era enorme. Tive que entrar na justiça para que ele fizesse os reparos. Lendo agora aqui que umidade acelera o processo entendi o sofrimento que passei neste dois anos. Logo em seguida, estive fazendo acupuntura para dor lombar e comentei com a acupunturista o meu problema de gases e cólica intestinal. Ela me disse: eu vou curar esse problema. O que você tem são fungos. E curou memo. Além das agulhas normais, ela punha uma encima da região do apêndice e esquentava bem a agulha com mocha, aquela fumacinha. Fiz isso por um ou dois meses e nunca mais, pelos 10 últimos anos, tive nada. Infelizmente, nos últimos meses o problema esta voltando "à cavalo". Talvez seja a idade. Mas, só que agora não aguento mais a agulha que é necessária colocar no pé quando faço acupuntura. Portanto, vou comprar o lufenuron e depois escrevo dando notícias se surtiu efeito em mim.

    Bjs

    Ana

    ResponderExcluir
  41. Oi, Ana, a história combina com os sintomas e o lufenuron pode ser bom, mas sem dieta você vai continuar vulnerável. Sou mais o óleo virgem de coco, em jejum, ao deitar e em aplicação local se houver sintomas genitais. Não há promoção da saúde sem boa alimentação. Às vezes pequenos ajustes bastam para mudar um grande quadro. Um abraço!

    ResponderExcluir
  42. Bom dia, Sonia.

    Como você me aconselhou no post acima, comecei a fazer uma dieta para cândida antes de tomar o Lufenuron. Consegui comprar o leite de coco importado do Dr. Orgânico e, ontem à noite, tomei uma colher de sopa rasa, chá de capim limão e hortelã.. Acordei lá pelas 4 da matina com cólica intestinal e dor de umbigo. Fui ao banheiro e minhas fezes estavam moles, com sangue e muco. O que você me recomenda? Devo parar com o óleo de coco e tomar algum vermífugo.Já até encomendei o Almanaque dos bichos, pois devo estar muito bichada. Será que foi por causa da cândida ou da bicharada, ou os dois? Como o livro vai demorar alguns dias, gostaria de saber como proceder logo. Obrigada. Beijão

    Ana

    ResponderExcluir
  43. Sonia, estou ficando assustada. Fiquei com dor de umbigo outra vez, fui ao banheiro e só saiu sangue vivo, muco e fiquei com muito ardor no anus. É melhor ir ver um médico???? Ana

    ResponderExcluir
  44. Oi, Ana, é melhor sim você ir logo a um pronto atendimento. Muco nas fezes moles e amareladas costuma ser sinal de giárdia, mas sangue pode significar amebas corroendo a submucosa. O óleo de coco pode ter mexido com o que estava quieto, já que é microbicida e vermífugo também.

    Se você tiver possibilidade financeira, mande avaliar as fezes no laboratório do dr Helio Copelman, no Rio, tel 21 2548-0648. A supervisão médica adequada nessa hora é fundamental, para não levar você por caminhos outros. Um abraço, torcendo por você!

    ResponderExcluir
  45. Olá Sonia Hirsch,

    Fiquei muito contente quando descobrir este blog. Tenho candidiase e gostava de fazer a solicitação do Lufenuron ao Site da Sarah Vaughter, tal como a Silvia o fez. O que passa, é que no site diz que não encontra o antifungico. Gostava de saber se já não se poder fazer a solicitação do produto, e se não se pode, outras maneira de o fazer.

    Desde já, muito obrigado pela atenção

    Hugo Silva

    ResponderExcluir
  46. Oi, Hugo, de fato está lá a informação de que eles não vendem mais o lufenuron. Sei tanto quanto você, que soube antes de mim. E a minha praia é: faça dieta, mude seus hábitos e livre-se da cândida. Matar fungos, muita coisa mata. Recuperar a imunidade é que são elas.

    Já leu o capítulo que postei em http://candidiaseapraga.blogspot.com ? Um abraço!

    ResponderExcluir
  47. Oi Sonia,tenho Candida desdea minha primeira relação sexual,agora de 4 em 4 meses fico de "molho"tenho lido seus posts, eu sou muito stressada, mal humorada, sinto dor nos joelhos e na lombar como se fosse coluna, fora outros sintomas,por favor me ajuda, desde ja obrigada.

    ResponderExcluir
  48. Bom dia Sonia,

    Estou iniciando a dieta para candida hoje, espero ter resultados.
    Meus sintomas são mais sistêmicos (sonolência, memória, palpitações), no entanto a um tempo minha TPM se traduz em coceira... como se meu corrimento fosse ácido iritando a mucosa vaginal. Fiz tratamento prolongado com fluconazol e nada adiantou.
    Em um dos posts acima você cita uma médica de campinas (Susana). Gostaria de informações sobre ela e contato para me orientar nessa luta!

    Obrigada por tudo Sonia,

    Abraços.

    Carol

    ResponderExcluir
  49. Oi, Jessica, e como eu posso ajudar? Um abraço!

    ResponderExcluir
  50. Oi, Carol, Susana está em Brasilia, veja contatos no fim do post: http://www.soniahirsch.com/2010/09/detox-susana-ayres-e-os-tres-niveis-de.html

    ResponderExcluir
  51. Boa Noite
    Meu Nome e Romildo entrei neste blog quando procurava informações por um problema de pele que tenho. Entre as pernas proximo ao saco escrotal tenho manchas avermelhadas, o que é? por que deste fungo? como tratar? como se chama o fungo?

    ResponderExcluir
  52. Oi, Romildo, mas por que você não vai ao posto de saúde para diagnosticar isso? Seria mais prudente. Um abraço!

    ResponderExcluir
  53. Oi, Sônia
    querida, há anos leio e amo seus livros!
    Para alimentar minhas filhas, quando nasceram, me pautei pelo "Mamãe eu quero". Hoje elas são moças.
    Achei este blog seu, quando estava procurando como curar minha pele, toda já tomada por fungo esbranquiçado descamante. Então fiquei com muita vontade de provar o lufenuron. Só que ví que naquele site indicado não há mais possibilidade de adquirí-lo.
    Você tem algum outro caminho para indicar? Eu já tive hepatite e não posso sobrecarregar meu fígado. Preciso de um anti-fungico não tóxico com urgência.
    Abraço carinhoso, Eliana.

    ResponderExcluir
  54. Oi, Eliana, o site é lufenuroncandidacure.owndoc.com . Clique para ir à página de compras. Um abraço!

    ResponderExcluir
  55. Adorei o blog. Desde 2011 faço tratamento para esse fungo que me deixa louca. Já tomei tanta medicação, cremes e etc. Mas amanhã irei começar a dieta. Eu inocentemente pensava que isso só acontecia comigo. Mas vejo que muitas pessoas sofrem com essa criaturinha que incomoda tanto. Obrigada por nos dá uma Luz. Bjus.

    ResponderExcluir
  56. Olá, só informando que ela voltou a vender o pózinho. Mas tenho uma grande dúvida: como ele é tomado? Em relação as quantidades, duração do tratamento e tal. Isso não tá muito explicado no site.

    ResponderExcluir
  57. Oi, Adriana, não faço a menor ideia. Mas sei que ela explica e dá assistência a quem compra.

    ResponderExcluir
  58. Lufenuron no Brasil: www.lufenuron.com.br
    Finalmente, pessoal. Divulguem...

    ResponderExcluir
  59. Bom, essa pessoa que se assina Eric Leonardo postou dezenas de propagandas de lufenuron pelo blog todo. Vai me dar o maior trabalho de remover e bloquear, em vez de me deixar fazer coisas mais úteis. Detestei. E, pela atitude pouco ética, eu não compraria nem uma aspirina de alguém assim.

    ResponderExcluir
  60. ah eu acho válido compartilhar.. Tentei comprar da europa, Sarah Vaughter, e nem me responderam só pq sou do Brasil não enviam.. Agora tem no Brasil, sem precisar da Sarah.. Ótimo!

    ResponderExcluir
  61. Brazilian Day, então volta aqui depois de usar pra dizer se funcionou, tá? Um abraço!

    ResponderExcluir
  62. Olá Sonia,

    Estou com Candídiase há 6 meses, desde que tomei antibióticos e operei meu joelho.

    Durante este período fui há vários médicos, tomei uma porção de remédios, usei ervas, probióticos, vitaminas, estou fazendo a dieta há quase um mês, mas após todo este período consegui melhorar o caso, mas não superá-lo 100%.

    Minha última esperança é o Lufenuron que comprei no site da Sarah. Aliás muito fácil de comprar ao contrário do que algumas pessoas comentaram.

    Também aproveito pra comentar que achei este vendedor de lufenuron no Brasil muito suspeito e sem informações.

    Assim que começar a utilizá-lo postarei novamente aqui para dizer como está sendo a experiência.

    Abraços,

    Ana

    ResponderExcluir
  63. Oi, Ana, também achei um tanto precário esse lufenuron no Brasil.

    De todo modo, um mês de dieta pode ser pouco. A média são dois ou três meses. Não constumo dizer isso porque cada pessoa reage de um jeito e tem um grau de candidíase, e também de disposição para a batalha. Mas eu mesma, quando fiz, fiquei 3 meses na radical. Um abraço!

    ResponderExcluir
  64. Chegou no meu email essa pergunta que não aparece aqui. Achei importante, por isso reproduzo. É da Tha:
    "Oi Sônia!

    Estou na luta contra a candida há 27 dias e já perdi 3,5kg.
    Como faço para não emagrecer tanto? É só no início que é mais fácil perder peso?

    Junto com a dieta tenho estimulado imensamente minha criatividade, e cozinhado muito mais. Até penso em mudar de área profissional e mergulhar de cabeça na agricultura orgânica.

    Essa semana tive o die-off, tudo bem, que andei comendo uns açúcares por fora, é extremamente dificil a cândida tentando viver e a vontade louca de açúcar, ainda mais pra mim que sempre fui uma formiga.

    Queria saber na verdade, se posso incluir cacau, biomassa e a farinha de banana verde e leite de coco?

    Acho que além de ajudar com as propriedades antifungicas, ajuda a flora intestinal e a biomassa acaba sendo uma maneira de fugir do Yakult que tem mto açucar."

    Resposta:
    Tha, não sei o que você pode fazer para parar de emagrecer agora. Mas sei que depois de recuperar a flora intestinal sua assimilação de nutrientes deve melhorar. Você vermifugou? Será que existe alguém compartilhando (ou sequestrando) suas poucas calorias?
    Sobre a biomassa, parece boa. Minha sugestão: experimente e observe. Um abraço!

    ResponderExcluir
  65. Ola Sonia meu amor, onde posso encontrar este produto, eu dei varias buscas e só encontrei alguns comprimidos veterinários e uma vacina para gato,,, sei que a composição serve para humanos no geral,, olha eu venho rastreando informações desde uma postagem do dDavid icke sobre Chitin player que significa Quitina é oque reveste os virus e bactérias no organismo humano e a quitina não nos serve para nada no organismo, e o pior é que descobri um estudo dos meninos da USP em SP que estão adicionando quitina na agua potável e mananciais TB, a quitosana é um derivado da quitina, vai saber se não seja a molécula quebrada para ser solúvel em agua,, enfim pesquisas serias q eu fiz,,, gostaria da sua ajuda eu moro em SP, como fazer para comprar isso,,, sei q o inceticida SBP contem este produto afinal dizem q não faz mal a saúde,, claro q não faz ele corroe a asa do incerto,, e cai no chão vivo,,, e la fica ate a morte,,, quitina é feita a asa do incerto como das baratas etc etc,,, bom amore se der para me dar um help te agradeço meu nome é ronaldo

    ResponderExcluir
  66. Ronaldo, só conheço mesmo o que está escrito no site da Sarah Vaughter. Não tomaria, prefiro controlar pela alimentação. Muita coisa mata os fungos. O problema é impedir que voltem, já que se alimentam de açúcar e células em decomposição. Um abraço!

    ResponderExcluir
  67. OK Sonia,,, entendo,, imagino que não saiba nem informar qual a concentração deste produto pois eu encontrei o lufenuron 99% puro agora só queria saber qual seria uma concentração ideal,, mas acho que não deva saber caso saiba gostaria de saber,,, obrigado Sônia.. Ronaldo

    ResponderExcluir
  68. Sônia, precisava muito te mandar uma mensagem de agradecimento, só quem convive com um problema desses sabe a dor que é ter que ficar com muita dor e, no meu caso, impossibilidade de ter uma vida sexual como a que eu queria! Deus e pessoas como você me dão forças para continuar procurando alternativas para vencer esse problema! Vou comprar o livro, você é um anjo bom, queria te encontrar um dia e agradecer pessoalmente! obrigada pela força... vou comprar o Lufenuron, é uma das minhas últimas esperanças de luta! obrigada e fique com Deus.

    ResponderExcluir
  69. Sônia, muito obrigada por todas as informações que compartilha nesse blog e pelos belíssimos livros que tem escrito. Mudei minha vida desde que a conheci.
    Em relação à cândida, apesar de já ter alterado toda minha alimentação, ainda tenho diversos sintomas ocasionados por ela. Um dos que mais me preocupa é a endometriose que impede a gravidez. Por isso, irei tentar o Lufenuron. Vi as instruções no site de Sarah, mas inda fiquei na dúvida. Devo tomar o conteúdo de 9 gr em 3 dias e aguardar mais 15 dias para tomar o segundo pacote ou divido o conteúdo em 15 dias?
    Caso não possa me responder, você pode me dar o contato de Sílvia que fez o uso deste medicamento?
    Muito obrigada
    Abraços

    Cássia

    ResponderExcluir
  70. Cássia, em princípio a endometriose não tem nada a ver com a candidíase. Segundo a dra Clark, são parasitas como a fascíola (mas poderiam ser amebas e outros) que carregam pedacinhos do tecido do endométrio para fora do útero.

    A recorrência da candidíase é normalíssima em quem tem tendência a acumular umidade - basta comer um pouco mais do que não deve, ou tomar bebidas alcoólicas em momento desvantajoso, para sentir a proliferação das cândidas - seja onde for.

    Sobre o Lufenuron, não tenho como ajudar. Não dou força, penso que só a dieta resolve de fato. Acho apenas estranho que exista um bom remédio (será que é bom mesmo?) fora do mercado. Para contato com a Silvia, escreva para meu email: shirsch@uol.com.br . Um abraço!

    ResponderExcluir
  71. Sônia, mais uma vez, obrigada pela atenção.
    Não tenho a intenção de abandonar a dieta, mas, apesar de seguir tudo o que está no livro minha candidíase simplesmente não some. Ela é contínua e vários sintomas que estão descritos no livro estão presentes em meu dia a dia. Preparo toda minha alimentação e saio de casa com uma marmita com todas as refeições para não precisar me alimentar na rua de forma inadequada. Minha rotina foi toda alterada. Como não sei mais o que fazer e devido a leituras no seu blog, resolvi optar pela compra do Lufenuron.
    A sua resposta me deixou desconfortada, pois não tinha percebido essa sua desconfiança sobre o remédio antes. De qualquer forma, entrarei em contato com Sílvia.
    Trarei notícias futuras.
    Abraços
    Cássia

    ResponderExcluir
  72. Cássia, força nas tranças! Um abraço!

    ResponderExcluir
  73. Hélio Boa Ventura06/10/2014 03:25

    "Drogas poderosas: Por que o lufenuron é proibido? Porque é bom"


    Sinceramente eu não entendo, ora a senhora me parece a favor da medicação, já que tem dois posts que mostram indignação por não está livre para comercialização.

    Ora responde de forma brusca para algumas pessoas que não indica e sim a dieta.

    Quantas pessoas seguem seu blog, e se mostraram interessadas nessa droga? Pois, nos dois posts não há nenhuma referência negativa a ela, inclusive a senhora disponibiliza o site para compra.

    E quem lhe segue, lendo-os acredita que a droga seja até indicada por ti.

    Só vim saber que não é indicada(?)(essa parte é bem contraditória)nos comentários...

    E a negativa vai crescendo no decorrer dos comentários. O que torna tudo mais confuso.

    Antes de falar sobre um assunto a senhora deveria ter segurança se indica ou não... Deveria ser claro o motivo do post, o que não é.

    Senti a mesma coisa com relação ao HDK. Elogios, "nunca tomei", "prefiro as que eu indico"

    Cordialmente,

    Hélio Boa Ventura

    ResponderExcluir
  74. Tem razão, Helio, a minha postura em relação a esse tipo de suplemento é incômoda. Publiquei sobre o lufenuron pensando que a indústria farmacêutica sonega às pessoas algo mais eficaz do que os azoles largamente receitados contra candidíase. Não quer dizer que eu recomende, porque, como disse mais tarde em meu livro Candidídase a praga, muita coisa mata os fungos; o problema é evitar que voltem.

    Em relação ao HDK, dado que inúmeras pessoas precisam limpar os intestinos, quando soube que o Fernando e a Paula estavam importando esse fitoterápico tão útil, portanto avalizando sua eficácia, divulguei. Mas eu mesma não tenho qualquer razão para usar. Trabalho minha alimentação há quase 40 anos e já atingi o nirvana intestinal há muito tempo.

    ResponderExcluir
  75. abel messias21/10/2014 14:27

    bom eu venho fazendo essa dieta a risca,a uns 3 meses e venho tendo bons resultados,li alguma coisa sobre ozonio terapia,fiquei curioso e vou comecar fazer tambem voce tem alguma informacao a respeito da ozonioterapia?

    ResponderExcluir
  76. Li alguma coisa, Abel, mas acredito mesmo é numa boa alimentação...

    ResponderExcluir
  77. Olá Sonia. Boa.noite.

    Sigo sua dieta ja tem alguns meses, percebi grandes melhoras, mas também percebi que se eu comer um pouquinho de coisa doce já é o suficiente pra coceira voltar de forma severa.
    Atualmente a coceira nao quer mais ir embora, os outros sintomas piores se.foram e só restou a coceira que é mais intensa na região anal e um.pouco na vaginal, já vermifuguei. Vc acredita que pelo menos nesses casos seria interessante o uso de fluconazol junto com a dieta?

    Atenciosamente

    ResponderExcluir
  78. A., cada vez que você come um pouquinho de coisa doce reacende as esperanças do inimigo. Segue a dieta, mas não à risca. É que nem lavar uma roupa branca e deixar umas sujeirinhas.

    Quanto ao fluconazol e todos os azoles, consta que fortalecem a cândida.

    Coceira anal costuma ser por oxiúros. Um abraço!

    ResponderExcluir
  79. Eu tb sinto mais no ânus e controla com doces. Meu exame não aponta candidíase mais... Mas ainda sinto corrimento e dor no sexo..o que ta acabando com meu casamento... Estou depressiva e por ai vai..
    Fiz dieta por 20 dias e a coceira passou...sou muito impaciente ansiosa quero sarar logo! To assim já faz um ano! Demora né Sônia? Que vejo mulheres falando que estão vendo resultados e eu continuo com dor na relação... Encomodo pra caminhar... Gente cadê a silvia????
    Preciso saber se deu certo pra ela essa droga!
    Sonia... Sinta se abraçada vc é muito do ben e compartilha informações preciosas!

    ResponderExcluir
  80. Olá Sonia, suas informações são preciosas, gosto muito. Gostaria de saber como faço para adquirir o lufenuron, pois preciso urgente.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário ou pergunta, se quiser, mas saiba que no momento é improvável eu responder, devido a mil coisas, cursos & viagens. Também vem novidade web aí. Agradeço. Abraços, Sonia

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.